Blogue de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes de Lisboa e arredores
Domingo, 30 de Julho de 2017
PAN APELA AO FIM DO ESTIGMA SOCIAL DA AMAMENTAÇÃO EM PÚBLICO

Entre 1 e 7 de Agosto - Semana Mundial do Aleitamento Materno

  •       -  Mais de 170 países comemoram a data com o objetivo de encorajar esta prática e fomentar a saúde dos recém-nascidos de todo o mundo
  •       - Aleitamento materno é essencial para o alcance dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável
  •       - Para eliminar um preconceito há que o normalizar
  •       -  Amamentar não é só alimentar: é também um ato de amor
  •     -  Pedir a uma mulher que tape o rosto do bebé enquanto amamenta é o mesmo que pedir a alguém que coma com um lençol na cabeça

O PAN – Pessoas-Animais-Natureza aprovou no seu Congresso no início deste ano uma moção pelo fim do estigma social/preconceito da amamentação em público. Este tema é um dos mais polémicos em todo o mundo. Portugal não é exceção apesar de mais moderado, o preconceito e a pressão social ainda é tão marcado que o mupi da Câmara Municipal de Lisboa para a campanha “Aleitamento materno: presente saudável, futuro sustentável”, que tinha uma mãe a amamentar em público, teve de ser retirado em Outubro de 2016 devido a críticas sociais.

O PAN defende os vários benefícios da amamentação (para quem pode amamentar) visto ser um ato simples e natural que vai para além das convenções sociais. Mas esta temática não aborda apenas os benefícios do leite materno, também reflete a liberdade de uma mãe na possibilidade de poder alimentar o filho em locais públicos sem julgamentos ou outros constrangimentos. Para eliminar um preconceito há que o normalizar. E é preciso que mais mulheres mães sejam pioneiras e amamentem quando tiverem de amamentar, independentemente de estarem num local público ou no conforto dos seus lares. É um direito e um momento único na vida da mãe e do bebé. Amamentar não é só alimentar: é também um ato de amor.

O PAN compromete-se, desta forma, a contribuir para a garantia de que, em locais públicos as mulheres que optam por amamentar se sintam protegidas na sua igualdade e que a informação sobre os benefícios da amamentação esteja acessível a todas.

A Organização Mundial de Saúde recomenda que as “crianças devem fazer aleitamento materno exclusivo até aos 6 meses de idade” e a UNICEF defende que devemos “encorajar a amamentação sob livre demanda (sempre que o bebé quiser) ”.

Sobre a semana Mundial do Aleitamento Materno pode ler-se no site do Serviço Nacional de Saúde  que é comemorada, todos os anos, entre os dias 1 e 7 de agosto, em mais de 170 países, com o objetivo de encorajar esta prática e fomentar a saúde dos recém-nascidos de todo o mundo. A data evoca a Declaração Innocenti, assinada pelos responsáveis da Organização Mundial da Saúde e da Unicef, em agosto de 1990, comprometendo-se a proteger, promover e apoiar o aleitamento materno.

A semana Mundial do Aleitamento Materno discute a relação entre aleitamento materno e sustentabilidade e sua prática como parte essencial para o alcance dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. No ano 2000, líderes mundiais e a ONU reuniram se para definir metas cujo objetivo era promover uma parceria para a redução da pobreza extrema até 31 de dezembro de 2015. O último relatório da ONU indicou um movimento importante na redução da pobreza extrema, com redução dos números da pobreza, mortalidade infantil, aumento nos índices de escolaridade, entre outros.

Contudo, muitas metas de 2015 ainda precisam ser cumpridas e necessitam de um alcance maior, para mais pessoas. Dessa forma, em setembro de 2015, foi traçada uma nova agenda, com metas para o período 2016-2030 com base nos Objetivos do Desenvolvimento do Milénio.

É impossível pensar no cumprimento de muitos destes objetivos sem o aleitamento materno. O leite materno é o alimento mais acessível (não tem custo e está próximo), seguro, completo e oportuno (está disponível no tempo certo, na quantidade adequada, com incontáveis vantagens). Para que haja a erradicação da pobreza é crucial a garantia do direito humano à alimentação adequada. O alimento deve ser acessível, de qualidade, seguro e oportuno. Sem alimento nestas condições não há como crescer, estudar e trabalhar, nem sequer sobreviver.



publicado por Carlos Gomes às 18:11
link do post | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Dezembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


posts recentes

MAZGANI ANUNCIA PRIMEIRAS...

RANCHO FOLCLÓRICO DA CASA...

LOURES VAI OUVIR CANTARES...

CASCAIS: VILAÇA INTERIORE...

REVISTA DE MARINHA COMEMO...

GRUPO DANÇAS E CANTARES A...

MUSEU BORDALO PINHEIRO IN...

MINHOTOS RUMAM A LOURES P...

MINHOTOS EM LISBOA CANTAM...

PARABÉNS, MARINHA PORTUGU...

NÃO KAHLO!

NATAL NO METRO DE LISBOA ...

GRUPO FOLCLÓRICO VERDE MI...

METROPOLITANO DE LISBOA A...

ALMOÇO DE NATAL JUNTA EM ...

MINHOTOS RUMAM A LOURES P...

RUI AGUILAR CERQUEIRA VAI...

METRO DE LISBOA ACOLHE O ...

“FIREFLIES” - O AMOR SEGU...

STEVE TILSTON ATUA AO VIV...

ALMADA REALIZA MERCADO DE...

JOSÉ RIBEIRO E CASTRO FOI...

CGTP DEFENDE REFORMA AOS ...

PAN QUER TRANSFORMAR CANT...

DISCURSO DO COORDENADOR-G...

PAI NATAL PERCORRE LISBOA...

CONGRESSO DO BOMBO REÚNE ...

MINHOTOS EM LOURES CANTAM...

ALFRAGIDE FOI AOS FADOS

BANDAS DE MÚSICA DE TODO ...

BANDAS FILARMÓNICAS DE TO...

PAULO DUQUE É O NOVO PRES...

MÄBU MARCAM ESTREIA EM PO...

COMUNICADO DO PAN SOBRE O...

BANDAS FILARMÓNICAS DESFI...

MOVIMENTO 1º DE DEZEMBRO ...

PAN NÃO QUER CIRCO COM AN...

SINTRA: NAS MERCÊS CONTIN...

PAN LEVA A DEBATE NO PARL...

COCA-COLA ASSINALA 40 ANO...

MOVIMENTO 1º DE DEZEMBRO ...

BANDAS FILARMÓNICAS DESFI...

PAN VOTA FAVORAVELMENTE O...

LOURES VIRA CAPITAL DO FO...

MINHOTOS RUMAM A LOURES P...

PONTE DE LIMA LEVA A LOUR...

RUI AGUILAR CERQUEIRA VAI...

SARGENTO APRESENTA-SE CO...

PAN ESTÁ PREOCUPADO COM N...

FESTIVAL DA MÁSCARA IBÉRI...

arquivos

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

tags

todas as tags

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds