Blogue de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes de Lisboa e arredores

Quinta-feira, 5 de Outubro de 2017
MINHOTOS EM LISBOA DESFOLHAM O MILHO EM MARVILA

22089510_10159479424045525_5231152160606642985_n



publicado por Carlos Gomes às 22:23
link do post | favorito

GRUPOS FOLCLÓRICOS ORGANIZAM COLÓQUIO EM OEIRAS

22089015_1491197580934831_1937721510074752018_n



publicado por Carlos Gomes às 10:16
link do post | favorito

Segunda-feira, 2 de Outubro de 2017
MINHOTOS EM LISBOA REALIZAM DESFOLHADA DO MILHO EM MARVILA

22089510_10159479424045525_5231152160606642985_n



publicado por Carlos Gomes às 19:05
link do post | favorito

Domingo, 1 de Outubro de 2017
OEIRAS: QUEIJAS FESTEJA A S. MIGUEL

Minhotos desfilaram na procissão de S. Miguel de Queijas

Terminam hoje na localidade de Queijas, nos arredores de Lisboa, os tradicionais festejos em honra de S. Miguel. O povo saiu à rua numa manifestação de fé cristã à qual não faltou o Rancho Folclórico da Casa do Minho em representação da comunidade minhota radicada na região de Lisboa. A Procissão foi animada pela Banda Filarmónica (SIMECQ) da Cruz Quebrada e o Rancho Folclórico da Casa do Minho, em Lisboa.

CapturarcapotilhaMinho

Trata-se de uma iniciativa organizada pela União das Freguesias de Carnaxide e Queijas e pela Paróquia de São Miguel Arcanjo e que conta com o apoio da Câmara Municipal de Oeiras e de várias associações locais.

As cerimónias contaram ainda com a participação de várias instituições sediadas na União das Freguesias de Queijas e Carnaxide, nomeadamente a Polícia de Segurança Pública, a Corporação de Bombeiros Voluntários de Carnaxide, O Agrupamento de Escuteiros 774 de Queijas, e a Congregação das Irmãs Franciscanas Hospitaleiras da Imaculada Conceição (CONFHIC) que se encontra instalada em Linda-a-Pastora.

DSCF6086

DSCF6090

DSCF6093

DSCF6095

DSCF6101

DSCF6103

DSCF6104

DSCF6107

DSCF6109

DSCF6110

DSCF6114

DSCF6115

DSCF6116

DSCF6124

DSCF6125

DSCF6128



publicado por Carlos Gomes às 18:49
link do post | favorito

Sábado, 30 de Setembro de 2017
CASTRO DAIRE DANÇA EM LISBOA

22045971_1680468758664489_965283331505412462_n



publicado por Carlos Gomes às 10:31
link do post | favorito

Sexta-feira, 29 de Setembro de 2017
GRUPO CULTURAL DE VILA FRIA EM OEIRAS PROMOVE COLÓQUIO SUBORDINADO AO TEMA “MEMÓRIAS DO POVO”

O Grupo Folclórico de Vila Fria promove o Colóquio “Memórias do Povo”, subordinado ao tema "Trajes de Antanho", que decorrerá no próximo dia 8 de Outubro, pelas 15 horas, na sede do Grupo Cultural de Vila Fria, sita na Rua Carlos Paião, nº 23, em Vila Fria (Oeiras).

22049856_1423688191048123_2992631623722427361_n

Programa

15:00h – Sessão de Abertura

15:30h – Inicio dos trabalhos (3 oradores)

16:30h – Intervalo

16:45h – Inicio dos trabalhos (2 oradores)

17:30h – Debate

18:00h – Sessão de Encerramento

Serão oradores convidados:

Dr. Carlos Cardoso – Rancho Folclórico Os Rancheiros de Vila Fria

Sr. Carlos Santana – Rancho Folclórico da Golegã

Dr. José Brito – Grupo de Folclore das Terras da Nóbrega

Dr. Ricardo Gomes – Rancho Folclórico de Geraldes

Sr. Virgílio Reis – Grupo de Folclore As Lavadeiras da Ribeira da Lage

Mediador:

Dr. Joaquim Pinto – Presidente da Associação do Distrito de Lisboa para a Defesa da Cultura Tradicional Portuguesa

A ficha de inscrição individual deverá ser devolvida para o mail: grupoculturaldevilafria@gmail.com.

Não existe número limite de inscrições por associação, no entanto, estas estão limitadas à lotação da sala.

22046606_1423688201048122_4723364977044776692_n



publicado por Carlos Gomes às 18:59
link do post | favorito

Quarta-feira, 27 de Setembro de 2017
MINHOTOS REALIZAM SERÃO ETNOGRÁFICO EM CARNAXIDE

21743610_895893527229665_4837118190338063528_o



publicado por Carlos Gomes às 10:55
link do post | favorito

Terça-feira, 26 de Setembro de 2017
MINHOTOS EM LOURES DESFOLHAM O MILHO E CANTAM AO DESAFIO AO SOM DA CONCERTINA

36815169602_217a48ddb8_b



publicado por Carlos Gomes às 22:04
link do post | favorito

Segunda-feira, 25 de Setembro de 2017
DR. DANIEL CAFÉ VAI A LOURES FALAR DOS 40 ANOS DA FEDERAÇÃO DO FOLCLORE PORTUGUÊS

O Presidente da Federação do Folclore Português, Dr. Daniel Café vai a Loures, no próximo dia 21 de outubro, a partir das 15 horas, a fim de proferir uma palestra subordinada ao tema “40 anos da Federação do Folclore Português: o presente e o futuro do movimento do folclore nacional”. A iniciativa é organizada pelo Grupo Folclórico Verde Minho e tem lugar no Palácio dos Marqueses da Praia e Monforte, onde se reúne a Assembleia Municipal de Loures, junto ao Parque da Cidade.

CapturarDanicafe (8)

Independentemente das mudanças que vierem a verificar-se em resultado das eleições autárquicas, o Dr. Daniel Café deverá ser recebido pelos representantes do município de Loures como tem sido habitual em todas as iniciativas do género organizadas pelo Grupo Folclórico Verde Minho.

A entidade organizadora está a endereçar convites a todos os grupos folclóricos, mormente os grupos saloios do concelho de Loures e os grupos minhotos sediados da região de Lisboa, além de várias personalidades ligadas ao folclore e etnografia, algumas das quais já confirmaram a sua presença.

A iniciativa é aberta ao público e a todos os grupos folclóricos do país, quaisquer que sejam as regiões onde se encontram, não existindo qualquer justificação para a falta de participação de todos quantos se dedicam à divulgação da nossa cultura popular, vulgo folcloristas, tanto mais que a iniciativa é organizada e divulgada muito atempadamente.

Tudo indica que a conferência a ser proferida pelo Dr. Daniel Café vai registar uma elevada adesão e participação de pessoas ligadas ao folclore. Após a conferência propriamente dita, terá lugar um pequeno beberete que constitui uma excelente oportunidade de convívio entre os presentes.



publicado por Carlos Gomes às 21:22
link do post | favorito

Domingo, 24 de Setembro de 2017
AMADORA RECEBE FESTIVAL INTERCULTURAL

Rancho Folclórico Alegria do Minho foi bastante aplaudido

Está ainda a decorrer na cidade da Amadora o XII Festival Intercultural, evento que reune num espectáculo único vários géneros musicais e culturais, desde o folclore do Minho ao cante alentejano, da capoeira à marrabenta, das danças orientais às danças contemporâneas. O Minho foi representado pelo Rancho Folclórico Alegria do Minho, sediado naquele concelho.

CX8A7094

Trata-se de uma iniciativa da Junta de Freguesia da Falagueira-Venda Nova com vista a celebrar o aniversário da cidade da Amadora ou seja, a sua elevação a concelho. O festival junta várias centenas de pessoas no Parque Aventura, na Falagueira que, perante uma tarde soalheira, conviveram e partilharam as culturas das suas regiões num ambiente saudável e fraterno.

Fotos: Carlos Gomes / Manuel Santos

CX8A6887

CX8A6940

CX8A6955

CX8A6989

CX8A7034

CX8A7082

CX8A7088

CX8A7090

 

DSCF6026

DSCF6027

DSCF6028

DSCF6030

DSCF6032

DSCF6037

DSCF6040

DSCF6041

DSCF6042

DSCF6043

DSCF6045

DSCF6052

DSCF6077

 CX8A7095

CX8A7096

CX8A7100

CX8A7101



publicado por Carlos Gomes às 18:38
link do post | favorito

GRUPO DE DANÇAS E CANTARES ALTO DO MOINHO LEVA FOLCLORE A ALFRAGIDE

Largas centenas de pessoas afluíram à IV Feira do Fumeiro e Produtos Regionais da Freguesia Águas Livres, no concelho da Amadora, para assistir ao magnífico festival de folclore organizado pelo Grupo Danças e Cantares Alto do Moinho em parceria com a autarquia local. Além do grupo anfitrião, participaram ainda o Rancho Folclórico de Boelhe – Penafiel, Grupo Folclórico e Cultural de Tardariz, de São Pedro da Cova – Gondomar, e o Grupo de Pauliteiros de Ossela – Oliveira de Azemeis.

21919396_10210414762871549_2129439829_n

O Grupo Danças e Cantares Alto do Moinho é um agrupamento constituído no seio da Associação de Moradores do Alto do Moinho, na freguesia de Alfragide, no concelho da Amadora. Fundado em 12 de novembro de 1987, com a designação original de “Rancho Folclórico Alto do Moinho”, decidiu este grupo após duas décadas de existência, proceder a uma profunda reestruturação, altura em que adotou a sua atual denominação, passando desde então a representar exclusivamente o Douro Litoral – província artificialmente criada ao tempo do Estado Novo – na realidade, uma área geo-etnográfica que integra a região d’Entre-o-Douro-e-Minho.

Este grupo apresenta variadíssimos trajes de entre os quais se destacam, os trajes de trabalho, traje de romaria, traje de vendedeiras de bolos, traje de aguadeira, traje de lavadeira, traje de vindimador, entre outros.

De modo a representar fidedignamente aquela região, fez uma recolha das modas e trajes das regiões de Gondomar, Trofa, Maia e outras regiões do grande Porto.

No seu repertório, este grupo, apresenta modas de roda como a caninha verde, cantares ao desafio como a Desgarrada, danças melodiosas e em coluna como a Pastorinha e a real Caninha.

21919486_10210414762391537_227092290_n

21935262_10210414762751546_1396402024_n

21942083_10210414762911550_602234984_n

21942160_10210414762551541_52743181_n

21942415_10210414762591542_508686565_n

22014877_10210414762471539_124370089_n



publicado por Carlos Gomes às 14:22
link do post | favorito

Sábado, 23 de Setembro de 2017
MINHOTOS EM LOURES PISAM AS UVAS AO SOM DA CONCERTINA E RUFAR DO BOMBO

36815169602_217a48ddb8_b



publicado por Carlos Gomes às 02:12
link do post | favorito

Quinta-feira, 21 de Setembro de 2017
DESFILE NACIONAL DO TRAJE POPULAR: FEDERAÇÃO DO FOLCLORE PORTUGUÊS AGRADECE APOIO DO BLOGUE DO MINHO CUJA ADMINISTRAÇÃO É COMUM À DO BLOGUE DE LISBOA

Capturarnotaffp1

Capturarnotaffp2



publicado por Carlos Gomes às 17:36
link do post | favorito

MINHOTOS EM LOURES DESFOLHAM O MILHO E CANTAM AO DESAFIO AO SOM DA CONCERTINA

20228645_1502456339798030_3115217721476453765_n



publicado por Carlos Gomes às 10:10
link do post | favorito

CARNAXIDE RECEBE SERÃO TEMÁTICO DE ETNOGRAFIA

21743610_895893527229665_4837118190338063528_o



publicado por Carlos Gomes às 10:09
link do post | favorito

Terça-feira, 19 de Setembro de 2017
GRUPO DE FOLCLORE DAS TERRAS DA NÓBREGA REALIZA SERÃO TEMÁTICO EM CARNAXIDE

“Minha’bó, conte-me uma estória...” É desta forma que uma criança pede à sua Avó, já velhinha, que lhe conte uma história dos tempos que já lá vão... é este o ponto de partida para o espectáculo que irá a cena!

A ideia subjacente a esta organização é que cada Grupo participante traga para o palco a recriação de cenas da vida quotidiana da região que representa. O “Enterro do Pai Velho”, ou os ciclos do milho (com encenação de uma "Descamisada"), e do linho (uma fiafa!!), serão alguns dos momentos a apreciar apresentados pelos Grupos participantes, todos eles lídimos representantes e embaixadores maiores do Folclore e Etnografia de cada uma das suas regiões.

Esta tipologia de evento folclórico é cada vez mais comum e tem claras vantagens em relação aos “tradicionais” Festivais de Folclore: trás para o palco vivências de outrora mostrando aos mais novos como era a Vida dos nossos Antepassados e relembrando aos mais velhos alguma da sua outrora forma de ser e de viver que, na maioria das vezes, trás nostalgia e saudade.

21743610_895893527229665_4837118190338063528_o



publicado por Carlos Gomes às 21:25
link do post | favorito

FEDERAÇÃO DO FOLCLORE PORTUGUÊS LEVA A ABRANTES TRAJES POPULARES DE TODO O PAÍS

Iniciativa da Federação do Folclore Português saldou-se por um grandioso sucesso

Mais de um milhar de componentes de ranchos folclóricos de todo o país desfilaram em Abrantes, na Praça Barão da Batalha, exibindo trajes tradicionais das mais variadas regiões, numa iniciativa conjunta da Federação do Folclore Português e da Câmara Municipal de Abrantes.

21557477_1560213047355692_2852527589738127628_n

A exibição dos trajes foi feita através da representação de quadros etnográficos descrevendo vários aspectos da vida do povo, desde a primeira infância ao enterro e respectivo luto, incluindo os trajes de trabalho, a montanha, tecelagem, o rio e o mar, a feira, o casamento, ver-a-Deus, trajes domingueiros e de festa e romaria.

21557902_1560213617355635_4223700694184874410_n

 Dr. Daniel Café, Presidente da Federação do Folclore Português, esteve em directo para a Rádio do Folclore Português

 

Pretende a organização “evidenciar pedagogicamente a matriz identitária do povo português através da sua riquíssima e diversificada forma de trajar na viragem do século XIX para o século XX.” Ainda, de acordo com a Federação do Folclore Português, esta representação expôs “os jeitos e os preceitos do trajar popular desde o trabalho da montanha ao trabalho do campo, no rio ou no mar, desde o domingo à feira, à romaria e ao casamento ou, ainda, outros momentos marcantes da vida quotidiana das nossas gentes.”

Fotos: Manuel Santos

18485824_1560198134023850_8321245565111512839_n

21557706_1560217897355207_8696750997276985138_n

21557856_1560199980690332_5256205749135160742_n

 

21557972_1560199527357044_7917940143490376401_n

21558017_1560198797357117_8248483081628135958_n

21558725_1560199270690403_3705192156904009902_n

21558841_1560214744022189_5418697664407698212_n

21558852_1560197667357230_7453087203608415768_n

21558873_1560196844023979_1288769332684301683_n

21559050_1560218440688486_5691451382311713711_n

21616106_1560198990690431_6419207599988079529_n

21616302_1560219010688429_7270429635554907365_n

21616310_1560199867357010_7683977468826132595_n

21617520_1560197654023898_2070570726955817613_n

21617602_1560217567355240_5726065175145504774_n

21617682_1560218447355152_5618475394742864211_n

21617731_1560219767355020_3900278108788045876_n



publicado por Carlos Gomes às 06:44
link do post | favorito

Segunda-feira, 18 de Setembro de 2017
QUER FAZER PARTE DO GRUPO DE FOLCLORE VERDE MINHO?

O Grupo de Folclore Verde Minho encontra-se numa fase de crescimento e maior dinâmica. A organização do FolkLoures como grande evento cultural está a atrair ao grupo cada vez maior número de jovens. Porém, os desafios que se colocam são muitos e o “Verde Minho” resolveu elevar a fasquia.

Verde Minho - Loures 186

Nesse sentido, o Grupo de Folclore Verde Minho está aberto à participação de novos componentes, de todas as faixas etárias, para cantar, tocar ou dançar. O folclore é uma família e o “Verde Minho” oferece a oportunidade de criar novas amizades, viajar pelo país ou no estrangeiro em actuações e, sobretudo, ajudar a defender o nosso património cultural.

Os interessados podem contactar o “Verde Minho”, directamente para o seu director, sr. Teotónio Gonçalves, através do TM 964006657.

- Não perca esta oportunidade para integrar esta grande família do folclore e subir ao palco já na próxima edição do FolkLoures!



publicado por Carlos Gomes às 13:51
link do post | favorito

Domingo, 17 de Setembro de 2017
CASA DO MINHO TROUXE O MINHO EM FESTA À ZONA MONUMENTAL DE BELÉM

Lisboa vestiu-se hoje com as alegres cores do Minho. A Casa do Minho organizou a “Romaria Minhota” e, para a festa, convidou dois ranchos folclóricos que se deslocaram propositadamente do Minho para, conjuntamente com o Rancho Folclórico anfitrião, fazerem na capital uma grande festa à moda do Minho.

DSCF5843

A “Romaria Minhota” teve início com a celebração de uma missa em Honra de S. Tiago e Nossa Senhora do Minho , pelo Padre Alexandre, a que se seguiu uma procissão solene pelas ruas da Freguesia de Belém, precisamente no local onde há cinco séculos os portugueses de então viram as caravelas partir à Descoberta do Mundo – e do caminho Marítimo para a Índia – que era então o grande desígnio nacional. Um desfile, aliás, a que não faltaram os autarcas da freguesia como sempre tem sido habitual.

Capturarcapotilha2

 

E, de volta ao Jardim Vasco da Gama, os grupos subiram ao palco ali propositadamente montado e, perante um público entusiasmado, mostraram como se canta e dança em diferentes regiões do Minho.

Sediado em Lisboa, o Rancho Folclórico da Casa do Minho exibiu um pouco do folclore do Alto e do Baixo Minho – designações absurdas para identificar uma única região etnográfica: o Minho!

De Barcelos veio o Rancho Folclórico São Lourenço de Alvelos e, de Valença, o Rancho Folclórico e Cultura de S. Julião, os quais deslumbraram o público com o seu ritmo e vivacidade. E, na barraquinha da organização, jorrou o vinho verde porque, sem ele, a festa jamais seria verdadeiramente minhota.

DSCF5846

DSCF5850

DSCF5854

DSCF5856

DSCF5862

DSCF5865

DSCF5869

DSCF5877

DSCF5878

DSCF5879

DSCF5880

DSCF5881

DSCF5884

DSCF5902

DSCF5912

DSCF5930

DSCF5938

DSCF5959



publicado por Carlos Gomes às 21:47
link do post | favorito

Sábado, 16 de Setembro de 2017
MINHOTOS EM LISBOA LEVAM O FOLCLORE À ZONA MONUMENTAL DE BELÉM

21462652_1554221851265392_3691070843556654513_n



publicado por Carlos Gomes às 18:31
link do post | favorito

Quinta-feira, 14 de Setembro de 2017
BAIRRO DA FRATERNIDADE EM LOURES ORGANIZA “MARATONA” DO FOLCLORE

A edição deste ano do espectáculo “24 Horas de Folclore” deverá ter lugar nos próximos dias 4 e 5 de Novembro. A iniciativa pertence ao Rancho Folclórico do Bairro da Fraternidade, sediado no concelho de Loures, e deverá contar com a participação de meia centena de grupos folclóricos de todo o país. O espetáculo tem lugar no Pavilhão José Correia, em São João da Talha, e conta nomeadamente com o apoio da Câmara Municipal de Loures, juntas de freguesia e rádios locais daquela localidade.

DSCF2555.JPG

A abertura e o encerramento do festival são normalmente feitos pelo grupo anfitrião, mais precisamente pela componente infantil e adulta do Rancho Folclórico do Bairro da Fraternidade.

O grupo anfitrião – o Rancho Folclórico do Bairro da Fraternidade, de São João da Talha, no concelho de Loures, foi constituído em 7 de julho de 1989 – já lá vão 28 anos!

DSCF2567.JPG

Ao longo da sua existência, este grupo tem suscitando alguma controvérsia no seio do associativismo folclórico, sendo frequentemente acusado de não representar condignamente os usos e costumes de outras épocas. Uma das críticas que frequentemente lhe são dirigidas tem a ver com a forma despudorada como, durante as suas atuações, as moças exibem a sua intimidade, atitude que não correspondia à mentalidade das gerações mais antigas.

De igual modo, este formato de festival também tem suscitado bastantes críticas por parte de muitos grupos folclóricos e pessoas ligadas a esta área cultural. Porém, apesar das críticas que lhe são dirigidas, a organização conta com a participação de um elevado número de grupos folclóricos, alguns dos quais não abdicam da sua participação apesar de partilharem das mesmas posições críticas.

DSCF2503.JPG



publicado por Carlos Gomes às 21:53
link do post | favorito

GRUPO DE FOLCLORE DAS TERRAS DA NÓBREGA REALIZA SERÃO TEMÁTICO EM CARNAXIDE

“Minha’bó, conte-me uma estória...” É desta forma que uma criança pede à sua Avó, já velhinha, que lhe conte uma história dos tempos que já lá vão... é este o ponto de partida para o espectáculo que irá a cena!

A ideia subjacente a esta organização é que cada Grupo participante traga para o palco a recriação de cenas da vida quotidiana da região que representa. O “Enterro do Pai Velho”, ou os ciclos do milho (com encenação de uma "Descamisada"), e do linho (uma fiafa!!), serão alguns dos momentos a apreciar apresentados pelos Grupos participantes, todos eles lídimos representantes e embaixadores maiores do Folclore e Etnografia de cada uma das suas regiões.

Esta tipologia de evento folclórico é cada vez mais comum e tem claras vantagens em relação aos “tradicionais” Festivais de Folclore: trás para o palco vivências de outrora mostrando aos mais novos como era a Vida dos nossos Antepassados e relembrando aos mais velhos alguma da sua outrora forma de ser e de viver que, na maioria das vezes, trás nostalgia e saudade.

21743610_895893527229665_4837118190338063528_o



publicado por Carlos Gomes às 16:02
link do post | favorito

Quarta-feira, 13 de Setembro de 2017
MINHOTOS EM LOURES DESFOLHAM O MILHO E CANTAM AO DESAFIO AO SOM DA CONCERTINA

36815169602_217a48ddb8_b



publicado por Carlos Gomes às 02:49
link do post | favorito

PRESIDENTE DA FEDERAÇÃO DO FOLCLORE PORTUGUÊS REALIZA CONFERÊNCIA EM LOURES SOBRE O FUTURO DO MOVIMENTO DO FOLCLORE NACIONAL

CapturarDanicafe (8)



publicado por Carlos Gomes às 02:47
link do post | favorito

MINHOTOS EM LISBOA FAZEM ROMARIA EM BELÉM

21462652_1554221851265392_3691070843556654513_n



publicado por Carlos Gomes às 02:43
link do post | favorito

Terça-feira, 12 de Setembro de 2017
FOLCLORE DESFILA EM ALFRAGIDE

O Grupo de Danças e Cantares Alto do Moinho – Alfragide acaba de realizar com êxito o XIX Festival de Folclore de Alfragide, no concelho da Amadora. Para além do grupo anfitrião, participaram neste evento o Rancho Etnográfico de Santiago de Bougado – Trofa, o Grupo de Danças e Cantares da Cidreira – Coimbra e o Rancho Folclórico da Ribeira de Fráguas – Albergaria-a-Velha.

21557953_1552687024774961_9128562721921569510_n

O anfitrião, Grupo de Danças e Cantares do Alto do Moinho, foi fundado em 1987 e encontra-se sediado na Associação de Moradores Alto do Moinho, no Bairro do Zambujal, concelho da Amadora, nos limites geográficos com a cidade de Lisboa. No entanto, este grupo representa com fidelidade os usos e costumes das gentes do Douro Litoral, na realidade a região geo-etnográfica de Entre-Douro-e-Minho.

A constante alusão a uma suposta região do Douro Litoral constitui um equívoco do ponto de vista geo-etnográfico porquanto se tratou de uma mera divisão político-administrativa, aliás efémera, criada ao tempo do Estado Novo. Com efeito, a reforma administrativa levada a efeito em 1936 subtraiu à vetusta Comarca d’Entre-o-Douro-e-Minho uma importante parcela de território para criar artificialmente a província do Douro Litoral. Esta englobava outrora, no Distrito de Aveiro, os concelhos de Arouca, Castelo de Paiva, Espinho e Santa Maria da Feira. No Distrito de Viseu incluía os concelhos de Cinfães e Resende. E, no Distrito de Vila Real, parte do concelho de Montalegre que outrora pertenceu ao extinto concelho de Ruivães que foi despois integrado no município de Vieira do Minho. Perante tal divisão, o Minho ficou supostamente reduzido aos atuais Distritos de Viana do Castelo e Braga, limitado a sul pelo Douro Litoral.

O Grupo de Danças e Cantares Alto do Moinho está inscrito na Confederação Portuguesa das Coletividades de Cultura, Recreio e Desporto. Inicialmente com o nome de Rancho Folclórico Alto do Moinho, após 20 anos de atividade decidiu com o apoio da Associação de Moradores, fazer uma reestruturação completa, nascendo assim o Grupo Danças e Cantares Alto do Moinho, composto por cerca de 50 elementos, com idades compreendidas entre os 5 e os 80 anos com gente oriunda de norte a sul do país, sendo esta uma das razões pela qual foi motivado a representar as danças e cantares de todo o país, exibindo trajes de diversas regiões.

Fotos: Manuel Santos

21558561_1552680798108917_4455132496103683086_n

21558872_1552687141441616_2725499197563431759_n

21558952_1552687838108213_2197008701673705252_n

21559006_1552685731441757_5394089312981381713_n

21616487_1552679748109022_8570833671400177542_n

21616509_1552685144775149_5204687722356670259_n

21616534_1552679514775712_156080914330939775_n

21617499_1552684801441850_3738274339824043563_n

21686170_1552681358108861_3595073780656292637_n

21686242_1552685518108445_3435918107518099253_n

21686310_1552685631441767_5398623918097053478_n

21686344_1552686524775011_6679907177581328321_n

21687408_1552687951441535_6512842167836633809_n

21687775_1552687398108257_1718315935171623597_n

21463384_1552679591442371_3175516342021499545_n

21557651_1552686528108344_6697361457643364734_n

21557817_1552678604775803_143604471839840640_n

21557892_1552680051442325_448207023035556240_n

21557925_1552685338108463_6713069768508157533_n



publicado por Carlos Gomes às 03:03
link do post | favorito

Segunda-feira, 11 de Setembro de 2017
AMADORA RECEBE FESTIVAL DE FOLCLORE NA FREGUESIA DE ÁGUAS LIVRES

21622055_10210334220578042_72419052_n



publicado por Carlos Gomes às 23:23
link do post | favorito

Domingo, 10 de Setembro de 2017
ARGANILENSES TROUXERAM A LISBOA USOS E COSTUMES… E ATÉ O GALO CANTOU!

Sob a divisa “Usos e Costumes em Lisboa”, as gentes de Arganil trouxeram mais uma vez à capital o folclore de diversas regiões do país, numa organização conjunta do Rancho Folclórico da Ribeira de Celavisa e da Junta de Freguesia de São Vicente.

DSCF5736

O festival de folclore decorreu até há instantes junto ao Panteão Nacional onde algumas centenas de pessoas puderam assistir à actuação so Rancho Folclórico de Gouveia – Beira Alta; Rancho das Lavradeiras da Trofa – Região d’Entre-o-Douro-e-Minho; Grupo Folclórico e Etnográfico de Cova do Ouro e Serra da Rocha (Coimbra) – Beira Litoral e o Grupo Folclórico “Os Camponeses de D. Maria” (Sintra) – Região Saloia, além naturalmente do anfitrião Rancho Folclórico da Ribeira de Celavisa (Arganil) –Beira Serra.

CapturarGalo

Todos os grupos demonstraram elevada qualidade na sua representação, desde a forma de trajar até à exibição propriamente dita. A organização, como de costume, manteve-se à altura. A decoração com motivos tradicionais foi a mais apropriada a este género de eventos. A festa foi animada e, até quando o Rancho da Ribeira de Celavisa se preparava para subir ao palco, o galo de serviço cacarejou a anunciar a actuação dos seus donos!

Constituído em 14 de Junho de 1981, o Rancho Folclórico da Ribeira de Celavisa “tem o objectivo de recolher, preservar e divulgar o que de mais valioso existe e existiu nas vidas e nas mentes dos seus antepassados, que tão generosamente o souberam transmitir. Este trabalho vai desde as modas, as danças e os cantares a muitas outras tradições, como os trabalhos rurais, serões, escapeladas, cavadas e romarias”.

CapturarCãoSerraEstrela

21430409_1468047423275766_1523737414660075937_n

CapturarConcertina

DSCF5548

DSCF5550

DSCF5552

DSCF5553

DSCF5571

DSCF5580

DSCF5584

DSCF5585

DSCF5601

DSCF5608

DSCF5619

DSCF5554

DSCF5560

DSCF5565

DSCF5567

DSCF5545

DSCF5647

DSCF5551

DSCF5662

DSCF5668

DSCF5676

DSCF5679

DSCF5692

DSCF5695

DSCF5707

DSCF5715

DSCF5717

DSCF5722

DSCF5726

DSCF5733

DSCF5757

DSCF5765

DSCF5735

DSCF5773

DSCF5793

DSCF5800

DSCF5813

DSCF5820

DSCF5815



publicado por Carlos Gomes às 20:29
link do post | favorito

MINHOTOS EM LOURES DESFOLHAM O MILHO PELO S. MIGUEL

36815169602_217a48ddb8_b



publicado por Carlos Gomes às 12:47
link do post | favorito

FEDERAÇÃO DO FOLCLORE PORTUGUÊS REALIZA EM ABRANTES DESFILE DO TRAJE POPULAR

XXII Desfile do Traje Popular Português

A Federação do Folclore Português irá levar a efeito um dos seus maiores eventos, o Desfile do Traje Popular Português, em Abrantes, no próximo dia 16 de setembro, pelas 22h00.

Desfile Nacional do Traje_3-01.jpg

Este evento, que reúne as cores, as texturas e a arte do trajar tradicional de todo o país, contará com mais de 500 participantes que representarão várias temáticas do trajar do povo de antanho.

Este ano contará com algumas novidades já que, através da mobilização dos Conselhos Técnicos Regionais, está a Federação do Folclore Português a organizar alguns quadros etnográficos incluindo temáticas que vão desde a infância ao namoro e casamento passando pelo luto, focando igualmente diversas atividades tradicionais de outros tempos e o modo como o traje se adaptava às suas funções. Este ano estão já confirmadas presenças das regiões autónomas e das comunidades portuguesas, facto que não acontecia há algum tempo testemunhando que o trabalho feito ao longo do início deste mandato está já a colher frutos.

Perspetiva-se, então, um momento de grande elevação para a cultura popular de matriz tradicional portuguesa.

Os Grupos deverão inscrever-se junto da secretaria da FFP em formulário já enviado até 6 de setembro. Após esta data irão as estruturas da FFP estudar o enquadramento dos trajes em cada temática para que no dia 16 de setembro o traje seja visto e reconhecido por todos quanto apreciam esta temática.



publicado por Carlos Gomes às 09:57
link do post | favorito

Sábado, 9 de Setembro de 2017
ARGANILENSES TRAZEM AMANHÃ O FOLCLORE AO CORAÇÃO DE LISBOA

36938066281_7e5460057a_b



publicado por Carlos Gomes às 22:27
link do post | favorito

MINHOTOS EM LOURES DESFOLHAM O MILHO E CANTAM AO DESAFIO AO SOM DA CONCERTINA

36815169602_217a48ddb8_b



publicado por Carlos Gomes às 20:33
link do post | favorito

FOLCLORE JUNTA MINHOTOS E MOLDAVOS NA REGIÃO SALOIA

Amigos da Moldávia também vieram à festa e participaram na pisa da uva

Desde a última edição do FolkLoures, as comunidades minhota e moldava que vivem na região de Lisboa têm vindo a aprofundar os laços de amizade entre si. Hoje, foram vários os amigos da Associatia Miorita Portugalia que participaram na Festa do Vinho organizada pelo Grupo Folclórico Verde Minho.

DSCF5493

Ao ritmo do bombo e ao som da concertina, os nossos amigos da Moldávia também pisaram as uvas com os pés e, lado a lado com as nossas gentes, cantaram e dançaram ao ritmo do vira minhoto.

Através do folclore, o Grupo Folclórico Verde Minho procura caminhos para a fraternidade entre os povos, a preservação da sua cultura e identidade, no respeito múto e reconhecimento da diversidade cultural dos povos. Porque a competitividade não se coloca no domínio do folclore, mesmo quando compardo com o desporto ou outras actividades humanas, esta área cultural encontra-se em posição privilegiada para contribuir para a paz e amizade entre os povos. Esse constitui, aliás, um dos objectivos do FolkLoures cuja edição do próximo ano já possui o programa quase concluído.

DSCF5395

DSCF5463

DSCF5399

DSCF5467

DSCF5416

DSCF5470

DSCF5472

DSCF5486

DSCF5488

DSCF5490

CapturarMoldavia



publicado por Carlos Gomes às 20:22
link do post | favorito

FESTA DO VINHO JUNTA MINHOTOS E MOLDAVOS EM LOURES

Amigos da Moldávia também vieram à festa e participaram na pisa da uva

Acabou há instantes a Festa do Vinho, na Quinta de Fernandares, nos arredores de Loures, numa iniciativa inédita do Grupo de Folclore Verde Minho.

DSCF5399

Ao ritmo do bombo e ao som da concertina, mais de uma dezena de trabalhadores, em ambiente de festa, pisaram as uvas com os pés à moda antiga. Uma tradição a que não faltaram também os nossos amigos da Associatia Miorita Portugalia, uma associação representativa da comunidade da Moldávia em Portugal.

A Festa do Vinho – recriação da tradicional pisa da uva – teve lugar em pleno ambiente rural de uma das mais afamadas regiões vinícolas do país, precisamente numa das mais prestigiadas quintas agrícolas que, para além da sua actividade, distingue-se pelo magnífico acolhimento com que acolheu as nossas gentes.

Esta iniciativa do Grupo Folclórico Verde Minho de carácter etnográfico e regionalista pode muito bem vir a inspirar outras associações que se dedicam à defesa da nossa cultura tradicional, seguindo a velha máxima segundo a qual candeia que vai à frente alumia duas vezes!

DSCF5416

DSCF5432

DSCF5445

DSCF5450

DSCF5466

DSCF5463

DSCF5467

DSCF5470

DSCF5493



publicado por Carlos Gomes às 19:56
link do post | favorito

MINHOTOS EM LOURES VINDIMAM E PISAM AS UVAS NA QUINTA DE FERNANDARES

Os minhotos foram hoje vindimar à Quinta de Fernandares, nos arredores de Loures e Bucelas. Como é seu timbre, até o trabalho árduo da lavoura é vivido em ambiente de festa.

21558643_847821672048500_4335957658975251000_n

Com a alegria que lhes é peculiar, lá transportaram as uvas para o lagar. Lavaram os pés e lá foram para dentro do lagar onde ao ritmo do bombo e som da concertina, pisaram as uvas e entoaram os mais belos cantares do nosso folclore.

A Festa do Vinho é uma iniciativa do Grupo Folclórico Verde Minho que resultou num enorme êxito, a prometer futuras edições.

Fotos: Teotónio Gonçalves

21370891_847821638715170_5163687388346338687_n

21371204_847821652048502_7806403732165704345_n

21430275_847822078715126_1496462609191890075_n

21432736_847822592048408_4195809422709314327_n

21432824_847822635381737_3926366801402361327_n

21432996_847821845381816_2173784327421709379_n

21557632_847821952048472_1112186344769918800_n

21558002_847823388714995_7021586510892449_n

21558539_847823332048334_3339069553788711574_n



publicado por Carlos Gomes às 19:00
link do post | favorito

Sexta-feira, 8 de Setembro de 2017
ARGANILENSES TRAZEM FOLCLORE AO CORAÇÃO DE LISBOA

36938066281_7e5460057a_b



publicado por Carlos Gomes às 23:19
link do post | favorito

SAIBA COMO CHEGAR À QUINTA DE FERNANDARES EM LOURES ONDE SE VAI REALIZAR A FESTA DO VINHO

Em Bucelas há uma rotunda com um barril. Aí voltar a esquerda e seguir em frente até encontrar uma placa que está á esquerda indicando Santiago dos Velhos para a direita. Seguir 6 Km, e encontrará para a direita A-DO-MOURÂO. Sobe 150m, volta novamente para a direita e a quinta está ali a cerca de 200 metros. Estão colocados cartazes a indicar o local desde Bucelas até ao local onde se vai realizar à Quinta de Fernandares onde se realiza a Festa do Vinho.

36891247376_0ed3418b0e_b



publicado por Carlos Gomes às 20:11
link do post | favorito

Quinta-feira, 7 de Setembro de 2017
ALFRAGIDE RECEBE FESTIVAL DE FOLCLORE

20369152_1046326348834920_2663215844843052503_o



publicado por Carlos Gomes às 08:35
link do post | favorito

ARGANILENSES TRAZEM FOLCLORE AO CORAÇÃO DE LISBOA

20901013_1853315748012694_8448320379410381238_o



publicado por Carlos Gomes às 08:33
link do post | favorito

Quarta-feira, 6 de Setembro de 2017
MINHOTOS EM LOURES PISAM AS UVAS AO SOM DA CONCERTINA E RUFAR DO BOMBO

CapturarNovoVindima (8)



publicado por Carlos Gomes às 08:59
link do post | favorito

ALFRAGIDE REALIZA FESTIVAL DE FOLCLORE

20369152_1046326348834920_2663215844843052503_o



publicado por Carlos Gomes às 08:58
link do post | favorito

ARGANILENSES TRAZEM FOLCLORE AO CORAÇÃO DE LISBOA

20901013_1853315748012694_8448320379410381238_o

 



publicado por Carlos Gomes às 08:57
link do post | favorito

Terça-feira, 5 de Setembro de 2017
FESTA DO VINHO JUNTA MINHOTOS EM LOURES

CapturarNovoVindima (8)



publicado por Carlos Gomes às 08:31
link do post | favorito

MINHOTOS EM LISBOA LEVAM FOLCLORE AO PARQUE DAS NAÇÕES

Besclore - Grupo de Danças e Cantares do Clube Novo Banco há 30 anos em Lisboa a dançar o folclore do Minho

O Parque das Nações em Lisboa serviu de palco a uma exibição de folclore de várias regiões do país organizada pelo Besclore - Grupo de Danças e Cantares do Clube Novo Banco que este ano assinala três décadas de existência.

21231917_1546861435357520_3821045283108204353_n

Para além do grupo organizador, o festival contou ainda com a participação do Rancho Folclórico e Etnográfico de Ponte da Barca, Grupo de Folclore Identidade Lusa – Oliveira do Bairro, Grupo Folclórico de S. Martinho do Campo – Santo Tirso e o Rancho Folclórico e Etnográfico de S. Sebastião – Loulé.

De registar a excelente actuação do Rancho Folclórico e Etnográfico de Ponte da Barca que encerrou o espectáculo em apoteose, abrilhantando ofestival com a excelente actuação a que já nos habituou.

O Besclore - Grupo de Danças e Cantares do Clube Novo Banco foi fundado em 1987 com a designação Grupo de Danças e Cantares Besclore, constituindo uma das vertentes do Grupo Cultural e Desportivo dos Trabalhadores daquela instituição bancária.

Composto por cerca de 40 elementos visa “recolher, representar, promover e divulgar as tradições, usos, costumes, danças e cantares do povo do Alto e Baixo Minho português”. Iniciando a sua representação etno-folclórica nas danças, nos cantares e no trajar do final do XIX, princípio do séc. XX.

O Grupo leva já três décadas de existência na exibição da policromia dos trajes de Viana do Castelo, do requinte dos trajes de Braga, da elegância das modas dos vales dos rios Ave e Este, e da vivacidade e alegria contagiante das modas da Ribeira Lima e Serras d`Arga e Soajo. Ao longo da sua existência, o Besclore tem participado em inúmeros espetáculos, festivais de folclore e romarias de norte a sul do Pais e também em Espanha, França, Inglaterra e Itália.

Fotos: Manuel Santos

21272127_1546861362024194_1157995503791067213_n

21231682_1546861642024166_3218085181919449327_n

21270929_1546862075357456_6541175286768071649_n



publicado por Carlos Gomes às 01:09
link do post | favorito

Domingo, 3 de Setembro de 2017
FEDERAÇÃO DO FOLCLORE PORTUGUÊS DESCERRA RETRATO DO SEU FUNDADOR

A Federação do Folclore Português procedeu hoje ao descerramento de um novo retrato do Sr. Comendador Augusto Gomes dos Santos, no átrio do Centro Cultural do Folclore Português.

21369467_1389966351052984_6259523738461865569_n

O retrato foi descerrado pelo sr. Eduardo Santos e pela D. Isabel Maria Calejo, que são neste momento os mais antigos elementos ligados à fundação da Federação do Folclore Português.

A cerimónia contou ainda com a presença, entre outros, de Daniel Café, Presidente da Direcção, António Lopes Pires, Presidente da Assembleia Geral e Luís Elias, Presidente do Conselho Fiscal.

Pretendeu-se com esta iniciativa dignificar a memória e a ação de Augusto Gomes dos Santos, fundador da Federação do Folclore Português, Presidente da direção de 1977 a 2004 e Presidente Honorário de 2005 a 2011.

Constituída em 1977, a Federação do Folclore Português é a única entidade que agrupa a nível nacional as mais diversas associações culturais ligadas ao folclore, de acordo com as categorias de efectivo e aderente. Possui a sua sede social em Arcozelo, no concelho de Vila Nova de Gaia onde precisamente oAugusto Gomes dos Santos era natural.

A Federação do Folclore Português faz parte do IGF - International Union of European and Extra-European Associations.

21270811_1389966124386340_7731008957583030625_n

21270941_1389966277719658_3035313290312460895_n

21272079_1389966587719627_1984923971670948211_n



publicado por Carlos Gomes às 21:57
link do post | favorito

Sábado, 2 de Setembro de 2017
MINHOTOS EM LOURES PISAM AS UVAS AO SOM DA CONCERTINA E RUFAR DO BOMBO

CapturarNovoVindima (8)

 



publicado por Carlos Gomes às 21:58
link do post | favorito

Sexta-feira, 1 de Setembro de 2017
PARQUE DAS NAÇÕES EM LISBOA RECEBE AMANHÃ FESTIVAL DE FOLCLORE

20732951_1671021816264582_803806688_n



publicado por Carlos Gomes às 16:24
link do post | favorito

Quinta-feira, 31 de Agosto de 2017
MINHOTOS EM LISBOA LEVAM FOLCLORE AO PARQUE DAS NAÇÕES

20732951_1671021816264582_803806688_n

XVIII FESTIVAL DE FOLCLORE

Rossio dos Olivais – Parque das Nações – 02 de Setembro 2017

PROGRAMA DO EVENTO:

17H30/18H00 – Chegada dos Grupos a Lisboa;

Os Grupos irão concentrar-se na nossa sede, onde poderão conviver até à hora em que será servido o jantar.

- 18H30 – Jantar convívio;

- O jantar será servido na messe do edifício onde estamos sediados.

20H00 – Trajar;

21H00 – Desfile Parque das Nações;

Desfile irá ser iniciado na entrada Norte do Parque das Nações, junto ao Campus da Justiça.

21H30 – Espetáculo Etnográfico - “XVIII FESTIVAL DE FOLCLORE”.

Grupos participantes:

- Grupo Danças e Cantares Clube Novo Banco – Besclore (Organizador/Lisboa)

- Grupo de Folclore “Identidade Lusa” – Oliveira do Bairro

- Grupo Folclórico de S. Martinho do Campo – Santo Tirso

- Rancho Folclórico e Etnográfico de São Sebastião – Loulé

- Rancho Folclórico e Etnográfico de Ponte da Barca – Ponte da Barca

- Grupo de Bombos “Bombrando” – Amadora

É esta a ordem de atuação. O desfile será pela ordem inversa

24H00 – Cerimónia de Encerramento.



publicado por Carlos Gomes às 21:58
link do post | favorito

Quarta-feira, 30 de Agosto de 2017
GENTES D'ENTRE-O-DOURO-E-MINHO LEVAM FOLCLORE A ALFRAGIDE, NA AMADORA

XIX Festival de Folclore de Alfragide, conta já com a sua 19ªEdição

O Grupo Danças e Cantares Alto do Moinho, representante da Região do Douro Litoral, em tempos denominada como “Entre-Douro e Minho”, em parceria com a Junta de Freguesia de Alfragide, como tem vindo a ser costume irá levar a efeito o seu 19º Festival de Folclore, no próximo dia 9 de Setembro.

20369152_1046326348834920_2663215844843052503_o

O Evento irá ter lugar na Associação de Moradores Alto do Moinho, onde o Grupo Danças e Cantares Alto do Moinho, está sediado, é um lugar muito acolhedor e fica muito perto do IKEA de Alfragide, contando com ótimos acessos ao local.

Os grupos que iram fazer parte desta noite de folclore são da mais digna representatividade dos tempos de outrora.

Pelas 20h30 sensivelmente irá começar o desfile pelas ruas do Bairro Alto do Moinho

Pelas 21h00 terá início o XIX Festival de Folclore de Alfragide com os seguintes grupos:

  • Grupo Danças e Cantares Alto do Moinho - Alfragide - Douro Litoral
  • Rancho Etnográfico Santiago de Bougado - Trofa - Douro Litoral Norte
  • Grupo Danças e Cantares da Cidreira - Coimbra - Beira Litoral
  • Rancho Folclórico da Ribeira de Fráguas - Alberg.-A-Velha - Beira Litoral

No local do evento há o bar da Associação de Moradores Alto do Moinho, que terá petiscos e grelhados para todos os que quiserem provar algumas iguarias antes do festival começar.

Convidamos desde já todos os sócios, amigos, conhecidos, e outras pessoas que queiram vir passar um belo serão de folclore na companhia de todos os grupos que nos visitam. Vamos fazer com que as nossas tradições se mantenham vivas e recordar um pouco de como era no passado. Sintam-se todos convidados, a todos o nosso muito obrigado.



publicado por Carlos Gomes às 21:27
link do post | favorito

MINHOTOS EM LISBOA LEVAM FOLCLORE AO PARQUE DAS NAÇÕES



publicado por Carlos Gomes às 18:34
link do post | favorito


mais sobre mim
pesquisar
 
Novembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9

18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


posts recentes

FEDERAÇÃO DO FOLCLORE POR...

GRUPO DE FOLCLORE DAS TER...

COMUNICADO DA FEDERAÇÃO D...

FOLKLOURES 18 接受西藏传统舞蹈

FOLKLOURES’18 RECEBE DANÇ...

OEIRAS: RIBEIRA DA LAGE F...

FOLKLOURES'18 TEM PROGRAM...

OEIRAS: RIBEIRA DA LAGE R...

FEDERAÇÃO DO FOLCLORE POR...

RIBEIRA DA LAGE RECEBE FE...

MINHOTOS EM QUEIJAS FESTE...

CANTE ALENTEJANO MARCA PR...

TOCADORES DE CONCERTINA J...

LOURES: CEIFEIROS DA BEMP...

“24 HORAS DE FOLCLORE” EM...

PROF. DOUTOR DANIEL CAFÉ,...

"OS ARRUFARTE" RUFAM OS B...

PRESIDENTE DA FEDERAÇÃO D...

FOLCLORISTAS DEBATEM EM O...

PENAFIEL DANÇA NO FOLKLOU...

PRESIDENTE DA FEDERAÇÃO D...

PRESIDENTE DA FEDERAÇÃO D...

A IDENTIDADE DE UM POVO E...

PENAFIEL DANÇA NO FOLKLOU...

RANCHO FOLCLÓRICO DE LOUS...

FOLCLORE DE INVERNO AQUEC...

FEDERAÇÃO DO FOLCLORE POR...

PRESIDENTE DA FEDERAÇÃO D...

GRUPO DE PIFARADAS E GAIT...

GRUPO DE DANÇAS E CANTARE...

SARGACEIROS DA CASA DO PO...

GRUPO FOLCLÓRICO VERDE MI...

RÁDIO DO FOLCLORE PORTUGU...

PRESIDENTE DA FEDERAÇÃO D...

SARGACEIROS DA APÚLIA DAN...

PRESIDENTE DA FEDERAÇÃO D...

中国社会需要"舞狮子"到 FOLKLOURES 的...

COMUNIDADE CHINESA LEVA A...

RUI AGUILAR CERQUEIRA – A...

RÁDIO DO FOLCLORE PORTUGU...

MINHOTOS LEVAM A MARVILA ...

CASA DO CONCELHO DE ARCOS...

MINHOTOS VÃO A LOURES CAN...

GRUPO FOLCLÓRICO VERDE MI...

PRESIDENTE DA FEDERAÇÃO D...

MINHOTOS EM OEIRAS REALIZ...

LOURES DESFOLHA O MILHO E...

LOURES: HOJE EM A-DAS-LEB...

CARNAXIDE RECEBE SERÃO TE...

MINHOTOS EM LOURES DESFOL...

arquivos

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

tags

todas as tags

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds