Blogue de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes de Lisboa e arredores
Quinta-feira, 31 de Março de 2016
CENTROS HISTÓRICOS CLASSIFICADOS PELA UNESCO ESTÃO ISENTOS DE IMI

- Quem o garante é a Secretaria de Estado das Autarquias Locais

Informação baseia-se no Estatuto dos Benefícios Fiscais, Lei de Bases do Património Cultural e classificação dos bens imóveis de interesse cultural.

O Secretário de Estado das Autarquias Locais, Carlos Miguel, informou a Câmara Municipal de Guimarães que os moradores dos prédios integrados nos centros históricos incluídos na lista do Património Mundial pela UNESCO beneficiam da isenção da taxa de IMI (Imposto Municipal sobre Imóveis). A informação resulta de uma reunião efetuada em Lisboa com o Presidente do Município, Domingos Bragança, no passado dia 04 de fevereiro, onde foi abordado o tema da divergência da aplicação da isenção.

De acordo com a exposição apresentada pelo titular da Secretaria de Estado das Autarquias Locais, o Centro Histórico de Guimarães «integra a lista dos bens classificados como de interesse nacional sendo, como tal, designado monumento nacional. Os monumentos nacionais não exigem a classificação individualizada dos prédios que os integram para efeitos de isenção de IMI», acrescenta o texto do ofício.  

Além da missiva remetida para a Câmara Municipal de Guimarães, na qual menciona explicitamente não ser «necessária a produção de qualquer alteração legislativa», a informação foi igualmente enviada para o Secretário de Estado dos Assuntos Fiscais para «confirmação deste entendimento e eventual auscultação da Autoridade Tributária».

Interesse público nacional

A alínea n) do nº 1 do artigo 34º do Estatuto dos Benefícios Fiscais determina que estão isentos de imposto municipal sobre imóveis «os prédios classificados como monumentos nacionais e os prédios individualmente classificados como de interesse público ou de interesse municipal, nos termos da legislação em vigor».

Nos termos do disposto no nº 7 do artigo 15º da Lei nº 107/2001, de 08 de setembro, «os bens culturais imóveis incluídos na lista do património mundial integram, para todos os efeitos e na respetiva categoria, a lista dos bens classificados como de interesse nacional», cuja referência está expressa no nº 3 do artigo 3º do Decreto de Lei nº 309/2009: «A designação de ‘monumento nacional’ é atribuída aos bens imóveis classificados como de interesse nacional, sejam eles monumentos, conjuntos ou sítios».



publicado por Carlos Gomes às 23:16
link do post | favorito

ABRIL NA MOITA É MARÉ CHEIA DE CULTURA

Maré Cheia: em abril atividades mil

O mês de abril será marcado pelas comemorações do 42º aniversário do 25 de Abril que decorrem um pouco por todo o concelho. Consulte o “À Lupa” e fique a conhecer as iniciativas preparadas pela Câmara Municipal, Juntas de Freguesia e Movimento Associativo para recordar e comemorar esta data histórica. Destaque para o grande espetáculo comemorativo do 25 de Abril, com a fadista Raquel Tavares, que decorre no dia 24 de abril, a partir das 22:30h, na Praça da República, na Moita.

Nas páginas da Maré Cheia, encontra ainda sugestões culturais e desportivas para toda a família e ainda propostas de leituras, música e cinema.

Gostaria de dar uma nova vida à sua varanda, terraço ou quintal? Saiba como no “Aqui Tão Perto” e coloque “Mãos à Horta”, participando no minicurso de tempos livres que a Câmara Municipal realiza entre 16 de abril e 4 de junho.

Nos “Sabores & Saberes”, a Maré Cheia dá-lhe a conhecer os Banheirinhos, criação da Pastelaria Transmontana, acarinhados como bolos típicos da Baixa da Banheira, e também as Broas de S. José.

Se pretende receber a Maré Cheia em sua casa, todos os meses, contacte o Gabinete de Informação e Relações Públicas da Câmara Municipal da Moita, através do e-mail: informacao-rpublicas@mail.cm-moita.pt ou do telefone 212806715.



publicado por Carlos Gomes às 20:21
link do post | favorito

PARTIDO PAN ALEGA RECOMENDAÇÃO EUROPEIA PARA PROTEGER SUÍNOS

PAN pede ao governo que adote recomendação europeia para proteger suínos e reduzir habituais cortes de caudas

  • O corte da causa é normalmente efectuado por rotina e sem provas concretas da sua necessidade
  • A prática é suscetível de causar dor aos suínos e torna-se prejudicial ao seu bem-estar

O PAN – Pessoas-Animais-Natureza deu hoje entrada na Assembleia da República de um projeto de resolução que recomenda ao Governo a adopção da Recomendação (EU) 2016/336 da Comissão, que é relativa às normas mínimas de proteção de suínos e prevê a implementação de medidas destinadas a reduzir a necessidade de corte de cauda destes animais.

Em causa estão práticas comuns associadas à indústria da suinicultura que, para evitar mordeduras e outros vícios que os suínos adotam, tem por hábito aplicar o corte das suas caudas. A explicação para este hábito é simples: estando os suínos confinados a espaços reduzidos e sem recursos de enriquecimento ambiental, ou seja, sem qualquer espaço ou elementos naturais de interação, acabam por morder as causas dos restantes numa resposta imediata ao stress e desgaste a que são sujeitos todos os dias.

"Essa prática, que tem sido utilizada por hábito e muitas das vezes sem necessidade, é suscetível de causar enorme dor aos suínos e torna-se prejudicial para o seu bem-estar", explica o deputado do PAN André Silva. Ao invés do habitual corte, que surge como um recurso imediato e que não melhora a qualidade de vida dos animais nem reduz o stress, o partido considera que estas medidas de enriquecimento ambiental devem ser efetivamente obrigatórias e fiscalizadas com regularidade, para que se possa garantir um maior bem-estar dos animais em cativeiro para produção e consumo.

A recomendação da Comissão Europeia reflete-se na execução da Diretiva 2008/120/CE do Conselho, que exige que os Estados-Membros assegurem que o corte da cauda não se efetua por rotina e que é apenas utilizado caso haja dados objetivos que comprovem a existência de lesões nestes animais. A diretiva exige ainda que os Estados-Membros garantam que os suínos tenham acesso permanente a uma quantidade suficiente de materiais para atividades de investigação e manipulação - como palha, feno, madeira, serradura, composto de cogumelos, turfa ou uma mistura destes materiais - que não comprometam a sua saúde.

"A solução não está no corte indiscriminado, mas sim na busca de alternativas que tenham em conta o bem-estar dos animais enquanto seres sensíveis, os espaços e respetivas condições de criação, o ambiente e a própria densidade e caraterísticas da produção pecuária", acrescenta André Silva.

Acrescentando à recomendação o facto de a Autoridade Europeia para a Segurança dos Alimentos já ter emitido pareceres sobre meios possíveis de reduzir a necessidade dessa prática, o PAN considera que o Governo deve, deste modo, adotar na íntegra uma recomendação que irá garantir uma melhoria no bem-estar dos suínos produzidos em Portugal, um dos países da UE-27 em incumprimento das normas de bem-estar animal constantes na Directiva 2008/120/CE.



publicado por Carlos Gomes às 14:55
link do post | favorito

MOITA COMEMORA O 25 DE ABRIL

Comemorações do 25 de Abril no concelho da Moita: Raquel Tavares protagoniza espetáculo comemorativo

Têm início, a 2 de abril, as Comemorações do 42º Aniversário do 25 de Abril no concelho da Moita. Câmara Municipal da Moita, Juntas de Freguesia e Movimento Associativo voltam a preparar um programa conjunto de iniciativas que vai decorrer até 1 de maio, um pouco por todo o concelho, convidando, desta forma, a população a sair à rua, para recordar e comemorar a data histórica em que a Liberdade foi devolvida ao povo português e iniciado o processo que viria a terminar com a implantação do regime democrático e com a entrada em vigor da nova Constituição da República Portuguesa, a 25 de Abril de 1976.

Do programa comemorativo, destaca-se o ”25 Horas a Nadar” que decorre na Piscina Municipal, em Alhos Vedros, a partir das 17:00h do dia 24 de abril. Esta “maratona” desportiva aquática só termina 25 horas depois, às 18:00h do dia 25 de abril. Torneio de polo aquático, torneio de rugby subaquático, hidroginástica, provas de natação, Pais e Filhos e também natação livre são algumas das atividades previstas durante estas “25 Horas a Nadar”. Informe-se na Piscina como participar (email: piscinamunicipal@mail.cm-moita.pt ou T: 212025140). A entrada é gratuita.

Para o dia 24 de abril, pelas 22:30h, está agendado o espetáculo comemorativo com Raquel Tavares, na Praça da República, na Moita. Raquel Tavares é uma das mais importantes vozes do fado contemporâneo. É no Fado que está enraizada a sua identidade e a comunicação social e o público português são os primeiros a reconhecer-lhe esse prestígio.

É já tradição no concelho da Moita que, no dia 25 de abril, a população, o Movimento Associativo e os representantes das autarquias saiam à rua para participar no Desfile da Liberdade. Várias centenas de pessoas, entre autarcas, clubes e coletividades e população em geral saem à rua no dia 25, a partir das 10:30h, para evocar os valores de Abril. Esta é uma manifestação popular que se realiza, ano após ano, com renovado entusiasmo, iniciando-se no Largo do Mercado e culminando na Praça da República, com a intervenção do Presidente da Câmara Municipal, seguida da emblemática “Grândola, Vila Morena” e da solta de pombos.

Consulte o programa completo das comemorações do 42º aniversário do 25 de Abril em www.cm-moita.pt.



publicado por Carlos Gomes às 10:13
link do post | favorito

Quarta-feira, 30 de Março de 2016
KADYPSLON LANÇA NOVO SINGLE

O hip-hopper Kadypslon acaba de desvendar “Malta Perdida”, o single de avanço do seu longa duração de estreia, a ser lançado em maio próximo com o selo da Music In My Soul.

Kadypslon

Este que será o sucessor do EP “Pandemonium” (2013), estará disponível em pré-venda a partir de abril, nas plataformas digitais habituais.

Nascido em meados dos anos 90 nos subúrbios de Lisboa, em Santo António dos Cavaleiros, Kadypslon descobriu por volta dos 14 anos a paixão pela poesia e pelo movimento hip hop. Durante cinco anos foi aperfeiçoando o seu dom juntamente com dois primos, até que decidiu emigrar, devido à falta de condições e oportunidades no seu país.

Atualmente a residir em Peterborough, em Inglaterra, e depois de quase dez anos de paragem, Kadypslon decidiu voltar a dedicar-se à música, agora com toda outra maturidade, garra e perspetiva.

Em 2010 gravou a sua primeira demo com seis faixas promocionais. Três anos mais tarde disponibilizaria o seu primeiro projeto, intitulado “Pandemonium”, que refletia um resumo de experiências passadas narradas na primeira pessoa. Em maio próximo editará o seu primeiro

álbum de estúdio que recolhe influências de boom bap e gravita em torno da temática da consciência urbana.


tags: ,

publicado por Carlos Gomes às 18:31
link do post | favorito

PORTUGAL COMEMORA DIA NACIONAL DOS MOINHOS



publicado por Carlos Gomes às 02:49
link do post | favorito

Terça-feira, 29 de Março de 2016
STOREN COM NOVO SINGLE

Os brasileiros Storen acabam de lançar “Desejo Não Querer”, o single avanço do seu novo EP “E Daí”, a ser lançado pela Music in My Soul no próximo mês de abril.

image011 (1)

Este é já o terceiro EP do quarteto de Belo Horizonte que combina influências do pop rock de início do milénio, hard rock dos anos 80 e o grunge da década de 90.

Os Storen são uma banda de rock formada em Belo Horizonte em meados de 2010, a partir da união das vozes de Paloma Luiza e dos acordes da guitarra de Rodrigo Vilaça. O nome que em alemão quer dizer interferência, distúrbio; é na verdade uma referência a uma montanha onde as pessoas se retiram com a intenção de passar por grandes mudanças pessoais.

A banda lançou seu primeiro trabalho oficial em 2012, o single "Pra viver do seu lado", juntamente com um videoclipe dirigido por Mess Santos da Movie 3 Filmes (Naldo Benny, Daniel, Guilherme Arantes, Aliados, Fakenumber, entre outros), e no fim de 2013, foi lançado o álbum homónimo com a produção musical do carioca André Kostta (Diretor da Blast Stage Records) e do paulista Thiago Larrents (Guitarrista da banda Andragonia).

Em 2015 juntaram-se à dupla a baixista Polly Alves e a baterista Ursula Patitucci. Atualmente os Storen apresentam um repertório com músicas pautadas por melodias vocais bonitas com batidas rápidas e riffs marcantes, misturando influências como o hard rock dos anos 80 e o grunge dos anos 90 com o rock pop dos anos 2000.


tags: ,

publicado por Carlos Gomes às 21:33
link do post | favorito

Segunda-feira, 28 de Março de 2016
FESTA REGIONALISTA JUNTA ARGANILENSES EM LISBOA



publicado por Carlos Gomes às 22:04
link do post | favorito

LISBOA RECEBE FESTIVAL DA MÁSCARA IBÉRICA



publicado por Carlos Gomes às 22:02
link do post | favorito

NSOKI VISITA PORTUGAL

Nsoki - Edição  do CD " Prova dos Nove" em Abril e visita a Portugal

Um dos nomes mais sonantes da actualidade da música em Angola Nsoki, a princesa do zouk como foi carinhosamente apelidada pelos seus fãs é uma cantora de Zouk/Kizomba e R&B/Soul. Formada em Finanças a Nsoki sempre teve uma inclinação para cantar, desde cedo participou em grupos corais e peças teatrais. Nos Estados Unidos de América aonde se formou a Nsokicantava música lírica, cantando sempre as partes de soprano e mezzo soprano. Depois de terminar a sua licenciatura, uma vez de regresso a Angola decidiu depois de muita insistência por parte dos amigos gravar um disco.

unnamed (1)

Em 2009 casou-se com Iuri Neto, que também é o seu manager e principal impulsionador da sua carreira, após o nascimento de sua filha e depois de quatro anos a gravar, a Nsoki lançou um single em Outubro de 2012 com as participações de Nanutu e Johnny Ramos, este single foi o começo da promissora carreira da cantora, com a musica que enchia as pistas de dança dentro e fora do pais “Meu Anjo” Nsoki teve de olhar para a musica de outra maneira pois todo mundo estava curioso para ver se ela conseguiria dar continuidade a esse sucesso.

Em Outubro de 2013 a Nsoki lançou o seu primeiro album "Meu Anjo”. Esse álbum teve produções de Heavy C, Johnny Ramos, Nguabi Montel e o brasileiro Ricardo Duna. O álbum foi gravado em Luanda, Holanda, Rio de Janeiro e Lisboa. Numa mistura agradável de musicas programadas e acústicas com os estilos Zouk, Kizomba e baladas o CD de 13 faixas musicais da Nsoki conta já com mais três hits nacionais "Infeliz", "Hoje sou Feliz" e “Bye Bye”.

unnamed

Dona de uma voz inconfundível, sempre dentro da sua humildade como é caracterizada, a “Princesa do Zouk” não tinha noção de como a sua música tinha rompido fronteiras, mas em 2013 foi surpreendida com 3 nomeações na primeira edição dos Angola Musica Awards nas categorias de Artista revelação, melhor voz feminina e música do ano, foi nomeada para o concurso Divas de Angola 2013 na categoria de Diva da Música, venceu em duas categorias no consagrado Top da Rádio Luanda: Voz revelação Feminina e Melhor Voz Feminina do ano e foi também premiada como artista revelação no Moda Luanda 2014.  A Nsoki foi a artista mais nomeada nos Angola Music Awards 2014 realizado em Setembro com sete nomeações. Neste mesmo concurso a Nsoki ganhou na categoria de Artista Feminina do Ano de 2014. 

Com a popularidade a aumentar tão repentinamente e com a agenda extremamente lotada, aNsoki foi obrigada a antecipar os seus sonhos e dar o seu primeiro espectáculo na casa 70 em Luanda aonde cantou para uma casa completamente lotada. Logo a seguir abarrotou o Cine Atlântico em Abril de 2014 andou contou com perto de 6.000 fãs que cantaram com ela do princípio ao fim do grande show. Humilde como sempre a Nsoki em várias entrevistas para imprensa explicou que não contava algum dia poder dar um espetáculo dessa envergadura e agradeceu a todos os presentes pelo carinho. 

Neste momento a Nsoki promove a sua segunda obra discográfica intitulada "Prova dos 9". O disco foi gravado em Portugal e em Angola conta com as produções de Cox Santana, Lbeats, Baby C, Nelson Klasszik, Aires, Ravidson, Wando Moreira, Boper e Carlos Juvandes. Outros colaboradores do disco são Lil Saint, Anselmo Ralph, Halison Paixão, Bolingó, Ravidson e Ivan Alexei. "Prova dos 9" tem participações especiais de Fabious (Zona 5), Yola Semedo e Nelson Freitas. Neste album a Nsoki continua a cantar os ritmos pelos quais é conhecida como o zouk, kizomba, ghetto zouk, R&B e um pouco de Soul. O disco foi lançado em Novembro de 2015, e tem edição marcada para Portugal em Abril de 2016.

unnamed


tags: ,

publicado por Carlos Gomes às 18:43
link do post | favorito

LISBOA RECEBE FESTIVAL DA VIDA SAUDÁVEL

Entre os dias 8 e 10 de Abril na FIL, Parque das Nações, “Happy Life - Festival de Vida Saudável” - O Festival da vida saudável chega a Lisboa.

Sustentabilidade humana e do planeta é a palavra de ordem do Happy Life Festival, que reúne expositores para um evento na área da alimentação saudável e biológica, nutrição, naturopatia, desporto, saúde e bem-estar, terapias e massagens, cosmética natural, bio construção, ecologia, desenvolvimento pessoal, coaching e motivação. Organizado pela FIL, Fundação AIP, em parceria com a Ecological Sapiens, este é um novo projeto assente em estilos de vida sadios para uma comunidade ativa e com uma boa atitude nas várias áreas que envolvem todo o ser-humano. O Happy Life abre ao público no dia 8 de Abril e decorre até dia 10, na FIL, Parque das Nações.

Banner_FIL CP-04

Palestras, workshops, espetáculos, programação para crianças, aulas, massagens, rastreios de saúde, observação de estrelas e planetas, showcooking e oficinas de reciclagem completam o festival. Vão ser 10 espaços diferentes repletos de atividades para o público de várias gerações.

A conferência de abertura será assegurada pelo ISCSP – Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas –  através do curso de Psicologia Positiva da Professora Helena Marujo e a conferência de fecho do Festival será assegurada pela Universidade Lusófona através do curso “Ciência das Religiões” do Professor Paulo Mendes Pinto.

O Festival de Cinema Ambiental de Seia, o "CineEco" juntou-se este evento, empenhado em despertar consciências e o grupo de Astronomia "Nuclio", também parceiro do Happy Life Festival, mostra a todos os visitantes a imensidão do universo através de telescópios e, regressando à Terra, ter mais consciência para respeitar a sua biodiversidade.

Os apresentadores de TV José Carlos Malato, Fernanda Freitas, Gustavo Santos e Ana Galvão, a atriz Anabela Teixeira, o nutricionista Alexandre Fernandes, o naturopata Dr. João Bravo e a motivadora Andresa Salgueiro são alguns dos embaixadores Happy Life.

O Happy Life Festival será o maior do género em Portugal, com cerca de 150 expositores, contando já com representações de Holanda, Espanha e França.

Mais Informações: http://happylifelisboa.fil.pt/ e https://www.facebook.com/Happy-Life-Lisboa-663636183764360/

Banner_FIL CP-05


tags: ,

publicado por Carlos Gomes às 17:29
link do post | favorito

Domingo, 27 de Março de 2016
MOSTRA DE CHANFANA JUNTA BEIRÕES EM LISBOA



publicado por Carlos Gomes às 19:01
link do post | favorito

Sábado, 26 de Março de 2016
CASCAIS REGRESSA À IDADE MÉDIA



publicado por Carlos Gomes às 11:34
link do post | favorito

Sexta-feira, 25 de Março de 2016
CASA DO MINHO EM LISBOA REALIZA COMPASSO PASCAL



publicado por Carlos Gomes às 10:21
link do post | favorito

Quinta-feira, 24 de Março de 2016
PARTIDO PAN É CONTRA O USO DO GLIFOSATO

PAN pede ao Governo que se oponha ao uso do Glifosato na União Europeia e que proíba a sua utilização em Portugal

  • Um dos herbicidas mais utilizados na agricultura mundial com conhecidas causas de intoxicações acidentais e profissionais
  • Comissão Europeia decide até 19 de maio a possibilidade de renovação por mais 15 anos da autorização do uso de glifosato
  • Existem evidências científicas suficientes de que o glifosato pode causar cancro e induzir resistência a antibióticos

O PAN – Pessoas-Animais-Natureza apresenta hoje na Assembleia da Republica um projeto de resolução que recomenda ao Governo que se oponha à renovação da autorização do uso do Glifosato na União Europeia e que proíba a sua utilização em Portugal.

A Comissão Europeia discute, neste momento, a possibilidade de renovação por mais 15 anos da autorização do uso de glifosato, tendo a prorrogação da licença a oposição de vários países. Tendo sido realizada, recentemente, reunião com a comissão de peritos dos 28 países da União Europeia, não foi possível alcançar a maioria necessária para aprovar a autorização de uso do herbicida da Monsanto na Europa até 2031. O tema volta ao debate na próxima reunião do grupo de peritos nos dias 18 e 19 de maio de 2016. No grupo de opositores ao glifosato aparecem países como a França, a Itália e a Suécia e a Alemanha pronunciou-se no sentido da abstenção. Não tendo sido possível obter consenso quanto a esta matéria, a Comissão Europeia decidiu pela prorrogação da autorização de comercialização por mais seis meses, autorização essa que termina em julho deste ano. (…)

Na Europa, o tipo de agroquímico mais vulgarmente detectado na água é o dos herbicidas. Os herbicidas, para além da sua toxicidade, têm diversos outros efeitos negativos, destacando-se a diminuição da biodiversidade do solo o que contribui para uma diminuição significativa da atividade de bactérias e fungos benéficos ao desenvolvimento das plantas.

A Organização Mundial de Saúde, através da sua estrutura especializada IARC - Agência Internacional para a Investigação sobre o Cancro sediada em França, declarou em Março de 2015 o Glifosato (junto com outros pesticidas organofosforados) como "carcinogénio provável para o ser humano". Na sequência de vários estudos efectuados, esta classificação significa que existem evidências suficientes de que o glifosato causa cancro em animais de laboratório e que existem também provas diretas para o mesmo efeito em seres humanos.

De acordo com um estudo científico recente da Sociedade Americana de Microbiologia sobre o glifosato e outros herbicidas ficou demonstrado que estes químicos têm um outro lado negativo até agora ignorado: induzem resistência a antibióticos nas bactérias com que entram em contacto. Do ponto de vista médico, e considerando o enorme desafio de saúde pública que a perda de eficácia dos antibióticos está a representar, não podem ter lugar numa sociedade desenvolvida quaisquer químicos que tornam mais fortes os microrganismos patogénicos. (…)

O PAN apresentou uma recomendação na Assembleia Municipal de Lisboa, em Novembro de 2014, pelo abandono do uso do glifosato na cidade, tendo sido aprovada por unanimidade. Todavia, são várias as juntas de freguesia que ainda o utilizam.



publicado por Carlos Gomes às 12:24
link do post | favorito

MARAFONA APRESENTA “ESTÁ DITO” NO TEATRO IBÉRICO

Editado há poucos dias, “Está Dito”, o CD de estreia da Marafona já faz furor em algumas rádios e anda a provocar o aplauso unânime da crítica musical.

unnamed

Agora é altura de apresentar o álbum num concerto completo onde, com a ajuda de algumas surpresas, se fará uma bela festa, farta, à portuguesa. Marque na agenda: Teatro Ibérico, em Lisboa, dia 23 de Abril, pelas 21h30.

Neste espectáculo, a entrada – doze marafunchos – dá ainda direito ao CD ou, em alternativa, a uma T-shirt da Marafona que inclui um código para descarregar os temas do álbum em MP3.


tags: ,

publicado por Carlos Gomes às 10:13
link do post | favorito

Quarta-feira, 23 de Março de 2016
TODOS SANTOS TÊM NOVO SINGLE

Todos Santos acabam de lançar “A Rainha É Que Sabe”, segundo avanço do EP “Problemas”, editado em outubro passado com o selo da Music In My Soul.

Todos Santos

Este novo trabalho do grupo da Ericeira, de onde já havia sido retirado o single “A Vida Custa a Todos”, é o sucessor do disco de estreia “O Preço do Vento” (2011), que os colocou no mapa enquanto defensores da música indie feita com guitarras.

Nascidos no dia de Todos os Santos, em 2006, numa base experimental, os Todos Santos fluem por entre sonoridades do indie-rock, numa vertente alternativa bastante atual. Formados por Tiago Ferreira (voz e guitarra), Pedro Catita (bateria), Rodrigo Pereira (baixo), Bruno Silva (teclados e coros) e Gonçalo Silva (guitarra e coros), a banda sediada na Ericeira tem Tiago Ferreira como  compositor e letrista.

Em meados de 2007 começam a tocar ao vivo com alguma regularidade, ainda como banda independente. Em 2008 atuam diversas vezes na zona da Ericeira e Mafra e, em 2009, entre

outros concertos, participam no concurso de bandas da FBAUL, onde alcançam o 3º lugar da competição. Mais tarde, já em 2010, com a produção de Bernardo Barata (Diabo na Cruz), gravam 12 temas intitulados "O Preço do Vento". Nos dois anos seguintes tocam em vários espaços de renome de entre os quais o Auditório Beatriz Costa, as Quiksilver Sessions, o Elevador de Santa Justa, o Musicbox e o Lotus Bar.

Depois de uma paragem de dois anos, lança-se um respiro de alivio para o regresso de Todos Santos com o lançamento de "Problemas". Produzido por Hugo Ginjas no Madgroove Studios e misturado por Bernardo Barata nos estúdios IÁ!, “Problemas” promete!

2015 uniu a editora Music In My Soul a Todos Santos, que com uma maturidade renovada, lançaram um novo álbum intimista com um conceito autobiográfico e melodias descomplicadas que abrem passagem para uma seleção de temas indie.


tags: ,

publicado por Carlos Gomes às 21:27
link do post | favorito

MOITA APOSTA NOS POETAS DA TERRA

Câmara da Moita aposta nos “Poetas Nossos Munícipes”. Entrega de trabalhos até 23 de abril

Está a decorrer, até ao dia 23 de abril, o prazo para participar na terceira edição do projeto “Poetas Nossos Munícipes” – Antologia de Poesia do Concelho da Moita, promovido pela Câmara Municipal da Moita, com o objetivo de divulgar e valorizar a poesia e os poetas locais e, simultaneamente, incentivar a criatividade literária e o gosto pela escrita.

Município da Moita (2)

Podem participar todos os cidadãos, maiores de 13 anos, moradores no concelho da Moita, bem como os naturais não residentes.

Os trabalhos a concurso e respetivas cópias deverão ser entregues na Biblioteca Municipal Bento de Jesus Caraça (Rua Dr. Alexandre Sequeira, 2860-458 Moita), em envelope fechado, identificado com pseudónimo e dentro deste deverá ser colocado um segundo envelope fechado contendo no seu interior a identificação do concorrente (nome, morada, data e local de nascimento e contacto telefónico). Serão excluídos do concurso todos os trabalhos que contenham qualquer elemento de identificação do autor.

A Câmara da Moita informará os concorrentes selecionados pelo júri – composto por três elementos, um do Município da Moita e dois convidados – a partir do dia 9 de junho.

Os trabalhos selecionados para edição ficarão propriedade do Município da Moita e cada concorrente receberá seis exemplares da edição “Poetas Nossos Munícipes”.

A apresentação pública desta 3ª edição do projeto “Poetas Nossos Munícipes” – Antologia de Poesia do Concelho da Moita está prevista para setembro.

O regulamento deste concurso está disponível para consulta em www.cm-moita.pt ou na Biblioteca Municipal Bento de Jesus Caraça, na Moita.



publicado por Carlos Gomes às 18:12
link do post | favorito

PARTIDO PAN QUESTIONA PLANO NACIONAL DE BARRAGENS

Impactes ambientais, humanos, turísticos e económicos apresentados ao PAN em visita à região do Tâmega

  • PAN aguarda esclarecimentos do governo sobre a avaliação em curso para o Plano Nacional de Barragens
  • Estudos de Impacte Ambiental devem ser realizados por organizações não-governamentais e não pelas empresas promotoras das barragens
  • Fortes impactes nos ecossistemas e na dinâmica turística e económica da Bacia do Tâmega

No seguimento da visita do deputado do PAN – Pessoas – Animais – Natureza, André Silva, a vários locais na região do Alto Tâmega e do diálogo com a população e com entidades locais sobre as barragens previstas para o rio Tâmega: Alto Tâmega, Daivões, Gouvães e Fridão, foi possível reunir várias conclusões sobre os fortes impactes que resultarão da aplicação do Programa Nacional de Barragens com Elevado Potencial Hidroeléctrico (PNBEPH).

Das dez barragens do PNBEPH, seis estão indicadas para a bacia do Douro e quatro estão previstas para a bacia do Tâmega e vão impactar este rio e afluentes em quase toda a sua extensão. Toda a paisagem natural e cultural do Vale do Tâmega vai sofrer uma modificação preocupante e definitiva, com impactes muito concretos a vários níveis, que continuam sem ser esclarecidos pelo Governo na avaliação em curso para o PNBEPH, estudos estes que, na perspetiva do PAN, deviam ser realizados por organizações não-governamentais.

Refira-se o caso do Rio Torno/Louredo na Barragem de Gouvães, no Sítio de Importância Comunitária Alvão/Marão, cujo estudo de impacte ambiental, encomendado pela empresa produtora de energia responsável pela construção das barragens, não garantiu um bypass ambiental no rio colocando em causa a qualidade da água.

Este foi apenas um dos exemplos apresentados, no terreno, ao PAN. Muitos outros há nomeadamente a forte perda do potencial turístico da região e a inundação dos terrenos férteis que ainda são cultiváveis o que afetará fortemente a dinâmica económica da Bacia do Tâmega e a criação de postos de trabalho estáveis com o êxodo para as cidades como consequência mais previsível.



publicado por Carlos Gomes às 17:39
link do post | favorito

Terça-feira, 22 de Março de 2016
FOLCLORE JÁ CHEGOU ÀS PRATELEIRAS DOS SUPERMERCADOS

Desde há algum tempo que, ao fazerem as suas compras nos supermercados das grandes superfícies comerciais, os clientes são contemplados com a atuação de grupos folclóricos e etnográficos das mais diversas regiões do país.

P2065217

Os estrategas de marketing viram na atuação de grupos folclóricos uma forma de atração do público consumidor e simultaneamente de promoção de produtos regionais mais caraterísticos como sucede com a doçaria, enchidos e queijos tradicionais.

E muitos grupos não se fizeram rogados, passando a exibir-se nos hipermercados, percorrendo os longos corredores de prateleiras apinhados de chouriços, detergentes e outros produtos recomendáveis para a higiene pessoal, fazendo destes locais um palco privilegiado para a sua atuação.

P2065181

A crise económica agravou certamente a dificuldade com que se debatem alguns grupos folclóricos e, à semelhança do que noutros tempos faziam os ceguinhos, passaram a atuar nos supermercados, seguramente a troco de uma refeição ou de um pacote de esparquete, pois é sabido que os gerentes destes estabelecimentos não são muito reconhecidos pela sua generosidade.

Não podendo dizer-se que se trata de uma situação muito dignificante para o folclore, esperemos ao menos que ninguém se lembre de bordar a publicidade nos trajes e vir depois garantir que era tal e qual como no tempo dos nossos avós!

Carlos Gomes / http://www.folclore-online.com/

Fotos: http://padeirinhadevalongo.blogspot.pt/

P2065130



publicado por Carlos Gomes às 23:50
link do post | favorito

EIXO 4 LANÇAM NOVO SINGLE

Os Eixo 4 acabam de lançar “Novo Dia”, primeiro avanço de “Deriva Absoluto”, o novo EP da banda de Salvador, Brasil, que irá chegar ao mercado ainda durante o segundo trimestre deste ano.

Eixo 4_promo

Distribuído com o selo da Music In My Soul, este registo comprova-os como uma das bandas de rock alternativo mais interessantes da atualidade, prometendo ser o primeiro dos passos para a tão aguardada ascensão da banda tanto no Brasil como em Portugal.

A vontade de fazer música, criar ambiências, mexer com as notas musicais e suas nuances claras, escuras, depressivas ou alegres. Era este o objetivo de José Luiz até meados de 2011, quando resolveu juntamente com o seu primo Juca Bahiense que aquele projeto sempre paralelo, sempre deixado para segundo plano, chamado Eixo 4, não se deveria mais apresentar dessa forma. José sempre foi amador, aprendeu tudo o que sabe tocando durante vários anos na igreja. Inclusivé a importância de respeitar o seu público. Juca foi mais longe. Cantor e multi-instrumentista desde sempre, especializou-se na área e acabou por se tornar também uma referência de peso teórico na banda.

Pode dizer-se que tudo começou numa tarde quente de junho, num estúdio com cheiro a mofo e inconfundíveis paredes negras. Naquela tarde, os demais integrantes do “projeto musical paralelo” não vieram. Como já havia acontecido algumas vezes, descobriram qualquer coisa mais interessante para fazer. Então os primos, ao invés de simplesmente se irem embora chateados, resolveram fazer o ensaio apenas como duo. E foi assim naquela tarde, naquela sessão em dupla de guitarra-voz-bateria, cheia de improvisos e de energia, que eles se aperceberam que podiam criar o que quisessem, e tocar da forma que quisessem. E nada seria mais importante do que isso.

Meses depois, livres de outros compromissos musicais e já com ideias prontas,decidiram finalmente dar seguimento ao que haviam começado. Agora era preciso pensar em formas de transmitir isso aos demais, e não precisavam apenas de músicos bons, mas de pessoas com vontade de criar, pois seriam elas que se deveriam adaptar às canções e os músicos que executassem aquelas canções deveriam fazê-lo como se fizessem parte dela. E só mesmo amigos de longa data para captarem certos tipos de ideias, e principalmente, acreditarem nelas. Esse foi o início da identidade dos Eixo 4.

Juca recrutou Ítalo, que foi seu colega de escola, e Luiz convidou Leandro, com quem já havia tocado em inúmeras bandas. Assim, decidiram não se focar apenas num género de rock, mas trazer à tona elementos que estavam escondidos nas suas mentes, influências conscientes e inconscientes. Tempo em que misturaram melodias antigas com novas, melhoraram pormenores, derrubaram preconceitos – havia chegado, por fim, o momento de colocar toda a carga emocional original da conceção. Assim, durante o carnaval do ano seguinte, gravaram a faixa “Dementize demo” apenas numa tarde. Estava tudo ali. Sem pudores, uma referência ácida ao mórbido desejo de autopromoção a qualquer custo. A internet, a TV, os tabloides...

Não tardou a surgir a primeira proposta de atuação ao vivo. O que não aconteceu na sua cidade natal, num qualquer pub apertado e sem outro espetadores que não o barman e o técnico de som. Sem um EP cá fora e com pouco mais de uma mão cheia de gravações caseiras, foram selecionados para participar no FINCA/UNB, um dos maiores festivais de música do país, concorrendo com a canção “Sei Bem Quem Você É”. Com mais contatos e confiança, resolveram gravar o primeiro EP, intitulado “Todos Os Caminhos Levam Ao Mesmo Abismo” ou simplesmente “Eixo 4 #1”.

No final de 2015 assinam um contrato com a Music In My Soul Portugal para a edição do seu novo EP “Deriva Absoluto”, que irá chegar às lojas no início do segundo trimestre do ano.

Eixo4_banner


tags: ,

publicado por Carlos Gomes às 19:39
link do post | favorito

Segunda-feira, 21 de Março de 2016
GRUPOS FOLCLÓRICOS PEREGRINAM A FÁTIMA

A XIV Peregrinação Nacional a Fátima da Federação do Folclore Português realiza-se este ano no próximo dia 24 de abril.

12802928_940125802703710_7740071082694599119_n

A Federação do Folclore Português está a organizar, uma vez mais a Peregrinação Nacional a Fátima dos Grupos de Folclore, onde estão desde já convidados para estarem presentes.

A Federação do Folclore Português disponibiliza o Programa, Regulamento e Ficha de Inscrição para a XIV Peregrinação Nacional a Fátima.

A data Limite de inscrição é dia 15 de Abril de 2016 para secretaria@ffp.pt

12819243_938044062911884_5156022186587884861_o

12783755_938044089578548_6440111008890505799_o

12771980_938044116245212_4641067086167592982_o

thumb4CAD9NDOY



publicado por Carlos Gomes às 23:07
link do post | favorito

CASCAIS REGRESSA À IDADE MÉDIA



publicado por Carlos Gomes às 22:24
link do post | favorito

FESTA REGIONALISTA JUNTA ARGANILENSES EM LISBOA



publicado por Carlos Gomes às 19:35
link do post | favorito

NÚCLEO ARQUEOLÓGICO DA RUA DOS CORREEIROS ESTÁ ABERTO AO PÚBLICO

A Fundação Millennium bcp, adere uma vez mais ao DIMS com a organização de visitas guiadas ao conjunto de estruturas arqueológicas do Núcleo Arqueológico da Rua dos Correeiros.

Dia 18 de abril entre as 10h0 e as 23h00

179710_1115159551867895_4778136515546604531_n



publicado por Carlos Gomes às 11:50
link do post | favorito

PARTIDO PAN QUER EMENTAS VEGETARIANAS NAS CANTINAS PÚBLICAS

Petição pela inclusão de opções vegetarianas nas cantinas públicas entregue na Assembleia da República

  • . - Recolhidas cerca de 15.000 assinaturas que pedem resposta a uma necessidade que o país precisa acompanhar

Deu hoje entrada na Assembleia da Republica uma petição pela inclusão de opções vegetarianas nas escolas, universidades e hospitais portugueses. Das cerca de 15.000 assinaturas recolhidas, foram validadas e hoje entregues cerca de 12.000, que representam a vontade de muitos portugueses que, por opção ou necessidade, motivados por aspetos éticos, ecológicos ou de saúde, seguem regimes de alimentação que diferem da norma, nomeadamente uma alimentação ovo-lacto-vegetariana ou estritamente vegetal (vegetariana).

Esta é uma iniciativa que surgiu em Fevereiro de 2015, pela mão de Nuno Alvim, vegano e membro da Associação Vegetariana Portuguesa (AVP), após constatar, pela experiência pessoal e pelo diálogo com várias pessoas, a necessidade de mobilizar o público para esta causa, com o objetivo de sensibilizar a casa da democracia portuguesa para a real necessidade de tantos cidadãos.

Tal como a AVP, também o PAN – Pessoas – Animais – Natureza, tem sentido esta necessidade e por isso deu entrada na Assembleia da República, no final de Janeiro, de um projeto de lei pela inclusão de opção vegetariana em todas as cantinas públicas que pretende, precisamente dar resposta a uma evidência que o país precisa acompanhar. Em 2007 existiam em Portugal cerca de 30.000 vegetarianos, segundo a Associação Vegetariana Portuguesa. O aumento do número de pessoas a seguir este tipo de dieta, tem vindo a aumentar de ano para ano pelas mais diversas razões. Esta medida inclui uma função pedagógica, contempla motivos ambientais; motivos de saúde mas também impede a discriminação das pessoas que já seguem esta dieta mas que dificilmente conseguem fazer uma refeição fora das suas casas.



publicado por Carlos Gomes às 11:38
link do post | favorito

CASA DO MINHO EM LISBOA REALIZA COMPASSO PASCAL



publicado por Carlos Gomes às 10:41
link do post | favorito

TRADIÇÕES DESFILAM NA NOITE DA AMADORA

É festa é festa! Ainda ecoam os últimos acordes das concertinas tocados na “Noite das Tradições que ontem teve lugar na União e Progresso da Venda Nova e já o Grupo Etnográfico Danças e Cantares do Minho prepara a realização do Festival Nacional de Folclore “Cidade de Lisboa”, no Ringue António Livramento, no próximo dia 15 de maio.

1918614_1061975243846144_6369750381294982377_n

Para além do anfitrião, a festa contou ainda com a participação do Rancho Tradicional de Cinfães.

O minhoto encara a vida como uma festa. O trabalho e a romaria, a religião e a gastronomia, para o minhoto é sempre motivo de alegria. É a exuberância e a profusão da cor, a beleza da terra e o encanto das moças, o sorriso largo e franco com que se entrega à dança aos primeiros acordes de uma concertina.

384268_1062014200508915_1443178315285290286_n

É gente do Minho que vive e trabalha na região de Lisboa, filhos e amigos de minhotos e que, em qualquer dos casos, amam a nossa região e fazem dela uma excelente representação que a todos nos orgulha. Todos os seus componentes, com especial destaque para os mais jovens, apresentam-se invariavelmente em todas as atuações com o maior garbo e respeito pelos nossos trajes tradicionais, exibindo-os com dignidade e altivez pois representam a nossa identidade.

O Grupo Etnográfico Danças e Cantares do Minho foi constituído em 16 de maio de 1980, já lá vão mais de 35 anos, sempre a representar condignamente as nossas tradições, em Portugal e no estrangeiro.

Este Grupo é filiado na Federação do Folclore Português e no INATEL, na Federação Portuguesa das Coletividades de Cultura e Recreio e preside atualmente à “Associação do Distrito de Lisboa para Defesa da Cultura Tradicional Portuguesa”. Encontra-se sediado na Junta de Freguesia de Benfica em Lisboa, cidade onde todos os anos organiza o festival de folclore “Cidade de Lisboa”.

Fotos: Manuel Santos

12512388_1062030750507260_456550617296125753_n



publicado por Carlos Gomes às 00:05
link do post | favorito

Domingo, 20 de Março de 2016
ALCOCHETE TEM PARQUE INFANTIL COM TOURO E TOUREIROS

A magnífica localidade de Alcochete possui um parque infantil que inclui brinquedos que lembram as suas tradições tauromáquicas, transmitindo à crianças os valores da cultura local, os quais têm nos últimos tempos vindo a ser cada vez mais questionados por uma sociedade que se quer desapegar de alguns costumes que consideram bárbaros e desadequados.

Alcochete 007

Os brinquedos são objetos destinados ao lazer mas considerados de vital importância para a educação da criança e a construção da sua personalidade. A origem do brinquedo perde-se nos tempos, confundindo-se com o ato de brincar, algo que é imanente à própria natureza do ser humano. Ao longo dos tempos, sempre se utilizaram os brinquedos como forma de transmitir ideias e valores às novas gerações em, desse modo, influenciar o destino da humanidade.

Alcochete é uma terra de grandes tradições tauromáquicas associadas às lides da lavoura ribatejana. A instalação de um parque infantil através do qual se mostram figuras características ligadas à cultura local como o caso do touro e do toureiro é, para os alcochetanos, uma forma de preservar e transmitir a sua própria cultura, naturalmente sem qualquer intenção de dolo ou, de inculcar, sentimentos menos dignos nas suas crianças em relação aos animais.

Porém, a sociedade atual debate qual a atitude mais adequada que deve assumir relativamente à natureza que a rodeis e, nomeadamente, aos aninais.

O BLOGUE DE LISBOA é um espaço de opinião livre e pluralista no respeito pela dignidade das pessoas e instituições pelo que, na observância desses parâmetros, aceitará todos os pontos de vista em relação a esta temática.

Alcochete 024



publicado por Carlos Gomes às 18:54
link do post | favorito

PORTUGAL COMEMORA DIA INTERNACIONAL DOS MONUMENTOS E SÍTIOS



publicado por Carlos Gomes às 00:06
link do post | favorito

Sábado, 19 de Março de 2016
MUSEU INDUSTRIAL DO LAVRADIO COMEMORA DIA INTERNACIONAL DOS MONUMENTOS E SÍTIOS

No dia 15 de abril, a Baía do Tejo, SA, com o apoio do Grupo Desportivo Fabril, inaugura uma exposição temporária sobre o Grupo Desportivo da CUF e nos dias 17 e 18, visitas guiadas e livres ao património desportivo do antigo complexo industrial, no Museu Industrial no Lavradio, Barreiro.



publicado por Carlos Gomes às 20:41
link do post | favorito

AMADORA VIVE HOJE "NOITE DE TRADIÇÕES"



publicado por Carlos Gomes às 10:50
link do post | favorito

Sexta-feira, 18 de Março de 2016
MOITA REALIZA QUINZENA DA JUVENTUDE

De 24 de março a 10 de abril: Quinzena da Juventude do Concelho da Moita: “Uma é Minha, Outra é Tua, Outra é…!”

“Uma é Minha, Outra é Tua, Outra é…!” é o lema, deste ano, da Quinzena da Juventude do Concelho da Moita que se inicia a 24 de março, terminando a 10 de abril.

Além de apoiar e estimular a participação e intervenção dos jovens munícipes, a Quinzena da Juventude assinala duas datas de grande importância: O Dia Nacional do Estudante (24 de março) e o Dia Mundial da Juventude (28 de março).

O programa da Quinzena da Juventude foi preparado em estreita colaboração entre a Câmara Municipal da Moita e os jovens do concelho que aceitaram o desafio e participaram no “Apresenta o Teu Projeto”. Ao longo desta Quinzena, não vai faltar música, com o regresso do Moita Metal Fest e do Vedros Fest, cinema, teatro, desporto e muito mais.

O programa completo da Quinzena da Juventude está disponível para consulta em www.cm-moita.pt.

Programa da Quinzena da Juventude/2016

Sport4life
24 de março, 9:00h às 18:00h
Bairro da Quinta da Fonte da Prata - Alhos Vedros
BTT radical, Cool Zone e Team zone.
Entrada livre
O projeto “Sport4Life ” visa promover a prática desportiva e a adoção de estilos de vida saudáveis, bem como o intercâmbio entre os jovens.
Organização: Associação Juvenil da Quinta da Fonte da Prata

Apresentação da Peça “Olha o Bafo!”
24 de março, 21:00h
Centro de Experimentação Artística - Vale da Amoreira
pelo Grupo de Teatro NTOPE
Entrada livre
“Olha o Bafo” é uma excelente sátira à vida quotidiana dos jovens, retratando a forma como comunicam entre si e se afirmam junto dos outros, levando o público à gargalhada. O NTOPÉ surgiu em 2013 e é constituído por jovens residentes no Vale da Amoreira.

Comemorações do Dia Mundial do Teatro
24 de março, 21:30h
Fórum Cultural José Manuel Figueiredo - Baixa da Banheira
“Terra Sonâmbula”
pela Este – estação teatral
Entrada gratuita mediante reserva antecipada e levantamento de bilhetes a partir 15 de março.

Vedros Fest 2016
“Dá-lhe 4... sempre àbrir! ”
O Vedros Fest vai contar com quatro “rounds” de música, com Ruizinho, The Rockets, Blackallica, Akunamatata e também DJ’s, fomentando assim a participação dos jovens na dinâmica associativa e cultural da freguesia de Alhos Vedros.
Organização: Comissão para a Juventude do Grupo “Os Indefectíveis”.
25 e 26 de março, 8 e 9 de abril

Sede dos Indefectíveis – Alhos Vedros
Entrada livre
25 de março
VEDROS FEST (Ladies Round)
21:30h às 23:30h – DJ a designar
23:30h às 2:00h – Akunamatata
26 de março
VEDROS FEST (Second Round)
21:30h às 23:30h – DJ a designar
23:30h às 2:00h – Bar Aberto
8 de abril
VEDROS FEST (Third Round)
21:30h às 23:30h – Ruizinho
23:30h às 2:00h – The Rockets
9 de abril
VEDROS FEST (Final Round)
21:30h às 23:30h – DJ a designar
23:30h às 2:00h – Blackallica

Mostra de Jovens Realizadores
31 de março, 21:30h
Fórum cultural José Manuel Figueiredo - Baixa da Banheira
Entrada livre
Esta mostra de cinema constitui um momento privilegiado para dar a conhecer algumas obras realizadas por jovens, abrangendo um conjunto diversificado de filmes. Pretende-se ainda proporcionar um espaço de debate e reflexão em torno da criação audiovisual, com a presença dos autores, facilitando o intercâmbio e a troca de impressões entre intervenientes na área do cinema que compartilham um mesmo interesse, sob diferentes olhares.

13ª Edição do Moita Metal Fest
1 e 2 de abril
Sociedade Filarmónica Estrela Moitense - Moita
O Moital Metal Fest regressa mais uma vez à vila da Moita, sendo esta a 13ª edição de um evento que já ganhou espaço e dimensão junto dos festivais de música nacionais. Este ano, o Metal Fest conta, pela primeira vez, com dois headliners internacionais: os suecos ENTOMBED AD e os alemães TANKARD, nos dias 1 e 2 de abril respetivamente, que trazem consigo clássicos de levar ao rubro a plateia do festival.
A acompanhar estes dois nomes sonantes do Metal, o cartaz inclui os espanhóis HAEMORRHAGE, SWITCHTENSE (que fazem a apresentação do seu novo disco “Flesh & Bones”) e o punk-rock frenético dos THE PARKINSONS. Há ainda espaço para muitas outras bandas, como: FOR THE GLORY, SIMBIOSE, HILLS HAVE EYES, WEB, DEMENTIA 13, GRANKAPO, HO-CHI-MINH, NEOPLASMAH, MARTELO NEGRO, DON’T DISTURB MY CIRCLES, SUNYA, HOTKIN e MINDTAKER.
À disposição dos visitantes, vai estar um Indoor Camping situado a 100 metros do festival, no Pavilhão Desportivo Municipal, com WCs, balneários e segurança. Este espaço estará aberto a partir das 19:30h do dia 1, até às 12:00h do dia 3 de abril.
Mais informações em www.moitametalfest.com
Organização: Associação de Ação Cultural Ponto Escuta Activa
1 de abril, 21:00h
ENTOMBED AD, SWITCHTENSE ,FOR THE GLORY, NEOPLASMAH, SUNYA, HOTKIN
Bilhetes:12€| Destinatários: Jovens
2 de Abril,15:00h
TANKARD, THE PARKINSONS, HAEMORRHAGE, SIMBIOSE, HILLS HAVE EYES, WEB, DEMENTIA 13, GRANKAPO, HO-CHI-MINH, MARTELO NEGRO, DON’T DISTURB MY CIRCLES e MINDTAKER
Bilhetes:15€| Destinatários: Jovens

Apresentação da Peça “Pelotão Condenado”
8 de abril, 21:30h
Sociedade Filarmónica Estrela Moitense - Moita
Pelo Grupo de Teatro “Os Zecas”
Entrada livre
4º Fórum da Juventude
9 de abril, 10:00h
Salão Nobre dos Paços do Concelho - Moita
Destinatários: Associações Juvenis| Jovens do Concelho

Concerto de Apresentação da Mixtape “Mostra o Teu Som”
9 de abril, 21:00h
Centro de Experimentação Artística - Vale da Amoreira
Entrada livre

I Torneio Internacional de One Wall " Vila da Moita" 2016
10 de abril, entre as 9:00h e as 18:00h

Pavilhão Desportivo Municipal - Moita
Entrada livre

V Torneio de Voleibol
10 de abril, 10:00h
Pavilhão da Escola do D. Pedro II - Moita
Entrada livre
Esta iniciativa tem como principal objetivo a promoção da modalidade de voleibol no concelho.
Organização: Grupo de Amigos Volley Moita


tags: ,

publicado por Carlos Gomes às 20:28
link do post | favorito

MOITA REALIZA "FEIRA DA BAGAGEIRA"

26 de março: Câmara da Moita convida: “Abra a Bagageira” na Marginal

No dia 26 de março, quarto sábado do mês, a Marginal da Moita (junto ao Pavilhão Municipal de Exposições, na Moita) volta a receber, entre as 10:00h e as 18:00h, a feira “Abra a Bagageira”, onde pode encontrar artigos em segunda mão, peças de artesanato, antiguidades, velharias e muito mais.

Para participar com a sua viatura, inscreva-se na Divisão de Desenvolvimento Económico da Câmara da Moita, através do email: pav.mun.exposicoes@mail.cm-moita.pt ou do T: 210816914. O pagamento, no valor de 4,04 euros, deverá ser efetuado previamente, mediante disponibilidade de lugar. Os lugares (bagageira do carro e espaço em frente com a dimensão de 2mtsx1mts) deverão ser ocupados entre as 9:00h e as 10:00h.

Aceite o desafio: no dia 26 de março, carregue o seu carro e “Abra a Bagageira”, na Marginal da Moita.



publicado por Carlos Gomes às 20:24
link do post | favorito

FEIRA INTERNACIONAL DE LISBOA APRESENTA NO PRÓXIMO MÊS O “HAPPY LIFE LISBOA – FESTIVAL DE VIDA SAUDÁVEL”

"Happy Life Lisboa - Festival de vida saudável". Alimentação natural, terapias e massagens, desporto, sustentabilidade humano e do planeta, motivação.

10501641_815343881926922_1805021303915253957_n


tags: ,

publicado por Carlos Gomes às 15:26
link do post | favorito

TIME SHIFTER LANÇAM NOVO SINGLE

As portuenses Time Shifter acabam de lançar “Sailing”, o novo single do seu EP de estreia, intitulado “Even Dolls Can Wake Up From Their Porcelain Sleep”.

Time Shifter_ foto

Repleto de significados ambíguos, melodias agridoces e trilhos secretos comandados por fios invisíveis presos às engrenagens mecânicas da alma, este EP pretende abalar os alicerces do panorama musical, com a sua quota parte de experimentalismo e linguagens trip-hop.

Há quem diga que existe por aí uma caixa que viaja no tempo para te encontrar. Há quem diga que quando a encontras, o tempo pára para te mostrar, que ainda há tempo para te encontrares. É o mote para uma performance multidisciplinar de 40 minutos onde o som, o movimento, a luz, o cenário e as projeções multimédia se conjugam harmoniosamente em busca de uma nova identidade artística. O tempo pára e a caixa de música abre­se...

O projeto Time Shifter nasceu no Porto em junho de 2014 quando Sónia Vicente e Raquel Devesa decidiram fundir a sua paixão pela música dentro de uma caixa que viaja no tempo. Até que ponto um violoncelo, sons eletrónicos e voz conseguem encontrar­se no espaço­tempo das emoções para criar essa atmosfera musical?

Para além da viagem sonora entre o Trip­hop e o experimental, há uma preocupação constante em exprimir vários ambientes, quer seja com os cenários, quer seja com a teatralização da própria performance em palco.


tags: ,

publicado por Carlos Gomes às 15:08
link do post | favorito

AMADORA VENCE CONCURSO NACIONAL DE TEATRO: TEATRO PASSAGEM DE NÍVEL RECEBE PRÉMIO “RUY DE CARVALHO” – MELHOR ESPETÁCULO NA REPRESENTAÇÃO DA PEÇA “PESSOA”

CONTE Atribui Prémio "Ruy de Carvalho - Melhor Espetáculo” a “Pessoa”

"Pessoa" do Teatro Passagem de Nível (Amadora) foi o grande vencedor da XII edição do Concurso Nacional de Teatro (CONTE), distinguido com o Prémio "Ruy de Carvalho - Melhor Espetáculo”, construído a partir a partir da obra de Jorge Chichorro Rodrigues, “Fernando Pessoa Contado às Crianças Adultas”, e de excertos da obra de Fernando Pessoa.

Conte2016 (4)

O XII Concurso Nacional de Teatro de Póvoa de Lanhoso foi organizado pelo Município de Póvoa de Lanhoso, pela FPTA - Federação Portuguesa de Teatro e pela Fundação INATEL.A cerimónia de encerramento decorreu no passado dia 12 de março, no Theatro Clubda Póvoa de Lanhoso.

O Vereador para a Cultura da Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso, Armando Fernandes,felicitou todos os participantes e, na sua reflexão, sugeriu mudanças no figurino do CONTE. “É entendimento da Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso que, no futuro, deveremos rever algumas linhas de orientação relativamente à organização deste concurso”, desabafou. “Temos muitos jovens na Póvoa de Lanhoso a fazer formação de atores. A autarquia tem apostado na criação de condições para que esta nobre arte possa ganhar cada vez mais públicos. Seria legítimo que a autarquia que recebe e financia este concurso nacional pudesse indicar uma companhia do seu concelho para integrar a fase final do CONTE. Isso funcionaria como um incentivo para aqueles que usufruem das políticas culturais que o município lhes proporciona. E serviria para chamar mais público a este espaço emblemático que brevemente irá entrar em obras de recuperação”, considerou.

Armando Fernandes deu ainda como bom exemplo da estratégia de promoção cultural do município os Serviços Educativos. “Procuramos levar cultura às escolas através das leituras encenadas. Mas também procuramos divulgar o nosso património cultural edificado junto da comunidade escolar, proporcionando visitas guiadas aos alunos e professores, Mesmo aqui ao lado criámos o Centro Interpretativo Maria da Fonte que conta, também com um núcleo documental. Adquirimos já mais um edifício do conjunto edificado onde nos encontrarmos para aí instalarmos a Casa da Memória”, referiu.

A anteceder a entrega dos Prémios, a peça "Limpezas Maria da Fonte" pelo Grupo de Teatro dos Funcionários da Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso ainda subiu a palco extraconcurso. “Tiveram oportunidade de assistir hoje a um espetáculo em que os atores são trabalhadores da autarquia e formandos das nossas oficinas de teatro. E isto é, para nós, motivo de grande orgulho porque é o resultado da política cultural de proximidade que temos adotado nos últimos anos. É o resultado do esforço que temos feito no sentido de criar condições para que as artes passem a ocupar um lugar de relevo na vida de todos nós”, referiu, de entre outras considerações o Vereador para a Cultura, Armando Fernandes, concluindo que “é nesta teia cultural que pretendemos envolver todos os agentes culturais do nosso concelho. Associações, grupos folclóricos, bandas de música, Juntas de Freguesia são o suporte desta rede que se pretende cada vez mais forte”.

O XII Concurso Nacional de Teatro (CONTE) da Póvoa de Lanhoso arrancou no dia 5 de fevereiro, com a apresentação extraconcurso da peça “TROVAS & CANÇÕES, Actores, Poetas e Cantores”, com a participação de Ruy de Carvalho, ator e patrono do CONTE, assim como de seu filho João e de seu neto Henrique. Participaram no Concurso nove grupos de todo o país: Teatro de Carnide (distrito de Lisboa), Pateo das Galinhas (distrito de Coimbra), Getas – Centro Cultural (distrito de Santarém), TEM – Teatro Experimental de Mortágua (distrito de Viseu), Theatron (distrito de Évora), Contacto (distrito de Aveiro), Teatro Passagem de nível (distrito de Lisboa), Grupo Dramático e Recreativo da Retorta (distrito do Porto), Grupo de Animação e Teatro Espelho Mágico (distrito de Setúbal). O júri foi composto por José Barros (Município da Póvoa de Lanhoso), Dantas Lima (Fundação INATEL) e Luiz Oliveira (Federação Portuguesa de Teatro).

Vencedores do CONTE 2016

Prémio Orlando Worm para Melhor Iluminação João Pereira "Mulheres" Grupo Dramático e Recreativo da Retorta Prémio para Melhor Ambiente Sonoro Flávio Oliveira "Mulheres" Grupo Dramático e Recreativo da Retorta Prémio para Melhor Cenografia Céu Campos "O Principezinho" Grupo de Animação e Teatro Espelho Mágico Prémio para Melhor Guarda-Roupa Céu Campos "O Principezinho" Grupo de Animação e Teatro Espelho Mágico Prémio para Melhor Interpretação Secundária Feminina Núria Melo "Mulheres" Grupo Dramático e Recreativo da Retorta Prémio para Melhor Interpretação Secundária Masculina Tiago Costa "O Bicho do Teatro" Teatro de Carnide Prémio para Melhor Interpretação Principal Feminina Ana Sousa "Mulheres" Grupo Dramático e Recreativo da Retorta Prémio para Melhor Interpretação Principal Masculina Diogo Bach "O Bicho do Teatro" Teatro de Carnide Prémio Ibéria "Jesucristo Superstar" Compañia Teatro MC Reche Prémio Prestígio Personalidade Fundação INATEL Aurora Gaia Prémio para Melhor Encenação Laura Ferreira "Mulheres" Grupo Dramático e Recreativo da Retorta Prémio "Ruy de Carvalho" Melhor Espectáculo "Pessoa" Teatro Passagem de Nível

Menções Honrosas: Menção Honrosa para Melhor Cenografia João Paulo Pereira, Maria Fontes, Paula Nogueira e Vitor Hugo Oliveira "Mulheres Grupo Dramático e Recreativo da Retorta Menção Honrosa para Melhor Interpretação Secundária Masculina José Carlos "Muito Molière" TEM - Teatro Experimental de Mortágua Menção Honrosa para Melhor Interpretação Principal Feminina Rosa Souto Armas "Quatro Mulheres para Uma Ifigénia" Theatron - Associação Cultural Menção Honrosa para Melhor Interpretação Principal Masculina Diogo Leiria "O Principezinho" Grupo de Animação e Teatro Espelho Mágico



publicado por Carlos Gomes às 11:05
link do post | favorito

FOLKLOURES É A NOVA MARCA DO ENCONTRO DE CULTURAS VERDE MINHO EM LOURES

O Encontro de Culturas Verde Minho que anualmente tem lugar em Loures passa a designar-se FolkLoures. Trata-se de uma nova imagem de marca criada pelo organizador do evento – o Rancho Folclórico Danças e Cantares Verde Minho – seguindo uma estratégia de renovação e de promoção desta iniciativa que é já considerada a maior do género do concelho de Loures. Assim, o 23º Encontro de Culturas, designação que se mantém, passará a ser identificado como FolkLoures’16.

Esta iniciativa tem lugar no próximo dia 28 de Maio, tendo como cenário a magnífica réplica das ruínas de S. Paulo, em Macau, a qual serviu de fachada ao Pavilhão de Macau na Expo’98. Naquele local vão desfilar os usos e costumes das nossas gentes, exibindo as suas tradições, as danças e cantares, ao som da concertina e do cavaquinho e ao ritmo dos bombos e dos reco-recos, das castanholas e dos ferrinhos, mostrando como se canta e dança o vira e o malhão, a chula a rusga e a cana-verde.

Pelas 16 horas no Parque da Cidade, serão abertos os pavilhões, com artesanato e gastronomia do Minho, animados por vários grupos de tocadores em concertina

Às 17,30 horas terá lugar a entrega de lembranças e imposição de insígnias nos estandartes dos grupos, em cerimónia solene a ter lugar nos Paços do Concelho onde serão recebidos pelos autarcas do município de Loures.

Às 18,00 horas, dar-se-á início ao Desfile Etnográfico a partir do largo fronteiro aos Paços do Concelho, rumo ao Jardim da Cidade. Às 19,00 horas, os grupos realizam um Jantar convívio no Restaurante CopaCabana. E, finalmente, às 21,00 horas, ocorrerá a exibição em palco, no Jardim da Cidade, dos grupos participantes.

Além do anfitrião Grupo Folclórico e Etnográfico Verde Minho – (Minho), sediado em Loures, participam ainda no evento o Rancho Folclórico “Os Moleiros da Ribeira”, de Olival, o Grupo de Bombos Zés Pereiras os Baionenses – Baião (Alto Douro); o Grupo de Bombos da Associação de Melhoramentos das Mercês – Mem Martins, Sintra (Região Saloia); o Rancho Folclore da Aguçadoura - Povoa de Varzim (Douro Litoral); o Rancho Folclórico As Vendedeiras Saloias de Sintra – Mem Martins, Sintra (Região Saloia) e o Rancho Folclórico D. Nuno Alvares Pereira -Leça do Balio – Matosinhos (Douro Litoral).

Constituído por minhotos e seus descendentes, o Grupo Folclórico e Etnográfico Verde Minho conta mais de duas décadas de existência a representar na região de Lisboa os usos e costumes das gentes do Minho, contribuindo simultaneamente para a preservação da sua identidade.



publicado por Carlos Gomes às 10:41
link do post | favorito

PARTIDO "OS VERDES" QUESTIONA DEMORA NO ATENDIMENTO TELEFÓNICO DA SEGURANÇA SOCIAL

Demora no atendimento telefónico da Segurança Social Direta motiva pergunta de Os Verdes no Parlamento

O Deputado José Luís Ferreira, do Grupo Parlamentar Os Verdes, entregou na Assembleia da República uma pergunta em que questiona o Governo, através do Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, sobre a demora no atendimento telefónico da Segurança Social Direta.

Pergunta:

Nos últimos anos, os governos têm fomentado a desmaterialização, sobretudo de forma eletrónica, de serviços disponibilizados pelo setor público, alegando maior celeridade e proximidade na relação entre o Estado e os cidadãos/empresas, ao mesmo tempo que foram reduzindo os funcionários e “responsabilizando” os utentes destes serviços. Nesta linha de desmaterialização, em 2014, cerca de 60% dos contactos com o Instituto de Segurança Social efetuaram-se de forma não presencial, ou seja, via eletrónica (52%) ou por telefone (8%).

Embora o contacto telefónico represente apenas um em cada dez contactos com o Instituto da Segurança Social, continua a ser um dos meios mais acessíveis e céleres para quem não domina as tecnologias de comunicação e para quem não consegue aceder diretamente a um balcão físico deste Instituto. Até abril de 2015, o contacto disponibilizado era um número azul (808) que por ter custos acrescidos para os cidadãos e empresas conduziu, em 2012, a que o Partido Ecologista Os Verdes tenha questionado o Ministério da Solidariedade e Segurança Social, através da pergunta n.º 812 /XII/2º, referente à inexistência de um número da rede fixa para contacto com a Segurança Social.

Desde abril de 2015, o número azul, chamada com custos repartidos entre o utente e, neste caso, o Estado, foi substituído pelo número 300 502 502, equivalendo, para quem contacta este Instituto, ao preço de uma chamada para a rede fixa. Isto trouxe vantagens para os utentes, pois hoje são muitos os planos dos operadores de telecomunicações que incluem chamadas “gratuitas” para números começados por 2 e por 3.

Embora tenha havido uma melhoria no que concerne aos custos pagos pelos utentes, Os Verdes têm recebido inúmeras queixas de cidadãos e empresas que, após estabelecerem várias tentativas de contacto para este número (300 502 502), verificam que este contacto não é possível porque não há atendimento por parte da Segurança Social Direta.

De entre as situações relatadas pelos utentes no contacto telefónico com a Segurança Social, durante o horário de atendimento (das 9.00 e as 17.00 horas), estão as seguintes: aquelas que simplesmente não se consegue estabelecer a ligação; há sinal de chamada, mas, posteriormente, desliga-se e a chamada é atendida automaticamente, passando para uma gravação, sem que haja o atendimento propriamente dito.

A dificuldade de contacto com a Segurança Social Direta, via telefone, causa grande descontentamento e transtorno aos cidadãos, pois existem assuntos que necessitam de grande celeridade e dever-se-ia procurar diminuir o tempo de espera e melhorar a prestação deste serviço tão importante.

Assim, ao abrigo das disposições constitucionais e regimentais aplicáveis, solicito a S. Exª O Presidente da Assembleia da República que remeta ao Governo a seguinte Pergunta, para que o Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social me possa prestar os seguintes esclarecimentos:

1- O Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social confirma que o tempo de espera do atendimento das chamadas por parte da Segurança Social tem sido longo e desajustado às necessidades dos utentes?

2- Qual o tempo médio que cada utente tem de esperar para que possa ser atendido pela Segurança Social Direta, via chamada telefónica?

3- Quantos atendimentos foram recebidos via telefone por parte da Segurança Social Direta, em 2015?

4- Que medidas o Ministério prevê tomar, de forma a reduzir o tempo de atendimento das chamadas que são realizadas para a Segurança Social?

O Grupo Parlamentar Os Verdes



publicado por Carlos Gomes às 10:10
link do post | favorito

Quinta-feira, 17 de Março de 2016
RANCHO FOLCLÓRICO DA CASA DO CONCELHO DE PAMPILHOSA DA SERRA COMEMORA 32 ANOS DE EXISTÊNCIA

Passam precisamente 32 anos desde que a Casa do Concelho de Pampilhosa da Serra decidiu criar em Lisboa o seu Rancho Folclórico. Este grupo constitui hoje um representante da cultura tradicional, dos usos e costumes das suas gentes na capital, motivo pelo qual os pampilhosenses consideram-no o ex-líbris do seu concelho.

578428_411750968880522_1191051074_n

Fundada em 1941 “pela vontade de um punhado de pampilhosenses que desenraizados das suas origens”, a Casa do Concelho de Pampilhosa da Serra tem-se mantido ao longo da sua existência como uma embaixada da sua região em Lisboa, procurando promover os “interesses sociais e não descurando a valorização das gentes das aldeias de origem e o desenvolvimento de infraestruturas e a situação económica e social do concelho de Pampilhosa da Serra.”.

19414_834059610007887_2527842669674221368_n

Esta imagem data de 1994, contava então o Rancho Folclórico com apenas 10 anos de existência.

FlorinhasAltoMinho 013

FlorinhasAltoMinho 232

FlorinhasAltoMinho 238



publicado por Carlos Gomes às 12:03
link do post | favorito

PARTIDO PAN VISITA REGIÃO DO TÂMEGA PARA DEBATER LOCALMENTE PLANO NACIONAL DE BARRAGENS
  • Construção destas barragens estão envoltas em contradições, sendo necessário repensar seriamente os seus eventuais benefícios
  • O PNBEPH aumentará cerca de 8% a fatura elétrica das famílias portuguesas
  • Procura de alternativas que respeitem o património natural, que dinamizem a economia local e que criem empregos estáveis
  • Mesa redonda subordinada ao tema "Rios Livres - Repensar o Plano Nacional de Barragens" - 21 de Março na Casa da Juventude em Amarante

O deputado do PAN – Pessoas – Animais – Natureza, André Silva, visita nos próximos dias 20 e 21 de Março, início da Primavera e Dia Mundial das Florestas, vários locais na região do Alto Tâmega para uma observação concreta e diálogo com várias entidades sobre as barragens previstas para a Cascata do Tâmega: Alto Tâmega, Daivões, Gouvães e Fridão, no âmbito do Plano Nacional de Barragens.

A construção das Barragens da Cascata do Tâmega estão envoltas em inúmeras contradições, sendo necessário repensar seriamente os seus eventuais benefícios, contrapondo com soluções para o território que sejam mais congruentes com a riqueza e com o presente e futuro das populações locais.

De acordo com a apreciação do GEOTA (Grupo de Estudos de Ordenamento do Território e Ambiente) as novas barragens são inúteis para cumprir os objetivos oficiais definidos no Programa Nacional de Barragens com Elevado Potencial Hidroeléctrico (PNBEPH). Representam apenas 0,8 % do consumo de energia primária do País, 4,3 % do consumo de eletricidade e 3,2 % do potencial de poupança energética economicamente interessante.



publicado por Carlos Gomes às 10:52
link do post | favorito

CASCAIS REGRESSA À IDADE MÉDIA



publicado por Carlos Gomes às 09:06
link do post | favorito

CASA DE GÓIS EM LISBOA PROMOVE MOSTRA DE CHANFANA



publicado por Carlos Gomes às 09:05
link do post | favorito

Quarta-feira, 16 de Março de 2016
CONCURSO YPEF: APROVEITA AS FÉRIAS E APRENDE SOBRE A FLORESTA

Faltam 3 dias para as férias da Páscoa. Período que podes aproveitar para conhecer melhor o Booklet e participar no maior Concurso Florestal Europeu.

image004

As inscrições no Concurso YPEF terminam a 08 de Abril, mas estas férias da Páscoa são uma boa oportunidade para aprenderes sobre a floresta e te preparares para as provas escritas.

Não te esqueças, este ano as perguntas de escolha múltipla incidirão apenas na informação dos países participantes. Qualquer dúvida, poderás contar com o apoio do teu professor e com a Comissão Nacional do Concurso YPEF. Estamos sempre disponíveis para ti.

Contamos contigo e com a tua equipa para representar Portugal na final nacional e europeia. Os teus colegas estão à tua espera!

Participa!

Para mais informação e participação consulta o site www.forestis.pt e o Facebook.



publicado por Carlos Gomes às 19:41
link do post | favorito

PARTIDO PAN ABSTÉM-SE NA VOTAÇÃO DO ORÇAMENTO DE ESTADO

Abstenção no Orçamento de Estado expressa posição do PAN

  • Várias medidas PAN colidiram com interesses instalados
  • Inclusão de algumas medidas do PAN representa já um avanço em direção a mudanças de paradigma

O PAN – Pessoas-Animais-Natureza irá abster-se na votação global do Orçamento de Estado para 2016 que decorre hoje na Assembleia da República por não ter sido possível um consenso com o Governo no que respeita à maioria das propostas apresentadas pelo partido.

O PAN apresentou 28 propostas de alteração ao Orçamento do Estado de 2016 com base numa apreciação equilibrada entre as causas que defende, o que é legal em matérias orçamentais, nomeadamente no que respeita ao IVA, e o equilíbrio entre a receita e a despesa. A inclusão de algumas medidas do PAN neste documento representa já um avanço em direção às mudanças de paradigma, ambientais, sociais e humanas que muitos portugueses têm vindo a pedir. No entanto, o partido não pode legitimar um documento que continua a refletir um modelo económico-financeiro produtivista-consumista que gera problemas de vária ordem, que perpetua a cultura dos interesses instalados e no qual o PAN não se revê inteiramente.

Várias posições do PAN colidem com os interesses instalados de atividades e indústrias que mantêm um ascendente sobre a sociedade em detrimento dos maiores interesses de todos os Seres e Ecossistemas



publicado por Carlos Gomes às 11:30
link do post | favorito

Terça-feira, 15 de Março de 2016
AMADORA VIVE NOITE DE TRADIÇÕES



publicado por Carlos Gomes às 09:24
link do post | favorito

ONDE FICAVA A RUA BELLA DA RAYNHA?

A Rua Bella da Raynha foi a denominação toponímica, entre 1760 e 1910, da atual Rua da Prata, na baixa pombalina de Lisboa.

Arraial Minhoto 001

Imediatamente após a implantação da República, foram substituídas na capital muitas designações toponímicas que faziam alusão a vultos do anterior regime, nomeadamente aos soberanos.

Data de 5 de novembro de 1760, o decreto régio que estabeleceu a primeira regulamentação toponímica, procedendo à distribuição dos ofícios e atividades comerciais nos vários arruamentos compreendidos entre o Rossio e a Praça do Comércio a qual, para a maioria dos lisboetas, continua a ser o Terreiro do Paço, apesar de há muito já lá não se encontrar o Paço Real.

A Rua Bella da Raynha estava destinada preferencialmente aos ourives da prata e também aos livreiros nas lojas que sobrassem disponíveis. Apesar da alteração do nome, a placa toponímica ainda lá permanece, como se verifica pela foto.



publicado por Carlos Gomes às 00:38
link do post | favorito

Segunda-feira, 14 de Março de 2016
CASA DO CONCELHO DE GÓIS ORGANIZA EM LISBOA MOSTRA DE CHANFANA

O Conselho Regional da Casa do Concelho de Góis vai organizar uma "Mostra de Chanfana do Concelho de Góis" a realizar a 16 de Abril, pelas 13:00 horas, na Casa do Concelho de Góis, na Rua de Santa Marta, 47, r/c, Dto, em Lisboa.

 

A Mostra de Chanfana tem como principal objetivo mostrar que a Chanfana é um prato típico do Concelho de Góis com um histórico de preparação que remonta á profundidade da nossa história e dinamizar a sua preparação e a sua introdução nos menus dos restaurantes do nosso Concelho.

A Mostra terá a participação dos seguintes Restaurantes convidados e aderentes a esta iniciativa, representantes das 4 zonas administrativas do Concelho de Góis, a saber: "O Cantinho" (Cortes - Alvares), "Sonho da Juventude" (Cabreira - Cadafaz/Colmeal), "Chill Out" (Góis) e "Flor do Ceira" (Vila Nova do Ceira).

A Mostra constará da prova da Chanfana dos 4 Restaurantes, acompanhamento, bebidas e sobremesa.

Todos os presentes terão direito de voto para que no final do evento seja eleito e premiado, o melhor Restaurante de Chanfana do Concelho de Góis.

Com inscrições limitadas á lotação da sala, convidamos desde já, todas as Comissões de Melhoramentos do Concelho de Góis, goienses, sócios da Casa e amigos a brindarem-nos com a vossa presença participativa e com o vosso bom gosto gastronómico. Contamos convosco.

(inscrições: casacgois@gmail.com)

O Conselho Regional da Casa do Concelho de Góis



publicado por Carlos Gomes às 23:04
link do post | favorito

DIA DO PAI NA BAIXA DA BANHEIRA É UM ESPETÁCULO

19 de março, Fórum Cultural – Baixa da Banheira. No Dia do Pai: Ver e ouvir “Canções Nómadas” em família

No dia 19 de março, Dia do Pai, pelas 16:00h, no Fórum Cultural José Manuel Figueiredo, na Baixa da Banheira, vão ouvir-se “Canções Nómadas”, por Carla Galvão, Fernando Mota e Rui Rebelo.

“Canções Nómadas” é um espetáculo-itinerário que procura ligar o Mundo, através de canções de várias culturas e continentes. Na escrita desta diáspora musical, lançámos um apelo a amigos e amigos de amigos para que nos enviassem a canção de embalar favorita do seu país. Das muitas que recebemos, houve uma mão cheia delas em espanhol, catalão, sueco, japonês, napolitano, inglês e até em português de Portugal e do Brasil, que decidiu ficar connosco e dar corpo a este mapa de afetos.

“Canções Nómadas” é um espetáculo com uma forte componente visual. Com malas e vassouras, peixes de madeira e latas de atum, tijelas e copos de cristal construímos os instrumentos musicais de navegação que nos guiassem nesta partitura itinerante.

Este espetáculo é dirigido a crianças dos 3 aos 8 anos e suas famílias. Os bilhetes para menores de 12 anos têm um valor de 1,84 euros e para maiores de 12 anos, de 3,05 euros. Reserve já o seu bilhete porque a lotação é de 100 espetadores.

Horário da Bilheteira: 

De 3ª a sábado – 14:30h às 19:30h 

Dias de espetáculo e cinema  – uma hora antes do início do espetáculo ou sessão.

Os bilhetes podem ainda ser reservados, através do telefone 210 888 900, no horário de funcionamento da bilheteira.As reservas têm de ser levantadas, no máximo, até 1h antes do início do espetáculo, com um limite de cinco bilhetes por reserva.



publicado por Carlos Gomes às 20:23
link do post | favorito

RAYOS EDITAM EP DE ESTREIA

Os Rayos, projecto natural de Arraiolos que recolhe influências da música celta, medieval e tradicional portuguesa, prepara-se para editar o seu primeiro EP, “Terras de Rayos”.

Rayos

Este primeiro registo de originais da banda, que já se encontra disponível em pré-venda, será editado em formato físico e digital com a chancela da Music In My Soul e disponibilizado nas habituais plataformas digitais (Spotify, iTunes, MEO Music, Google Play, Tidal, entre outras) e lojas tradicionais.

O projeto Rayos resulta de uma fusão entre música Celta, Medieval e Tradicional Portuguesa! Com esta união, o grupo tenta criar um ambiente único ao vivo, levando o espetador por uma viagem sem fronteiras, onde se pode mergulhar em mágicos momentos instrumentais, suaves melodias de flauta e momentos únicos de profunda reflexão.

Andreia Carmo é a voz dos Rayos. Iniciou o seu percurso musical aos 15 anos, a estudar canto na Escola de Música do Munícipio do Arraiolos. Já integrou projetos de música tradicional, pop/rock e bossa nova. O fado fez parte da sua vida desde pequena e continua a estar presente em projetos como “Notas ao Vento” e “Zanguizarra”. Na vertente medieval e

celta integra “Trovadores de Arraiolo” e “Rayos”.

António Luís Valente iniciou os estudos musicais aos 8 anos de idade com o acordeão. Entre os 9 e os 11 dedicou-se também ao piano e aos 11 anos descobriu a sua paixão pela bateria. Em 1998, dedicou-se ao ensino musical, carreira que desenvolve até aos dias de hoje. Nos “Rayos” é o dono do piano, dos sintetizadores e da percussão.

David Espingardeiro é o guitarrista de serviço nos Rayos. Desde os 12 anos que estuda guitarra clássica e guitarra elétrica. Juntou ao seu percurso estudos em guitarra portuguesa e guitarra jazz, o que lhe permite participar em vários projetos dos mais variados estilos musicais.

Ângela Fortes começou o seu caminho musical aos 7 anos de idade, quando entrou na “Academia de Música de Évora” para estudos musicais. Toca em vários grupos de música com as mais diferentes sonoridades desde a música clássica, passando pela música celta e medieval. Terminou a Licenciatura em Estudos Teatrais na Universidade de Évora e atualmente é professora na Escola Secundária Eça de Queirós e encenadora no grupo de teatro amador de Arraiolos - “Dupla Identidade”.

Paulo Travelas é um músico autodidata, que descobriu a sua vocação aos 4 anos quando lhe oferecem uma pianola e, mais tarde, um acordeão. Na adolescência a guitarra assume um papel principal na sua carreira musical. Atualmente, participa em alguns projetos musicais no Alentejo nas minhas diferentes sonoridades: música tradicional, medieval, celta, anglo-saxónica e latino americana.

Augusto Graça é o instrumentista deste grupo, que traz consigo uma influência jazz em fusão com música tradicional. Tó Zé Caeiro é o baterista e percussionista, que iniciou o seu trajeto musical aos 13 anos à semelhança de vários elementos deste grupo alentejano.


tags: ,

publicado por Carlos Gomes às 19:52
link do post | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Outubro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9


23
24
25
26
27
28

29
30
31


posts recentes

LOURES VAI OUVIR CANTARES...

MINHOTOS EM LOURES FAZEM ...

PROF. DOUTOR DANIEL CAFÉ,...

MUSEU BORDALO PINHEIRO IN...

“WASTE” – NOVO SINGLE, N...

"OS ARRUFARTE" RUFAM OS B...

PRESIDENTE DA FEDERAÇÃO D...

FEIRA DAS MERCÊS ABRE HOJ...

FOLCLORISTAS DEBATEM EM O...

BORDALO PINHEIRO VAI AMAN...

CAFÉ REPUBLICA – ESTREIA ...

ASSOCIAÇÃO DE PROTECÇÃO &...

PAN QUER IDENTIFICAÇÃO DO...

CASA CERVEIRENSE EM LISBO...

PENAFIEL DANÇA NO FOLKLOU...

PRESIDENTE DA FEDERAÇÃO D...

FEIRA INTERNACIONAL DE LI...

PRESIDENTE DA FEDERAÇÃO D...

A IDENTIDADE DE UM POVO E...

PENAFIEL DANÇA NO FOLKLOU...

RANCHO FOLCLÓRICO DE LOUS...

LISBOA RECEBE A PARTIR DE...

FOLCLORE DE INVERNO AQUEC...

NEM PENSE EM DUVIDAR TOUR...

FEDERAÇÃO DO FOLCLORE POR...

PORTUGUESES PROTESTAM CON...

PRESIDENTE DA FEDERAÇÃO D...

GOESES EM LISBOA COMEMORA...

KIT EDITAM EP “SÓ METADE”...

GRUPO DE PIFARADAS E GAIT...

GRUPO DE DANÇAS E CANTARE...

DEPUTADO DO PAN DESLOCA-S...

SARGACEIROS DA CASA DO PO...

GRUPO FOLCLÓRICO VERDE MI...

MINHOTOS EM SINTRA REALIZ...

RÁDIO DO FOLCLORE PORTUGU...

PRESIDENTE DA FEDERAÇÃO D...

MINHOTOS RUMAM A LOURES P...

GOVERNO ALARGA PERÍODO CR...

SARGACEIROS DA APÚLIA DAN...

CERVEIRENSES EM LISBOA JU...

PRESIDENTE DA FEDERAÇÃO D...

PROF. DOUTOR MANUEL ANTUN...

中国社会需要"舞狮子"到 FOLKLOURES 的...

COMUNIDADE CHINESA LEVA A...

“NEM PENSE EM DUVIDAR TOU...

RESTAURANTES VIRAM "CASAS...

SOPA D’ALMA APRESENTAM EP...

GOVERNO ESPANHOL DEVE RES...

TURISMO LANÇA CAMPANHA PE...

arquivos

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

tags

todas as tags

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds