Blogue de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes de Lisboa e arredores

Quinta-feira, 26 de Maio de 2016
ATOR MANUEL JOÃO VIEIRA ESTÁ EM FILMAGENS NO PARQUE EDUARDO VII

O ator Manuel João Vieira encontra-se neste momento em sessão de filmagens no topo do Parque Eduardo VII para a realização de mais um trabalho de ficção.

Amarrado a um candeeiro público e com os pés bem assentes numa papeleira, o ator incarna a personagem bíblica do ladrão que foi crucificado junto a Jesus Cristo, fazendo adivinhar mais uma sátira política inspirada nos evangelhos.

Numerosos populares aproximam-se com curiosidade para assistir à cena bizarra que está a ser rodada, contribuindo para a grande afluência de público a realização de mais uma edição da Feira do Livro de Lisboa, a escassas dezenas de metros daquele local.

ManuelJ.Vieira 003



publicado por Carlos Gomes às 18:10
link do post | favorito

Quinta-feira, 28 de Abril de 2016
RIO DE MOURO ORGANIZA CONFERÊNCIAS DO CASINO



publicado por Carlos Gomes às 10:51
link do post | favorito

Quarta-feira, 17 de Fevereiro de 2016
MUSEU BORDALO PINHEIRO ORGANIZA TERTÚLIA SOBRE MODERNISMO E HUMOR GRÁFICO

Tertúlia Modernismo e Humor Gráfico | Museu Bordalo Pinheiro | 18 de fevereiro, 19h

O Museu Bordalo Pinheiro leva a efeito a 2ª tertúlia no âmbito da exposição Luís Filipe e a Farsa da Vida, agora sobre Modernismo e Humor Gráfico, com Osvaldo de Sousa (Historiador do humor e da caricatura) e o cartoonista Rui Pimentel.

João Carlos Oliveira vai também apresentar a disponibilização em linha do jornal A Farça (1909-10), que Luís Filipe dirigiu e que um foi dos primeiros a publicar desenhos Modernistas em Portugal. Já a pode espreitar em: 

http://hemerotecadigital.cm-lisboa.pt/Periodicos/AFarsa/AFarsa.htm

No dia 18, 5ª feira, às 7 da tarde, no Museu Bordalo Pinheiro

 



publicado por Carlos Gomes às 20:45
link do post | favorito

Sábado, 3 de Outubro de 2015
MORREU JOSÉ VILHENA, UM DOS MAIORES CARICATURISTAS PORTUGUESES DO SÉCULO XX

Faleceu hoje aos 88 anos de idade o famoso caricaturista, pintor, escritor e humorista José Vilhena. Portugal acaba de perder um dos seus mais notáveis cartoonistas e um dos maiores editores de imprensa satírica.

Ficou célebre pela sua crítica mordaz através da revista “Gaiola Aberta” que, desde o 25 de abril de 1974, publicou durante largos anos, satirizando a sociedade da época, valendo-lhe a perseguição e vários processos em tribunal, alguns dos quais movidos por personalidades estrangeiras como a princesa Carolina, do Mónaco.

Mas não foi apenas após a instauração da democracia que José Vilhena conheceu a perseguição em consequência da publicação dos seus desenhos e textos humorísticos. Ele viu os seus livros serem proibidos pelo anterior regime, por indicação da própria Direcção-Geral de Segurança (DGS), levando-o por três vezes à prisão. Não obstante, nessa época publicou cerca de 70 livros, os quais acabavam por ser vendidos clandestinamente.

José Vilhena colaborou ainda com diversas publicações como o “Diário de Lisboa”, “Cara Alegre”, “O Mundo que Ri” do qual foi um dos seus fundadores. Para além da já citada “Gaiola Aberta”, editou também as revistas humorísticas “O Fala Barato”, “O Cavaco” e, mais recentemente, “O Moralista”.

José Alfredo de Vilhena Rodrigues nasceu em Figueira de Castelo Rodrigo. Frequentou arquitetura na Escola de Belas-Artes do Porto e veio mais tarde a fixar-se em Lisboa onde se notabilizou pela sua veia humorística e satírica. Convém sublinhar que a Imprensa em Portugal tem sido particularmente pobre no que respeita à edição de jornais satíricos, quer por falta de talentos como ainda pela notória dificuldade que as figuras públicas sentem em lidar com a crítica, sobretudo quando esta é condimentada com o riso. A decadência do teatro de revista à portuguesa e o desinteresse pela recuperação do Parque Mayer, em Lisboa, são disso um evidente exemplo.



publicado por Carlos Gomes às 19:24
link do post | favorito

Segunda-feira, 18 de Maio de 2015
PENELA LEVA HUMOR AO PALÁCIO DE S. BENTO



publicado por Carlos Gomes às 11:57
link do post | favorito

Terça-feira, 9 de Dezembro de 2014
MUSEU BORDALO PINHEIRO REALIZA TERTÚLIA RISOTTO MA NON TROPPO

Tertúlia RISOTTO MA NON TROPPO | Museu Bordalo Pinheiro |

Amanhã, às 19 horas

O Museu Bordalo Pinheiro vai encerrar o primeiro ciclo de tertúlias Humor, Desenho e Gastronomia com Augusto Cid, que acompanhou com os seus desenhos alguns dos mais complicados anos da vida política portuguesa até aos nossos dias e a sua filha Mónica Cid, arquiteta e professora - e ativista - de desenho.

Já sabe: 4a feira, dia 10, às 7 da tarde, no Museu Bordalo Pinheiro.

unnamed (1)



publicado por Carlos Gomes às 20:38
link do post | favorito

Segunda-feira, 1 de Dezembro de 2014
MUSEU BORDALO PINHEIRO REALIZA TERTÚLIA SOBRE HUMOR, DESENHO E GASTRONOMIA

 



publicado por Carlos Gomes às 21:43
link do post | favorito

Segunda-feira, 24 de Novembro de 2014
MUSEU BORDALO PINHEIRO APRESENTA CICLO DE TERTÚLIAS HUMOR, DESENHO E GASTRONOMIA

No âmbito da exposição Bordalo à Mesa

Entrada Gratuita

Galeria do Museu Bordalo Pinheiro

Campo Grande, 382 - Lisboa

unnamed (3)

O Museu Bordalo Pinheiro apresenta o Ciclo de Tertúlias Humor, Desenho e Gastronomia, no âmbito da exposição Bordalo à Mesa, comissariado por Eduardo Salavisa e Rita Pires dos Santos. Teremos a participação de diversos convidados ligados à ilustração, jornalismo, desenho, entre outros, promovendo o diálogo em torno do humor, desenho e da gastronomia, conforme o seguinte programa:

26 de novembro às 19h, quarta-feira

Quem conta as histórias da nossa comida?

Alexandra Prado Coelho (Jornalista)

3 de dezembro às 19h, quarta-feira

Uma viagem desenhada pela América Latina

Eduardo Salavisa (Aquele que desenha)

10 de dezembro às 19h, quarta-feira

Risotto ma non troppo

Augusto Cid e Mónica Cid (Ilustradores)

A exposição BORDALO À MESA incide na obra multifacetada de Rafael Bordalo Pinheiro, espelhando o seu gosto por estar à mesa e apreciar a boa gastronomia. Mas também regista a dieta alimentar, a culinária, os espaços de consumo e a etiqueta à mesa, do último quartel de Oitocentos.

No desenho, pintura e cerâmica de Rafael Bordalo, estão representados os alimentos e as bebidas que se compravam, do tradicional mercado de rua até aos armazéns de víveres. O artista concebeu rótulos, embalagens e, sobretudo, anúncios que publicava nos seus jornais. Registou hábitos alfacinhas de “ida às hortas” provar petiscos e, também, à mesa do café ou do restaurante de chef, homenageando João da Mata. Não esqueceu os espaços domésticos, a cozinha e o seu fogareiro, ou a mesa da casa de jantar.

A gastronomia serviu para inúmeras metáforas de crítica política. Expressões como “castanha da boa”, “caldo entornado”, “desaguisado”, “escamado” são reforçadas pelo desenho, resultando num humor hilariante. Caso à parte é o prato de “carneiro com batatas”, apontando estratégias eleitorais. A metáfora social está na denúncia dos excessos alimentares, em particular do bêbado, ou é sintetizada nos figurinos para teatro, paradigmaticamente no efeminado “pêssego” e na cocotte “ceia”.

Dos banquetes de homenagem não só deu notícia, como os decorou e compôs graficamente menus, caricaturando afetuosamente os convivas e autorrepresentando-se, entre objetos sobredimensionados da culinária e da mesa, suscitando o humor.

Galeria do Museu Bordalo Pinheiro - Campo Grande, 382, Lisboa | Tel. 21 817 06 71 |museu.bordalopinheiro@cm-lisboa.pt



publicado por Carlos Gomes às 20:36
link do post | favorito

Terça-feira, 18 de Novembro de 2014
MUSEU BORDALO PINHEIRO PROMOVE CICLO DE TERTÚLIAS SOBRE HUMOR, DESENHO E GASTRONOMIA

No âmbito da exposição Bordalo à Mesa

Entrada Gratuita

Galeria do Museu Bordalo Pinheiro

Campo Grande, 382 - Lisboa

unnamed.jpg 

O Museu Bordalo Pinheiro apresenta o Ciclo de Tertúlias Humor, Desenho e Gastronomia, no âmbito da exposição Bordalo à Mesa, comissariado por Eduardo Salavisa e Rita Pires dos Santos. Teremos a participação de diversos convidados ligados à ilustração, jornalismo, desenho, entre outros, promovendo o diálogo em torno do humor, desenho e da gastronomia, conforme o seguinte programa:

11 de novembro às 19h, terça-feira

Os Urban Sketchers em Parati

Nelson Paciência, André Duarte Baptista e João Catarino

19 de novembro às 19h, quarta-feira

Ilustrar é como empratar

Nuno Saraiva (Ilustrador)

22 de novembro às 18h, sábado

Lançamento do livro “Diários de Viagem 2. Desenhadores-Viajantes”, de Eduardo Salavisa (Quimera Editores). 30 viagens desenhadas por vários autores

26 de novembro às 19h, quarta-feira

Quem conta as histórias da nossa comida?

Alexandra Prado Coelho (Jornalista)

3 de dezembro às 19h, quarta-feira

Uma viagem desenhada pela América Latina

Eduardo Salavisa (Aquele que desenha)

10 de dezembro às 19h, quarta-feira

Risotto ma non troppo

Augusto Cid e Mónica Cid (Ilustradores)

A exposição BORDALO À MESA incide na obra multifacetada de Rafael Bordalo Pinheiro, espelhando o seu gosto por estar à mesa e apreciar a boa gastronomia. Mas também regista a dieta alimentar, a culinária, os espaços de consumo e a etiqueta à mesa, do último quartel de Oitocentos.

No desenho, pintura e cerâmica de Rafael Bordalo, estão representados os alimentos e as bebidas que se compravam, do tradicional mercado de rua até aos armazéns de víveres. O artista concebeu rótulos, embalagens e, sobretudo, anúncios que publicava nos seus jornais. Registou hábitos alfacinhas de “ida às hortas” provar petiscos e, também, à mesa do café ou do restaurante de chef, homenageando João da Mata. Não esqueceu os espaços domésticos, a cozinha e o seu fogareiro, ou a mesa da casa de jantar.

A gastronomia serviu para inúmeras metáforas de crítica política. Expressões como “castanha da boa”, “caldo entornado”, “desaguisado”, “escamado” são reforçadas pelo desenho, resultando num humor hilariante. Caso à parte é o prato de “carneiro com batatas”, apontando estratégias eleitorais. A metáfora social está na denúncia dos excessos alimentares, em particular do bêbado, ou é sintetizada nos figurinos para teatro, paradigmaticamente no efeminado “pêssego” e na cocotte “ceia”.

Dos banquetes de homenagem não só deu notícia, como os decorou e compôs graficamente menus, caricaturando afetuosamente os convivas e autorrepresentando-se, entre objetos sobredimensionados da culinária e da mesa, suscitando o humor.

Galeria do Museu Bordalo Pinheiro - Campo Grande, 382, Lisboa | Tel. 21 817 06 71 |museu.bordalopinheiro@cm-lisboa.pt



publicado por Carlos Gomes às 12:03
link do post | favorito

Segunda-feira, 10 de Novembro de 2014
MUSEU BORDALO PINHEIRO INICIA NOVO CICLO DE TERTÚLIAS SOBRE HUMOR, DESENHO E GASTRONOMIA

O Museu Bordalo Pinheiro inicia amanhã, às 7 da tarde, um novo ciclo de tertúlias HUMOR, DESENHO E GASTRONOMIA, à volta da exposição Bordalo à Mesa, comissariada por Eduardo Salavisa e Rita  Pires dos Santos.

Desta vez é sobre desenho: Os Urban Sketchers em Parati, com Nelson Paciência, André Duarte Baptista e João Catarino.

tertúlia Bordalo À Mesa 11 nov

tertulias HDG geral



publicado por Carlos Gomes às 20:03
link do post | favorito


mais sobre mim
pesquisar
 
Outubro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9


23
24
25
26
27
28

29
30
31


posts recentes

ATOR MANUEL JOÃO VIEIRA E...

RIO DE MOURO ORGANIZA CON...

MUSEU BORDALO PINHEIRO OR...

MORREU JOSÉ VILHENA, UM D...

PENELA LEVA HUMOR AO PALÁ...

MUSEU BORDALO PINHEIRO RE...

MUSEU BORDALO PINHEIRO RE...

MUSEU BORDALO PINHEIRO AP...

MUSEU BORDALO PINHEIRO PR...

MUSEU BORDALO PINHEIRO IN...

arquivos

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

tags

todas as tags

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds