Blogue de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes de Lisboa e arredores
Sexta-feira, 31 de Outubro de 2014
BAIXA DA BANHEIRA REALIZA FESTA DA MARIONETA

No Fórum Cultural – Baixa da Banheira. Festa da Marioneta com espetáculos para toda a família

O concelho da Moita volta a receber a Festa da Marioneta, durante o mês de novembro, com dois espetáculos e uma exposição para toda a família. A Festa da Marioneta é uma iniciativa da ARTEMREDE – Teatros Associados.

Marioneta

“Não Toquem nas Minhas Mãos” é o espetáculo marcado para o dia 9 de novembro, às 11:00h, no auditório do Fórum Cultural José Manuel Figueiredo, na Baixa da Banheira. Neste espetáculo, da Companhia Valeria Guglietti, da Argentina, as sombras chinesas encontram-se com o cinema mudo, a marioneta, o humor e a música, para criar uma coleção de histórias cheias de graça que fascinarão todo o tipo de público. Desde o princípio dos tempos que o homem tem convivido com a sua sombra. Começou a brincar com as suas mãos desenhando formas efémeras. Tornada arte pelos chineses há milhares de anos, as Sombras percorreram o mundo através dos tempos. “Não Toquem nas Minhas Mãos” é dirigido a crianças com mais de 3 anos e famílias.

No dia 22 de novembro, pelas 16:00h, o Teatro e Marionetas de Mandrágora sobe ao palco do auditório do Fórum Cultural José Manuel Figueiredo, na Baixa da Banheira, com o espetáculo “Casa dos Ventos”. Este espetáculo, para crianças maiores de quatro anos e famílias, narra uma viagem de duas personagens que pretendem manter a sua forma de estar, o seu espaço de afetos e emoções num mundo em transformação. Numa grande cidade, Alba e Maria tentam atravessá-la, carregando um moinho de vento às costas na procura de uma nova colina que lhes garanta um local para viverem. Mas a cidade respira, oprime e fascina. A casa parte da procura da integração das memórias pessoais e coletivas na vida quotidiana, olhando para os legados tradicionais como a possibilidade de construir a imagem de um futuro próprio, repleto de memórias e tradições reinventadas.

Os bilhetes (menores de 12 anos - 1,84 euros; Maiores de 12 anos - 3,05 euros) para ambos os espetáculos estão disponíveis no Fórum Cultural, na Baixa da Banheira.

Entre 4 e 29 de novembro, a Galeria de Exposições do Fórum Cultural José Manuel Figueiredo, na Baixa da Banheira, recebe a exposição itinerante do Museu da Marioneta, composta por 13 painéis e alguns exemplares do acervo daquele museu, nomeadamente sombras chinesas, máscaras do Sri-Lanka e do Bali, marionetas de fios e de luva, entre outros. Ao visitar esta exposição, vai ter a oportunidade de conhecer um pouco mais sobre a história da marioneta e as especificidades deste tipo de teatro, acessível a todos os públicos e de todas as idades.

A entrada é gratuita.

Horário da Bilheteira:

De 3ª a sábado – 14:30h às 19:30h

Dias de espetáculo e cinema  – uma hora antes do início do espetáculo ou sessão.

Os bilhetes podem ainda ser reservados, através do telefone 210 888 900, no horário de funcionamento da bilheteira. As reservas têm de ser levantadas, no máximo, até 1h antes do início do espetáculo, com um limite de cinco bilhetes por reserva.



publicado por Carlos Gomes às 19:32
link do post | favorito

CELEBRAÇÃO DO HALLOWEEN OU “NOITE DAS BRUXAS” TEM RAÍZES ANCESTRAIS NA CULTURA PORTUGUESA

A celebração, nos Estados Unidos da América, do Haloween ou "noite das bruxas", mais não constitui do que a tradição do culto dos mortos que os colonos europeus levaram para o continente americano. Entretanto, a tradição regressa à Europa revestido de um embrulho mais atraente e comercial. O culto dos mortos constitui entre nós uma das mais ricas tradições que nos remetem para ancestrais cultos pagãos.

bruxa

Desde sempre o Homem acreditou na possibilidade dos mortos intercederem na ação criadora dos deuses e no próprio ciclo da natureza, contribuindo inclusivamente para o renascimento dos vegetais e das culturas que os demónios e maus espíritos do inverno fizeram desaparecer. Esta crença está na origem de uma infinidade de práticas relacionadas com o culto dos mortos que regra geral se iniciam em Novembro e prolongam-se até à Serração-da-Velha, atravessando as cerimónias solsticiais ou "saturnais" e os festejos carnavalescos.

Naturalmente, os ritos variam consoante as celebrações em causa mas conservam entre si uma finalidade comum que é o de assegurar que o ciclo da vida e da morte não se interrompa, possibilitando por conseguinte que ao inverno suceda impreterivelmente a primavera. De acordo com as investigações feitas no domínio da arqueologia e da antropologia, acredita-se que as práticas do culto dos mortos tiveram o seu começo na fase de transição da pedra lascada para a pedra polida, sendo disso testemunho os inúmeros monumentos funerários como os dolmens ou antas, inscrições votivas e outros achados. O folclore trouxe até nós inúmeros vestígios desse modo de pensar e dos cultos praticados pelos nossos ancestrais, devendo por esse modo constituir uma importante fonte de estudo.

Pão por Deus! - pedem as crianças na região saloia, percorrendo as casas em alegre peditório. A ladainha varia contudo de uma região para outra. Por exemplo, para os lados de Braga é costume dizer-se do seguinte modo: "Bolinhos, bolinhós, / Para mim e para vós / E para quem está debaixo da cruz / Truz truz". Na região de Ourém, o rapazio vai pelos casais e suplica: "Ti Maria: dai-me um bolinho em louvor de todos os santinhos!". E, se a dona da casa é pessoa dada à brincadeira, ao assomar à soleira da porta responde prontamente: "Dou sim... com uma tranca no focinho!"

Por esta ocasião, as pessoas cumprem o ritual da visita aos cemitérios e cuidam das sepulturas dos seus entes queridos. Mas, também em casa é costume em muitas localidades, após a ceia, deixar até ao dia seguinte a mesa composta de iguarias para que os defuntos possam banquetear-se. Em Barqueiros, no concelho de Mesão Frio, na noite de Todos-os-Santos coloca-se uma mesa com castanhas para os familiares falecidos, as quais ninguém tocará porque ficam "babadas dos defuntos". Da mesma forma que o azeite que alumia os defuntos jamais alumiará os vivos. Entre alguns povos do leste europeu conserva-se ainda a tradição de organizar o festim no próprio cemitério a fim de que todos em conjunto - mortos e vivos - possam confraternizar!

A partir desta época do ano, as noites das aldeias são povoadas por criaturas extraordinárias que surgem nas encruzilhadas e amedrontam os notívagos. Uivam os lobos nas penedias enquanto as bruxas se reúnem debaixo das pontes. A prudência aconselha que ao gado se prendam pequenas saquinhas de amuletos que o resguardem do "mau-olhado". O serão é passado à lareira ouvindo histórias que nos embalam num mundo de sonhos e fantasia que nos alimenta a imaginação. E, quando finalmente é chegada a hora de dormir, faz-se o sinal-da-cruz para que o demónio não nos apoquente e a manhã do dia seguinte volte a sorrir radiante a anunciar uma vida nova.

Carlos Gomes / http://www.folclore-online.com/



publicado por Carlos Gomes às 08:02
link do post | favorito

Quinta-feira, 30 de Outubro de 2014
MOITA: MARÉ CHEIA DE NOVEMBRO JÁ ESTÁ DISPONÍVEL

A edição de novembro da Maré Cheia – Agenda de Eventos no Concelho da Moita já está disponível para consulta, tanto em suporte digital, em www.cm-moita.pt, como em papel, nos locais de distribuição habituais.

As atividades para disfrutar em família, nas diferentes áreas da cultura e lazer, como o teatro, a música, dança, marionetas e animação do livro e da leitura, estão em destaque na rubrica “À Lupa”.

Além destas atividades, muitas outras iniciativas estão agendadas para o mês de novembro, no concelho da Moita. Para não perder nenhuma, consulte as páginas do “Vai Acontecer…”O livro “Jesus Cristo Bebia Cerveja”, de Afonso Cruz, o álbum Donkey, dos Nobody’s Bizeness, o filme “O Chef”, do realizador Jon Fraveau e o site www.caseiro.pt” são as sugestões da Maré Cheia em “Apetece Ler…”, “Ir em Cantigas…”, “7ª Arte…” e “À Distância de um Clique…”.

Saiba mais em cada uma destas sugestões na rubrica “Cumplicidades”.

O II Encontro Ibero-Americano de Doenças Raras realiza-se, este ano, em Portugal, na Casa dos Marcos, no concelho da Moita, entre 3 e 7 de novembro, e irá contar com a presença da Rainha Letízia, de Espanha.

Os pormenores deste encontro e o trabalho da Casa dos Marcos – Associação Raríssimas preenchem as páginas do “Aqui Tão Perto”.

Nos “Sabores & Saberes”, a Maré Cheia dá a conhecer um novo espaço gastronómico na vila da Moita – Ard’ Lenha – onde pode saborear pizas, pão com chouriço e outras iguarias, tudo confecionado em forno de lenha.

Se pretende receber a Agenda de Eventos, todos os meses, em sua casa, contacte o Gabinete de Informação e Relações Públicas da Câmara Municipal da Moita, através do e-mail: informacao-rpublicas@mail.cm-moita.pt ou do telefone 212806715.


tags: ,

publicado por Carlos Gomes às 15:01
link do post | favorito

ENCONTRO DE MÚSICA E CANTO DE COMPOSITORES DO SÉCULO XVI PERCORRE IGREJAS DO CONCELHO DA MOITA

Início a 2 de novembro com As Louçanas

O concerto com As Louçanas, no dia 2 de novembro, pelas 16:00h, na Capela de São Sebastião, na Moita, dá início ao Encontro de Música e Canto de Compositores do Século XVI que irá percorrer as capelas e igrejas do concelho da Moita, entre novembro e dezembro, no âmbito das Comemorações dos 500 Anos do Foral de Alhos Vedros.

As Louçanas são um grupo de vozes femininas que se juntou com o objetivo de divulgar o repertório de música antiga, através da voz da mulher, um elemento fulcral também na sociedade musical da época medieval. De referir que “Louçana” é uma palavra que se encontra referida em diversas cantigas galaico-portuguesas, associada à figura da Mulher/Donzela como louçana, ou seja, famosa/bonita.

O Encontro de Música e Canto de Compositores do Século XVI prossegue nos dias 16 e 29 de novembro, na Capela do Rosário, na freguesia do Gaio/Rosário, e na Igreja da Baixa da Banheira, respetivamente, e nos dias 6 de dezembro, na Capela de Sarilhos Pequenos, e 14 de dezembro, na Igreja Matriz de São Lourenço, em Alhos Vedros.



publicado por Carlos Gomes às 00:00
link do post | favorito

Quarta-feira, 29 de Outubro de 2014
ALCÂNTARA APRESENTA UMA COMÉDIA FADISTA



publicado por Carlos Gomes às 15:27
link do post | favorito

Terça-feira, 28 de Outubro de 2014
BRUXAS À SOLTA NO METRO DE LISBOA

Metro de Lisboa assinala o Halloween. Carruagem 667 espalha o terror na Linha Azul do Metro

O Metropolitano de Lisboa assinala o Dia das Bruxas, que se comemora na próxima sexta-feira dia 31 de outubro com uma parceria inédita e original com a Torre de Jogos, uma empresa especializada em eventos LARP (Live Art Role Play) com o objetivo de organizar uma ação única nas estações da Linha Azul.

Assim, na noite de Halloween, e a partir das 20h00, o Metro de Lisboa irá colocar em circulação uma carruagem denominada a “Carruagem 667”, uma carruagem dos horrores, entre as estações Amadora-Este e Santa Apolónia, oferecendo aos seus clientes uma série de surpresas assustadoras de forma a assinalar a Noite das Bruxas.

É ainda possível que uma horda de mortos-vivos “invada” uma estação de Metro, numa demonstração do que é ser-se “zombie”, criando uma interação com os utilizadores da estação.

O Metropolitano de Lisboa e a Torre de Jogos procuram com esta iniciativa assinalar de forma original uma efeméride que, embora com pouca expressão na cultura popular portuguesa, cria emoções junto do público mais jovem e ávido de aventura.


tags:

publicado por Carlos Gomes às 15:07
link do post | favorito

Domingo, 26 de Outubro de 2014
QUEM ACODE AO MOSTEIRO DE NOSSA SENHORA DA ANUNCIADA, NA MOURARIA?

Mandado construir pelo Rei D. Manuel I no local onde antes existiu a mesquita maior da Mouraria, extinta em 1496, o Mosteiro de Nossa Senhora da Anunciada corre o risco de degradação total se entretanto não for intervencionado e dada uma utilização consentânea com as suas caraterísticas.

LX-Conventos 005

Entregue em 1840 ao então Ministério da Guerra que ali instalou a Direção da Arma de Infantaria e o Serviço Histórico-Militar, encontrando-se desocupado desde 2008. Desde então, a sua degradação tem-se acentuado, sendo visíveis painéis de azulejos danificados, pavimentos degradados e tetos apodrecidos com a infiltração de humidades. Os telhados e empenas acumulam musgos e plantas e os claustros revelam o estado de abandono em que o edifício se encontra. Apenas a igreja se conserva em bom estado de conservação, funcionando como Igreja Paroquial do Socorro.

Situado fora da cerca fernandina que defendia a cidade medieval, o Mosteiro de Nossa Senhora da Anunciada foi inicialmente criado para as religiosas da Terceira Ordem da Regra de São Francisco mas acabou por ser entregue à Ordem dos Pregadores, tendo nele entrado em 1519 as freiras da Ordem de S. Domingos. Em 1542, o Mosteiro foi pelo Rei D. João III entregue à Companhia de Jesus que aí instalou um colégio, o qual se manteve até 1593, altura em que se transferiram para o Convento de Santo Antão-o-Novo onde atualmente se encontra o Hospital de São José.

O Mosteiro de Nossa Senhora da Anunciada passou a partir de então a ser designado por Mosteiro de Santo Antão-o-Velho e por “Coleginho”, tendo sido posteriormente vendido aos frades da Ordem dos Ermitas de Santo Agostinho que nele também instalaram um colégio.

A desocupação forçada de muitos palácios e conventos na sequência das reestruturações que têm sido levadas a efeito na Administração Pública, sem acautelar a preservação do património edificado que entretanto é deixado ao abandono, está a colocar em risco a sobrevivência do património, encontrando-se nalguns casos mesmo em estado de ruína eminente.

LX-Conventos 009

LX-Conventos 014

LX-Conventos 016

LX-Conventos 019

LX-Conventos 030

LX-Conventos 031

LX-Conventos 035

LX-Conventos 036

LX-Conventos 037

LX-Conventos 040



publicado por Carlos Gomes às 19:17
link do post | favorito

Sábado, 25 de Outubro de 2014
TORRE DE BELÉM FOI CONSTRUÍDA HÁ 500 ANOS

Passam precisamente 500 anos sobre a data do início da construção da Torre de Belém, considerado o monumento mais emblemático da cidade de Lisboa e um dos ex-líbris de Portugal.

Torre de Belém (3)

Projetado à época do Rei D. João II, a sua construção viria a ser iniciada em 1514, sob o traço do arquiteto Francisco de Arruda, a fim de guarnecer a entrada do rio Tejo com um sistema de fortificações defensivas e proteger a de incursões e pilhagens. As obras estiveram a cargo de Diogo Boitaca que também dirigiu as obras do Mosteiro dos Jerónimos.

Com motivos ornamentais que marcam o estilo manuelino, a sua construção constitui um dos primeiros baluartes para partilharia que sucederam às torres de menagem caraterísticas da Idade Média.

À medida que foi perdendo a sua importância como estrutura defensiva, a Torre de Belém teve várias utilizações como registo aduaneiro, posto de sinalização telegráfico e farol, prisão para presos políticos nos reinados de Filipe II e D. João IV.

Os 500 anos da Torre de Belém constituem uma efeméride que merece uma celebração condigna!



publicado por Carlos Gomes às 20:40
link do post | favorito

Sexta-feira, 24 de Outubro de 2014
CONFRARIAS DIVULGAM GASTRONOMIA PORTUGUESA

unnamed (3)

MAPA DE EVENTOS

014 / 2015

Eventos da

FEDERAÇÃO PORTUGUESA DAS CONFRARIAS GASTRONÓMICAS

 15 de Novembro – Assembleia Geral Ordinária

Capítulos das Confrarias Federadas 2014

 25 de Outubro – Confraria do Bucho de Arganil.

 7 e 8 de Novembro – Confraria da Panela ao Lume

 16 de Novembro – Confraria do Medronho

 22 de Novembro – Confraria da Marmelada de Odivelas

 22 de Novembro- Confraria Queirosiana

 22 de novembro – Confraria dos Ovos Moles.

 29 de Novembro – Confraria da Raça Arouquesa.

 29 de Novembro – Confraria dos Nabos e Companhia.

 6 de Dezembro – Confraria Gastronómica do Cabrito e da Serra do Caramulo.

Capítulos Internos

 11 de Dezembro – Confraria do Arroz e do Mar.

Capítulos de Confrarias Não Federadas – 2014

 25 de Outubro – Confraria da Pedra.

 8 de Novembro – IV Capítulo da Confraria da Castanha Soutos da Lapa. Penedono

 8 de Novembro – Confraria do Frango do Campo

 13 de Dezembro – Confraria Ovelhã.

Eventos:

 29 de Novembro – Ceia Serrana – Confraria Enogastronómica Sabores do Botaréu.

 14 de Dezembro – Almoço de Natal - Confraria Enogastronómica Sabores do Botaréu.

Capítulos de Confrarias Federadas – 2015

 10 de Janeiro – Confraria da Fogaça da Feira.

 25 de Janeiro – Confraria do Vinho de Lamas.

 14 de Março – Confraria Gastronómica de Sever do Vouga.

 24; 25; 26 de Abril (cerimónia capitular) e 27 de Abril – XV Capítulo da Academia Madeirense

das Carnes / Confraria Gastronómica da Madeira.

 20 de Junho – IV Capítulo da Confraria Gastronómica do Concelho de Ovar.

Capítulos de Confrarias Não Federadas – 2015

 28 de Fevereiro – II Capítulo da Confraria dos Rojões da Bairrada com grelo e batata à Racha.

 7 de Março - Confraria Enogastronómica Sabores do Botaréu-Águeda.

 11 de Abril – Confraria dos amigos do Negalho e da freguesia de Almalaguês.

 12 de Abril - VII Grande Capitulo da CONGROG - Confraria do Grog de Santo Antão - Cabo Verde

 9 de Maio - Confraria dos Sabores da Fava.



publicado por Carlos Gomes às 21:06
link do post | favorito

MUSEU DA CARRIS AGUARDA A SUA VISITA


tags: ,

publicado por Carlos Gomes às 21:00
link do post | favorito

Quinta-feira, 23 de Outubro de 2014
MUSEU DA CARRIS ACOLHE MERCADITO DA CARLOTA

26 de outubro, das 10h às 19h

É já no próximo domingo, dia 26 de outubro, que o Museu da CARRIS recebe nas suas instalações, pela segunda vez, mais uma edição do Mercadito da Carlota.

Esta iniciativa, organizada pela blogger Fernanda Velez, criadora e autora do Blog da Carlota, vai já na sua sétima edição e decorre, em diferentes datas, em Lisboa e no Porto.

O Museu da CARRIS, por ser um espaço cultural e por reunir todas as condições e infraestruturas adequadas a este tipo de eventos, foi novamente o local escolhido para a organização deste evento, que reúne, num único dia e local, uma seleção das melhores marcas nacionais de moda infantil, para além de marcas de moda e acessórios para mães.

O Museu da CARRIS disponibiliza a todos os visitantes que participarem no Mercadito da Carlota a possibilidade de assistirem à exibição non-stop do filme “Lisboa, Quem és tu” e cujo bilhete pode ser adquirido na Loja do Museu, que, neste dia, também se encontrará em funcionamento e onde poderão ser efetuadas as primeiras compras de objetos alusivos à história dos transportes em Lisboa para oferta no natal.

Os visitantes podem, ainda, neste dia, visitar a cafetaria do Village Underground, projeto co-working que integra o percurso habitual do museu da CARRIS e participar na realização de iniciativas gastronómicas, nomeadamente a confeção de uma paella ao vivo na esplanada.

Exibição non-stop no filme “Lisboa quem és tu”

1ª Exibição às 10h e última às 18h.

Bilhetes: Adulto – 5€

Criança (até aos 12 anos) e sénior (a partir dos 65 anos) – 2,5€


tags: ,

publicado por Carlos Gomes às 00:00
link do post | favorito

Quarta-feira, 22 de Outubro de 2014
ASCENSOR DA GLÓRIA EM LISBOA COMEMORA 129º ANIVERSÁRIO

Um dos ícones da cidade de Lisboa

O Ascensor da Glória comemora, na próxima sexta-feira, dia 24 de outubro, o seu 129º aniversário. Inaugurado em 1885, estabelece a ligação entre a Praça dos Restauradores e o Bairro Alto e é atualmente uma das principais atrações turísticas da cidade, a par dos Elevadores de Santa Justa, da Bica e do Lavra.

Ascensor- Gloria-1930-b

À data da sua inauguração o Ascensor da Glória funcionava por meio de um sistema de tração por cremalheira e cabo por contrapeso de água, em que ambos os carros estavam ligados por um cabo subterrâneo subindo e descendo, em duas vias paralelas assentes ao nível do chão. Os carros eram de dois pisos, tendo o inferior dois bancos dispostos longitudinalmente, de costas para a rua e o superior, a que se acedia por uma escada de caracol, outros dois, dispostos no mesmo sentido, mas costas com costas, de modo que os passageiros ficavam virados para o espaço circundante.

Foi eletrificado em 1915, tendo sido classificado, a par com os Ascensores da Bica, do Lavra e do Elevador de Santa Justa, Monumento Nacional em 2002.

A eletrificação trouxe consigo mudanças profundas no funcionamento deste elevador. Os carros passaram a funcionar por meio de motores elétricos tendo sido retirada a cremalheira.

Da propriedade da Nova Companhia dos Ascensores Mecânicos de Lisboa as carroçarias eram, à época, feitas de mogno. A cor amarela que atualmente carateriza os Ascensores de Lisboa só surgiu após 1926, quando estes se tornaram propriedade da CARRIS.

Estes importantes e históricos meios de transporte, entre os quais o Ascensor da Bica, estão hoje inseridos na Rota dos Ascensores, promovida pela CARRIS, a qual permite a quem visita Lisboa desfrutar de uma visão única sobre a cidade.

Para assinalar a data de aniversário, a CARRIS irá proporcionar a todos os visitantes do Ascensor da Glória, uma atuação pública da orquestra ligeira da banda de música dos empregados da CARRIS, que ocorrerá entre as 9h00 e as 12h00 e as 15h00 às 16h00.

Reabert Gloria (70)



publicado por Carlos Gomes às 15:42
link do post | favorito

Segunda-feira, 20 de Outubro de 2014
FEIRA DAS MERCÊS ESTÁ DE VOLTA AO CONCELHO DE SINTRA



publicado por Carlos Gomes às 19:09
link do post | favorito

Domingo, 19 de Outubro de 2014
MINHOTOS PROMOVEM EM LOURES ENCONTRO DE CONCERTINAS E DESFOLHADA DO MILHO

O Grupo Folclórico Danças e Cantares “Verde Minho” levou hoje a efeito mais uma edição do Encontro de Concertinas, iniciativa que teve lugar na localidade de A-das-Lebres, no concelho de Loures.

VMinho-Concertinas-A-das-Lebres 009

Grupo de tocadores de concertina e outros instrumentos tradicionais, oriundos do Minho e de outras regiões do país, mostraram os seus talentos soltando as mais alegres e divertias rapsódias do nosso folclore.

A realização destes encontros de folclore associado à multiplicação de oficinas de aprendizagem tem nos últimos anos permitido multiplicar o número de executantes destes instrumentos musicais, sobretudo entre os mais jovens, constituindo ainda um extraordinário viveiro de novos tocadores para os ranchos folclóricos.

A anteceder a realização deste encontro de tocadores de concertina, o Grupo “Verde Minho” realizou uma recriação da tradicional desfolhada do milho, procurando transmitir aos mais novos a alegria com que as mesmas outrora se realizavam nas eiras das casas rurais do Minho.

VMinho-Concertinas-A-das-Lebres 022

VMinho-Concertinas-A-das-Lebres 025

VMinho-Concertinas-A-das-Lebres 015

VMinho-Concertinas-A-das-Lebres 012

VMinho-Concertinas-A-das-Lebres 010

VMinho-Concertinas-A-das-Lebres 004

VMinho-Concertinas-A-das-Lebres 003

VMinho-Concertinas-A-das-Lebres 002



publicado por Carlos Gomes às 18:50
link do post | favorito

Sexta-feira, 17 de Outubro de 2014
CASA DO MINHO REALIZA EM LISBOA ENCONTRO DE TOCADORES DE CONCERTINA

10670157_831418376892806_916881826189507137_n



publicado por Carlos Gomes às 00:00
link do post | favorito

DESFOLHADA JUNTA MINHOTOS EM LOURES



publicado por Carlos Gomes às 00:00
link do post | favorito

Quarta-feira, 15 de Outubro de 2014
PARTIDO “OS VERDES” REAFIRMA DIREITO DOS POVOS À SOBERANIA ALIMENTAR

1003141_139756409564853_38033895_n

Amanhã - Dia Mundial da Alimentação

No dia em que se comemora o Dia Mundial da Alimentação, milhões de pessoas por este planeta, nomeadamente em Portugal, não verão esse direito básico garantido.

Uma em cada 3 crianças no mundo sobrevive em subnutrição. Os objetivos de desenvolvimento do milénio estabelecidos pela Organização das Nações Unidas (ONU), ainda estão longe de serem atingidos, mesmo que alguns países tenham feito grandes esforços para erradicar a fome e a pobreza.

Esta situação inaceitável que se vive a nível planetar decorre, em grande parte, da injusta redistribuição da riqueza e do facto que a alimentação é, cada vez mais, um negócio refém dos grandes interesses do sector da distribuição, do agroalimentar e do agro-químico que controlam não só os preços dos alimentos e dos fatores de produção mas também, com os transgénicos, um património milenar dos povos e base da alimentação: as sementes. Este negócio escandaloso tem encontrado proteção política nos tratados e acordos internacionais de comércio e tem sido apadrinhado pela União Europeia.

A esta situação vergonhosa soma-se a destruição e empobrecimento de vastas áreas de solo fértil do planeta por via da construção desordenada, da impermeabilização, das monoculturas e do desvio de solos agrícolas para outros fins que não o alimentar, como é o caso da produção de biocombustíveis. As catástrofes naturais, decorrentes e agravadas pelas alterações climáticas, são ainda outro dos fatores que têm vindo a intensificar a destruição de culturas e de solos agrícolas, mergulhando ainda mais as populações na pobreza e na fome.

Neste Dia Mundial da Alimentação, “Os Verdes” reafirmam o direito dos povos à soberania alimentar. Soberania que também em Portugal não está garantida. O país está dependente para se alimentar, em mais de 70%, de importações quando tem todas as condições para inverter esta situação.

E também em Portugal o acesso à alimentação e a uma alimentação de qualidade não é, hoje em dia, a todos garantido. A crise e as políticas de austeridade que colocaram no desemprego milhares de portugueses, entre os quais famílias inteiras, agravado pelo corte, em simultâneo, de apoios sociais, impedem o acesso à alimentação, de forma digna, a muitos milhares de portugueses. O número de pessoas que em Portugal necessita de recorrer a formas assistenciais para garantir a sua alimentação, não tem parado de crescer. Esta é uma situação que deveria envergonhar os Governos que subscreveram e têm vindo a protagonizar estas políticas de austeridade.

Por outro lado, o encerramento de inúmeras explorações agrícolas familiares, fundamentais para garantir a alimentação, na sequência da pressão exercida por uma concorrência internacional, assente nos Tratados Internacionais de Comércio e apadrinhada pela Política Agrícola Comum, deixam o nosso país cada vez mais debilitado na sua capacidade de garantir a sua soberania alimentar e cada vez mais à mercê das pressões dos grandes interesses económicos e financeiros instalados neste setor.

Neste Dia Mundial da Alimentação, “Os Verdes” não podem ainda deixar de denunciar o facto do Governo português não defender acerrimamente a agricultura familiar em Portugal, pilar fundamental da produção alimentar, e de não defender os interesses e características da nossa agricultura no seio da União Europeia e de pactuar com as orientações da PAC que são lesivas da nossa produção nacional, tal como aconteceu com as quotas leiteiras.

Por outro lado, este Governo tem apadrinhado e incentivado políticas que têm levado à ocupação e destruição de solo agrícola, nomeadamente com a liberalização do plantio de eucaliptos que se tem expandido de norte a sul do continente, ocupando terras que poderiam e deveriam estar destinadas à produção alimentar.

“Os Verdes” não querem deixar de saudar todas as autarquias que têm promovido e apoiado a criação de hortas urbanas, hortas estas que têm dado um contributo valioso para garantir o acesso a uma alimentação mais saudável por parte das famílias.

O Partido Ecologista “Os Verdes”,



publicado por Carlos Gomes às 18:52
link do post | favorito

ESCRITOR JOEL GOMES APRESENTA NA MOITA NOVO ROMANCE

Livro “A Imagem” apresentado na Biblioteca da Moita No dia 25 de outubro, pelas 21:30h, vai ser apresentado, na Biblioteca Municipal Bento de Jesus Caraça, na Moita, o livro “A Imagem”, com a presença do autor, Joel A. Gomes.

Sete anos depois dos eventos de "Um Cappuccino Vermelho", o primeiro romance de Joel G. Gomes, o escritor que vive na Moita apresenta "A Imagem", o segundo volume da série INTERSECÇÃO. "A Imagem" desvenda o que aconteceu a Ricardo Neves e João Dias Martins. É uma nova história num universo já conhecido. Poderá parecer familiar, porém nada se repete, tudo é novo.

Sinopse:

Há seis anos que Lucas vive numa fuga constante devido a um segredo do seu passado. Quando chegou à vila da Moita julgou ter encontrado um sítio onde recomeçar a sua vida, mas em vez disso descobriu um novo nível para o seu pesadelo.

Alguém conhece o segredo de Lucas e está a usar isso como forma de obrigá-lo a ser cúmplice de crimes cada vez mais horrendos.

Preso numa espiral de violência e dor, o pesadelo de Lucas parece destinado a não ter fim. Até ao dia em que se depara com uma estranha imagem que o força a olhar para si mesmo e a enfrentar de vez o seu medo.

Começa então uma jornada de redenção e descoberta que o levará a encontrar segredos do seu passado que ele próprio desconhece. Forjando novas alianças, Lucas acredita estar à altura da ameaça que paira no horizonte, mas será ele capaz de fazer o sacrifício necessário para vencer?



publicado por Carlos Gomes às 12:21
link do post | favorito

CELINA DA PIEDADE ATUA NA BAIXA DA BANHEIRA

Celina da Piedade sobre ao palco do Fórum Cultural com espetáculo “Em Casa”

“Em Casa”, assim se chama o primeiro disco em nome próprio de Celina da Piedade que vai ser apresentado no dia 31 de outubro, pelas 21:30h, no auditório do Fórum Cultural José Manuel Figueiredo, na Baixa da Banheira.

Este disco espelha o seu reportório variado que vai desde composições suas, a temas do cancioneiro popular, um pouco de fado, músicas de raiz de diversas partes do mundo. É uma espécie de biografia musical, ora delicada, ora intensa, sempre cheia de sensibilidade e emoção.

A entrada é gratuita mediante reserva antecipada dos bilhetes.



publicado por Carlos Gomes às 12:16
link do post | favorito

ALHOS VEDROS COMEMORA 500 ANOS DO FORAL

Colóquio “O Poder Local: Uma Perspetiva Histórica” no Município da Moita

“O Poder Local: Uma Perspetiva Histórica” é o tema do colóquio que a Câmara Municipal da Moita vai promover no dia 25 de outubro, entre as 9:30h e as 18:00h, no Moinho de Maré, em Alhos Vedros, uma iniciativa que se insere nas Comemorações dos 500 Anos do Foral de Alhos Vedros e que encerra também a Semana do Património do Concelho da Moita.

“Origens Medievais do Poder Municipal”, “Municípios na Época Moderna: A Reforma Manuelina”, “Poder Municipal no Antigo Regime”, “Municípios no Século XIX: Aspetos das Reformas Liberais”, “Eu Trato o Poder Local por V. Exa. – Um Depoimento de Quem Viveu a Cruzada Autárquica de 1976 a 2009”, “Distritos e Governos Civis”, “Património Cultural Municipal Motor de Desenvolvimento” e “Região, Regionalismo, Regionalização” são os temas a abordar por diferentes convidados neste colóquio.

Para participar no colóquio “O Poder Local: Uma Perspetiva Histórica”, basta efetuar a inscrição gratuita na Divisão de Cultura e Desporto da Câmara Municipal da Moita, Rua Dr. Alexandre Sequeira – Biblioteca Municipal Bento de Jesus Caraça, na Moita – 2860-458 Moita, ou por email: div.cultura.desporto@mail.cm-moita.pt.

Mais informações através dos telefones 210817044 e 210817048.



publicado por Carlos Gomes às 09:00
link do post | favorito

Terça-feira, 14 de Outubro de 2014
MOITA EXPÕE TRABALHOS VENCEDORES DO RAID FOTOGRÁFICO

Trabalhos vencedores do Raid Fotográfico em exposição no Posto de Turismo

A entrega de prémios do 9º Raid Fotográfico da Moita teve lugar, no dia 11 de outubro, no Posto de Turismo da Moita. Em paralelo, decorreu a inauguração da exposição com uma mostra de vários trabalhos selecionados dos diferentes participantes.

Foto do Portfólio vencedor

O júri, que integrou na sua composição um representante do executivo municipal e profissionais da área do turismo, fotografia e design deliberou atribuir os seguintes prémios:

Vencedor:

António José Calado de Sousa (Alcochete)

Prémio  pecuniário no valor de 250 euros

Menção Honrosa:

João Carlos da Silva Ramos (Alhos Vedros)

Prémio pecuniário no valor de 25 euros

A mostra de trabalhos do 9º Raid Fotográfico da Moita vai estar patente, na Galeria de Exposições do Posto de Turismo Municipal, na Moita, até dia 31 de outubro, e pode ser visitada de segunda a sexta-feira, das 9:00h às 12:30h e das 14:00h às 18:00h.

Foto do Portfólio da Menção Honrosa



publicado por Carlos Gomes às 08:55
link do post | favorito

Domingo, 12 de Outubro de 2014
MINHOTOS RUMAM AMADORA AO TOQUE DA CONCERTINA

Dezenas de tocadores de concertina afluíram à cidade da Amadora para exibir os seus talentos na arte de bom tocar a concertina. Tratou-se do IX Encontro de Concertinas e Tocatas, uma iniciativa organizada pelo Rancho Folclórico Dançar é Viver, e que teve lugar no Fórum Luís Vaz de Camões, na Brandoa, atual freguesia da Encosta do Sol.

RFDançarViver 001

Considerado um dos instrumentos musicais mais populares da música tradicional portuguesa, a concertina esteve em tempos em risco de desaparecer do folclore minhoto em virtude da falta de tocadores habilitados, vendo-se substituída pelo acordeão nalguns grupos folclóricos.

Porém, graças a iniciativas como esta e ainda as rusgas e encontros de tocadores nas festas e romarias do Minho, a concertina veio a recuperar a popularidade de outrora, sendo atualmente muitos os jovens que se dedicam à sua aprendizagem.

Este Encontro de Tocadores de Concertina e de Tocatas constitui um excelente meio de divulgação da nossa cultura tradicional e ainda de reunião dos minhotos que vivem distantes das suas terras de origem mas que teimam em não esquecer as suas raízes e identidade.

RFDançarViver 005

RFDançarViver 009

RFDançarViver 013

RFDançarViver 020

RFDançarViver 017

RFDançarViver 018



publicado por Carlos Gomes às 18:46
link do post | favorito

CASAS REGIONAIS JUNTAM-SE EM LISBOA

Cerca de dezena e meia de casas regionais assentaram ontem arraial na Praça da Figueira, em Lisboa. Trouxeram os produtos típicos das suas terras de origem, desde a doçaria aos enchidos, o artesanato e a divulgação turística.

ACRL 027

Pelo palco desfilaram diversos grupos musicais, incluindo ranchos folclóricos, constituídos no seio destas associações regionalistas ou propositadamente deslocadas das respetivas regiões em sua representação, numa organização da Associação das Casas Regionais de Lisboa.

ACRL 017

ACRL 023

ACRL 024

ACRL 026

ACRL 021

ACRL 004

ACRL 003

ACRL 001

ACRL 022



publicado por Carlos Gomes às 13:08
link do post | favorito

GRUPO CORAL VOX MARIS REALIZA CONCERTO NA IGREJA DE SANTO ANTÓNIO DE MOSCAVIDE



publicado por Carlos Gomes às 12:23
link do post | favorito

Sábado, 11 de Outubro de 2014
BARCOS DRAGÃO DESFILAM NA BAÍA DO SEIXAL

taca-portugal-barcos-dragao2014



publicado por Carlos Gomes às 21:50
link do post | favorito

Sexta-feira, 10 de Outubro de 2014
AMADORA JUNTA TOCADORES DE CONCERTINA



publicado por Carlos Gomes às 00:00
link do post | favorito

DESFOLHADA JUNTA MINHOTOS EM LOURES



publicado por Carlos Gomes às 00:00
link do post | favorito

Quinta-feira, 9 de Outubro de 2014
MOITA PROMOVE ATIVIDADE PARA TODA A FAMÍLIA NO FÓRUM CULTURAL DA BAIXA DA BANHEIRA

C_VIB – Cymatics_Vibrating Interactive Boards de MãoSimMão

A Câmara Municipal da Moita e a ARTEMREDE apresentam, no dia 25 de outubro, pelas 16:00h, no Fórum Cultural José Manuel Figueiredo, na Baixa da Banheira, C_VIB – Cymatics_Vibrating Interactive Boards de MãoSimMão, uma escultura sonora e musical que explora as propriedades físicas do som, dirigida a crianças com mais de seis anos e famílias.

C-Vib_Imprensa3

O público é convidado a ver, ouvir e tocar, em sucessivas inter-relações que conduzem a uma imersão multi-sensorial, como instalação interativa ou em palco com bailarinos e músicos convidados.

A entrada é gratuita mediante reserva antecipada dos bilhetes. A lotação máxima é de 70 espetadores.


tags: ,

publicado por Carlos Gomes às 16:44
link do post | favorito

MOITA: SANTA CASA DA MISERICÓRDIA DE ALHOS VEDROS PROPÕE VIAGEM À IDADE MÉDIA

Santa Casa da Misericórdia comemora 514º Aniversário. No Largo da Misericórdia – Alhos Vedros

A Santa Casa da Misericórdia de Alhos Vedros (SCMAV) vai assinalar o 514º aniversário de uma forma diferente. No dia 18 de outubro, a partir das 18:00h, e prolongando-se pela noite fora, a Santa Casa da Misericórdia vai transportar-nos para o fim da Idade Média, início do Renascimento, através de um conjunto de atividades e espetáculos, no Largo da Misericórdia, em Alhos Vedros.

Tudo se irá desenrolar com base na encenação de um “julgamento de prevaricadores”, na praça pública, pelo Núcleo de Artes Performativas da Moita “Moinhos de Vento”. Cânticos gregorianos e outros cânticos medievais e líricos, “A Roda dos Enjeitados”, atuação do Grupo de Danças Antigas, Dança Oriental, espetáculo de fogo e circo de rua e jantar medieval, são algumas das iniciativas que estão a ser preparadas para comemorar o 514º aniversário da Santa Casa da Misericórdia de Alhos Vedros.

De referir que esta iniciativa insere-se também nas Comemorações dos 500 Anos do Foral de Alhos Vedros.


tags: ,

publicado por Carlos Gomes às 11:10
link do post | favorito

FÓRUM CULTURAL DA MOITA RECEBE “GERAÇÕES DO FADO”

Milene Candeias e José Manuel Barreto na Baixa da Banheira

Milene Candeias e José Manuel Barreto vão partilhar o palco do Fórum Cultural José Manuel Figueiredo, na Baixa da Banheira, no dia 19 de outubro, às 16:00h.

Milene Candeias

“Gerações do Fado”, assim se chama o projeto que integra fadistas de diferentes gerações, transmitindo ao público a sua forma de sentir o Fado, atualmente Património Imaterial da Humanidade.

O preço dos bilhetes é de 3,66 euros.

Horário da Bilheteira: 

De 3ª a sábado – 14:30h às 19:30h 

Dias de espetáculo e cinema  – uma hora antes do início do espetáculo ou sessão.

Os bilhetes podem ainda ser reservados, através do telefone 210 888 900, no horário de funcionamento da bilheteira.As reservas têm de ser levantadas, no máximo, até 1h antes do início do espetáculo, com um limite de cinco bilhetes por reserva.


tags: , ,

publicado por Carlos Gomes às 00:00
link do post | favorito

Quarta-feira, 8 de Outubro de 2014
MUNICÍPIO DA MOITA PROMOVE PATRIMÓNIO

Semana do Património: valorizar a identidade do concelho da Moita

A Câmara Municipal da Moita vai dedicar a semana de 17 a 25 de outubro ao Património, uma iniciativa que procura promover, valorizar e divulgar a história, o património, as tradições e a identidade cultural do concelho da Moita, com um programa cultural diversificado que convida a conhecer melhor este concelho ribeirinho.

Semana do Património

Oficina de vela em veleiro Optimist, visitas guiadas ao Sítio das Marinhas e à Exposição Alhos Vedros no Século XVI, passeios fluviais a bordo do varino “O Boa Viagem”, apresentação do livro “A CUF no Barreiro. Realidades, Mitos e Contradições” e o colóquio “O Poder Local: Uma Perspetiva Histórica, são as principais iniciativas que a autarquia propõe nestaSemana do Património, dirigida às diferentes faixas etárias da população e às escolas.

Programa da Semana do Património do Concelho da Moita

17/10/2014

Sexta-feira

10:00h-12:00h

Passeio fluvial a bordo da embarcação tradicional O Boa Viagem

Local de embarque: Cais da Moita

Destinatários: 1 a 2 turmas de 1º ciclo (3º ou 4º ano)

18/10/2014

Sábado

15:00h-18:00h

Oficina de vela em veleiro Optimist

Sítio das Marinhas – Centro de Interpretação Ambiental

Destinatários: Crianças entre os 6 e os 14 anos

20/10/2014

Segunda-feira

9:30h-12:00h

Visita guiada ao Sítio das Marinhas – Centro de Interpretação Ambiental

Sítio das Marinhas – Centro de Interpretação Ambiental

Destinatários: Turmas do pré-escolar, 1.º, 2.º e 3.º Ciclos

21/10/2014

Terça-feira

10:00h

Abertura da exposição “Serviço Público em Liberdade”

Biblioteca do Vale da Amoreira

Destinatários: Público geral

22/10/2014

Quarta-feira

9:30h-12:30h

Visita guiada à exposição “Alhos Vedros no século XVI”

Moinho de Maré de Alhos Vedros

Destinatários: Turmas do Secundário

23/10/2014

Quinta-feira

14:00h-17:00h

Passeio fluvial a bordo da embarcação tradicional “O Boa Viagem”

Local de embarque: Cais da Moita

Destinatários: 1 a 2 turmas de 1º ciclo (3º ou 4º ano)

24/10/2014

Sexta-feira

9:30h-12:00h

Visita guiada à exposição “Alhos Vedros no século XVI”

Moinho de Maré de Alhos Vedros

Destinatários: Turmas do 1.º, 2.º, 3.º Ciclos e Secundário

24/10/2014

Sexta-feira

21:30h-23:00h

Apresentação do livro “A CUF no Barreiro, Realidades, Mitos e Contradições”da autoria de Armando Teixeira, António Ferreira e Carlos Oliveira

Atuação do Grupo Coral Alius Vetus

Biblioteca Municipal Bento de Jesus Caraça – Moita

Destinatários: Público geral

25/10/2014

Sábado

9:30h-13:00h

15:00h-18:00h

Colóquio “O Poder Local: Uma Perspetiva Histórica”

Integrado nas Comemorações dos 500 anos do Foral Manuelino Alhos Vedros

Moinho de Maré de Alhos Vedros

Destinatários: Público geral (Sujeito a inscrição gratuita)



publicado por Carlos Gomes às 00:00
link do post | favorito

Terça-feira, 7 de Outubro de 2014
MUNICÍPIO DA MOITA PROMOVE QUINZENA DA EDUCAÇÃO

Encontro “Maré de Palavras – Animar a Leitura Promovendo o Livro”

No âmbito da Quinzena da Educação, nos dias 17 e 18 de outubro, a Câmara Municipal da Moita vai promover, na Biblioteca Municipal Bento de Jesus Caraça, na Moita, a Ação de Formação/ Encontro “Maré de Palavras – Animar a Leitura Promovendo o Livro”, como forma de refletir sobre a importância da animação do livro e da leitura, partilhando experiências.

Biblioteca da Moita

Este encontro tem uma vertente teórica, que permitirá uma reflexão sobre vários aspetos do tema, e também uma componente prática, onde serão divulgados vários projetos nesta área.

São vários os convidados para participar nestes dois dias de “Maré de Palavras”, nomeadamente, desde escritores, passando por professores, humoristas, associações artísticas, até contadores de histórias, entre outros. Do programa destacamos, no dia 17, as conferências – “A Animação da Leitura e a Formação de Leitores”, “As Bibliotecas Públicas e a Crise: Difícil Transição para o Século XXI”, “A Animação e a Promoção da Leitura nas Bibliotecas Municipais da Moita” e “A Animação e a Promoção da Leitura nas Bibliotecas Escolares da Moita” –, no dia 18, as Oficinas – “A Leitura em Voz Alta”, “Ler é Mais que Ler Palavras” e Workshop de Escrita Criativa –, no dia 18, as Mesas Redondas – “Promover para Dar a Ler” e “As Bibliotecas são as Casas onde Moram as Histórias” – e várias Histórias e Contos, em ambos os dias.

Este encontro é dirigida a docentes, animadores socioculturais, bibliotecários, técnicos de biblioteca e outros profissionais que desenvolvam trabalho nesta área, sendo obrigatória a inscrição através do email: bmbjcaraca@mail.cm-moita.pt. Para o público em geral, a Câmara Municipal preparou uma “Maré de Contos”, uma “Maré de Danças” e uma Maré de Livros”, no dia 18 de outubro, a partir das 21:00h, com vários convidados, dos quais destacamos Jorge Serafim, Rodolfo Castro e António Fontinha.

Consulte também o programa completo em www.cm-moita.pt.

Programa Completo:

17 de outubro – sexta-feira

9:30h Receção aos participantes

9:45h Abertura – Rui Garcia (Presidente CMMoita) e Joaquim Raminhos (Diretor do Centro Formação das Escolas de Barreiro Moita)

10:00h Conferência: A Animação da Leitura e a Formação de Leitores

Glória Bastos (Universidade Aberta)

Moderação Maria Ana Judas (CMMoita)

10:45h Intervalo

11:00h As Bibliotecas Públicas e a Crise: A Difícil Transição para o Século XXI

Vera Oliveira (Direção Geral do Livro Arquivos e Bibliotecas)

Moderação Lurdes Cavaquinho (CMMoita)

11:45h A Animação e a Promoção da Leitura nas Bibliotecas Municipais da Moita

Maria João Silva (CMMoita)

12:10h Debate

13:00h Almoço

Tarde

14:30h / 15:30h MARÉ DE HISTÓRIAS

Alexandra, Jacinto, Rosa Ribeiro (BM Vale da Amoreira)

Henriques Guerreiro, Contador local

António Mota (BM Loures);

Destinatários: Escolas

Poesia à La Carte na Entrada da Biblioteca, pela Andante Associação Artística

15:30h/16:30h A Animação e a Promoção da Leitura nas Bibliotecas Escolares da Moita

Agrupamento de Escolas da Moita

Agrupamento de Escolas D. João I

Agrupamento de Escolas Mouzinho da Silveira

Agrupamento de Escolas Fragata do Tejo

Moderação Margarida Chaves (Rede Bibliotecas Escolares)

16:30h Debate

18 de outubro sábado

9:00h MARÉ DE OFICINAS

A Leitura em Voz Alta, pela Andante

Ler é Mais que Ler Palavras, Dora Batalim

Workshop de Escrita Criativa, Margarida Fonseca Santos

13:00h Almoço

Tarde

14:30h Mesa Redonda Promover para Dar a LER

Cristina Paiva, atriz

Jorge Serafim, contador de histórias

Moderação Bruno Vieira do Amaral, escritor e critico literário

15:15h Mesa Redonda As Bibliotecas são as Casas onde Moram as Histórias - As Histórias são as Casas onde Moram as Palavras

Luísa Ducla Soares, escritora

António Torrado, escritor

Margarida Fonseca Santos, escritora

Bernardo Santos, Gestor de Marca do Grupo Leya

Moderação Fernando Pinto do Amaral, (Plano Nacional de Leitura)

16:15h Debate

17:00h Encerramento Vice-Presidente da CMMoita

21:00h MARÉ DE CONTOS – Aberto à comunidade

Atuação Musical com o Grupo Finisterra

Anabela, Maria João e Célia, BMMoita

Ana Josefa Cardoso, Contadora local

António Fontinha

Atuação Musical com o Grupo Finisterra

Rodolfo Castro

Jorge Serafim

Ângelo Torres e José Galissa

MARÉ DE DANÇAS

Vamos Bailar com o Sr. Custódio

Cacau com Letras e Palavras

MARÉ DE LIVROS

Feira do Livro

Mostra de Livros e Leituras

Livreiros Presentes: LEYA, PRODIDACTICO

MARÉ DE EXPOSIÇÕES

- Escolas a Ler com a Biblioteca Municipal – Trabalhos das Bibliotecas Escolares

13 a 25 de outubro

Biblioteca Municipal Bento de Jesus Caraça

- A sorte e o Engenho – Exposição de Ilustração de Cristina Salvador

14 a 25 de outubro

Fórum Cultural José Manuel Figueiredo

- Moinho de Maré de Alhos Vedros - Visitas ao Moinho e à Exposição “Alhos Vedros no séc. XVI”

De setembro a maio



publicado por Carlos Gomes às 20:05
link do post | favorito

CARRIS PROMOVE PROVA “PEDALAR NA GLÓRIA”

As bicicletas vão invadir a Calçada da Glória no próximo sábado, dia 11 de outubro, às 20h00, em mais uma edição da “Subida à Glória”.

image007

A CARRIS apoia a organização de uma prova organizada pela Podium Events em conjunto com a  Federação Portuguesa de Ciclismo e em parceria com a Câmara Municipal de Lisboa, que data de 1910 e cujo objetivo é realizar a subida em bicicleta da Praça dos Restauradores (Baixa de Lisboa) ao Jardim de São Pedro de Alcântara (Bairro Alto), no menor espaço de tempo, estando, atualmente, o recorde em 39,77 segundos, utilizando o sistema de contrarrelógio individual.

Tendo como cenário o Ascensor da Glória, os carris vão dar espaço às duas rodas num evento que deverá juntar cerca de 300 participantes, entre os quais inúmeros atletas consagrados desta modalidade, além de outras figuras públicas da sociedade portuguesa.

Inaugurado em 1885, este elevador estabelece a ligação entre a Praça dos Restauradores e o Bairro Alto e é atualmente uma das principais atrações turísticas da cidade, a par dos Elevadores de Santa Justa, da Bica e do Lavra, sendo, desde 2002, classificado como monumento nacional.

A CARRIS apoia esta iniciativa, integrando a ação  nas comemorações do 129º aniversário do Ascensor da Glória, que se assinalam no próximo dia 24 de outubro, as quais contarão, também,  com uma atuação pública da orquestra ligeira da banda de música dos empregados da CARRIS, que ocorrerá entre as 9h00 e as 12h00 e das 15h às 16h00.



publicado por Carlos Gomes às 19:00
link do post | favorito

METRO DE LISBOA RECEBE EXPOSIÇÃO ITINERANTE “HISTÓRIAS DA AJUDARIS”

De 08 a 31 Out. | Exposição Itinerante METRO DE LISBOA recebe pela primeira vez exposição “HISTÓRIAS DA AJUDARIS”

O Metropolitano de Lisboa (METRO) recebe, pela primeira vez e na estação S. Sebastião II (linha vermelha), as ilustrações da exposição “Histórias da Ajudaris”, referentes à edição de 2012, uma iniciativa que vai estar patente de 8 a 31 de outubro.

image007

Esta parceria estabelecida entre o METRO e a AJUDARIS, uma associação particular de carácter social e humanitário de âmbito nacional, sem fins lucrativos, que desenvolve vários projetos de intervenção social com vista ao combate da fome, pobreza e exclusão social, insere-se no âmbito do “Presente Consigo”, o projeto de responsabilidade social da Empresa.

A iniciativa “Histórias da Ajudaris” é um dos projetos mais inovadores e emblemáticos da Ajudaris, criado em 2009 e que já vai na 7ª edição. Trata-se de livros onde as crianças são as protagonistas e autoras na partilha da magia da sua criatividade com pares e com a sociedade em geral.

Colhendo a inspiração em temas como a cidadania, a solidariedade, a partilha e os afetos, ingredientes essenciais naquela que é a missão da Ajudaris, os jovens são desafiados a crescerem como cidadãos mais ativos, conscientes e integrados.

Este projeto ganha ainda mais sentido quando estes pequenos autores se apercebem que a partir da reunião das suas obras nasce um grande gesto de solidariedade: Ajudar crianças e famílias a viverem num mundo melhor, através do apoio que a Ajudaris desenvolve junto de comunidades desfavorecidas, realidades muitas vezes mais próximas do que imaginamos.

Em cada edição, a reunião destes originais constitui a Exposição Itinerante, que percorre estabelecimentos de ensino, bibliotecas, entre outros espaços públicos.

Agora é a vez do Metropolitano de Lisboa.



publicado por Carlos Gomes às 12:29
link do post | favorito

SINTRA: FEIRA DAS MERCÊS ESTÁ DE VOLTA!



publicado por Carlos Gomes às 00:00
link do post | favorito

Segunda-feira, 6 de Outubro de 2014
MOITA PROMOVE CONFERÊNCIAS SOBRE A INDÚSTRIA CORTICEIRA, INDUSTRIALIZAÇÃO E LUTAS OPERÁRIAS

Conferências realizam-se no Moinho de Maré – Alhos Vedros

“Memórias da Indústria Corticeira em Alhos Vedros” e “A Industrialização da Região e as Lutas Operárias” são os dois temas principais da 6ª conferência do ciclo “A Memória do que Foi, O Registo do que É, O Projeto do que Será”, marcada para o dia 11 de outubro, a partir das 15:00h, no Moinho de Maré, em Alhos Vedros.

Ciclo de Conferências

O Ciclo de Conferências é promovido pela Comissão Executiva das Comemorações dos 500 Anos do Foral de Alhos Vedros: Câmara Municipal da Moita, Junta de Freguesia de Alhos Vedros, Santa Casa da Misericórdia de Alhos Vedros, Centro Paroquial de Alhos Vedros, Alius Vetus – Associação Cultural História e Património, CACAV – Círculo de Animação Cultural de Alhos Vedros e Agrupamento de Escolas José Afonso.

A entrada é livre.

Programa da Conferência:

15:00h – Abertura

15:10h – Memórias da Indústria Corticeira em Alhos Vedros

A comunicação irá basear-se numa consulta realizada aos arquivos históricos da Câmara Municipal da Moita e do Administrador do Concelho, enquadrada na investigação sobre a Margem Sul do Estuário do Tejo, publicada em 1973, por Maria Alfreda Cruz. Incluirá também referências a entrevistas realizadas em Alhos Vedros e uma reflexão sobre o modo como a comunidade local pode preservar esta memória.

Orador: João Augusto Aldeia

15:40h – A Industrialização da Região e as Lutas Operárias

O processo de estruturação do arco industrial da Margem Sul teve no Barreiro, em torno fundamentalmente da CUF, um importante pólo e um importante e subsidiário conglomerado ferroviário, a que se foram associando, na linha Baixa da Banheira até à Moita e prolongando-se ao Montijo, outras indústrias, a montante e a jusante, designadamente a da transformação da cortiça, irradiando a partir daí a configuração de importantes zonas de residência operária como a Baixa da Banheira ou a Moita.

A atividade industrial gerou a formação de várias gerações de operários, oriundos de várias regiões do país, nomeadamente do Alentejo, que, num quadro de exploração e de opressão, protagonizaram importantes lutas operárias e, sobretudo, uma cultura de resistência, disseminada pelas diferentes localidades, entranhada nas coletividades e cooperativas, que se manteve viva ao longo de quase meio século de ditadura.

Orador: João Madeira

16:10h – Debate

17.00h – Encerramento



publicado por Carlos Gomes às 23:03
link do post | favorito

Domingo, 5 de Outubro de 2014
TRATADO DE ZAMORA FOI CELEBRADO EM 5 DE OUTUBRO DE 1143
Independência de Portugal foi reconhecida há 871 anos!

Em 5 de Outubro de 1143, Afonso VII, Rei de Leão e Castela, reconheceu o Reino de Portugal nascido do Condado Portucalense e D. Afonso Henriques como seu Rei.

Tratado de Zamora

Constituindo embora um processo com datas históricas marcantes que antecederam inclusive este evento, a data de celebração do Tratado de Zamora é considerada como a da fundação de Portugal como país soberano. A independência de Portugal veio a ser reconhecida pelo Papa Alexandre III, em 1179, na sequência de uma intensa acção diplomática desenvolvida por D. Afonso Henriques a fim de se furtar à vassalagem a Afonso VII enquanto Imperador das Espanhas.

As comemorações do 5 de Outubro - a celebração do Tratado de Zamora e a Implantação da República - devem constituir sobretudo um mote à reflexão crítica dos acontecimentos passados com vista à definição dos caminhos que Portugal deve trilhar!


publicado por Carlos Gomes às 15:29
link do post | favorito

O BANQUETE DA REPÚBLICA NO ACAMPAMENTO DA ROTUNDA ACONTECEU HÁ 104 ANOS!

Passam precisamente 104 anos desde a realização do grande banquete que, após os confrontos que levaram à implantação do regime republicano, teve lugar no acampamento da Rotunda onde um punhado de soldados e meia centena de carbonários se entrincheiraram às ordens do Comissário Naval Machado dos Santos.

A25800.jpg

A imagem mostra o reduzido número de militares e civis que permaneceram no acampamento da Rotunda nos dias da Revolução

Uma vez alcançado o cessar-fogo na manhã do dia 5 de outubro, as hostilidades republicanas dirigiram-se para alvos mais comestíveis e nutritivos. O acampamento manteve-se por mais cinco dias que foram preenchidos com a realização de um autêntico festim que, a avaliar pelas quantidades de alimentos digeridos, reuniu largas centenas de comensais que, não tendo embora participado nos combates, não quiseram deixar os seus créditos de bravura por mãos alheias.

Desse extraordinário sucesso que não deveria ser omitido nas páginas da nossa História contemporânea onde se inscrevem tão gloriosos feitos revolucionários, dá-nos conta a insuspeita revista “Ilustração Portugueza”, na sua edição de 7 de novembro de 1910, sob o curioso título “Subsídios photographicos para a História da Revolução”:

O reducto da Avenida, que foi o verdadeiro baluarte da republica, offereceu aspectos deveras curiosos, mesmo depois de passados os combates. Durante os dias que os soldados e os civis ali se encontraram foi montado um serviço regular de subsistências, confeccionando-se em improvisadas cosinhas, rancho de que partilharam todos os que lá se tinham juntado nos dias da revolta. Na manhã do dia seis foram cozinhadas no acampamento duas mil pescadas em nove fogões de campanha e desde que se estabeleceu o serviço regular até ao dia 10, em que se retiraram os militares e paisanos, consumiu-se dez mil kilos de carne de vacca e quarenta mil kilos de pão, não sendo possível averiguar o numero de pessoas que foram alimentadas durante esse tempo na rotunda que se tornou um logar histórico”.

- Não mencionou o cronista com quantos litros de vinho regaram tão lauto repasto !

capture1

A confeção do rancho no acampamento da Rotunda. O corneteiro, ao centro, aguardando ordens para tocar para o rancho...

capture2

Os cestos com as duas mil pescadas. Um aspeto da confraternização. À esquerda vê-se um militar agarrado à sua namorada.



publicado por Carlos Gomes às 13:53
link do post | favorito

REPÚBLICA FOI IMPLANTADA HÁ 104 ANOS!

Passam precisamente 104 anos sobre a data da implantação do regime republicano em Portugal, acontecimento político que teve grande repercussão nomeadamente na Rússia onde, alguns anos mais tarde, viria a suceder uma revolução de alguma forma inspirada nos sucessos que tiveram lugar em Lisboa. Sem outras considerações de natureza política, publicamos algumas imagens dos acontecimentos então ocorridos. As fotos são do Arquivo Municipal de Lisboa.

A11489.jpg

A imagem mostra o acampamento na Rotunda onde se entricheiram militares e civis armados.

A25800.jpg

Militares e civis do acampamento da Rotunda.

rotunda

Outro aspecto da barricada na Rotunda.

carbonários

Um grupo de carbonários passando junto ao Largo do Chiado, em Lisboa.

 

eléctrico

Revolucionários civis procurando imobilizar um carro eléctrico.

A17308.jpg

Estragos causados pela explosão de uma bomba na fachada do Palácio das Necessidades.

manif

Manifestação de apoio aos republicanos

desfile

Soldados e civis desfilando.

josé relvas

José Relvas proclama a República da varanda dos Paços do Concelho, em Lisboa. 

apoiando a republica

A revolução republicana, a multidão em frente à Câmara Municipal aclama a proclamação da República

carbonários

Militares e civis junto à Câmara Municipal de Lisboa.

proclamação

Um aspecto da Praça do Município, em Lisboa, na ocasião da proclamação da República.



publicado por Carlos Gomes às 13:08
link do post | favorito

Sábado, 4 de Outubro de 2014
DESFOLHADA TRADICIONAL JUNTA MINHOTOS EM LOURES



publicado por Carlos Gomes às 14:39
link do post | favorito

Sexta-feira, 3 de Outubro de 2014
CONFRARIAS PROMOVEM GASTRONOMIA PORTUGUESA

EVENTOS DA FEDERAÇÃO PORTUGUESA DAS CONFRARIAS GASTRONÓMICAS

capture2

 15 de Novembro – Assembleia Geral Ordinária

Capítulos das Confrarias Federadas 2014

 4 de Outubro – Confraria dos Gastrónomos do Algarve

 5 de Outubro – Confraria do Chícharo

 11 de Outubro – Real Confraria da Matança do Porco

 11 de Outubro – Confraria das Tripas à moda do porto

 18 de Outubro – Confraria dos Gastrónomos dos Açores

 25 de Outubro – Confraria do Bucho de Arganil.

 7 e 8 de Novembro – Confraria da Panela ao Lume

 16 de Novembro – Confraria do Medronho

 22 de Novembro – Confraria da Marmelada de Odivelas

 22 de Novembro- Confraria Queirosiana

 29 de Novembro – Confraria da Raça Arouquesa.

 29 de Novembro – Confraria dos Nabos e Companhia.

 6 de Dezembro – Confraria Gastronómica do Cabrito e da Serra do Caramulo.

Capítulos Internos

 18 de Outubro – Real Confraria do Maranho.

 11 de Dezembro – Confraria do Arroz e do Mar.

Capítulos de Confrarias Não Federadas – 2014

 4 de Outubro – Confraria dos Carolos e Papas de Milho

 12 de Outubro – Confraria do Bolo Podre e Gastronomia do Montemuro – Castro D´Aire

 18 de Outubro – Confraria das Couves de Castelo Viegas

 18 de Outubro – Confraria do Pão-de-ló de Ovar.

 25 de Outubro – Confraria da Pedra.

 8 de Novembro – IV Capítulo da Confraria da Castanha Soutos da Lapa. Penedono

 8 de Novembro – Confraria do Frango do Campo

 13 de Dezembro – Confraria Ovelhã.Eventos:

 11 de Outubro – VIII FESTIVAL GASTRONÓMICO DA ENGUIA – Confraria Gastronómica O Moliceiro.

 29 de Novembro – Ceia Serrana – Confraria Enogastronómica Sabores do Botaréu.

 14 de Dezembro – Almoço de Natal - Confraria Enogastronómica Sabores do Botaréu.

Capítulos de Confrarias Federadas – 2015

 10 de Janeiro – Confraria da Fogaça da Feira

 24; 25; 26 de Abril (cerimónia capitular) e 27 de Abril – XV Capítulo da Academia Madeirense das Carnes / Confraria Gastronómica da Madeira.

 20 de Junho – IV Capítulo da Confraria Gastronómica do Concelho de Ovar.

Capítulos de Confrarias Não Federadas – 2015

 28 de Fevereiro – II Capítulo da Confraria dos Rojões da Bairrada com grelo e batata à Racha.

 11 de Abril – Confraria dos amigos do Negalho e da freguesia de Almalaguês.

 9 de Maio - Confraria dos Sabores da Fava.



publicado por Carlos Gomes às 18:41
link do post | favorito

MOITA REALIZA FESTIVAL DE FOLCLORE EM ALHOS VEDROS



publicado por Carlos Gomes às 00:00
link do post | favorito

MOITA REALIZA FEIRA DE VELHARIAS

Na Moita. Dias 11 e 25 de outubro: Feira de Antiguidades e Velharias

É já nos sábados, 11 e 25 de outubro, a partir das 8:00h, que a Feira de Antiguidades e Velharias regressa ao Largo do Mercado Municipal, na Moita.

Feira de Antiguidades e Velharias

A Feira de Antiguidades e Velharias é promovida pela Câmara Municipal da Moita desde julho de 2012, sempre nos segundos e quartos sábados de cada mês, no âmbito do Programa de Dinamização e Animação do Mercado Municipal da Moita.

Não perca estas edições da Feira de Antiguidades e Velharias e, quem sabe, se entre discos, mobiliário, bijuteria, artigos de decoração, moedas e livros, não encontra a peça que tanto procurava.



publicado por Carlos Gomes às 00:00
link do post | favorito

Quinta-feira, 2 de Outubro de 2014
MUNICÍPIO DA MOITA PROMOVE QUINZENA ESCOLAR

Município da Moita. Quinzena da Educação marca início do ano escolar

Para marcar o arranque do novo ano escolar, a Câmara Municipal da Moita volta a promover a Quinzena da Educação, de 13 a 26 de outubro, envolvendo toda a comunidade na promoção, valorização e divulgação do projeto educativo da Moita.

z

O programa da XIII Quinzena da Educação engloba, como habitualmente, a Receção aos Novos Alunos e também a Receção à Comunidade Educativa, garantindo 15 dias preenchidos com diferentes atividades.

Para os alunos que iniciam o 1º ano do 1º ciclo do Ensino Básico no concelho, a Câmara da Moita preparou a exibição da Mostra de Filmes de Animação de Lisboa – Montrinha/2014, nos dias 21, 22 e 23, no Fórum Cultural José Manuel Figueiredo, na Baixa da Banheira. Os mais pequenos vão ter a oportunidade de ver o que de melhor se faz em termos de animação para o público infantojuvenil.

Exposições, Oficinas de Ilustração de Origami com a ilustradora Cristina Salvador, Encontro/Ação de Formação “Maré de Palavras – Animar a Leitura, Promovendo o Livro, Visitas ao Património do concelho e cinema para as escolas são as propostas da Câmara Municipal para dar as boas vindas a toda a comunidade educativa de forma lúdica, cultural e pedagógica.

O programa completo da Quinzena da Educação está disponível para consulta em www.cm-moita.pt.


tags: ,

publicado por Carlos Gomes às 20:13
link do post | favorito

GRÉMIO LUSITANO COMEMORA 5 DE OUTUBRO

O Grémio Lusitano vai celebrar a sua tradicional Homenagem Comemorativa da Implantação da República, no próximo dia 5 de Outubro.

► Em Lisboa:

10.00 Horas - Deposição de uma coroa de flores na estátua António José de Almeida;

15.00 Horas – Inauguração da Biblioteca “Oliveira Marques”, do Grande Oriente Lusitano, nas instalações da Escola- Oficina nº1 ao Largo da Graça, nº58;

17.00 Horas – COLÓQUIO: “República, Democracia, Educação”;

 ORADORES/TEMAS:

- Prof. António Sampaio da Nóvoa: “A Escola Oficina nº1 – Educar de Outra Maneira

- Prof. Maria Fernanda Rollo: “A República – Desafios do Progresso e Organização da Ciência

- Prof. António Reis fará os Comentários finais

Foto via António Ventura, com a devida vénia 

Fonte: http://arepublicano.blogspot.pt/



publicado por Carlos Gomes às 14:02
link do post | favorito

AMADORA JUNTA TOCADORES DE CONCERTINA



publicado por Carlos Gomes às 00:00
link do post | favorito

CASA DO MINHO REALIZA EM LISBOA ENCONTRO DE TOCADORES DE CONCERTINA

10670157_831418376892806_916881826189507137_n



publicado por Carlos Gomes às 00:00
link do post | favorito

Quarta-feira, 1 de Outubro de 2014
PARTIDO “OS VERDES” É CONTRA A PRIVATIZAÇÃO DA ÁGUA E DOS RESÍDUOS

1003141_139756409564853_38033895_n

Hoje – Dia Nacional da Água. “Os Verdes” reafirmam frontal oposição à privatização do sector da água e dos resíduos

Num momento em que se assinala o Dia Nacional da Água, o Partido Ecologista “Os Verdes” alerta, mais uma vez, para os perigos da privatização do sector, um caminho que o Governo tem vindo a promover através de profundas alterações à legislação nesta matéria e cujo primeiro passo foi agora dado com a venda a privados da EGF, empresa de gestão de resíduos que pertence ao grupo Águas de Portugal.

A Água foi proclamada pela ONU como um Direito Humano Fundamental, um recurso ao qual todos os cidadãos devem ter acesso, independentemente das suas condições sociais e económicas. É um recurso natural que não pode ser tratado, por nenhum Governo de nenhum país, como se de mercadoria se tratasse, sujeito a leis de mercado e transacionável.

Sem prejuízo de uma análise posterior mais aprofundada, “Os Verdes” suspeitam que a nova estratégia do sector das águas e saneamento, hoje apresentada pelo Ministro do Ambiente, aponta, mais uma vez, no sentido da entrega a privados deste setor, uma orientação que comporta enormes perigos de ordem ambiental e social que urge evitar e travar. O PEV relembra que, em experiências feitas noutros países (que agora se encontram a dar passos atrás para reverter a situação), se verificou, como consequência da privatização, um aumento brutal do tarifário, a degradação do serviço prestado às populações e também o enorme endividamento de muitas autarquias, como é o caso em França.

Por tudo isto, «Os Verdes» dizem NÃO À PRIVATIZAÇÃO DA ÁGUA e adiantam que defenderão, por todos os meios ao seu alcance, a manutenção deste sector na esfera pública, em nome da gestão ambientalmente sustentável deste recurso, feita em função dos direitos dos cidadãos e não em função do lucro de privados.

O Partido Ecologista “Os Verdes”,



publicado por Carlos Gomes às 23:49
link do post | favorito

BAIXA DA BANHEIRA RECEBE KARL MARX

Comemorações dos 40 anos do 25 de Abril: Teatro: “Marx na Baixa” sobe ao palco do Fórum Cultural

No ano em que se assinala os 40 anos do 25 de Abril, a Câmara Municipal da Moita apresenta o espetáculo de teatro “Marx na Baixa”, no dia 10 de outubro, às 21:30h, no auditório do Fórum Cultural José Manuel Figueiredo, na Baixa da Banheira.

Fonte CMMoita Marx na Baixa

E se o homem barbudo de há dois séculos, vestindo um fato e gravata, carregando uma mala, talvez de livros, talvez de ideias, aterrasse em Portugal? E se esse homem fosse Karl Marx que, para reivindicar o direito a limpar o seu nome, veio cá abaixo, mais propriamente à Baixa?

Este é o mote de “Marx na Baixa”, um espetáculo que mostra o lado mais humano do filósofo alemão. Uma mesa, duas cadeiras e quatro ou cinco adereços são o que Marx precisa para marcar um encontro com os portugueses e nos enviar para uma viagem tão histórica como íntima, tão política como sentimental, tão profunda como irresistivelmente hilariante. Esta peça foi preparada a partir do texto “Marx in Soho”, de Howard Zinn.

A entrada é gratuita, mediante reserva antecipada dos bilhetes.

Horário da Bilheteira: 

De 3ª a sábado – 14:30h às 19:30h 

Dias de espetáculo e cinema  – uma hora antes do início do espetáculo ou sessão.

Os bilhetes podem ainda ser reservados, através do telefone 210 888 900, no horário de funcionamento da bilheteira.As reservas têm de ser levantadas, no máximo, até 1h antes do início do espetáculo, com um limite de cinco bilhetes por reserva.



publicado por Carlos Gomes às 23:46
link do post | favorito

BLUES NIGHT ATUAM NA BAIXA DA BANHEIRA

Blues Night regressam ao Café-Concerto do Fórum Cultural – Baixa da Banheira

No dia 11 de outubro, pelas 22:00h, iniciam-se as Blues Nights, com “Hearts and Bones”, no Café-Concerto do Fórum Cultural José Manuel Figueiredo, na Baixa da Banheira, uma iniciativa promovida pela Associação BB Blues Portugal, em parceria com a Câmara Municipal da Moita e a União de Freguesias da Baixa da Banheira e Vale da Amoreira. Mensalmente é apresentado um espetáculo de blues, antevendo a próxima edição do BB Blues Fest que acontece, uma vez mais, em junho.

Blues Nights by BBBF

“Hearts and Bones” são Petra Pais e Luís Ferreira, fundadores de uma das mais reconhecidas bandas de blues nacionais, a Nobody’s Bizness. Juntos, neste dueto, revisitam o blues e o folk americano.

Nesta noite, que marca o regresso das Blues Nights by BB Blues Fest ao Fórum Cultural, “Hearts and Bones” trazem a voz, a guitarra e décadas de histórias em canção, prestando homenagem aos seus heróis, mas não só. Podemos ouvir também temas próprios, escritos ao longo de uma década de parceria, nos palcos e fora deles. De Robert Johnson a Patsy Cline, de Paul Simon a Neil Young, “Hearts and Bones” partilham o amor à música num formato intimista e cru.

O preço dos bilhetes é de 3 euros.



publicado por Carlos Gomes às 23:41
link do post | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Agosto 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9

15
16

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


posts recentes

FEDERAÇÃO DO FOLCLORE POR...

HILTON BARCELOS APRESENTA...

FEDERAÇÃO DO FOLCLORE POR...

BALBA ANUNCIAM 1º CONCERT...

HILTON BARCELOS APRESENTA...

RITCHAZ CABRAL REVELA VID...

FESTA DO AVANTE NÃO ESQUE...

MINHOTOS EM LISBOA LEVAM ...

CHAPÉUS HÁ MUITOS… MAS PO...

FEDERAÇÃO DO FOLCLORE POR...

OEIRAS JUNTA TOCADORES DE...

PRESIDENTE DA FEDERAÇÃO D...

MINHOTOS EM LOURES PISAM ...

CAFÉ REPÚBLICA, “UM” TALE...

MAIORIA DAS CANDIDATURAS ...

MINHOTOS EM LISBOA LEVAM ...

PORTUGAL TEM ROTA DAS MÁS...

PORTUGAL VOLTA A MARCAR P...

PAN QUESTIONA MINISTÉRIO ...

"DON'T CARE", A PODEROSA...

CAMÕES À DESCOBERTA DE PO...

PAN ESTÁ PREOCUPADO COM A...

CAFÉ REPÚBLICA, “UM” TALE...

ED CURTIS E O SEU NOVO, E...

4TH DISTRICT, NASCEU A NO...

PAN CONCORRE PELA PRIMEIR...

PAN APELA AO FIM DO ESTIG...

ALFRAGIDE REALIZA FESTIVA...

ED CURTIS E O SEU NOVO, E...

PAN CONSOLIDA A SUA AÇÃO ...

BARREIRO REALIZA FESTIVAL...

MOITA EXPÕE MÁSCARAS AFRI...

LOURES REALIZA FESTA DO V...

MUSEU DE MARINHA APRESENT...

PAN APOSTA NO REFORÇO DA ...

PRESIDENTE DA FEDERAÇÃO D...

ANA SOFIA É A CANDIDATA D...

LOURES RECEBE ENCONTRO DE...

AMADORA JUNTA TOCADORES D...

LOURES RECEBE CONFERÊNCIA...

PAN APRESENTA QUEIXA CRIM...

DR DANIEL CAFÉ VAI A LOUR...

COMUNIDADE HINDU E MUNICÍ...

ELEIÇÃO DAS “7 MARAVILHAS...

FOLCLORE SALOIO ANIMA FES...

SOLIDARIEDADE JUNTA "AMIG...

FOLKLOURES’18 JÁ MEXE!

PAN CONCORRE À CÂMARA E A...

PAN EXIGE CUMPRIMENTO DE ...

"DON'T CARE", A PODEROSA...

arquivos

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

tags

todas as tags

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds