Blogue de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes de Lisboa e arredores

Quinta-feira, 22 de Junho de 2017
LAURA RUA, A MORDOMA QUE FIGURA NO CARTAZ DA ROMARIA DA SENHORA D’AGONIA, DESFILA EM LISBOA NA FEIRA INTERNACIONAL DE ARTESANATO

A bonita mordoma que foi este ano escolhida para figurar no cartaz oficial da Romaria em Honra de Nossa Senhora d’Agonia, em Viana do Castelo, vai estar presente no próximo sábado na Feira Internacional de Artesanato – FIA que se realiza nas instalações da FIL, no Parque das Nações, em Lisboa.

19248057_1062490830549230_4083199158688759954_n (1).jpg

Viana do Castelo vai trazer a este evento uma amostra da grande romaria e, como tal, não podia dispensar a presença da mordoma que figura no próprio cartaz.

A sua presença vai certamente contar com o apoio e carinho de muitos minhotos que irão deslocar-se ao certame, tanto mais que integra o Grupo Etnográfico Danças e Cantares do Minho e é sobejamente conhecida no meio folclórico minhoto na região de Lisboa.

Cartaz D'Agonia 2017 (3).jpg



publicado por Carlos Gomes às 16:49
link do post | favorito

FEIRA INTERNACIONAL DE ARTESANATO RECEBE EM LISBOA ROMARIA DA SENHORA D'AGONIA DE VIANA DO CASTELO

19275167_1748525262113963_4387384097824600049_n (1).jpg



publicado por Carlos Gomes às 11:49
link do post | favorito

Quarta-feira, 19 de Abril de 2017
MOITENSES VÃO A CAVALO EM ROMARIA À SENHORA DE AIRES EM VIANA DO ALENTEJO

De 26 a 30 de abril: XVII Romaria a Cavalo Moita - Viana do Alentejo

A Romaria a Cavalo Moita - Viana do Alentejo, um dos maiores eventos equestres nacionais, parte da Moita a 26 de abril, e cumpre, pelo 17º ano consecutivo, uma tradição da Moita. Participam neste evento mais de 300 cavalos e centenas de romeiros de vários pontos do país e do estrangeiro. A partida está marcada para as 9:00h, após a bênção da imagem de Nossa Senhora da Boa Viagem, junto à Igreja Paroquial da Moita.

Romaria a Cavalo.JPG

O percurso de cerca de 150 quilómetros é feito pela antiga Canada Real, mais conhecida por Estrada dos Espanhóis, através de quintas e caminhos de terra batida, seguindo o carro-andor que transporta a imagem da Nª Srª da Boa Viagem, padroeira da Moita. Os romeiros vão pernoitar nas localidades de Poceirão, Casebres, Alcáçovas e junto ao Santuário de Nª Srª. de Aires. A chegada a Viana do Alentejo, um dos pontos altos da romaria, acontece por volta das 17:30h, no dia 29 de abril.

A Romaria a Cavalo voltou a realizar-se em 2001, depois de um interregno de mais de 70 anos, recuperando no tempo a tradição dos lavradores da Moita que se deslocavam com os seus animais ao Santuário de Nossa Srª. D’Aires, para pedir proteção e boas colheitas. Apesar do caráter religioso que está na sua génese, a romaria assume hoje uma vertente mais lúdica que privilegia o convívio entre os participantes.

A XVII edição da Romaria a Cavalo é organizada pela Associação dos Romeiros da Tradição Moitense, pela Associação Equestre de Viana do Alentejo e pelas Câmaras Municipais da Moita e de Viana do Alentejo, com o apoio das entidades regionais de turismo do Alentejo e de Lisboa e Vale do Tejo, tendo sido, este ano, apresentada publicamente na Bolsa de Turismo de Lisboa, no início de março.

A Câmara Municipal da Moita convida esse órgão de Comunicação Social a estar presente na partida da Romaria a Cavalo Moita - Viana do Alentejo, marcada para dia 26 de abril, às 9:00h, junto à Igreja Paroquial da Moita. Para informações adicionais contacte o Gabinete de Informação e Relações Públicas, através do telefone 912 214 692.



publicado por Carlos Gomes às 18:44
link do post | favorito

Segunda-feira, 17 de Abril de 2017
ROMARIA A CAVALO LIGA MOITA A VIANA DO ALENTEJO

49351d548ce46cd6d8281b0d652169bc_XL.jpg



publicado por Carlos Gomes às 21:27
link do post | favorito

Terça-feira, 27 de Setembro de 2016
LOURES MANTÉM A TRADIÇÃO DO CÍRIO DA NOSSA SENHORA DO CABO

IMG_5111.JPG

IMG_5131.JPG



publicado por Carlos Gomes às 09:27
link do post | favorito

Sexta-feira, 8 de Abril de 2016
MOITA PREPARA ROMARIA A CAVALO A NOSSA SENHORA D’AIRES EM VIANA DO ALENTEJO

Apresentado programa da XVI Romaria a Cavalo Moita – Viana do Alentejo

A XVI edição da Romaria a Cavalo Moita – Viana do Alentejo parte da Moita rumo a Viana do Alentejo no dia 20 de abril. Este evento, único no país, que decorre entre 20 e 24 de abril e leva a Viana do Alentejo cerca de 600 cavalos, foi apresentado no dia 7 de abril, no Hotel Vila Galé, em Évora. Este ano, o percurso da romaria passará, pela primeira vez, por Rio Frio.

Apresentação Romaria 3

Na apresentação desta XVI edição da Romaria, o presidente da Câmara Municipal da Moita, Rui Garcia, referiu que “esta recriação nasceu com o século XXI mas é uma tradição muito antiga dos lavradores da zona da Moita. Tem o seu vínculo na fé, mas um sentido diferente que a presença da Entidade Regional de Turismo do Alentejo e Ribatejo aqui hoje traduz. Os territórios procuram diferenciar-se por aquilo que os distingue e nós estamos a conseguir afirmar um evento distintivo, o único que se realiza em Portugal com estas características”. “Esperamos que no futuro se afirme como o principal evento equestre do País. Não estaremos muito longe de o conseguir”, salientou o autarca.

A apresentação da XVI Romaria a Cavalo Moita – Viana do Alentejo contou ainda com a presença do presidente da Entidade Regional de Turismo do Alentejo e Ribatejo, Ceia da Silva, do presidente da Câmara Municipal de Viana do Alentejo, Bernardino Bengalinha Pinto, do presidente da Associação de Romeiros da Tradição Moitense, Miguel Almeida, do presidente da Associação Equestre de Viana do Alentejo, Miguel Fadista, e do reverendo Padre Manuel Manso.

Apresentação Romaria 2

Miguel Almeida, presidente da Associação de Romeiros da Tradição Moitense anunciou que, este ano, a romaria contará com duas etapas novas logo no dia da partida. “A primeira etapa vai ser Moita – Rio Frio e o almoço decorrerá no Monte Rio Frio, junto ao Pólo Equestre. A segunda etapa do primeiro dia far-se-á entre Rio Frio e Poceirão. São mais dois quilómetros de caminho, mas o piso é melhor e o caminho mais bonito, passando num chaparral e numa barragem”.

O presidente da Entidade Regional de Turismo do Alentejo e Ribatejo, Ceia da Silva, afirmou na ocasião que “os eventos de qualidade têm um peso determinante na esfera da promoção turística” e que “eventos com estas características únicas e singulares são muito importantes para a nossa região”. Ceia da Silva anunciou ainda que Jorge Corrula e Sílvia Rizzo, “embaixadores” do Alentejo, vão estar presentes na chegada dos romeiros a Viana do Alentejo.

O presidente da Câmara Municipal de Viana do Alentejo, Bengalinha Pinto, quis deixar um convite para que este ano os visitantes possam acompanhar mais de perto a última etapa da romaria, com uma visita a Alcáçovas. “É uma oportunidade de ter contacto com a freguesia e o concelho que tem o chocalho como Património Imaterial da Humanidade, visitar as fábricas e conhecer o museu”, afirmou, acrescentando que “em Viana do Alentejo, os visitantes terão o Santuário de Nossa Sra. de Aires à sua espera e uma comunidade que quer agradar quem a visita”.

A partida da romaria está marcada para as 9:00h, de dia 20 de abril, depois da bênção da imagem de Nossa Senhora da Boa Viagem, junto à Igreja Paroquial da Moita. Note-se que este ano a romaria passará, pela primeira vez, pela Rua D. Manuel I, rumo à estrada dos Quatro Marcos. O percurso conduzirá os romeiros a passar e pernoitar pelas localidades de Poceirão, Casebres, Alcáçovas e Viana do Alentejo. A chegada a Viana do Alentejo, um dos pontos altos da romaria, deverá acontecer por volta das 17:00h, no dia 23 de abril.

A Romaria a Cavalo é um dos maiores eventos equestres nacionais que voltou a realizar-se em 2001, depois de um interregno de mais de 70 anos, recuperando no tempo a tradição dos lavradores da Moita, que se deslocavam com os seus animais ao Santuário de Nossa Senhora D’Aires, para pedir proteção e boas colheitas.

As inscrições para participar na Romaria a Cavalo podem ser efetuadas através da Divisão de Desenvolvimento Económico da Câmara Municipal da Moita (Largo Dr. Joaquim Marques Elias, na Moita; telefone 210 816 910).

Apresentação Romaria 1



publicado por Carlos Gomes às 19:21
link do post | favorito

Terça-feira, 2 de Fevereiro de 2016
MUSEU BORDALO PINHEIRO EM LISBOA MOSTRA A ALEGRIA E CORES DO MINHO

Viana do Castelo é um festival de cores e movimento, onde o folclore vianense é rei e, neste caso concreto, a festa maior da cidade: a Romaria d'Agonia.

12661959_1017927411601476_5720198346217774682_n

Para aguçar o apetite, mostramos um cartaz em exposição alusivo às Festas da Cidade de Viana do Castelo, em 1934.

Não espere por Agosto para entrar no espírito.

Visite o Museu Bordalo Pinheiro, em Lisboa, e deixe-se contagiar pela linguagem modernista de Luís Filipe.

Vai ver que vale a pena!

O vianense João Alpuim Botelho, anterior diretor do Museu do Traje em Viana do Castelo, é atualmente o responsável pelo Museu Bordalo Pinheiro, em Lisboa.



publicado por Carlos Gomes às 20:11
link do post | favorito

Segunda-feira, 10 de Agosto de 2015
CARNIDE MANTÉM A TRADIÇÃO DA FEIRA DA LUZ

Freguesia de Carnide, em Lisboa, está em festa a partir do próximo dias 29 de agosto até 27 de setembro em honra de Nossa Senhora da Luz

O culto a Nossa Senhora da Luz remonta ao século XV, altura em que, segundo reza a tradição, na localidade de Carnide, um devoto a Nossa Senhora encontrou, graças a uma estranha luz, uma imagem da Mãe de Deus.

A sua ocorrência veio a dar origem à construção de um convento e uma igreja em torno da qual ainda se realiza uma das feiras mais pitorescas dos arredores de Lisboa. O culto expandiu-se um pouco por todo o país graças ao patrocínio da Infanta D. Maria e de D. Leonor de Áustria, respetivamente a filha e a terceira esposa do rei D. Manuel I.

O culto a Nossa Senhora da Luz propagou-se ainda a todo o Império Português e é ainda invocado, consoante os lugares, sob os nomes de Nossa Senhora da Candelária, Nossa Senhora da Purificação e Nossa Senhora das Candeias, ocorrendo geralmente a 2 de Fevereiro a data da sua celebração.

Ligada à tradicional romaria que se realizava anualmente, em setembro, no Santuário da Nossa Senhora da Luz, realizava-se a feira que durava vários dias, atraindo numerosos forasteiros da capital e sobretudo da região saloia.

Este ano serão muitos os motivos para visitar o Jardim da Luz: artesanato, ranchos folclóricos, workshops, ateliers, teatro, animação de rua, dança, fotografia e muitos concertos com a presença de artistas como a Romana, Carapaus Azeite e Alho, Quim Barreiros, Ruth Marlene, Lúcia Moniz, HMB, Diabo na Cruz, Luiz Caracol, Flor de Liz, The Guest e Mónica Sintra, entre muitos outros.



publicado por Carlos Gomes às 09:23
link do post | favorito

Sexta-feira, 19 de Junho de 2015
ALCÂNTARA REVIVE ROMARIA DE SANTO AMARO



publicado por Carlos Gomes às 08:42
link do post | favorito

Segunda-feira, 15 de Junho de 2015
LISBOA REALIZA ROMARIA DOS GALEGOS



publicado por Carlos Gomes às 21:48
link do post | favorito

Sábado, 18 de Abril de 2015
ROMARIA A CAVALO PARTE DA MOITA RUMO AO SANTUÁRIO DE NOSSA SENHORA D’AIRES EM VIANA DO ALENTEJO



publicado por Carlos Gomes às 23:11
link do post | favorito

Segunda-feira, 15 de Setembro de 2014
SINTRA: S. PEDRO DE PENAFERRIM FESTEJA A NOSSA SENHORA DO CABO ESPICHEL



publicado por Carlos Gomes às 00:19
link do post | favorito

Domingo, 1 de Junho de 2014
ROMARIA AO SENHOR DA SERRA, EM BELAS, FOI UMA DAS MAIS CONCORRIDAS DO CONCELHO DE SINTRA

Nos finais do século XIX e começos do século XX, a romaria ao Senhor da Serra que se realizava na localidade de Belas, no concelho de Sintra, foi uma das mais afamadas e concorridas que então ocorriam nos arredores de Lisboa.

romaria_senhor_serra_f9

As festas tinham lugar na magnífica herdade do antigo Paço Real de Belas, a poucos quilómetros de Queluz, o qual integra uma capela do Senhor da Serra e a Via-sacra, constituindo estes os principais motivos de atração dos romeiros. A região é abundante em monumentos megalíticos, existindo no local um dólmen sobre cuja tampa se encontrava derrubada, tinham por costume os romeiros escorregar sobre ela, tradição que sugeria a sobrevivência de ritos ancestrais ligados à fertilidade.

Terminada a romaria, os festeiros regressavam como podiam: de carroça e a pé ou de comboio, que o tinham de apanhar na gare de Queluz. Em 1873, foi inaugurada a linha de Sintra ou, para ser mais rigoroso, a linha do Oeste que, a partir da localidade do Cacém, dispunha do ramal de Sintra. No trajeto, por estrada, de retorno a Lisboa, muitos faziam uma paragem para cear na Quinta do Caliça ou no Pedro dos Coelhos, tendo este sido celebrizado no romance “Os Maias”, de Eça de Queirós.

O Paço Real de Queluz, também conhecido por “Quinta do Marquês”, remonta ao século XIV e teve origem numa propriedade pertencente ao cavaleiro Gonçalo Anes Correia. Ao longo dos tempos, mudou sucessivamente de dono, tendo inclusivamente pertencido a Diogo Lopes de Pacheco, um dos assassinos de Inês de Castro, razão pela qual foi expropriada por D. Pedro e aí construído o palácio onde também residiu.

À semelhança do que se verificou com outras festividades populares que envolviam uma componente religiosa, a Romaria ao Senhor da Serra veio a entrar em declínio e finalmente a desaparecer em consequência do ambiente político marcadamente anticlerical e mesmo antirreligioso que se seguiu. De notar que as fotos datam de 1907, escassos três anos antes da implantação do regime republicano em Portugal.

Carlos Gomes / http://www.folclore-online.com/

Fotos: Arquivo Municipal de Lisboa

Romeiro ao Senhor da Serra, em Belas

romaria_senhor_serra_f2

A imagem mostra os romeiros escorregando na “Pedra Alta” que constitui a tampa de um dólmen

romaria_senhor_serra_f4

A romaria ao Senhor da Serra constituía um momento de diversão dos alfacinhas

romaria_senhor_serra_f5

Romaria do Senhor da Serra, em Belas, nos começos do século XX

romaria_senhor_serra_f6

Na romaria misturavam-se os tipos populares saloios e os burgueses citadinos

romaria_senhor_serra_f7

A romaria era bastante apreciada pelos saloios da região de Sintra. Atente-se aos trajes

romaria_senhor_serra_f8

As fotos datam de 1907 e constituem um documento acerca dos hábitos da época

romaria_senhor_serra_f3

O regresso da romaria era frequentemente feito de carroça, pelo menos até à gare de Queluz.



publicado por Carlos Gomes às 00:00
link do post | favorito


mais sobre mim
pesquisar
 
Dezembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9


17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


posts recentes

LAURA RUA, A MORDOMA QUE ...

FEIRA INTERNACIONAL DE AR...

MOITENSES VÃO A CAVALO EM...

ROMARIA A CAVALO LIGA MOI...

LOURES MANTÉM A TRADIÇÃO ...

MOITA PREPARA ROMARIA A C...

MUSEU BORDALO PINHEIRO EM...

CARNIDE MANTÉM A TRADIÇÃO...

ALCÂNTARA REVIVE ROMARIA ...

LISBOA REALIZA ROMARIA DO...

ROMARIA A CAVALO PARTE DA...

SINTRA: S. PEDRO DE PENAF...

ROMARIA AO SENHOR DA SERR...

arquivos

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

tags

todas as tags

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds