Blogue de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes de Lisboa e arredores

Terça-feira, 16 de Maio de 2017
MOITA: "O BOA VIAGEM" INICIA ÉPOCA DE PASSEIOS NO TEJO

“O Boa Viagem” inicia época de passeios no Tejo

Tem início a 20 de maio a época fluvial 2017 do varino municipal “O Boa Viagem”. Até novembro, a embarcação municipal dará um colorido especial à zona ribeirinha do concelho da Moita, voltando a proporcionar momentos memoráveis a todos os visitantes que o procurem. 

Varino O Boa Viagem.jpg

A época começa com um passeio fluvial de três horas, entre a Moita, Rosário e a Base Aérea do Montijo, no dia 20 de maio, entre as 9:30h e as 12:30h. Para o mês de maio, estão ainda marcados passeios pelo Tejo para os dias 27, entre as 15:30h e as 18:30h, com o mesmo percurso, e 30 de maio, entre as 8:30h e as 18:00h, entre a Moita, Santa Apolónia, Alcântara, Belém (paragem) e Moita.

Embarque nesta aventura e venha desfrutar da paisagem e conhecer a história desta embarcação única que é um ex-líbris do concelho da Moita. As opções para realizar passeios são muitas e, por isso, só tem de escolher a data que mais lhe convém e adquirir o seu bilhete no Posto de Turismo Municipal (Rua Machado Santos, n.º 35), na Moita, ou reservá-lo através do T: 210852340.

O preço dos bilhetes, para os passeios de três horas é de 2 euros para crianças entre os 6 e 12 anos e 3,99 euros, para adultos, sendo que as crianças até aos 6 anos têm entrada gratuita. Para os passeios de dia inteiro o preço é de 3,32 euros, para crianças dos 6 aos 12 anos e 6,63 euros, para adultos.

Consulte o calendário completo da época fluvial 2017 do varino municipal “O Boa Viagem” em www.cm-moita.pt.



publicado por Carlos Gomes às 14:59
link do post | favorito

Quinta-feira, 16 de Fevereiro de 2017
PAN QUESTIONA GOVERNO SOBRE POLÉMICA DA POLUIÇÃO DO RIO TEJO
  • Apoio à Manifestação pacífica contra a passividade governamental, dia 4 de Março, pelas 15h00, junto ao cais de Vila Velha de Rodão
  • Interesses industriais continuam a sobrepor-se ao bem-estar das populações e regiões
  • Perceber como pode o parlamento contribuir para medidas adicionais às que já foram identificadas

No âmbito da ação cívica que volta a expor o que há muitos anos vem acontecendo no Rio Tejo, o PAN – Pessoas – Animais – Natureza, acaba de solicitar informações adicionais ao Ministério do Ambiente para perceber que medidas pontuais e/ou adicionais podem ser implementadas no curto para suprir o crescendo de factos documentados de poluição no Tejo.

O Estado foi, mais uma vez, substituído pelos cidadãos, atentos, na denúncia destes crimes ambientais, comprovando que as ferramentas existentes são insuficientes para os prevenir. Esta denúncia aponta ainda que, ao contrário do apanágio governamental, que celebra a indústria da celulose como um pilar da economia nacional vemos, especialmente pelos casos já documentados, que esta indústria toma parte ativa na destruição de um ecossistema único e fulcral para inúmeras populações e regiões limítrofes.

O somatório de diversas variáveis, com muitas que se subentendem menosprezadas, como os efeitos negativos da agropecuária intensiva, levam a sociedade portuguesa a uma grande preocupação e mobilização.

Esta calamidade ambiental, uma entre tantas outras, já levou à mobilização da sociedade civil e de várias organizações ambientais (e.g. Protejo e Quercus) para no dia 4 de Março se concentrarem junto ao cais de Vila Velha de Rodão, às 15h, para uma manifestação pacífica contra a passividade governamental no que toca à gestão do Tejo Internacional.

É importante referir que esta problemática tem-se intensificado no decorrer dos anos e já levou a Assembleia da República em 2015 a aprovar por unanimidade uma resolução que claramente responsabiliza o governo a investigar profusamente as causas dos constantes atentados ambientais no Rio Tejo e a operacionalizar uma estratégia eficiente para prevenir futuros eventos da mesma estirpe.

No seguimento foi elaborado o Relatório da Comissão de Acompanhamento sobre Poluição no Rio Tejo onde são documentadas, tacitamente, as principais causas de poluição deste rio internacional, tais como as carências estatais para responder a estas crises ambientais.

Para além de perceber como pode o parlamento contribuir para medidas adicionais às que já foram identificadas, o PAN pretende ainda saber que medidas preventivas, o Ministério vai adotar, para além do plano de fiscalização de 2017, atualmente em curso, que evitem estes atentados ambientais. O partido pretende também perceber em que locais foram recolhidas as amostras do rio Tejo, em todo o mês de Fevereiro, quantas ações de monitorização da qualidade da água já foram efetuadas em 2017, onde se localizam as estações de amostragem em todo o rio Tejo, se as ações se realizaram antes ou depois das denúncias públicas e se o Governo reconhece a necessidade de se alocar mais recursos financeiros, materiais ou mesmo humanos às entidades fiscalizadoras locais e regionais. Por fim, o PAN pretende saber se o Ministério tem conhecimento de atividades suplementares no complexo da central nuclear de Almaraz que justifiquem o aumento dos níveis de trítio no rio Tejo.



publicado por Carlos Gomes às 20:35
link do post | favorito

Quarta-feira, 30 de Setembro de 2015
VARINO DA MOITA DÁ OS ÚLTIMOS PASSEIOS EM OUTUBRO

Outubro: Últimos passeios da época fluvial no Varino "O Boa Viagem"

Em outubro, o varino municipal “O Boa Viagem” continuará a dar um colorido diferente às águas do Tejo. Os passeios nesta embarcação típica do Tejo decorrem durante o mês de outubro, nos dias 1, das 16:30h às 19:30h, 2, das 7:00h às 19:00h, 6, das 9:00h às 12:00h, 10, das 12:30h às 15:30h, 17, das 16:30h às 19:30h, e 24, das 11:30h às 14:30h. 

Passeios no varino

Até ao final deste mês, “O Boa Viagem” promete proporcionar experiências memoráveis aos muitos visitantes que o procuram, quer individualmente, quer em grupo, em passeios de três horas ou de dia inteiro. As opções são muitas e, por isso, só tem de escolher a data que mais lhe convém e adquirir o seu bilhete no Posto de Turismo Municipal (Rua Machado Santos, n.º 35), na Moita, ou reservá-lo através do T: 210852340.

Mais informações em www.cm-moita.pt.



publicado por Carlos Gomes às 19:10
link do post | favorito

Terça-feira, 25 de Agosto de 2015
VARINO DA MOITA FAZ "BOA VIAGEM" NO RIO TEJO

Passeios no varino “O Boa Viagem” continuam a atrair visitantes

São cada vez mais os visitantes e os munícipes que usufruem dos passeios pelo rio Tejo a bordo do varino municipal “O Boa Viagem”, passando momentos únicos neste braço do Estuário, ouvindo as estórias e histórias do Mestre João Gregório e também conhecendo a fauna e flora deste concelho ribeirinho e dos concelhos limítrofes. Os passeios nesta embarcação típica do Tejo continuam em setembro, nos dias 2, das 17:00h às 20:00h, 3, das 8:00h às 20:00h, 23, das 9:30h às 12:30h, e 30, das 16:00h às 19:00h.

Passeio no varino

 

Adquira o seu bilhete no Posto de Turismo Municipal (Rua Machado Santos, n.º 35), na Moita, ou reserve-o através do T: 210852340.

Preço dos bilhetes – Passeios Fluviais de Inscrição Individual:

3 horas:

Crianças até 6 anos – gratuito

Crianças dos 6 aos 12 anos – 2 euros

Adultos: 3,99 euros

Dia Inteiro – 12 horas:

Crianças até 6 anos - gratuito

Crianças dos 6 aos 12 anos – 3,32 euros

Adultos: 6,63 euros



publicado por Carlos Gomes às 19:31
link do post | favorito

Segunda-feira, 27 de Julho de 2015
MOITA CONVIDA A PASSEAR NO RIO TEJO A BORDO DE UM VARINO

Passeios Fluviais em agosto: Varino “O Boa Viagem” continua a navegar pelo Tejo

Em agosto, estão marcados 11 passeios fluviais a bordo do varino municipal “O Boa Viagem”. Nos dias 4, 5, 6, 7, 14, 18, 19, 20, 25, 29 e 31 de agosto, esta embarcação tradicional da Câmara Municipal da Moita volta a encher de cor o rio Tejo e a proporcionar momentos únicos de lazer a todos os que usufruem destes passeios.

Passeios no varino O Boa Viagem

Consulte, em www.cm-moita.pt, os diferentes horários e a duração dos passeios e adquira o seu bilhete no Posto de Turismo Municipal (Rua Machado Santos, na Moita) ou reserve-o através do T: 210852340.

Preço dos bilhetes – Passeios Fluviais de Inscrição Individual:

3 horas:

Crianças até 6 anos – gratuito

Crianças dos 6 aos 12 anos – 2 euros

Adultos: 3,99 euros

Dia Inteiro – 12 horas:

Crianças até 6 anos - gratuito

Crianças dos 6 aos 12 anos – 3,32 euros

Adultos: 6,63 euros



publicado por Carlos Gomes às 12:49
link do post | favorito

Terça-feira, 2 de Junho de 2015
MOITA CONVIDA A PASSEAR NO RIO TEJO A BORDO DE UM VARINO

Passeios no varino “O Boa Viagem” em junho

Em junho, os passeios fluviais pelo Tejo, a bordo do varino municipal “O Boa Viagem”, estão marcados para os dias 5, das 16:00h às 19:00h, 6, das 17:00h às 20:00h, 9, das 8:00h às 20:00h, 10, das 8:30h às 11:30h, 14, das 12:30h às 15:30h, 15, das 13:30h às 17:00h, 22, das 18:00h às 21:00h, 23, das 8:00h às 20:00h, 26, das 9:30h às 12:30h, 27, das 10:30h às 13:30h, e 29, das 10:30h às 13:30h.

Passeios no varino

As opções são muitas e, por isso, só tem de escolher a data que mais lhe convém e adquirir o seu bilhete no Posto de Turismo Municipal (Rua Machado Santos, n.º 35), na Moita, ou reservá-lo através do T: 210852340.

O varino municipal “O Boa Viagem”, um ex-líbris do concelho da Moita, continua a proporcionar experiências memoráveis aos muitos visitantes que o procuram, quer individualmente, quer em grupo, em passeios de três horas ou de dia inteiro.

Até outubro, o varino municipal “O Boa Viagem” continuará a dar um colorido diferente às águas do Tejo, nos vários passeios já agendados (calendário disponível para consulta em www.cm-moita.pt.

Passeios Fluviais de Inscrição Individual

3 horas:

Crianças até 6 anos: gratuito

Crianças dos 6 aos 12 anos: 2 euros

Adultos: 3,99 euros

Dia inteiro – 12 horas:

Crianças até 6 anos: gratuito

Crianças dos 6 aos 12 anos: 3,32 euros

Adultos: 6,63 euros



publicado por Carlos Gomes às 08:56
link do post | favorito

Sexta-feira, 15 de Maio de 2015
MOITA EXPÕE ARTES DO TEJO

“Artes do Tejo. A Paga da Praia” para ver no Posto de Turismo

Até ao dia 24 de maio, o Posto de Turismo Municipal, na Moita, vai receber a exposição coletiva “Artes do Tejo. A Paga da Praia”.

Exposição A Paga da Praia

“Mal começa a primavera e os dias mais solarengos, começa a azáfama junto ao rio, com os proprietários das embarcações típicas do Tejo a prepará-las para mais uma época fluvial, partilhando os seus saberes.

O calafate Joaquim Castro, o carpinteiro José Luís Durão, o arrais Ricardo Conduto, os pintores António Dias e Francisco Moura, o ferreiro João Gregório e o artesão Luís “Rock”, entre outros amigos, vão expor a sua “alma da praia” e os seus saberes da Marinha do Tejo.

No dia 23 de maio, durante a Feira de Maio, entre as 21:00h e as 23:00h, vai ser recriado, em frente ao Posto de Turismo, o “estaleiro da nossa praia”, com a recuperação de um barco típico e a mostra de artesanato ao vivo.

A entrada é gratuita



publicado por Carlos Gomes às 11:13
link do post | favorito

Quarta-feira, 6 de Maio de 2015
VARINO “O BOA VIAGEM” VOLTA AO TEJO NA MOITA

Início da época de passeios fluviais

É já no dia 9 de maio que se inicia a época fluvial do varino municipal “O Boa Viagem”. Até outubro, “O Boa Viagem” promete experiências memoráveis aos muitos visitantes que o procuram, quer individualmente, quer em grupo, em passeios de três horas ou de dia inteiro. Neste mês de maio, estão previstos quatro passeios de três horas: dia 9, das 18:00h às 21:00h, dia 16, das 13:00h, às 16:00h, dia 27, das 9:30h às 12:30h, e no dia 30, das 12:00h às 15:00h.

Passeios no varino

Os passeios fluviais realizam-se com o número mínimo de 15 pessoas e máximo de 47. O embarque e desembarque são realizados no Cais da Moita. Os bilhetes para realização de passeios individuais podem ser adquiridos no Posto de Turismo da Câmara Municipal da Moita, na Rua Machado Santos nº 35, de segunda a sexta-feira, das 9:30h às 12:30h e das 14:00h às 18:00h.

As reservas para a realização de passeios individuais deverão ser efetuadas através do T: 210852340. Os bilhetes deverão ser levantados até oito dias antes da realização do passeio, sob pena de serem cancelados. Nestes casos, os bilhetes não confirmados passarão imediatamente para as pessoas que estão em lista de espera.

Participe e aprecie as caraterísticas únicas dos barcos típicos do Tejo e conheça o concelho da Moita de uma perspetiva diferente.

Passeios Fluviais de Inscrição Individual

3 horas:

Crianças até 6 anos: gratuito

Crianças dos 6 aos 12 anos: 2,00 euros

Adultos: 3,99 euros

Dia inteiro – 12 horas:

Crianças até 6 anos: gratuito

Crianças dos 6 aos 12 anos: 3,32 euros

Adultos: 6,63 euros

Passeios no varino 2



publicado por Carlos Gomes às 19:43
link do post | favorito

Terça-feira, 28 de Abril de 2015
LISBOA RECEBE REGATA VOLVO OCEAN RACE 2015

A apenas um mês de receber a maior regata à volta do mundo em vela, a organização da Volvo Ocean Race – Lisboa 2015 anuncia que já decorrem as montagens da Race Village que irá receber mais de 500 mil visitantes na Doca de Pedrouços entre os dias25 de maio e 7 de junho.

unnamed

Cada detalhe foi pensado pela organização com todo o cuidado para proporcionar uma experiência inesquecível ao público, aliando diversão, conforto, segurança e muita tecnologia.

Race Village foi desenhada pela Feeders, empresa nacional de arquitetura, design e engenharia responsável pela construção das diferentes estruturas do recinto de mais de 57.000 m2.

Ricardo Fulgêncio, Race Village Manager da Volvo Ocean Race – Lisboa, assegura que “toda a equipa tem sido incansável para fazer de Lisboa o melhor stopover da Volvo Ocean Race. Queremos conquistar o público português mas também toda a estrutura internacional da regata. Estamos focados em todos os detalhes — desde a decoração, às casas de banho, ao cenário do palco, aos camarotes, passando pelas inúmeras animações que irão entreter o público”.

“A Volvo Ocean Race é um evento com os melhores velejadores e que merece o melhor em tudo. Não podíamos deixar de nos associar à Feeders, uma empresa nacional de excelência que está a criar um recinto digno da grandeza da Volvo Ocean Race”, acrescenta.

A Feeders é composta por um grupo de profissionais multidisciplinares cujo propósito é alimentar as ideias daqueles que trabalham com ela de forma eficiente, inovadora e apaixonante. Tem uma vasta experiência em organização, planificação e produção dos mais diversos tipos de acontecimentos. A Feeders já teve elementos associados à produção do Rock in Rio e, mais recentemente, é responsável por todas as estruturas da NOS no festival NOS Alive.

A Volvo Ocean Race é um dos três maiores eventos náuticos mundiais e neste momento é liderada pela equipa Abu Dhabi Ocean Racing com sete pontos de vantagem sobre o segundo classificado Dongfeng Race Team. Em terceiro lugar, na tabela está o Team Brunel. Neste momento decorre a sexta etapa da prova que liga a cidade brasileira de Itajaí até Newport nos EUA. Daí os barcos partem depois para a capital portuguesa onde deverão chegar a 26 de maio.

A passagem da Volvo Ocean Race por Lisboa em 2015 representa um investimento conjunto de cerca de 4 milhões de euros da Urban Wind, empresa responsável pela organização do evento, da Câmara Municipal de Lisboa e da Administração do Porto de Lisboa. Na última edição, a Volvo Ocean Race gerou um impacto económico estimado em mais de 31 milhões de euros e recebeu cerca de 200 mil visitantes (Oficial Report Volvo Ocean Race 2012).

Sobre a Urban Wind

A Urban Wind é um consórcio de empresas totalmente nacional composto pela Urbanos e pela Boulevard. Este consórcio, criado em 2014, garantiu a passagem da Volvo Ocean Race por Lisboa para as duas próximas edições: 2014/2015 e 2017/2018.



publicado por Carlos Gomes às 23:17
link do post | favorito

Quarta-feira, 1 de Outubro de 2014
MOITA CONVIDA A PASSEAR NO TEJO A BORDO DE UM VARINO

Outubro: final de época dos passeios no varino “O Boa Viagem”

O varino municipal “O Boa Viagem” continua a navegar no Tejo até ao final do mês de outubro. Os passeios realizam-se ainda nos dias 4, das 10:30h às 13:30h, 11, das 16:00h às 19:00h, 18, das 10:30h às 13:30h, e 25 de outubro, das 15:00h às 18:00h. O embarque é efetuado no Cais da Moita.

Fonte CMMoita Passeio varino O Boa Viagem

“O Boa Viagem”, um ex-líbris do concelho da Moita, continua a proporcionar experiências memoráveis aos muitos visitantes que o procuram. Não deixe de aproveitar o final da época dos passeios fluviais a bordo desta embarcação típica do Tejo.

Reserve os seus bilhetes no Posto de Turismo Municipal (Rua Machado Santos, n.º 35), na Moita, ou através do T: 210852340.

Preço dos bilhetes:

Passeio de 3 horas

Crianças até 6 anos – gratuito

Crianças até aos 12 anos – 2,00€

Adultos – 3,99€

 



publicado por Carlos Gomes às 00:00
link do post | favorito

Quinta-feira, 28 de Agosto de 2014
MOITA PROMOVE PASSEIOS NO TEJO A BORDO DE UM VARINO

Varino “O Boa Viagem” continua a navegar no Tejo

Os passeios pelo Tejo a bordo do varino municipal “O Boa Viagem” continuam a proporcionar aos participantes a oportunidade de conhecer o concelho da Moita e os concelhos limítrofes numa perspetiva diferente, de rio para terra.

Fonte CMMoita - passeio varino

Os próximos passeios estão marcados para os dias 2 de setembro, das 8:00h às 20:00h (percurso fluvial de um dia: Moita, Rosário, Base Aérea do Montijo, Alcochete e Moita), 4 de setembro, das 9:30h às 12:30h (percurso: Moita, Rosário, Base Aérea do Montijo, Baixa da Banheira e Moita), 11 de setembro, das 16:00h às 19:00h (percurso: Moita, Rosário, Sarilhos Pequenos e Moita) e 26 de setembro, das 15:30h às 18:30h (percurso: Moita, Rosário, Esteiro Furado e Moita), com partida do Cais da Moita.

A época de passeios do varino municipal “O Boa Viagem” só termina em outubro. Por isso, não deixe de consultar o calendário de passeios agendados, em www.cm-moita.pt.

Os bilhetes podem ser adquiridos no Posto de Turismo Municipal (Rua Machado Santos, n.º 35), na Moita, ou reservados através do T: 210852340.

Preço dos bilhetes:

Passeio de 3 horas

Crianças até 6 anos – gratuito

Crianças até aos 12 anos – 2,00€

Adultos – 3,99€Passeio de um dia|12 Horas

Crianças até 6 anos – gratuito

Crianças até aos 12 anos – 3,32€

Adultos – 6,63€ Para obter declarações, entrevistas ou qualquer outra informação adicional, contacte:

Gabinete de Informação e Relações Públicas

Câmara Municipal da Moita

Tlm: 912 214 692T: 21 280 67 15

www.cm-moita.pt

www.facebook.com/cmmoita



publicado por Carlos Gomes às 11:16
link do post | favorito

Sexta-feira, 4 de Julho de 2014
MOITA ORGANIZA REGATA NO RIO TEJO



publicado por Carlos Gomes às 22:50
link do post | favorito

Quarta-feira, 25 de Junho de 2014
DESCARREGAMENTO DE MELANCIAS EM LISBOA NOS COMEÇOS DO SÉCULO XX

0001_M

A imagem data de 1912 e mostra o descarregamento de melancias no cais da Ribeira, de Lisboa, a partir de uma fragata. A foto foi produzida por Joshua Benoliel e pertence ao Arquivo Municipal de Lisboa



publicado por Carlos Gomes às 09:47
link do post | favorito

DESCUBRA AS BELEZAS DAS PAISAGENS DO RIO TEJO A BORDO DE UM VARINO

Até outubro, a Câmara Municipal da Moita desafia munícipes e visitantes a experimentar os passeios fluviais, no varino “O Boa Viagem”, para conhecer, de forma diferente, o concelho da Moita, os concelhos limítrofes e a própria embarcação típica do Tejo.

10446724_10152914534498154_6156620557859306700_n

Em junho, os passeios estão agendados para os dias 28, sábado, entre as 15:00h e as 18:00h, e 29, domingo, das 14:30h às 18:30h. O embarque e desembarque será efetuado no Cais da Moita.

Os bilhetes podem ser adquiridos no Posto de Turismo Municipal, na Rua Machado dos Santos, nº35, na Moita, de segunda a sexta-feira, durante o horário de funcionamento: 9:30h/12:30h – 14:00h/18:00h.

As reservas deverão ser efetuadas através do telefone (21 085 23 40) e os bilhetes têm de ser levantados no prazo de oito dias antes da realização do passeio. 

Consulte o calendário dos passeios fluviais no Varino “O Boa Viagem”.

Preço dos bilhetes:

Passeio de 3 horas
Crianças até 6 anos – gratuito
Crianças até aos 12 anos – 2,00€
Adultos – 3,99€

Passeio de um dia|12 Horas
Crianças até 6 anos – gratuito
Crianças até aos 12 anos – 3,32€
Adultos – 6,63€

10320592_10152914534003154_3449803174948736977_n

10482895_10152914534318154_3831332217602990454_n

Fotos: Câmara Municipal da Moita



publicado por Carlos Gomes às 00:00
link do post | favorito

Sexta-feira, 16 de Maio de 2014
O RIO TEJO, A LENDA DE SANTA IRIA E NÁBIA, DEUSA DOS RIOS E DA ÁGUA

Qual reminiscência do período visigótico, a crença pagã em Nábia – ou Nabanus – viria a dar origem na famosa lenda de Santa Iria – ou Santa Irene – cujo corpo, após o seu martírio, ficou depositado nas areias do rio Tejo junto às quais se ergueram vários locais de culto, tendo inclusive dado origem a alguns topónimos como a Póvoa de Santa Iria e, com a introdução do Cristianismo, a atribuição do seu nome à antiga Scallabis, a atual cidade de Santarém. É, pois, no rio Tejo que desaguam as águas do rio Zêzere após as ter recebido do rio Nabão cujo nome advém da deusa Nábia, deusa dos rios e da água.

Quando ocuparam a Península Ibérica à qual deram o nome de Hispânia, os romanos que à época ainda não se haviam convertido ao Cristianismo, adotaram as divindades indígenas e ampliaram o seu panteão, apenas convertendo o nome de Nábia para Nabanus, tal como antes haviam feito com os deuses da antiga Grécia.

Conta a lenda que Iria – ou Irene – nascera em Nabância, uma villae romana próxima de Sellium, a atual cidade de Tomar. Oriunda de uma família abastada, Iria veio a receber educação esmerada num mosteiro de monjas beneditinas, o qual era governado pelo seu tio, o Abade Sélio.

Dotada de beleza e inteligência, a jovem Iria atraía as atenções sobretudo dos fidalgos que disputavam entre si as suas atenções. Contava-se entre eles o jovem Britaldo que por ela alimentou uma enorme paixão. Contudo, Iria entregava-se a Deus e recusava as suas investidas amorosas.

Roído de ciúmes pela paixão de Britaldo, o monge Remígio que era o diretor espiritual de Iria, deu a beber a Iria uma mistela que lhe provocou no corpo a aparência de gravidez, provocando desse modo a sua expulsão do convento, levando-a a procurar refúgio junto do rio Nabão. Britaldo, a que entretanto chegara os rumores do ocorrido, movido por despeito, ordenou a um servo o seu assassínio.

Atirado ao rio Nabão cujas águas correm para o rio Zêzere, o corpo da mártir Iria ficou depositado nas areias do rio Tejo, aí permanecendo incorruptível para a eternidade, tendo o seu culto sido muito popular sobretudo no período do domínio visigótico.

Do nome de Irene – Santa Iria – tomou a antiga Scallabis romana o nome passando a denominar-se de Sancta Irene, daí derivando a atual designação de Santarém. Da mesma maneira que, para além de assinalar um acidente orográfico, a designação toponímica Cova da Iria deverá ter a sua origem no referido culto a Santa Iria, porventura já sob o rito moçárabe ou seja, cristão sob o domínio muçulmano embora adotando aspetos da cultura árabe.

A lenda de Santa Iria e o relacionamento com o local onde nascera ou seja, a villae romana de Nabância, remete-nos ainda para o culto de Nabia, a deusa dos rios e da água, uma das divindades mais veneradas na antiguidade na faixa ocidental da Península Ibérica ou seja, a área que atualmente corresponde a Portugal e à Galiza.

Com efeito, durante o período que antecedeu à ocupação romana, a deusa Nábia era celebrada pelos povos autóctones, tendo o seu nome sido atribuído a diversos rios como sucede com o Navia, na Galiza e o Neiva e o Nabão em Portugal. Inscrições epigráficas como as da Fonte do Ídolo, em Braga e a de Marecos, em Penafiel, atestam-nos a antiga devoção dos nossos ancestrais à deusa Nábia.

Quando ocuparam a Península Ibérica à qual deram o nome de Hispânia, os romanos que à época não se haviam convertido ainda ao Cristianismo, adotaram as divindades indígenas e ampliaram o seu panteão, apenas convertendo o nome de Nábia para Nabanus, tal como antes haviam feito com os deuses da antiga Grécia.

Qual reminiscência de antigas crenças, o culto pagão à deusa Nábia – ou Nabanus – veio a dar origem à famosa lenda de Santa Iria – ou Santa Irene – cuja invocação é particularmente celebrada em Tomar, cidade banhada pelo rio Nabão.



publicado por Carlos Gomes às 00:01
link do post | favorito

Sábado, 19 de Abril de 2014
LISBOA E TEJO NA PERSPETIVA DE ARTUR PASTOR

603567_396908597035355_805709737_n



publicado por Carlos Gomes às 02:43
link do post | favorito


mais sobre mim
pesquisar
 
Agosto 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9

15
16

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


posts recentes

MOITA: "O BOA VIAGEM" INI...

PAN QUESTIONA GOVERNO SOB...

VARINO DA MOITA DÁ OS ÚLT...

VARINO DA MOITA FAZ "BOA ...

MOITA CONVIDA A PASSEAR N...

MOITA CONVIDA A PASSEAR N...

MOITA EXPÕE ARTES DO TEJO

VARINO “O BOA VIAGEM” VOL...

LISBOA RECEBE REGATA VOLV...

MOITA CONVIDA A PASSEAR N...

MOITA PROMOVE PASSEIOS NO...

MOITA ORGANIZA REGATA NO ...

DESCARREGAMENTO DE MELANC...

DESCUBRA AS BELEZAS DAS P...

O RIO TEJO, A LENDA DE SA...

LISBOA E TEJO NA PERSPETI...

arquivos

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

tags

todas as tags

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds