Blogue de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes de Lisboa e arredores

Segunda-feira, 26 de Junho de 2017
FOLKLOURES'17: MADEIRENSES DANÇAM O BAILINHO EM LOURES

O Grupo de Danças e Cantares da Madeira vai no próximo dia 1 de Julho participar no FolkLoures’17 – Encontro de Culturas, uma grandiosa iniciativa de cariz tradicional organizada pelo Grupo Folclórico Verde Minho em colaboração com a Câmara Municipal de Loures, a ter lugar por ocasião das festas do concelho de Loures.

15669943_kl80v (1).jpeg

Trata-se de um evento que privilegia o folclore da região saloia e ainda de todo o país e das comunidades que constituem actualmente o mosaico social e cultural da região, contribuindo para a inclusão e a promoção da paz entre os povos através do encontro das suas culturas tradicionais.

Constituído há mais de três décadas por madeirenses radicados na região de Lisboa, este grupo folclórico está sediado no vizinho concelho da Amadora e é o único que no continente representa os usos e costumes tradicionais das gentes do Arquipélago da Madeira, actualmente constituída como Região Autónoma.

Além do Grupo de Danças e Cantares da Madeira, a edição deste ano do FolkLoures vai contar com a participação do Grupo de Zés Pereiras Os Baionenses - Baião, Grupo Coral Os Ceifeiros de Cuba – Alentejo; Grupo Folclórico O Cancioneiro de Ovar – Beira Litoral; Grupo Etnográfico Danças e Cantares da Nazaré – Estremadura; Rancho da União Cultural e Folclórica da Bobadela – Estremadura / Região Saloia; Associação Tira-me da Rua (ATR) – Brasil; Associatia Miorita Portugalia – Moldávia e, naturalmente, o anfitrião Gupo Folclórico e Etnográfico Verde Minho – Minho.

Cartaz corretoVMinho.jpg



publicado por Carlos Gomes às 23:01
link do post | favorito

Segunda-feira, 22 de Maio de 2017
MADEIRENSES LEVAM O BAILINHO AO FOLKLOURES’17

O Grupo de Danças e Cantares da Madeira vai no próximo dia 1 de Julho participar no FolkLoures’17 – Encontro de Culturas, uma grandiosa iniciativa de cariz tradicional organizada pelo Grupo Folclórico Verde Minho em colaboração com a Câmara Municipal de Loures, a ter lugar por ocasião das festas do concelho de Loures. Trata-se de um evento que privilegia o folclore da região saloia e ainda de todo o país e das comunidades que constituem actualmente o mosaico social e cultural da região, contribuindo para a inclusão e a promoção da paz entre os povos através do encontro das suas culturas tradicionais.

15669943_kl80v (1).jpeg

Constituído há mais de três décadas por madeirenses radicados na região de Lisboa, este grupo folclórico está sediado no vizinho concelho da Amadora e é o único que no continente representa os usos e costumes tradicionais das gentes do Arquipélago da Madeira, actualmente constituída como Região Autónoma.

Além do Grupo de Danças e Cantares da Madeira, a edição deste ano do FolkLoures vai contar com a participação do Grupo Coral Os Ceifeiros de Cuba – Alentejo, do Grupo Folclórico O Cancioneiro de Ovar – Beira Litoral e ainda com representações da Estremadura, Brasil e Moldávia que divulgaremos oportunamente, para além do anfitrião Grupo Folclórico Verde Minho.

Cartaz2017Novo.jpg



publicado por Carlos Gomes às 22:23
link do post | favorito

Quarta-feira, 10 de Maio de 2017
FOLKLOURES: MADEIRA DANÇA O BAILINHO EM LOURES

O Grupo de Danças e Cantares da Madeira vai no próximo dia 1 de Julho participar no FolkLoures’17 – Encontro de Culturas, uma grandiosa iniciativa de cariz tradicional organizada pelo Grupo Folclórico Verde Minho em colaboração com a Câmara Municipal de Loures, a ter lugar por ocasião das festas do concelho de Loures. Trata-se de um evento que privilegia o folclore da região saloia e ainda de todo o país e das comunidades que constituem actualmente o mosaico social e cultural da região, contribuindo para a inclusão e a promoção da paz entre os povos através do encontro das suas culturas tradicionais.

15669943_kl80v (1).jpeg

Constituído há mais de três décadas por madeirenses radicados na região de Lisboa, este grupo folclórico está sediado no vizinho concelho da Amadora e é o único que no continente representa os usos e costumes tradicionais das gentes do Arquipélago da Madeira, actualmente constituída como Região Autónoma.

Além do Grupo de Danças e Cantares da Madeira, a edição deste ano do FolkLoures vai contar com a participação do Grupo Coral Os Ceifeiros de Cuba – Alentejo, do Grupo Folclórico O Cancioneiro de Ovar – Beira Litoral e ainda com representações da Estremadura, Brasil e Moldávia que divulgaremos oportunamente, para além do anfitrião Grupo Folclórico Verde Minho.

Cartaz2017Novo.jpg



publicado por Carlos Gomes às 09:41
link do post | favorito

Segunda-feira, 20 de Março de 2017
BOLSA DE TURISMO DE LISBOA: A MADEIRA É UM JARDIM!

A Região Autónoma da Madeira constituiu a região de turismo com melhor representação na edição deste ano da Bolsa de Turismo de Lisboa. Aliás, na senda daquilo que já nos vem habituando de anos anteriores.

CX8A6750 (1).JPG

A criatividade e inovação, o colorido vivo e alegre, a mostra de paladares e a beleza e simpatia das jovens no acolhimento dos visitantes fizeram da representação madeirense um autêntico festival a apelar aos cinco sentidos.

O simulador no carro de cesto da Madeira constituiu uma das novidades dignas de nota. Mas, apesar do recurso às novas tecnologias, não faltaram os bordados a serem executados no local pela bordadeira madeirense, a arte do vime sugestivamente apresentada sob a forma de saiote estilizado pelas simpáticas meninas e, entre a diversificada doçaria e licores da região, a tão apreciada poncha que atrai sempre os visitantes.

O turismo da Região Autónoma da Madeira tem a capacidade de inovar sempre os temas e os cenários, não repetindo modelos anteriores nem ficando refém de métodos de divulgação desactualizados como a singela distribuição de folhetos.

Registe-se ainda que esta representação teve a honra de receber no dia de abertura a visita do Presidente do Governo da Região Autónoma da Madeira, Dr. Miguel Albuquerque, um exemplo que bem poderia ser seguido nomeadamente pelos autarcas de outras regiões aos respectivos stands das Entidades Regionais de Turismo. Mas, também a dimensão desproporcionada de algumas delas justifique alguma indiferença e desinteresse…

Fotos: Manuel Santos

CX8A6755 (1).JPG

 CX8A6591 (1).JPG

CX8A6592 (1).JPG

CX8A6596 (1).jpg

CX8A6597.JPG

CX8A6598.JPG

CX8A6747.JPG

CX8A6748.jpg

CX8A6751.JPG

CX8A6752.JPG

 



publicado por Carlos Gomes às 11:42
link do post | favorito

Domingo, 19 de Março de 2017
LOURES VIRA CAPITAL INTERNACIONAL DO FOLCLORE NA REGIÃO SALOIA

O Folclore contribui para o conhecimento mútuo, paz e amizade entre os povos

A edição deste ano do FolkLoures’17 – Encontro de Culturas, vai ter o seu início no dia 24 de Junho com a realização de uma exposição e de uma palestra, prolongando-se durante toda a semana até ao dia 1 de Julho, altura em que tem lugar o espectáculo de culturas tradicionais.

FOLKLOURES'16 260

Trata-se de uma grandiosa iniciativa de cariz tradicional organizada pelo Grupo Folclórico Verde Minho em colaboração com a Câmara Municipal de Loures, a ter lugar por ocasião das festas do concelho de Loures. Este evento privilegia o folclore da região saloia e ainda de todo o país e das comunidades que constituem actualmente o mosaico social e cultural da região, contribuindo para a inclusão e a promoção da paz entre os povos através do encontro das suas culturas tradicionais.

Mais do que qualquer outra manifestação de índole cultural e desportiva, é o Folclore a forma de expressão cultural que melhor contribui para a paz entre os povos, no respeito das suas diferenças e identidade.

Cartaz2017Novo.jpg

O programa do FolkLoures’17 é o seguinte:

FOLKLOURES'17 - Encontro de Culturas

PROGRAMA

Dia 24 de Junho

- 16 horas. Inauguração da Exposição "Carroças da Região Saloia". Museu Municipal de Loures.

A exposição está patente ao público, até ao dia 1 de Julho, das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00 (Excepto à Segunda-feira)

Entrada gratuita

- 16h30 horas. Palestra sobre "Usos e Costumes tradicionais da Região Saloia", pela Dr.ª Ana Paula de Sousa Assunção, a ter lugar no Auditório do Museu do Museu Municipal de Loures, com passagem pela exposição das Carroças.

Dia 1 de Julho

- 16 horas. Feira de artesanato. Abertura de tasquinhas

- 20 horas. Espetáculo de folclore e recriações da cultura tradicional

- 24 horas. Sessão de encerramento com fogo-de-artifício

GRUPOS PARTICIPANTES

Associação Tira-me da Rua (ATR) – Brasil

Grupo Coral Os Ceifeiros de Cuba - Baixo Alentejo

Gupo Folclórico e Etnográfico Verde Minho – Minho

Grupo Folclórico “O Cancioneiro de Ovar” – Beira Litoral

Grupo Etnográfico Danças e Cantares da Nazaré – Estremadura

Associatia Miorita Portugalia – Moldávia

Rancho da União Cultural e Folclórica da Bobadela – Estremadura / Região Saloia

Grupo de Danças e Cantares da Madeira – Madeira

12999062_12-dig (30) (1).jpg

MUSEU MUNICIPAL DE LOURES EXPÕE “CARROÇAS DA REGIÃO SALOIA”

O Museu Municipal de Loures participa no FolkLoures’17 com a realização de uma exposição subordinada ao tema “Carroças da Região Saloia”, a ter lugar nas instalações do próprio museu, com inauguração prevista no dia 24 de Junho, pelas 16 horas. A exposição tem entrada gratuita e ficará patente ao público, até ao dia 1 de Julho, das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00 (Excepto à Segunda-feira).

O Museu Municipal de Loures encontra-se instalado na Quinta do Conventinho, sita na Estrada Nacional, 8, em Santo António dos Cavaleiros, a escassos 4 quilómetros de Loures, um edifício conventual contruído na segunda metade do século XVI.

Constituído em 26 de julho de 1998, o Museu encontra-se instalado no 13.º convento dos frades franciscanos da Província de Santa Maria da Arrábida, apresentaposições de  exposições de temática arqueológica e etnográfica, com o intuito de dar a conhecer a realidade e a vivência das populações rurais do município de Loures, assim como a sua história. Possui duas salas de exposições, oficinas, reservas visitáveis, um centro de documentação especializado em história local, loja, cafetaria com esplanada, parque de estacionamento e acesso para pessoas com mobilidade reduzida.

foto romenia (1).jpg

HISTORIADORA ANA PAULA ASSUNÇÃO PROFERE PALESTRA SOBRE “USOS E COSTUMES DA REGIÃO SALOIA”

A Historiadora e Museóloga Prof. Doutora Ana Paula de Sousa Assunção subordinada ao tema “Usos e Costumes Tradicionais da Região Saloia”, a ter lugar no Auditório do Museu do Museu Municipal de Loures, no dia 24 de Junho, pelas 16h30. A iniciativa insere-se no programa do FolkLoures’17 – Encontro de Culturas que se prolonga até ao dia 1 de Julho, altura em que tem lugar um grandioso festival de cultura tradicional no Parque da Cidade, em Loures.

A Prof. Doutora Ana Paula de Sousa Assunção é historiadora e museóloga, Mestre em História Regional e Local pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. É autora de programas museológicos, reformulações de programas e criação de serviços inovadores. Conceção científica do Centro UNESCO A casa da terra. Comissária de exposições de vária índole com museografia de inclusão e género.

Tem como áreas científicas preferenciais a História Local, Saúde, Património industrial (com destaque para Fábrica de Loiça de Sacavém, Oliveira Rocha/Oliveira do Bairro), Património Cultural Imaterial, Património Religioso /obra de arte total – Cripto -história. Exerceu voluntariado na Igreja Matriz de Bucelas com descobertas de cariz científico sobre entalhador, Francisco Lopes. (Artigo no prelo). Musealização da Igreja e interpretação dos espaços em visitas.

Pelo seu trabalho, tem recebido várias distinções de Mérito Cultural e Prémios no campo da Museologia a nível nacional e internacional.

O FolkLoures apresenta um programa cultural rico e diversificado que, sob o impulso e capacidade organizativa do Rancho Folclórico Verde Minho, catapulta o concelho de Loures para a ribalta da cultura tradicional portuguesa.

11990453_1704674056423198_4190839433383492462_n.jpg

1011304_571855422867079_560564853_n (1).jpg

15669943_kl80v (1).jpeg

12540961_136845383358170_7679897381605889880_n (2).jpg

14264885_1155472347866155_2807760375958106450_n (1).jpg

969870_209986322489112_234369670_n.jpg

779526635499309 (1).jpg



publicado por Carlos Gomes às 22:12
link do post | favorito

Segunda-feira, 6 de Março de 2017
MADEIRENSES LEVAM O BAILINHO AO FOLKLOURES’17

O Grupo de Danças e Cantares da Madeira vai no próximo dia 1 de Julho participar no FolkLoures’17 – Encontro de Culturas, uma grandiosa iniciativa de cariz tradicional organizada pelo Grupo Folclórico Verde Minho em colaboração com a Câmara Municipal de Loures, a ter lugar por ocasião das festas do concelho de Loures. Trata-se de um evento que privilegia o folclore da região saloia e ainda de todo o país e das comunidades que constituem actualmente o mosaico social e cultural da região, contribuindo para a inclusão e a promoção da paz entre os povos através do encontro das suas culturas tradicionais.

15669943_kl80v (1).jpeg

Constituído há mais de três décadas por madeirenses radicados na região de Lisboa, este grupo folclórico está sediado no vizinho concelho da Amadora e é o único que no continente representa os usos e costumes tradicionais das gentes do Arquipélago da Madeira, actualmente constituída como Região Autónoma.

Além do Grupo de Danças e Cantares da Madeira, a edição deste ano do FolkLoures vai contar com a participação do Grupo Coral Os Ceifeiros de Cuba – Alentejo, do Grupo Folclórico O Cancioneiro de Ovar – Beira Litoral e ainda com representações da Estremadura, Brasil e Moldávia que divulgaremos oportunamente, para além do anfitrião Grupo Folclórico Verde Minho.

Cartaz2017Novo.jpg



publicado por Carlos Gomes às 10:45
link do post | favorito

Quinta-feira, 25 de Agosto de 2016
ANAF'S AJUDA POPULAÇÃO DA MADEIRA

Numa operação conjunta da Sede Nacional, através da Coordenação de Operações Humanitárias da ANAFS e do Delegado Regional da Madeira da ANAFS desenvolveu-se, numa primeira fase, uma intervenção humanitária tendente a apoiar 10 famílias tipo mediterrânico (1 casal, 2 descendentes e 1 ascendente) vítimas dos incêndios que assolaram a Madeira,  m Agosto último,com conjuntos de roupa (familiar e individual).

anafsmadeira (1).jpg

A acção foi articulada entre a Secretaria Regional de Inclusão e Acção Social da Madeira, o Delegado Regional da Madeira da ANAFS e o Coordenador de Operações Humanitárias da ANAFS permitindo, com o auxílio da JUNTA DE FREGUESIA DE ALCANTARA, o trasitário BITRANLIS e da empresa ROMÃOIBÉRiCA, enviar três metros cùbicos com 498 Kg. de material acondicionado em 12 caixas de 240 litros cada uma.

A distribuição dos items será realizada pela DELEGAÇÃO DA MADEIRA DA CVP em coordenação com o Delegado Regional da Madeira da ANAFS, Dr. Nelson Bettencour.

A ANAFS manter-se-à, como até aqui, à disposição da Secretaria Regional de Inclusão e Acção Social para outras solicitações que lhe venham a ser feitas.



publicado por Carlos Gomes às 20:49
link do post | favorito


mais sobre mim
pesquisar
 
Julho 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9

22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


posts recentes

FOLKLOURES'17: MADEIRENSE...

MADEIRENSES LEVAM O BAILI...

FOLKLOURES: MADEIRA DANÇA...

BOLSA DE TURISMO DE LISBO...

LOURES VIRA CAPITAL INTER...

MADEIRENSES LEVAM O BAILI...

ANAF'S AJUDA POPULAÇÃO DA...

arquivos

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

tags

todas as tags

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds