Blogue de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes de Lisboa e arredores

Quarta-feira, 1 de Novembro de 2017
NOVA LOUCURA DE LA FÉRIA LEVA JOÃO BAIÃO A DAR A VOLTA AO MUNDO EM 80 MINUTOS

Mais de 75.000 espectadores já deram A Volta ao Mundo em 80 Minutos

Ao fim de 4 meses “A Volta ao Mundo em 80 Minutos” já conquistou o coração de mais de 75.000 espectadores portugueses e estrangeiros que, assistindo a um grande espectáculo de Filipe La Féria, esgotam a lotação do Salão Preto e Prata do Casino Estoril com grande sucesso.

21151300_1624947880882723_6572411841423074858_n

Inspirado numa das maiores obras da literatura mundial do sec. XIX, de Júlio Verne, A Volta ao Mundo em 80 Minutos conta com a participação especial de João Baião à frente de um jovem, talentoso e enérgico elenco de actores-cantores, de um internacional corpo de bailarinos e dançarinos-acrobatas.

Mais uma vez Filipe La Féria não poupa esforços e volta a surpreender-nos com um luxuoso guarda-roupa, integralmente da sua autoria, que fará cada espectador viajar por todo o mundo, sem sair do seu lugar.

A Volta ao Mundo em 80 Minutos é uma divertida e alucinante viagem planetária. China, Rússia, Índia, África, Brasil, Argentina, Cuba, Egipto, Itália, Paris e Espanha, são alguns dos locais por onde Sr Fogg – o clássico e bem-humorado cavalheiro inglês, extraordinariamente representado por João Baião – visitará, sempre acompanhado do seu assistente pessoal Passepartout – o fiel e divertido francês de pronúncia acentuada.

Neste espectáculo vale tudo. Viagens em balão de ar quente, um barco Titanic, carros antigos, comboios, banheiras com rodas, elefantes, camelos, bicicletas, aviões planadores e tudo aquilo que faça a imaginação voar.

Filipe La Féria já confessou que A Volta ao Mundo em 80 Minutos é uma das suas mais excitantes e divertidas Produções, explorando cada cultura e cada país através do teatro, do cinema, da música, do bailado e da acrobacia. Tudo isto envolto numa encenação e direcção artística que só La Féria sabe fazer, proporcionando a cada espectador 80 inesquecíveis Minutos.

“A Volta ao Mundo em 80 Minutos” em exibição de Quinta-Feira a Domingo no Salão Preto e Prata do Casino Estoril.

Quintas e Sextas-Feiras às 21h30 / Sábados às 17h00 e às 21h30 / Domingos às 17h00. “A Volta ao Mundo em 80 Minutos” estará em cena até ao dia 16 de Dezembro.

Preços

Plateia Central: 35€ / 1º Balcão: 30€ / Plateia Superior: 27,50€ / Plateia: 25€ / 2º Balcão: 20€ / 3º Balcão: 15€

Reservas 210 135 050 / 214 667 796 01/11/2017


tags: ,

publicado por Carlos Gomes às 18:02
link do post | favorito

Segunda-feira, 30 de Outubro de 2017
TEATRO POLITEAMA APRESENTA O MUSICAL ALADINO

cartaz


tags: ,

publicado por Carlos Gomes às 09:38
link do post | favorito

Quinta-feira, 6 de Julho de 2017
CASA DO ARTISTA LEVA À CENA 2 PEÇAS DE TEATRO

image005 (2).jpg

image006.jpg

 


tags: ,

publicado por Carlos Gomes às 18:06
link do post | favorito

Terça-feira, 4 de Julho de 2017
“A BILHA QUEBRADA” SOBE AO PALCO DO TEATRO ARMANDO CORTEZ

"A Bilha Quebrada" de Heinrich Von Kleist, de 12 a 16 de Julho no Teatro Armando Cortez

A Yellow Star Company e o Teatro da Terra apresentam “A Bilha Quebrada” de Heinrich Von Kleist, de 12 a 16 de Julho no Teatro Armando Cortez.  

10 (1).jpg

Com encenação de João Didelet e interpretação de BEATRIZ BAROSA, DIOGO GARCIA, JOÃO SABOGA, LUCINDA LOUREIRO, MIGUEL DAMIÃO, PESSOA JUNIOR, RITA LOUREIRO, FILIPA MATOS ROSA, FILIPE GOMES e SÓNIA GUERRA.

Estamos no século XVIII, na pequena aldeia de Huisum, nos Países Baixos. Num incidente nocturno quebram a bilha da Sr.ª Marta que por coincidência estava no quarto da filha. Atraída pelo barulho da bilha a partir-se, a Sr.ª Marta precipitasse para o aposento da filha, de seu nome Eva. E que vê ela… a pequena com o seu noivo e uma bilha partida. Este é o ponto de partida desta deliciosa comédia onde tudo se vai resolver no tribunal da terra onde, por acaso, o Juiz estava de ressaca e não só…

30.jpg

ABQ 2 (2).jpg

ABQ 7.jpg

image001 (6).jpg


tags: ,

publicado por Carlos Gomes às 13:37
link do post | favorito

Terça-feira, 20 de Junho de 2017
MUSEU NACIONAL DE ARQUEOLOGIA RECEBE OFICINA DE TEATRO PARA CRIANÇAS

cartaz_1_S preço.pdf.jpg


tags: ,

publicado por Carlos Gomes às 09:46
link do post | favorito

Segunda-feira, 8 de Maio de 2017
VIANA DO CASTELO REPRESENTA NO MOSTEIRO DOS JERÓNIMOS O “AUTO DE FLORIPES”

Viana do Castelo trouxe ao Mosteiro dos Jerónimos a representação do “Auto de Floripes” que constitui uma das tradições teatrais que remontam a uma época pré-vicentina, pese embora seja Gil Vicente comsiderado o fundador do teatro protuguês. A iniciativa decorreu no âmbito do Festival Internacional da Máscara Ibérica.

18342394_1424090834301248_8931309669055403168_n (1).jpg

Um pouco por todo o país e ainda além-fronteiras, persistem nas tradições populares representações teatrais cujas origens remontam à Idade Média e versam a história lendária do imperador Carlos Magno e a temática das guerras entre cristãos e sarracenos, estes geralmente identificados como turcos em virtude da sua dominação se ter estendido a zona oriental do mar Mediterrâneo.

É célebre a representação do “Auto de Floripes” que ocorre no mês de Agosto, em Mujães, no concelho de Viana do Castelo. A acção decorre entre o adro da igreja paroquial de onde sai o cortejo até à Capela da Senhora das Neves, na confluência com as freguesias de Barroselas e Vila de Punhe. Ainda, no concelho de Viana do Castelo, na localidade de Portela Suzã esta representação toma a designação de “Auto de Santo António”.

Fotos: Manuel Santos

18342757_1424091007634564_5311035204218541161_n (1).jpg

Em S. João da Ribeira, no concelho de Ponte de Lima, a peça toma a designação de “Auto da Turquia” e tem lugar de Crasto, por ocasião da Festa do Senhor da Cruz da Pedra que se realiza no segundo domingo de Agosto. Aqui defrontam-se dois exércitos, ostentando as bandeiras onde se inscrevem as respectivas insígnias – a cruz da Cristandade e a Lua Minguante com a Estrela que identifica os muçulmanos – e integrando doze personagens cada, incluindo o rei, o porta-bandeira, o capitão e um espião. Os cristãos saem sempre vitoriosos e o auto termina com a rendição inevitável dos turcos e a sua conversão ao Cristianismo.

Com ligeiras alterações e diferentes designações, encontramos ainda a representação do “Auto da Floripes” em Palme, no concelho de Barcelos e “Baile dos Turcos”, em Penafiel. Em Argozelo, no concelho de Vimioso, é designado por “Auto da Floripes”ou ainda “Comédia dos doze pares de França”. Em Parada, no concelho de Bragança, chamam-lhe “Auto dos Sete Infantes de Lara”. Em Sobrado, no concelho de Valongo, designa-se por “Dança dos Bugios e Mourisqueiros” enquanto em Vale Formoso, na Covilhã, toma o nome “Descoberta da Moura”. Também é representada no concelho de A Canhiza, na Galiza, com o nome “Auto do Mouro e do Cristão”.

Em Pechão, no concelho de Olhão, o auto “Combate de Mouros e Portugueses” serviu de argumento a uma longa-metragem do realizador Miguel Mendes que, num misto de ficção e documentário, procura retratar o sofrimento da comunidade piscatória daquela vila algarvia.

18403257_1424092060967792_6119277900669460924_n (1).jpg

À semelhança do que sucede com outros elementos da nossa cultura, também o “Auto das Floripes” foi pelos portugueses levado para paragens distantes onde sofreu naturalmente algumas mutações e é actualmente representado com o consequente carácter híbrido resultante do encontro de culturas. É o que sucede em São Tomé e Príncipe, com a representação de “A Tragédia do Marquês de Mântua e do Príncipe D. Carlos Magno”, também designado por “São Lourenço” por ocorrer no dia dedicado a este santo. Este auto toma no dialecto são-tomense a designação de “Tchiloli”.

A autoria da peça, na forma como é interpretada, é atribuída ao poeta Balthasar Dias, originário da Ilha da Madeira, devendo ter sido introduzida em São Tomé e Príncipe nos finais do século XVI pelos portugueses que aí foram plantar a cana-de-açúcar. Os colonos, constituídos na sua maioria por madeirenses, começaram por integrar nas suas representações os escravos negros provenientes do Congo, Gabão e Camarões, os quais foram gradualmente introduzindo elementos da sua cultura original.

“Tchiloli” tornou-se já numa das mais importantes atracções turísticas da Ilha do Príncipe com larga projecção internacional. Serviu de argumento ao filme “Floripes” de Afonso Alves e Teresa Perdigão e tema do livro “Floripes Negra, de Augusto Baptista, no qual o autor procura demonstrar as suas origens portuguesas.

A alusão ao imperador Carlos Magno relaciona-se naturalmente com o facto daquele imperador ter procedido à conversão forçada ao cristianismo dos povos que conquistou, objectivo que, curiosamente, jamais logrou alcançar na Península Ibérica. Outra particularidade consiste na escolha do dia dedicado a São Lourenço de Huesca para a sua representação, cuja festa litúrgica ocorre a 10 de Agosto.

Em várias localidades, a representação destes autos têm-se verificado de forma cada vez menos regular e, nalguns casos, correm inclusive o risco de passar ao esquecimento. As peças são quase sempre preservadas apenas pela tradição oral. E, apesar de poderem constituir um meio de atrair visitantes e promover as potencialidades culturais das regiões, a maioria dos municípios e entidades culturais não procede à sua divulgação. Trata-se de uma situação que pode e deve ser invertida mediante a intervenção dos grupos de teatro e outras associações que procuram preservar a cultura tradicional.

18275034_1424090830967915_4524771838095312302_n (1).jpg

18275225_1424091864301145_690067072538584122_n (1).jpg

18275253_1424091720967826_1645633594791283898_n (1).jpg

18300845_1424092170967781_8102124385742131734_n (1).jpg

18301895_1424090917634573_7019134895350071612_n (1).jpg



publicado por Carlos Gomes às 00:32
link do post | favorito

Terça-feira, 2 de Maio de 2017
JOGO DOS TRONOS – TEMPORADA II

Uma paródia onde as semelhanças são puro improviso

O espectáculo onde o público decide quem será soberano no Reino de Portugal está de volta! A Temporada II de “Jogo dos Tronos – Uma paródia medieval improvisada”, dos Improvio Armandi, estará em cena no Auditório Carlos Paredes, em Benfica, nos dias 13, 18, 19 e 20 de Maio, às 21h30.

jogotron3.PNG

Inspirado numa conhecida saga, o Jogo dos Tronos – Uma paródia medieval improvisada foi o primeiro espectáculo nacional de improviso a ter um formato inteiramente baseado numa série de televisão e estreia agora a sua segunda temporada.

Nesta temporada, quatro nobres famílias portuguesas criadas na hora e inspiradas em elementos do público, disputam o direito de se sentarem no trono, recorrendo a todo o tipo de meios para o fazer: assassinatos, casamentos, batalhas e frágeis alianças, que a qualquer momento podem desmoronar ou sair fortalecidas com a intervenção dos espetadores.

Durante uma hora o público vai conhecer e ajudar a compor os protagonistas desta intriga medieval, sejam eles nobres guerreiros, conselheiros maquiavélicos, belas princesas ou assassinos sem escrúpulos, que poderão ver o seu destino mudado de um momento para o outro, mas sempre com uma garantia, no final… só um será rei. 

Depois do sucesso da primeira temporada em Lisboa e Porto, os Improvio Armandi apresentam a “season II” de Jogo dos Tronos – Uma paródia medieval improvisada, que vai estar em cena nos dias 13, 18, 19 e 20 de Maio no Auditório Carlos Paredes, em Benfica, às 21h30. 

O Jogo dos Tronos – Uma paródia medieval improvisada, Temporada II

Com: André Sobral, Hugo Rosa, João Cruz, Juan Pereira e Ricardo Karitsis

Guião e Realização: Público e Improvio Armandi

Bilhetes: 7€

Reservas: armandi.improvio@gmail.com

jogotron4.PNG

jogotron5.PNG

jogotronod.PNG

jogotron2 (1).PNG

 


tags: ,

publicado por Carlos Gomes às 22:54
link do post | favorito

Terça-feira, 18 de Abril de 2017
COMPANHIA DE TEATRO DE ALMADA LEVA À MOITA "BONECOS DE LUZ"

Na Baixa da Banheira: Dois espetáculos de teatro este fim-de-semana no Fórum Cultural

A Companhia de Teatro de Almada traz ao palco do Fórum Cultural José Manuel Figueiredo, na Baixa da Banheira, no dia 21 de abril, pelas 21:30h, a peça “Bonecos de Luz”, com dramaturgia e encenação de Rodrigo Francisco.

A Revolução na Caixa de Costura.jpg

Assinalando o centenário do nascimento do escritor almadense Romeu Correia, a Companhia de Teatro de Almada realiza uma adaptação de “Bonecos de Luz”, uma história sobre o mundo do cinema, com a figura de Charlot ao fundo.

O pequeno Zé Pardal, órfão e pícaro, que ganha a vida como ajudante de projetista de cinema ambulante, encontra nos filmes de Charlot uma forma de evasão – e de salvação – à realidade em que vive.

Bonecos de Luz.jpg

“Bonecos de Luz” é também uma história sobre a amizade e a solidariedade. Com música ao vivo e um elenco jovem e versátil, o espetáculo consiste numa proposta para a aproximação do público juvenil ao universo de Romeu Correia e do Neo-realismo, recomendado para todos os públicos (maiores de 12 anos).

O preço dos bilhetes é de 3,66 euros.

Leitura encenada: A Revolução na Caixa de Costura

Para famílias e crianças a partir dos 6 anos, está marcada para dia 22 de abril, com sessões às 16:00h e às 21:30h, no Fórum Cultural José Manuel Figueiredo, na Baixa da Banheira, a leitura encenada “A Revolução na Caixa de Costura”, no âmbito do projeto Estórias com Asas, com conceção e interpretação de Lita Pedreira e Luís Geraldo.

Uma caixa de costura com habitantes muito especiais é o ponto de partida desta história. Entre passos de dança e revoluções, fala-se de política e cidadania pela voz de alfinetes, dedais, agulhas e tesouras. Com humor e alguma ironia, desvenda-se a identidade de um povo que pode muito bem ser o nosso. Poderá um país caber inteiro numa caixa de costura?

Estórias com Asas é um projeto de leituras encenadas em que se pretende cruzar, de um modo criativo, a literatura com o teatro. Surge na sequência da participação no projeto TEIA – Leituras Encenadas de Contos para a Infância, desenvolvido no Teatro Nacional D. Maria II (TNDMII).

Cada sessão tem a lotação máxima de 40 espetadores. O preço dos bilhetes é de 1,84 euros, para menores de 12 anos, e 3,05 euros, para maiores de 12 anos.

RESERVA DE BILHETES

Fórum Cultural José Manuel Figueiredo

Rua José Vicente, Baixa da Banheira

Tel. 210888900

Horário da Bilheteira:

De 3ª a sábado – 14:30h às 19:30h

Dias de espetáculo e cinema – uma hora antes do início do espetáculo ou sessão

Os bilhetes podem ainda ser reservados através do telefone 210 888 900, no horário de funcionamento da bilheteira. As reservas podem ser levantadas, no máximo, até 1h antes do início do espetáculo, com um limite de cinco bilhetes por reserva.

Compra de bilhetes online:

http://ticketline.sapo.pt

http://pt-pt.facebook.com/cmmoita

E nos postos de venda aderentes: http://ticketline.sapo.pt/pagina/postosdevenda

Lazy Lester (1).jpeg



publicado por Carlos Gomes às 21:31
link do post | favorito

Terça-feira, 11 de Abril de 2017
BELAS RECEBE CLUEDO TEATRAL

“1908”: Novo Cluedo Teatral estreia em Belas

Pela primeira vez em regime de coprodução, a Don’Adelaide juntou-se à Byfurcação Teatro e à Câmara Municipal de Sintra para juntos apresentarem o primeiro Cluedo Teatral histórico, que vai transportar o público até às vésperas do Regicídio do Rei D. Carlos I. “1908” estreia dia 21 de Abril e estará em cena todas as 6ªs e Sábados, às 21h30 até final de Maio, na Quinta Nova da Assunção, em Belas.

Cartaz_A3_Cluedo_Teatral_low.jpg

A 30 de Janeiro de 1908 os planos da Carbonária para assassinar o Rei D. Carlos I estão já numa fase em que há demasiado em jogo para voltar atrás, mas um assassinato de um dos conspiradores na sua sede secreta ameaça deitar tudo a perder. Com o Grão-Mestre preso e a ordem mergulhada em cisões internas e jogos de interesses, a queda da monarquia parece cada vez mais uma miragem.

Este é o mote de 1908, o novo cluedo da autoria da Don'Adelaide Produções em coprodução com a Byfurcação Teatro e a Câmara Municipal de Sintra, que convidam os seus espetadores a serem membros de uma ordem secreta por uma noite, podendo interrogar os suspeitos e tentar desvendar o mistério por detrás desta morte inconveniente.

A lotação é de 40 espetadores por sessão, que serão divididos por equipas de investigação com um máximo de oito elementos. Aceite o convite da Byfurcação Teatro, da Câmara Municipal de Sintra e da Don’Adelaide Produções e venha conhecer a centenária Quinta Nova da Assunção e viajar no tempo com este “1908”, todas as sextas e sábados de 21 de Abril até 27 de Maio, às 21h30, em Belas.

1908

Coprodução: Byfurcação Teatro e Câmara Municipal de Sintra

Autoria: Don’Adelaide Produções

Com: Carlos Paiva, Guilherme Barroso, Joana Almeida, João Cruz e Paulo Cintrão

Local: Quinta Nova da Assunção – Adro da Igreja, nº27, Belas

Bilhetes: 15€ 

Descontos: 12€/cada para grupos de seis ou mais pessoas que reservem através do email

Lotação: 40 espectadores, num limite de oito elementos por equipa

Reservas: donadelaideproducoes@gmail.com ou 965892293



publicado por Carlos Gomes às 21:29
link do post | favorito

Terça-feira, 4 de Abril de 2017
TEATRO ARMANDO CORTEZ APRESENTA "OS 39 DEGRAUS"

tearmandcort.jpg


tags: ,

publicado por Carlos Gomes às 20:57
link do post | favorito

LISBOA RECEBE COMÉDIA BRASILEIRA

serbras (1).jpg

 


tags: ,

publicado por Carlos Gomes às 20:55
link do post | favorito

Quarta-feira, 22 de Março de 2017
MOITA COMEMORA DIA MUNDIAL DO TEATRO

Câmara da Moita assinala Dia Mundial do Teatro com “Ode Marítima” e “A Última Viagem de Lenine”

Para comemorar o Dia Mundial do Teatro, a Câmara Municipal da Moita sugere dois espetáculos de teatro a decorrer este fim-de-semana no concelho: a 24 de março, João Grosso interpreta a “Ode Marítima”, de Álvaro de Campos, às 21:30h, na Biblioteca Municipal Bento de Jesus Caraça, na Moita, e a 25 de março, a Companhia “Não Matem o Mensageiro” apresenta “A Última Viagem de Lenine”, no Fórum Cultural José Manuel Figueiredo, na Baixa da Banheira.

A Última Viagem de Lenine.jpg

A entrada é gratuita nos dois espetáculos.

Sinopses:

“Ode Marítima”, de Álvaro de Campos

(...) surge das suas entranhas um dos mais trágicos gritos da poesia europeia do nosso século (o mais maternal e antiquíssimo grito do Eros impossível pela Morte), esse grito ampliado às dimensões do Universo pela angústia sem fundo que deve preencher. (...)

(...) Ode Marítima nem é triste, nem monótona, é a Tristeza mesma, a sua (Fernando Pessoa) e lusa tristeza iluminada nos recessos mais secretos da sua imemorial passividade, atravessada por sobressaltos de alma e gestos que tocaram para fugir a ela impérios e fins do mundo. (...)

Como a pacata e ingénua Lisboa de 1915 não se sentiria agredida por esta irrupção insensata de demónios tão secular e fundamente agrilhoados nas suas íntimas masmorras.

Eduardo Lourenço — Fernando Pessoa Revisitado

“A Última Viagem de Lenine”

Dois passos atrás, um passo em frente!

Atenção senhores passageiros: o comboio longo-curso que traz Lenine a Lisboa circula com um atraso de 90 anos. Pedimos desculpa pelos incómodos causados, mas, às vezes, é preciso dar 90 passos atrás para conseguir dar um passo em frente.

Quando, em 1924, Lenine embarcou no comboio rumo a Lisboa, esperava encontrar um médico que o curasse da doença que lhe destruía o corpo e a mente. O que não esperava era sair em 2016 e descobrir que, passado um século, o nosso mundo mudou tão pouco. Noventa e nove anos depois da revolução que abalou o mundo, chega uma peça que promete abalar os teatros, com uma homenagem à Revolução de Outubro que traz para os nossos dias o verdadeiro Lenine: humano, generoso, destemido e revolucionário. Esta é uma comédia contra “os da mó de cima” e para “os da mó de baixo”: a história da Revolução Russa em 90 minutos, à espera de um comboio com 90 anos de atraso. A boa notícia sobre os comboios atrasados é que, mais tarde ou mais cedo, acabam sempre por chegar.

João Grosso.jpg 



publicado por Carlos Gomes às 14:47
link do post | favorito

Quarta-feira, 8 de Março de 2017
MOITA ESTREIA MOSTRA DE TEATRO COM GRUPOS DO CONCELHO

ContraCena

A primeira edição da Mostra de Teatro do Concelho da Moita – ContraCena – um projeto de parceria entre a Câmara Municipal da Moita e os Grupos de Teatro do Concelho – vai ter lugar, entre 14 e 19 de março, em diversos espaço do concelho, entre os quais, o Fórum Cultural José Manuel Figueiredo.

ContraCena Cartaz.jpg

Dar a conhecer o trabalho desenvolvido pelos Grupos de Teatro e os seus métodos de trabalho, todos diferentes, mas unidos por linhas de gosto pela representação teatral, é o principal intuito da realização desta mostra que se realiza no mês em que se comemora o Dia Mundial do Teatro. Além da mostra de peças de teatro, a ContraCena terá ainda uma dimensão formativa, aberta à participação das escolas.

Com a colaboração dos encenadores Carina Silva, Célia Figueira e Luciano Barata, serão dinamizadas oficinas de teatro, de improviso e aulas abertas, destinadas ao 1º ciclo do Ensino Básico e ao Ensino Secundário. Tendo como denominador comum a experimentação, a criatividade e a partilha de conhecimentos, pretende-se estimular a aproximação ao universo do teatro, potenciando o autoconhecimento e a descoberta do outro, formulando hipóteses e desenvolvendo capacidades de expressão.

A Mostra de Teatro do Concelho da Moita – ContraCena termina a 19 de março, às 17:00h, com a realização de uma mesa redonda dedicada ao tema “O Teatro no Concelho da Moita”, no Café-concerto do Fórum Cultural José Manuel Figueiredo, na Baixa da Banheira. 

 

PROGRAMA CONTRACENA – MOSTRA DE TEATRO DA MOITA

 

ESPETÁCULOS

16 DE MARÇO, 21:30H

A FARSA DO PATRÃO

PELO GRUPO DE TEATRO OS ZECAS

Direção e encenação: Luciano Barata

Fórum Cultural José Manuel Figueiredo

Destinatários: geral | M/12 anos

Duração: 85 min.

Os Operários, da equipa dos Zecas, vêm apelar à compreensão e solidariedade da população em geral por eventuais prejuízos materiais e morais, ocasionados pela GREVE desencadeada, por nós, no último mês, motivada pelo patrão ter decidido descontar um terço dos salários dos trabalhadores, para aquisição de máquinas a fim de fazer face à concorrência.

O epílogo de todo este processo terá lugar a 21 de janeiro de 2017, no Fórum Cultural José Manuel Figueiredo, na Baixa da Banheira, prevendo-se um desfecho surpreendente e inovador em todos os processos de luta desencadeados em Portugal, pelo que vos aconselhamos vivamente a não perderem este espetáculo teatral.

Esclarecemos, entretanto, que contrariamente ao divulgado nos órgãos de comunicação social (mais na imprensa falada do que escrita), esta greve não é conduzida por dirigentes teatrais instrumentalizados por qualquer partido político e que essa difamação tem por único objetivo difamar-nos e demover-nos da nossa justa luta e manipular a opinião pública.

Exigimos a vossa presença!

A Luta continua!

Encenação Luciano Barata

Interpretação Grupo de teatro “Os Zecas”: Beatriz Bárbaro (Franca e Viúva) | Dora Silvestre (Clara e Amante) | Joana Guerreiro (Giovana e Influente) | Joel Santos (Comissário e Cabo) | Mariana Bárbaro (Eduarda, Médica e Deputada) | Miguel Gomes (Roberto e Prof. Barnard e Deputado) | Pedro Reis (Médico, Operário e Camponês) | Ricardo Fernandes (António e Padre) | Rute Almeida (Ângela e Operária) | Samuel Fitas (Secondo, Guarda e Deputado) | Tiago Caixinha (Grande Milhafre).

 

17 DE MARÇO, 21:30H

AQUILO QUE SOMOS

CRIAÇÃO COLETIVA DE NTOPÉ

Fórum Cultural José Manuel Figueiredo

Destinatários: Geral | M/12 anos

Duração: 60 min.

Todos nós viemos de “algum lado” e vamos para “algum lado”.

Não somos apenas o que pensamos ser. Somos muito mais: somos o sítio de onde viemos, somos as nossas lembranças, as nossas viagens, as palavras que trocamos, os enganos que cometemos e que os outros cometem, somos o que fazemos…

Mas somos principalmente a nossa cultura ou não?

“Na verdade, somos aquilo que recordamos e até o que esquecemos. O acervo das nossas memórias torna-nos únicos e irrepetíveis, um ser para o qual não existe outro igual, uma vez que temos uma história única, construída por inúmeras experiências pessoais. As nossas memórias são para nós um tesouro, uma vez que nos faz quem somos. Neste sentido, o conjunto das memórias determina aquilo que chamamos de personalidade.” (Izquierdo, 2002)

E este espetáculo é sobre isso mesmo: as histórias que vivemos, as histórias que nos contaram, as nossas memórias e, sobretudo, a nossa herança cultural.

Direção: Carina Silva | Elenco: Alegria Gomes, Ana Jossim, Daiana Na N’Hada, Geicibel Correia, Jéssica Ribeiro, Joãozinho da Costa, Luís Mucauro, Kyrah Ié, Magali Bonaparte, Rolaisa Embaló e Wilson Teixeira.

 

18 DE MARÇO, 21:30H

TUDO A NU

PELO TEATRO SINGULAR

Grupo de Teatro do Ginásio Atlético Clube

Direção e encenação de Abílio Apolinário

Fórum Cultural José Manuel Figueiredo

Destinatários: Geral | M/12 anos

Duração: 45 min.

 

Um diálogo entre duas personagens onde o amor, as recordações, as alegrias e todas as emoções são lembradas e discutidas. 

Um texto belo e emocionalmente forte e trágico. É o poema do nosso dia-a-dia.
Onde a poesia e o texto da peça se integram e formam uma escrita original em que um dos atores é simultaneamente o autor.

Direção e encenação: Abílio Canha Apolinário | Atrizes: Andreia Bernardo; Rita Rocha | Texto: de André Nuno com poemas inseridos de Rita Rocha.

 

19 DE MARÇO, 16:00H

TEATRO

TEMOS DE SER?!

PELO GRUPO DE TEATRO “@S CÓDIGO DE BARRAS”

Fórum Cultural José Manuel Figueiredo

Destinatários: Geral | M/8 anos

Duração: 40 a 60 min.

 

Fomos criad@s e moldad@s a não refletir quem somos, pensamos que chegamos ao produto final. Mas ao longo do nosso percurso de vida apercebemo-nos que influenciamos e somos influenciad@s e isso reflecte-se nos nossos comportamentos, pensamentos e ações.

Direção: Inês Lourenço, Kyra Lé, Reginaldo Spínola, Vânia Lopes; | Cenografia e Adereços: Reginaldo Spínola; | Elenco: Inês Lourenço, Kyra Lé, Reginaldo Spinola, Vânia Lopes.

 

BILHETEIRA DO FÓRUM CULTURAL JOSÉ MANUEL FIGUEIREDO

Horário da bilheteira: terça-feira a Sábado, das 14h30 às 19h30 | Telefone: 210 888 900

Morada: Rua José Vicente, 2835-116 Baixa da Banheira

Levantamento de reservas até ao máximo de 1 hora antes do início do espetáculo

Caso a reserva inclua pessoa portadora de mobilidade reduzida (PMR) agradecemos que dê essa indicação aquando da reserva, para uma melhor gestão dos lugares.

Entrada gratuita em todos os espetáculos. Levantamento de bilhetes a partir de dia 1 de Março.

 

FORMAÇÃO

Inscrição prévia pelo telefone

Centro De Experimentação Artística – Telefone: 211 810 030

 

14 MARÇO | 10:00H - 12:00H
BIBLIOTECA MUNICIPAL
BENTO DE JESUS CARAÇA - MOITA
AULA ABERTA UNISEN
Formador: Célia Figueira
Destinatários: 1º Ciclo
Duração: 60 min.
Lotação: 1 turma

 

14 MARÇO | 14:30H - 17:00H
ESCOLA SECUNDÁRIA - MOITA
OFICINA DE TEATRO
Formador: Luciano Barata
Destinatários: Secundário
Duração: 60 min.
Lotação: 1 turma

 

15 MARÇO | 9:30H - 11:00H
ESCOLA SECUNDÁRIA - MOITA
OFICINA DE IMPROVISO
Formador: Célia Figueira
Destinatários: Secundário
Duração: 60 min.
Lotação: 1 turma

 

15 MARÇO | 14:30H
BIBLIOTECA MUNICIPAL
BENTO DE JESUS CARAÇA - MOITA
ENSAIO ABERTO
Formador: Núcleo de Teatro
EB Fragata do Tejo
Destinatários: 2º e 3º Ciclo
Lotação: 1 turma

 

15 MARÇO | 15:00H - 17:00H
CENTRO DE EXPERIMENTAÇÃO
ARTÍSTICA
OFICINA DE TEATRO
Formador: Carina Silva
Destinatários: Secundário/ESBB
Duração: 60 min.
Lotação: 1 turma

17 MARÇO | 9:30H - 12:00H
CENTRO DE EXPERIMENTAÇÃO
ARTÍSTICA
OFICINA DE TEATRO
Formador: Luciano Barata
Destinatários: Secundário/ESBB
Duração: 60 min.
Lotação: 1 turma



publicado por Carlos Gomes às 13:43
link do post | favorito

Terça-feira, 7 de Março de 2017
ORQUESTRA DA ACADEMIA DE ARTES DA MOITA APRESENTA “OS MISERÁVEIS”

Projeto “Os Nossos Autores”

No dia 10 de março, pelas 21:30h, a Orquestra da Academia de Artes da Moita apresenta “Os Miseráveis”, no âmbito do projeto “Os Nossos Autores”, no Fórum Cultural José Manuel Figueiredo, na Baixa da Banheira. Este espetáculo vai contar com a participação especial do Coro do Centro Cultural e Desportivo dos Trabalhadores do Metropolitano de Lisboa.

Academia da Moita (1).jpg

“Les Misérables” é um musical francês, composto por Claude-Michel Schönberg, em 1980, com libreto de Alain Boublil e letras de Herbert Kretzmer. É um dos musicais mais famosos e mais encenados pelo mundo. É baseado no romance épico francês “Les Misérables”, de Victor Hugo, e passa-se em França, no início do século XIX. Acompanha as histórias entrelaçadas de um elenco de personagens que lutam por redenção e pela revolução.

“Os Nossos Autores” é o nome do projeto que o Fórum Cultural José Manuel Figueiredo, na Baixa da Banheira, estreou no ano passado na sua programação. Valorizar a relação que este equipamento cultural tem com os artistas e os autores locais e destacar o trabalho inovador e original que desenvolvem nas diferentes áreas artísticas, sejam criadores residentes ou com trabalho a decorrer no concelho da Moita, é o grande propósito desta rúbrica de programação.

A entrada é gratuita mediante o levantamento prévio de bilhetes.

RESERVA DE BILHETES

Fórum Cultural José Manuel Figueiredo

Rua José Vicente, Baixa da Banheira

Tel. 210888900

Horário da Bilheteira:

De 3ª a sábado – 14:30h às 19:30h

Dias de espetáculo e cinema – uma hora antes do início do espetáculo ou sessão
Os bilhetes podem ainda ser reservados através do telefone 210 888 900, no horário de funcionamento da bilheteira. As reservas podem ser levantadas, no máximo, até 1h antes do início do espetáculo, com um limite de cinco bilhetes por reserva.

Compra de bilhetes online:

http://ticketline.sapo.pt

http://pt-pt.facebook.com/cmmoita

E nos postos de venda aderentes: http://ticketline.sapo.pt/pagina/postosdevenda



publicado por Carlos Gomes às 21:20
link do post | favorito

Terça-feira, 3 de Janeiro de 2017
HISTÓRIAS DE PAPELÃO REGRESSAM AO TEATRO TURIM

HISTÓRIAS DE PAPELÃO - Edição “Super-Heróis”

Improviso infantil regressa ao Teatro Turim numa versão com super-poderes

Histórias de Papelão, o espectáculo infantil de improviso dos Improvio Armandi regressa ao Teatro Turim, todos os Sábados e Domingos de Janeiro, numa nova versão repleta de super-poderes, terríveis vilões e destemidos heróis. Assim é a “Edição Super-Heróis”, onde os actores criam "em directo" uma estória, onde qualquer personagem do universo fantástico pode aparecer e as crianças vão decidir o que acontece.

Cartaz-HistPapelaoSuper-Herois.jpg

Este é o mote dos Improvio Armandi para “Histórias de Papelão – Edição Super Heróis”, no qual os actores – através da interacção com o público – improvisam uma aventura que tanto pode ser de heróis voadores e vilões do submundo, como de justiceiros mascarados com estranhos poderes… Nada está decidido, até o público chegar!

Com novos locais, personagens e adereços, o espectáculo regressa mais desafiante e vem pôr à prova a criatividade de miúdos e graúdos, que vão poder escolher super-poderes, esconderijos e covis secretos e até mesmo onde a história se vai passar.

O espectáculo tem a duração de 50 minutos, ao longo dos quais será improvisada uma história do início ao fim e onde as crianças terão voz activa no seu desenrolar e desfecho. Não perca, no Teatro Turim, todos os Sábados (16h00) e Domingos (11h00) de Janeiro.

Histórias de Papelão – Edição Super-Heróis

Teatro Turim

Janeiro: Sábados às 16h00 e Domingos às 11h00

Por Improvio Armandi

Com André Sobral, João Cruz e Ricardo Karitsis

Reservas: 217 606 666 ou armandi.improvio@gmail.com

Morada: Estrada de Benfica nº 723 A, 1500-088 Lisboa (em frente à Igreja de Benfica)


tags: ,

publicado por Carlos Gomes às 14:27
link do post | favorito

Quinta-feira, 10 de Novembro de 2016
TEATRO MARIA VITÓRIA APRESENTA "O SUPER MARCELO"

O "Super Marcelo" está presente no novo espetáculo do Teatro Maria Vitória "Parque à Vista"!

Venha assistir às suas recomendações literárias e tenha momentos hilariantes recheados de gargalhadas!

Se até o Presidente está presente, do que está à espera?

Marque já o seu lugar nesta formidável Revista à Portuguesa!

RESERVAS:

Geral - 213 475 454

Bilheteira - 213 461 740

Email - teatromv@sapo.pt

HORÁRIOS DO ESPETÁCULO:

De Quinta-Feira a Domingo às 21:30H

Sábado e Domingo também às 16:30H

14962742_1257705464285899_5692590308541705313_n.jpg


tags: ,

publicado por Carlos Gomes às 20:53
link do post | favorito

Sábado, 5 de Novembro de 2016
TEATRO MARIA VITÓRIA APRESENTA "O SUPER MARCELO"

O "Super Marcelo" está presente no novo espetáculo do Teatro Maria Vitória "Parque à Vista"!

Venha assistir às suas recomendações literárias e tenha momentos hilariantes recheados de gargalhadas!

Se até o Presidente está presente, do que está à espera?

Marque já o seu lugar nesta formidável Revista à Portuguesa!

RESERVAS:

Geral - 213 475 454

Bilheteira - 213 461 740

Email - teatromv@sapo.pt

HORÁRIOS DO ESPETÁCULO:

De Quinta-Feira a Domingo às 21:30H

Sábado e Domingo também às 16:30H

14962742_1257705464285899_5692590308541705313_n.jpg


tags: ,

publicado por Carlos Gomes às 11:46
link do post | favorito

Quinta-feira, 27 de Outubro de 2016
REVISTA À PORTUGUESA REGRESSA AO PARQUE MAYER

No dia 28 de Outubro, o Teatro Maria Vitória comemora juntamente com o seu público o Dia Mundial da Terceira Idade e oferece 20% de Desconto em toda a Plateia (Setor Poltronas) a quem tenha mais de 60 anos de Idade!

Vá assistir ao espetáculo "Parque à Vista", considerado por muitos a melhor Revista à Portuguesa dos últimos anos!

Este é um desconto que poderá única e exclusivamente obter na Bilheteira Local do Teatro Maria Vitória sob apresentação do seu Cartão de Cidadão.

HORÁRIOS:

De Quinta-Feira a Domingo às 21:30H

Sábado e Domingo também às 16:30H

CONTACTOS:

Geral - 213 475 454

Bilheteira - 213 461 740

Email - teatromv@sapo.pt

14725682_1241728279216951_461525745348322861_n.jpg

 


tags: ,

publicado por Carlos Gomes às 14:15
link do post | favorito

MARILYN MONROE SOBE AO PALCO NO TEATRO ARMANDO CORTEZ

cartaz_net800x1280px_marilyn_lisboa.jpg



publicado por Carlos Gomes às 13:03
link do post | favorito

Segunda-feira, 24 de Outubro de 2016
TEATRO EXTREMO APRESENTA "MYTHOS" NA BAIXA DA BANHEIRA"

Na Baixa da Banheira: Teatro Extremo apresenta “Mythos” no Fórum Cultural

“Mythos” é um espetáculo com direção artística de Joseph Collard, clown belga que integra o elenco de “Ovo”, do Cirque du Soleil, e vai ser apresentado, pelo Teatro Extremo, no Fórum Cultural José Manuel Figueiredo, na Baixa da Banheira, no dia 28 de outubro, às 21:30h.

Teatro Mythos.jpg

Uma conferência sobre a Mitologia é o ponto de partida que leva três personagens a fazer uma “viagem” em tom de comédia, em demanda da curiosidade e da imaginação universal, glosando os mitos universais e urbanos para expor a condição humana na nossa sociedade contemporânea.

O preço dos bilhetes é de 3,66 euros.

RESERVA DE BILHETES

Fórum Cultural José Manuel Figueiredo

Rua José Vicente, Baixa da Banheira

Tel. 210888900

Horário da Bilheteira:

De 3ª a sábado – 14:30h às 19:30h

Dias de espetáculo e cinema – uma hora antes do início do espetáculo ou sessão

Os bilhetes podem ainda ser reservados através do telefone 210 888 900, no horário de funcionamento da bilheteira. As reservas podem ser levantadas, no máximo, até 1h antes do início do espetáculo, com um limite de cinco bilhetes por reserva.

Compra de bilhetes online:

http://ticketline.sapo.pt

http://pt-pt.facebook.com/cmmoita

E nos postos de venda aderentes: http://ticketline.sapo.pt/pagina/postosdevenda



publicado por Carlos Gomes às 14:25
link do post | favorito

Sábado, 15 de Outubro de 2016
REVISTA À PORTUGUESA AINDA NÃO MORREU! - HÉLDER FREIRE COSTA LEVA À CENA A PEÇA "PARQUE À VISTA!"

14088408_1865877603631022_4592550306186588047_n.jpg


tags: ,

publicado por Carlos Gomes às 21:47
link do post | favorito

Terça-feira, 20 de Setembro de 2016
JOSÉ JORGE LETRIA APRESENTA “PORTUGAL POR MIÚDOS”

Estreia no Mosteiro dos Jerónimos/Museu Nacional de Arqueologia

Estreia já no início de Outubro um grande espectáculo de Teatro baseado numa das obras literárias de autor/escritor José Jorge Letria - PORTUGAL POR MIÚDOS

geral2.jpg

Recomendado pelo Plano Nacional de Leitura, o Portugal por Miúdos é aconselhado a todo o público juvenil e familiar.

Este ano o Portugal por Miúdos foi convidado a estar em cena no Museu dos Jerónimos / Museu Nacional de Arqueologia

De terça a sexta para Escolas | Domingos para famílias recomendado no estudo da nossa História, Portugal por Miúdos apresenta uma retrospectiva histórica, divertida, que vai desde D. Afonso Henriques à Revolução dos Cravos, não esquecendo a Batalha de Alcácer-Quibir nem o Cabo das Tormentas.

«Portugal por Miúdos» conta aos mais novos os episódios mais marcantes da História de Portugal, num conjunto de versos ligeiros, alegres e cheios de ritmo.

É uma viagem viva, divertida, cheia de movimento e de cor, recorrendo às potencialidades do Video Mapping.

Com três actores em palco, no espectáculo surgem vários cenários reais projectados em vídeo mapping, desenvolvidos para esta peça, dos diversos monumentos e lugares relevantes do nosso país como o Castelo de Óbidos, Convento de Mafra e a Abadia de Alcobaça.

Acreditamos que aprender os factos da História de Portugal, com os olhos postos no futuro, pode ser muito importante no desenvolvimento e formação do jovem público!

geral3.jpg


tags: ,

publicado por Carlos Gomes às 19:23
link do post | favorito

Domingo, 21 de Agosto de 2016
EUROPA, EUROPA! TEATRO & JANTAR EM SINTRA

 

 

Europa, Europa!, de Miguel Real e Filomena Oliveira, é um espetáculo de teatro com componente multimédia e legendas em inglês

Estreia dia 02 de Setembro 2016 na Quinta da Ribafria em Sintra pela ÉTER – PRODUÇÃO CULTURAL, em parceria com a Câmara Municipal de Sintra.

INFORMAÇÕES GERAIS

Datas de Apresentação do Espetáculo: 2, 3, 4, 9, 10 e 11 de Setembro, às 21:30

Local: Quinta da Ribafria – Estrada da Várzea, 2710-403 – SINTRA

Preço de Entrada: 12,00€

Desconto 2€: Menores de 18, maiores de 65, Grupos de 10 ou pessoas.

Bilheteira: Sob Reserva, através de 929 130 721 e book@virtualeter.com

Pré-venda Online: Ticketline, Odisseias, Lifecooler

No Local, abre às 20h00

Datas Do Jantar Solidário: 2,3,9,10 de Setembro, às 20h00

Valor do Jantar: 8,00€ (este valor reverte a favor da Campanha NO NA VIVI que apoia o desenvolvimento de 10 Jardins de Infância na Guiné Bissau).

Jantar apenas sob reserva através do telefone 929 130 721 e do email book@virtualeter.com

Transporte Gratuito sob reserva e conforme disponibilidade, através do telefone 929 130 721 e do email book@virtualeter.com

BREVE SINOPSE Onde vais? Quem és tu? Que futuro, Europa?

Um casal com um bebé, vindo de um país em guerra, viaja num barco pneumático rumo à Europa. Em simultâneo vivem-se situações reveladoras do estado atual da sociedade europeia. 

Atores, imagens vídeo, música, orgânica sonora e luz criam, numa quinta renascentista do século XVI, uma visão da Europa no tempo presente. Inspirado nos 12 trabalhos de Hércules, 12 são os desafios que se colocam hoje à Europa para sobreviver como civilização.

APRESENTAÇÃO

Europa, Europa! explora esteticamente o atual estado civilizacional da Europa, com base na unidade dramaturgica do mito grego dos 12 trabalhos que Hércules teve de vencer para conquistar a imortalidade. Assim, também a Europa (representada por uma jovem com o nome "Europa") terá de vencer os seus pecados civilizacionais (riqueza financeira especulativa, perversão ambiental, violência urbana de origem étnica ou religiosa, individualismo feroz, consumismo, ausência de valores éticos firmes, tecnocracia impiedosa ou domínio desumano da tecnologia, desigualdades sociais, ausência de recursos naturais...) para conseguir a construção de uma unidade europeia futura realizável, porventura a maior das utopias do século XXI. Ou seja, uma nova Europa segundo o horizonte de uma sociedade assente nos direitos humanos, nos direitos ambientais e na dignidade da pessoa humana e, à semelhança do passado, como o grande continente da inquietação filosófica, da investigação científica e da criação estética.

EUROPA Cartaz A4 ENG .jpg



publicado por Carlos Gomes às 21:00
link do post | favorito

Domingo, 14 de Agosto de 2016
TEATRO POLITEAMA LEVA À CENA A PEÇA "AS ÁRVORES MORREM DE PÉ

Estreia - As Árvores Morrem de Pé.jpg


tags: ,

publicado por Carlos Gomes às 15:53
link do post | favorito

Terça-feira, 9 de Agosto de 2016
TEATRO POLITEAMA ESTREIA A PEÇA "AS ÁRVORES MORREM DE PÉ

Estreia - As Árvores Morrem de Pé.jpg


tags: ,

publicado por Carlos Gomes às 15:12
link do post | favorito

Sábado, 6 de Agosto de 2016
TEATRO POLITEAMA ESTREIA A PEÇA "AS ÁRVORES MORREM DE PÉ


Estreia - As Árvores Morrem de Pé (1).jpg



tags: ,

publicado por Carlos Gomes às 08:57
link do post | favorito

Quinta-feira, 4 de Agosto de 2016
TEATRO POLITEAMA ESTREIA A PEÇA "AS ÁRVORES MORREM DE PÉ

Estreia - As Árvores Morrem de Pé.jpg


tags: ,

publicado por Carlos Gomes às 17:29
link do post | favorito

Quinta-feira, 21 de Julho de 2016
TEATRO POLITEAMA REALIZA AUDIÇÕES PARA A "PEQUENA SEREIA"

audicoes_pequenasereia-01 (1).png


tags: ,

publicado por Carlos Gomes às 15:32
link do post | favorito

Terça-feira, 19 de Julho de 2016
FILIPE LA FÉRIA LEVA “O MUSICAL DA MINHA VIDA” À PRAIA DO TAMARIZ NO ESTORIL

FLASHMOB---O-MUSICAL-DA-MINHA-VIDA_WEB.jpg



publicado por Carlos Gomes às 21:49
link do post | favorito

Terça-feira, 12 de Julho de 2016
TEATRO POLITEAMA ESTREIA A PEÇA “AS ÁRVORES MORREM DE PÉ”

As Árvores Morrem de Pé de Filipe La Féria brevemente no Teatro Politeama

“Morta por dentro, mas de pé como as árvores” é a frase que ainda ecoa no imaginário do Teatro em Portugal, designadamente nas Noites de Teatro que eram emitidas pela RTP. A frase pertence ao clássico texto de Alejandro Casona e é dita no final da peça pela lendária actriz Palmira Bastos.

Geral.jpg

Tudo começa numa organização que pretende tornar as pessoas mais felizes com poesia e criatividade. Um velho senhor chega um dia ao escritório dessa estranha organização com um pedido surpreendente. O seu neto tornou-se um perigoso delinquente, mas ele quer esconder a verdade à sua mulher.

Ao longo de vários anos enganou-a escrevendo-lhe cartas fictícias, supostamente do neto, criou uma imagem de um famoso arquitecto que vive no estrangeiro. Mas um dia o neto verdadeiro envia um telegrama anunciando a sua chegada. O navio em que viaja sofre um naufrágio em que morrem todos os passageiros. O velho senhor propõe então à organização que coloque em sua casa um casal fingindo ser o neto e a sua mulher para tornar real a ilusão da avó.

Texto mítico do reportório do Séc XX, “As Árvores Morrem de Pé” experimenta e contraria os patrões clássicos do Teatro, criando fissuras nas personagens, desagregando-as da sua identidade, confrontando-as com o conceito da verdade e dos seus espelhos no poder recriador da ilusão.

Filipe La Féria irá reunir um elenco de grandes actores para esta sua nova leitura do texto de Alejandro Casona: Eunice Muñoz, Ruy de Carvalho, Manuela Maria, Carlos Paulo, Maria João Abreu, João D’Ávila, Hugo Rendas, Ricardo Castro, Paula Fonseca, Rosa Areia, João Duarte Costa, Patrícia Resende e os jovens actores João Sá e Pedro Goulão.

Uma peça ansiosamente aguardada pelo público, com estreia para breve!


tags: ,

publicado por Carlos Gomes às 20:03
link do post | favorito

Quarta-feira, 6 de Julho de 2016
COMÉDIA SOBE AO PALCO DO CINEMA SÃO JORGE EM LISBOA

sjorg (1).jpg


tags: ,

publicado por Carlos Gomes às 20:42
link do post | favorito

Quarta-feira, 29 de Junho de 2016
TEATRO POLITEAMA LEVA À CENA "AS ÁRVORES MORREM DE PÉ"

O Teatro Politeama e o prestigiado Filipe La Féria preparam mais uma nova grande produção a todos os níveis excepcional - As Árvores Morrem de Pé – que contará com o formidável elenco composto por de Eunice Muñoz e Ruy de Carvalho, Manuela Maria, Carlos Paulo, João D'Ávila, Maria João Abreu entre outros.

Cartaz Brevemente.jpg

 

Esta produção assinala o regresso de uma das mais importantes actrizes portuguesas de sempre, Eunice Muñoz, já totalmente recuperada da intervenção cirúrgica à qual foi sujeita e que com a vitalidade e coragem que os portugueses tão bem conhecem, voltará a pisar o palco nesta peça que é um clássico na história do Teatro Português.

Eunice e Ruy de Carvalho estarão à frente de um elenco de ouro que junta os melhores actores portugueses, num espectáculo que várias gerações tanto tem apreciado.

todos proposta Patrocinio.jpg


tags: ,

publicado por Carlos Gomes às 15:17
link do post | favorito

Quinta-feira, 26 de Maio de 2016
ATOR MANUEL JOÃO VIEIRA ESTÁ EM FILMAGENS NO PARQUE EDUARDO VII

O ator Manuel João Vieira encontra-se neste momento em sessão de filmagens no topo do Parque Eduardo VII para a realização de mais um trabalho de ficção.

Amarrado a um candeeiro público e com os pés bem assentes numa papeleira, o ator incarna a personagem bíblica do ladrão que foi crucificado junto a Jesus Cristo, fazendo adivinhar mais uma sátira política inspirada nos evangelhos.

Numerosos populares aproximam-se com curiosidade para assistir à cena bizarra que está a ser rodada, contribuindo para a grande afluência de público a realização de mais uma edição da Feira do Livro de Lisboa, a escassas dezenas de metros daquele local.

ManuelJ.Vieira 003



publicado por Carlos Gomes às 18:10
link do post | favorito

Terça-feira, 3 de Maio de 2016
ESCOLA SECUNDÁRIA LEAL DA CÂMARA APRESENTA PEÇA DE TEATRO EM RIO DE MOURO



publicado por Carlos Gomes às 14:46
link do post | favorito

Terça-feira, 26 de Abril de 2016
"MEMORIAL DO CONVENTO" DE JOSÉ SARAMAGO SOBE AO PALCO NO CENTRO CULTURAL OLGA CADAVAL EM SINTRA

A ÉTER – Produção Cultural apresenta no Centro Cultural Olga Cadaval em Sintra, dia 6 de Maio, às 22 horas o espectáculo de Teatro "Memorial do Convento", em cena há 9 anos, visto por mais de 200 mil pessoas de todo o país.

Gratuito para o Público do espectáculo a ÉTER em parceria com a ÚNICA-Mixing Cultures oferecem a Instalação Multimédia “CABAÇA”, no MU.SA – Museu das Artes de Sintra, uma experiência interactiva baseada na atmosfera característica da Guiné-Bissau e da sua diversidade cultural em forma de som, vídeo, luz.

MEMORIAL DO CONVENTO

Teatro

“O homem primeiro tropeça, depois anda, depois corre, um dia voará. (...) Baltasar, tu és Sete-Sóis porque vês às claras e tu, Blimunda, serás Sete-Luas porque vês às escuras.”

Unidos por um amor maravilhoso, Blimunda e Baltasar reúnem-se a Padre Bartolomeu de Gusmão e ao seu sonho de voar. A Passarola, máquina voadora, misto de barco e de pássaro, nasce do saber científico de Padre Bartolomeu, da força de trabalho de Baltasar e dos poderes de Blimunda recolhendo as vontades humanas (“as nuvens fechadas”) que alimentarão a máquina e a farão voar. A história encantada, que revolucionou a literatura portuguesa, do nascimento de um convento no século XVIII. Na presente adaptação dramatúrgica, a relação dinâmica entre os cinco atores, a música original, a luz e os espaços cénicos dão vida a dezassete personagens e a momentos essenciais de Memorial do Convento.

FICHA TÉCNICA E ARTÍSTICA

TEXTO

José Saramago

ADAPTAÇÃO DRAMATÚRGICA

Filomena Oliveira e Miguel Real

ENCENAÇÃO

Filomena Oliveira

ORGÂNICA SONORA E MÚSICA ORIGINAL

David Martins

VOZ Andreia João | Piano Sandra Nunes

INTERPRETAÇÃO

Leonor Cabral | Pedro Oliveira | Rogério Jacques Hugo Bettencourt | João de Brito DESENHO E OPERAÇÃO LUZ

Carlos Arroja

OPERAÇÃO SOM

David Martins

LEGENDAGEM

José Ricardo

CRIAÇÃO E ADAPTAÇÃO DO ESPAÇO CÉNICO

Carlos Arroja | Vitor Fernandez

GUARDA-ROUPA E ADEREÇOS

Éter | Câmara dos Ofícios

FOTOGRAFIA

André Rabaça | Edgar d’Oliveira | Filipa Vieira

ASSISTENTE DE PRODUÇÃO

Cláudia Faria | Inês Oliveira Martins

PRODUÇÃO

ÉTER-Produção Cultural

CABAÇA

Instalação Multimédia Interactiva

Uma experiência interactiva baseada na atmosfera característica da Guiné-Bissau e da sua diversidade cultural em forma de som, vídeo, luz e cenografia. “Cabaça” pretende revelar o mais belo da Guiné-Bissau, chamando ao mesmo tempo a atenção para os problemas patentes em países em vias de desenvolvimento, sensibilizando o visitante a actuar no seio da sociedade para uma maior harmonia na humanidade.

Concepção Instalação: José Ricardo | David Martins.

Apoie 10 jardins de infância na Guiné-Bissau entregando brinquedos, materiais escolares ou paracetamol na bilheteira do espectáculo. Uma acção ÚNICA - Mixing Cultures.

Dia 6 de Maio

21h - MU.SA - Museu das Artes de Sintra - INSTALAÇÃO MULTIMÉDIA

22h Centro Cultural Olga Cadaval TEATRO

Bilhetes à Venda na TicketLine e no Local (info e reservas) 219 107 110



publicado por Carlos Gomes às 14:43
link do post | favorito

Terça-feira, 19 de Abril de 2016
TARZAN ESTÁ NO TEATRO POLITEAMA EM LISBOA

Sessão extra 24 e 30 Abril


tags: ,

publicado por Carlos Gomes às 17:09
link do post | favorito

TEATRO DO NOROESTE APRESENTA EM LISBOA E ALMADA A PEÇA "PEQUENAS PEÇAS DESOLADAS"

537942

"Pequenas peças Desoladas".

O Teatro do Noroeste - CDV em Lisboa, com texto e encenação de Guillermo Heras e Ricardo Simões e e tradução e dramaturgia de Alexandra Moreira da Silva.

Peça com texto e encenação do espanhol Guillermo Heras, em parceria com Ricardo Simões, e tradução e dramaturgia de Alexandra Moreira da Silva.

Dias 20 e 21 (4ª e 5ª feira), às 21.30, na Comuna

Depois seguem para Almada, com "Salgueiro Maia", a 23 e 24 (sábado e domingo), no Teatro Municipal Joaquim Benite



publicado por Carlos Gomes às 09:47
link do post | favorito

Terça-feira, 12 de Abril de 2016
FILIPE LA FÉRIA ESTREIA NO CASINO ESTORIL "O MUSICAL DA MINHA VIDA"



publicado por Carlos Gomes às 20:05
link do post | favorito

TEATRO "A BARRACA" APRESENTA "ENCONTROS IMAGINÁRIOS"


tags: ,

publicado por Carlos Gomes às 13:36
link do post | favorito

Sexta-feira, 18 de Março de 2016
AMADORA VENCE CONCURSO NACIONAL DE TEATRO: TEATRO PASSAGEM DE NÍVEL RECEBE PRÉMIO “RUY DE CARVALHO” – MELHOR ESPETÁCULO NA REPRESENTAÇÃO DA PEÇA “PESSOA”

CONTE Atribui Prémio "Ruy de Carvalho - Melhor Espetáculo” a “Pessoa”

"Pessoa" do Teatro Passagem de Nível (Amadora) foi o grande vencedor da XII edição do Concurso Nacional de Teatro (CONTE), distinguido com o Prémio "Ruy de Carvalho - Melhor Espetáculo”, construído a partir a partir da obra de Jorge Chichorro Rodrigues, “Fernando Pessoa Contado às Crianças Adultas”, e de excertos da obra de Fernando Pessoa.

Conte2016 (4)

O XII Concurso Nacional de Teatro de Póvoa de Lanhoso foi organizado pelo Município de Póvoa de Lanhoso, pela FPTA - Federação Portuguesa de Teatro e pela Fundação INATEL.A cerimónia de encerramento decorreu no passado dia 12 de março, no Theatro Clubda Póvoa de Lanhoso.

O Vereador para a Cultura da Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso, Armando Fernandes,felicitou todos os participantes e, na sua reflexão, sugeriu mudanças no figurino do CONTE. “É entendimento da Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso que, no futuro, deveremos rever algumas linhas de orientação relativamente à organização deste concurso”, desabafou. “Temos muitos jovens na Póvoa de Lanhoso a fazer formação de atores. A autarquia tem apostado na criação de condições para que esta nobre arte possa ganhar cada vez mais públicos. Seria legítimo que a autarquia que recebe e financia este concurso nacional pudesse indicar uma companhia do seu concelho para integrar a fase final do CONTE. Isso funcionaria como um incentivo para aqueles que usufruem das políticas culturais que o município lhes proporciona. E serviria para chamar mais público a este espaço emblemático que brevemente irá entrar em obras de recuperação”, considerou.

Armando Fernandes deu ainda como bom exemplo da estratégia de promoção cultural do município os Serviços Educativos. “Procuramos levar cultura às escolas através das leituras encenadas. Mas também procuramos divulgar o nosso património cultural edificado junto da comunidade escolar, proporcionando visitas guiadas aos alunos e professores, Mesmo aqui ao lado criámos o Centro Interpretativo Maria da Fonte que conta, também com um núcleo documental. Adquirimos já mais um edifício do conjunto edificado onde nos encontrarmos para aí instalarmos a Casa da Memória”, referiu.

A anteceder a entrega dos Prémios, a peça "Limpezas Maria da Fonte" pelo Grupo de Teatro dos Funcionários da Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso ainda subiu a palco extraconcurso. “Tiveram oportunidade de assistir hoje a um espetáculo em que os atores são trabalhadores da autarquia e formandos das nossas oficinas de teatro. E isto é, para nós, motivo de grande orgulho porque é o resultado da política cultural de proximidade que temos adotado nos últimos anos. É o resultado do esforço que temos feito no sentido de criar condições para que as artes passem a ocupar um lugar de relevo na vida de todos nós”, referiu, de entre outras considerações o Vereador para a Cultura, Armando Fernandes, concluindo que “é nesta teia cultural que pretendemos envolver todos os agentes culturais do nosso concelho. Associações, grupos folclóricos, bandas de música, Juntas de Freguesia são o suporte desta rede que se pretende cada vez mais forte”.

O XII Concurso Nacional de Teatro (CONTE) da Póvoa de Lanhoso arrancou no dia 5 de fevereiro, com a apresentação extraconcurso da peça “TROVAS & CANÇÕES, Actores, Poetas e Cantores”, com a participação de Ruy de Carvalho, ator e patrono do CONTE, assim como de seu filho João e de seu neto Henrique. Participaram no Concurso nove grupos de todo o país: Teatro de Carnide (distrito de Lisboa), Pateo das Galinhas (distrito de Coimbra), Getas – Centro Cultural (distrito de Santarém), TEM – Teatro Experimental de Mortágua (distrito de Viseu), Theatron (distrito de Évora), Contacto (distrito de Aveiro), Teatro Passagem de nível (distrito de Lisboa), Grupo Dramático e Recreativo da Retorta (distrito do Porto), Grupo de Animação e Teatro Espelho Mágico (distrito de Setúbal). O júri foi composto por José Barros (Município da Póvoa de Lanhoso), Dantas Lima (Fundação INATEL) e Luiz Oliveira (Federação Portuguesa de Teatro).

Vencedores do CONTE 2016

Prémio Orlando Worm para Melhor Iluminação João Pereira "Mulheres" Grupo Dramático e Recreativo da Retorta Prémio para Melhor Ambiente Sonoro Flávio Oliveira "Mulheres" Grupo Dramático e Recreativo da Retorta Prémio para Melhor Cenografia Céu Campos "O Principezinho" Grupo de Animação e Teatro Espelho Mágico Prémio para Melhor Guarda-Roupa Céu Campos "O Principezinho" Grupo de Animação e Teatro Espelho Mágico Prémio para Melhor Interpretação Secundária Feminina Núria Melo "Mulheres" Grupo Dramático e Recreativo da Retorta Prémio para Melhor Interpretação Secundária Masculina Tiago Costa "O Bicho do Teatro" Teatro de Carnide Prémio para Melhor Interpretação Principal Feminina Ana Sousa "Mulheres" Grupo Dramático e Recreativo da Retorta Prémio para Melhor Interpretação Principal Masculina Diogo Bach "O Bicho do Teatro" Teatro de Carnide Prémio Ibéria "Jesucristo Superstar" Compañia Teatro MC Reche Prémio Prestígio Personalidade Fundação INATEL Aurora Gaia Prémio para Melhor Encenação Laura Ferreira "Mulheres" Grupo Dramático e Recreativo da Retorta Prémio "Ruy de Carvalho" Melhor Espectáculo "Pessoa" Teatro Passagem de Nível

Menções Honrosas: Menção Honrosa para Melhor Cenografia João Paulo Pereira, Maria Fontes, Paula Nogueira e Vitor Hugo Oliveira "Mulheres Grupo Dramático e Recreativo da Retorta Menção Honrosa para Melhor Interpretação Secundária Masculina José Carlos "Muito Molière" TEM - Teatro Experimental de Mortágua Menção Honrosa para Melhor Interpretação Principal Feminina Rosa Souto Armas "Quatro Mulheres para Uma Ifigénia" Theatron - Associação Cultural Menção Honrosa para Melhor Interpretação Principal Masculina Diogo Leiria "O Principezinho" Grupo de Animação e Teatro Espelho Mágico



publicado por Carlos Gomes às 11:05
link do post | favorito

Quarta-feira, 24 de Fevereiro de 2016
FILIPE LA FÉRIA SURPREENDE NO TEATRO POLITIEMA


tags: ,

publicado por Carlos Gomes às 14:00
link do post | favorito

Segunda-feira, 8 de Fevereiro de 2016
"REPÚBLICA DAS BANANAS" OFERECE ALMOÇO ROMÂNTICO NO SOLAR DOS PRESUNTOS

Semana de São Valentim na República das Bananas!

Antecipando o dia 14 de Fevereiro, dia de São Valentim, o Teatro Politeama celebra esta semana com muito glamour.

A República das Bananas estará em festa e nos espectáculos de Quarta, Quinta e Sexta-feira - dia 10, 11 e 12 de Fevereiro - será sorteado um jantar romântico para duas pessoas, no restaurante O Solar dos Presuntos.

O Solar dos Presuntos é um dos números apresentado na República das Bananas que, com muito humor, conta com a participação de Rita Ribeiro e o José Raposo nos papeis de anfitriões deste clássico restaurante de Lisboa. Com telão do Mestre Costa Reis, por este número passam ainda algumas figuras públicas como Pinto da Costa, General José Eduardo dos Santos ou Duarte Lima.

Ao longo desta semana, A República das Bananas estará também presente nas redes sociais com pequenos depoimentos alusivos à Semana dos Namorados, convidando os espectadores a virem ao Teatro Politeama. Rita Raposo, José Raposo, Anabela, Paula Sá, Ricardo Castro, Bruna Andrade, João Duarte Costa, Patrícia Resende, Ricardo Soler, David Mesquita e Paulo Miguel serão os protagonistas.


tags: ,

publicado por Carlos Gomes às 20:59
link do post | favorito

Quinta-feira, 4 de Fevereiro de 2016
MINHOTOS OCUPAM EM LISBOA TEATRO NACIONAL D. MARIA II

12661749_1130029990348280_6456436413344791164_n



publicado por Carlos Gomes às 00:00
link do post | favorito

Quarta-feira, 3 de Fevereiro de 2016
MINHOTOS "OCUPAM" TEATRO NACIONAL D. MARIA II

Comédias do Minho ocupam Teatro Nacional D. Maria II dias 4 e 21 de fevereiro

A estreia de “Os doze pares de França”, com encenação de João Pedro Vaz, marca o arranque da ‘Ocupação Minhota’ pelas Comédias do Minho no Teatro Nacional D. Maria II, entre 4 e 21 de fevereiro, cuja apresentação decorre esta quinta-feira, às 18h00, no seu Salão Nobre.

Comédias do Minho

 

Vitor Paulo Pereira, na qualidade de presidente da Direção das Comédias do Minho, dará a conhecer os propósitos da ‘Ocupação Minhota’, que leva ao D. Maria II uma reflexão sobre todo um território, em registo de grande profanidade.

Recorde-se que as Comédias do Minho surgiram em 2003, envolvendo os cinco municípios do vale do Minho: Melgaço, Monção, Paredes de Coura, Valença e Vila Nova de Cerveira, pelo que esta ‘Ocupação Minhota’ faz do D. Maria II o sexto concelho das Comédias do Minho em 2016, palco para mais uma celebração de um novo entrudo minhoto, através de um auto popular, teatro para crianças e jovens, uma exposição, um documentário e jornadas de trabalho e paladar, regadas por alguns dos melhores vinhos do mundo.

A festa minhota começa também com a inauguração da exposição Mutantes e a apresentação pública da Programação 2016, com intervenções de Miguel Honrado, Presidente do Conselho de Administração TNDM II, Tiago Rodrigues, Diretor Artístico TNDM II, João Pedro Vaz, Diretor Artístico CdM, José Teixeira, Administrador da VentoMinho (Mecenas CdM) e Vítor Paulo Pereira, Presidente do Município de Paredes de Coura e da Direção CdM.



publicado por Carlos Gomes às 18:17
link do post | favorito

Terça-feira, 12 de Janeiro de 2016
GRUPO DE TEATRO LEVA À CENA NA MOITA A PEÇA "SUSY, LILI E NÉNÉ"

Na Baixa da Banheira: Projéctor Grupo de Teatro apresenta “Susy, Lili e Néné” no Fórum Cultural

No dia 22 de janeiro, pelas 21:30h, o Projéctor Grupo de Teatro leva a cena, no Fórum Cultural José Manuel Figueiredo, na Baixa da Banheira, o espetáculo “Susy, Lili e Néné”, com encenação de Luciano Barata.

 Teatro Susy, Lilie Nene

“Uma comédia, nem sempre cómica, que carateriza a história de três amigas do liceu, após 20 anos de ausência. Depois de se contactarem entre si, através das redes sociais, marcam um encontro para casa de uma delas, para recordar os velhos tempos. Depois, entre conversas, recordações do passado e acontecimentos do presente, as três descobrem peripécias em comum, inclusive que cada uma acabou por ser a responsável pelo fim do casamento da outra…”

Os bilhetes, no valor de 3,66 euros, estão já disponíveis na bilheteira do Fórum Cultural. Reserve já os seus bilhetes!

Ficha artística:

Título Original – Fulana, Beltrana e Sicrana

Autor - Paulo Scaldassy

Cartaz - Lilia Pinto

Ponto - Fátima Gonçalves

Tradução e Encenação - Luciano Barata

Interpretação:

Suzy – Suzete Calado

Lili – Lília Pinto

Nené – Inês Nunes

Duração: 65 min.

Destinatários: geral, M/12 anos

Horário da Bilheteira: 

De 3ª a sábado – 14:30h às 19:30h 

Dias de espetáculo e cinema  – uma hora antes do início do espetáculo ou sessão.

Os bilhetes podem ainda ser reservados, através do telefone 210 888 900, no horário de funcionamento da bilheteira. As reservas têm de ser levantadas, no máximo, até 1h antes do início do espetáculo, com um limite de cinco bilhetes por reserva.



publicado por Carlos Gomes às 20:40
link do post | favorito

Quarta-feira, 16 de Dezembro de 2015
TEATRO "OS ZECAS" LEVA À CENA "PELOTÃO CONDENADO" NA BAIXA DA BANHEIRA

Teatro pelo Projeto “Os Zecas”: “Pelotão Condenado” em cena no Fórum Cultural na Baixa da Banheira

A peça “Pelotão Condenado”, com adaptação de Luciano Barata, baseada na obra de Alfonso Saste, “Esquadra para a Morte”, vai ser levada a cena, pelo Grupo de Teatro “Os Zecas”, no auditório do Fórum Cultural José Manuel Figueiredo, na Baixa da Banheira, no dia 19 de dezembro, pelas 21:30h.

Teatro Pelotão

A história desenrola-se durante a 2ª Guerra Mundial, num lugar fronteiriço entre países beligerantes, cujos protagonistas são soldados condenados, de ambos os sexos, que compõem uma esquadra e que são enviados para um posto avançado, com a finalidade de fazerem explodir um campo minado e assim impedir o avanço das tropas inimigas, pondo, ao mesmo tempo, fim às suas próprias vidas. É esse o seu castigo. Mas com o decorrer dos dias, todos os planos acabam por ser tremendamente alterados.

A entrada é gratuita mediante reserva antecipada e levantamento de bilhetes.

Horário da Bilheteira:

De 3ª a sábado – 14:30h às 19:30h

Dias de espetáculo e cinema – uma hora antes do início do espetáculo ou sessão.
Os bilhetes podem ainda ser reservados, através do telefone 210 888 900, no horário de funcionamento da bilheteira. As reservas têm de ser levantadas, no máximo, até 1h antes do início do espetáculo, com um limite de cinco bilhetes por reserva.



publicado por Carlos Gomes às 21:14
link do post | favorito

Quarta-feira, 2 de Dezembro de 2015
AVÔ CANTIGAS VAI À MOITA

Na Baixa da Banheira: Avô Cantigas ao vivo no Fórum Cultural

O Avô Cantigas sobe ao palco do Fórum Cultural José Manuel Figueiredo, na Baixa da Banheira, no dia 8 de dezembro, pelas 15:30h, num espetáculo a não perder neste Natal, para ver em família.

Ao atingir os 34 anos de carreira, o Avô Cantigas apresenta-se ao vivo com um espetáculo que vai deliciar miúdos e graúdos. “A Cantiga do Avô Cantigas”, “Fungagá da Bicharada”, “Fantasminha Brincalhão”, “O Popó do Papá”, são exemplos do seu reportório que vai dos grandes clássicos aos sucessos mais recentes. O patusco velhote promete colher a carinhosa atenção dos jovens papás e mamãs de hoje que poderão viajar às suas infâncias onde já escutavam o Avô Cantigas de então.

Este é também um espetáculo efervescente e muito participativo; a comunicação entre o palco e a plateia será uma constante, com uma alegria contagiante. A divertir educando e a educar divertindo, o Avô Cantigas regressa com uma produção cheia de boa música, sempre acompanhada de muita fantasia.

Bilhetes:

Menores de 12 anos – 1,84 euros; Maiores de 12 anos – 3,05 euros

Horário da Bilheteira:

De 3ª a sábado – 14:30h às 19:30h

Dias de espetáculo e cinema – uma hora antes do início do espetáculo ou sessão.

Os bilhetes podem ainda ser reservados, através do telefone 210 888 900, no horário de funcionamento da bilheteira. As reservas têm de ser levantadas, no máximo, até 1h antes do início do espetáculo, com um limite de cinco bilhetes por reserva.



publicado por Carlos Gomes às 17:34
link do post | favorito

Terça-feira, 17 de Novembro de 2015
MOITA REALIZA FESTA DA MARIONETA

“Contos do Mundo” encerra Festa da Marioneta no concelho da Moita

A Festa da Marioneta, dinamizada pela Artemrede – Teatros Associados, despede-se do concelho da Moita no dia 21 de novembro, pelas 16:00h, no auditório do Fórum Cultural José Manuel Figueiredo, na Baixa da Banheira, com o espetáculo “Contos do Mundo”, pelo Teatro Figura.

Contos do Mundo

Este teatro de marionetas é criado a partir de alguns contos de Hans Christian Andersen (“A Princesa e a Ervilha”, “A Menina dos Fósforos” e “O Patinho Feio”) que abordam questões como a antítese da vida e da morte, temas muito presentes na obra deste autor dinamarquês.

As marionetas são construídas a partir de elementos do quotidiano, de forma a potenciar e a estimular o imaginário e a criatividade dos espetadores.

Funis, regadores, caixas de madeira, cestos de vime, compressor de ar e escovas são alguns dos elementos que assumem as personagens de princesa, rainha, menina, avó, patinho, ganso, galinha, cão, entre outros.

“Contos do Mundo” tem a duração aproximada de 45 minutos e é dirigido a crianças maiores de 4 anos e suas famílias. Os bilhetes, no valor de 1,84 euros, para menores de 12 anos, e de 3,05 euros para maiores de 12 anos, estão disponíveis na bilheteira do Fórum Cultural.



publicado por Carlos Gomes às 21:52
link do post | favorito

Terça-feira, 10 de Novembro de 2015
FESTIVAIS INATEL COM CASA CHEIA NO TEATRO ARMANDO CORTEZ EM LISBOA

Nos dias 7 e 8 de novembro, foram eleitos os vencedores de um programa alargado de festivais, organizados pela Fundação INATEL, perante uma plateia com lotação esgotada, em cada iniciativa.

Grupo_Alfandega_da_Fe_680

O Teatro Armando Cortez (Casa do Artista), em Lisboa, foi o local escolhido para a realização das finais nacionais das iniciativas “Festival INATEL da Canção”, “Os Melhores Talentos Portugueses” e o “Festival INATEL”, que reuniram trabalhos apresentados por Centros de Cultura e Desporto associados da Fundação.

Perante uma sala com lotação esgotada durante as três iniciativas, subiram ao palco um total de 300 artistas, apresentando espetáculos de etnografia, música, teatro, dança e variedades, numa viagem pelos diferentes distritos e regiões de Portugal.

A ACAFE - Associação de Cantares de Alfândega da Fé, sagrou-se vencedora do “Festival INATEL da Canção”, pelo distrito de Bragança, que apresentou o “Hino a Alfândega da Fé”.

08112015-Photo.Jose¦ü FradeDSC00708_327834

Já na iniciativa “Os Melhores Talentos Portugueses”, o primeiro prémio foi entregue ao Sport Operário Marinhense, de Leiria, com a peça teatral “Gota de Mel”, numa adaptação de Norberto Barroca e tradução de António Pedro.

Por último, no “Festival INATEL” o Coro de Câmara do Conservatório de Música de Ourém e Fátima, em representação do distrito de Santarém, conquistou o primeiro prémio com “September”, da autoria de Martin Carbow.

Para além dos grupos referidos, participaram ainda Centros de Cultura e Desporto em representação da Região Autónoma dos Açores e dos distritos de Aveiro, Bragança, Évora, Guarda, Lisboa, Portalegre, Porto, Viana do Castelo, Vila Real e Viseu.

Em cada uma das iniciativas, a apreciação dos trabalhos em palco foi realizada por votação, por três painéis de jurados convidados para o efeito, compostos por, respetivamente, António Pinto Basto, Rui Baeta e Yola Dinis, Carlos Quintas, Cláudio Hochman e Dulce Guimarães, e, por último, Fernando Pereira, Ludgero Mendes e Wanda Stuart.

Foram considerados critérios como o conteúdo, a criatividade da apresentação, a coerência do espetáculo no âmbito de cada festival, a cenografia, o guarda-roupa/figurinos, a encenação/dramatização e a caracterização do elenco.

De acordo com a Fundação INATEL, deseja-se, com estas iniciativas, envolver a participação de grupos regionais numa mostra singular de talentos locais, valorizando-se o trabalho cultural das coletividades, assim como o incentivo de atividades representativas das características populares de cada zona/região em competição.

Reconhecido o grande valor artístico e cultural de qualquer dos trabalhos apresentados em palco, é de valorizar, sobretudo, o grande empenho e a dedicação com que todos os grupos se apresentaram em Lisboa e se envolveram nos projetos.

Fotos: José Frade

07112015-Photo.Jose¦ü FradeDSC_6452_327278



publicado por Carlos Gomes às 11:32
link do post | favorito

Quinta-feira, 5 de Novembro de 2015
INATEL LEVA ETNOGRAFIA, MÚSICA E TEATRO À CASA DO ARTISTA

Teatro Armando Cortez recebe festivais de talentos nacionais | Fim-de-semana cultural, de 7 a 8 de novembro, que reúne etnografia, música e teatro em palco. Festivais INATEL elegem melhores trabalhos

O Teatro Armando Cortez receberá, no próximo fim-de-semana, um programa alargado de festivais, organizado pela Fundação INATEL, que conta com 14 distritos/regiões autónomas em competição.

No próximo sábado, dia 7 de novembro, o Teatro Armando Cortez (Casa do Artista), em Lisboa, receberá as Finais Nacionais das iniciativas “Os Melhores Talentos Portugueses” e “Festival INATEL da Canção”, nas quais participam grupos culturais e recreativos de Centros de Cultura e Desporto filiados da Fundação INATEL.

No dia 8, decorrerá ainda a 3ª edição do “Festival INATEL”, que apresenta uma mostra de costumes e tradições dos distritos e regiões de Portugal, nas mais diferentes áreas de expressão.

Em competição estão os distritos/regiões de Aveiro, Bragança, Coimbra, Évora, Guarda, Leiria, Lisboa, Portalegre, Porto, Santarém, Viana do Castelo, Vila Real, Viseu e ainda São Miguel (Açores).

Os espetáculos, de carácter amador, incluem-se em, pelo menos, uma das seguintes áreas temáticas: Etnografia, Música/Canto; Teatro; Dança e Variedades.

A seleção dos premiados será feita através de votação de um painel de júris nomeado para o efeito, composto por Fernando Pereira, Carlos Quintas, Wanda Stuart, Dulce Guimarães, Cláudio Hochman e Ludgero Mendes, entre outros agentes das áreas da produção e criação cultural.

Serão considerados critérios como o conteúdo, a criatividade/originalidade da apresentação, a coerência do espetáculo no âmbito do festival, a cenografia, o guarda-roupa/figurinos, a encenação/dramatização e a caracterização do elenco.

Estão apurados para as finais dos festivais os seguintes grupos concorrentes:

Os Melhores Talentos Portugueses: D’orfeu Associação Cultural (Aveiro), Associação de Amigos Unidos pelo Escoural (Évora), Casa do Povo de Canaviais (Évora), Sport Operário Marinhense (Leiria), Grupo Etnográfico de Areosa (Viana do Castelo).

Festival INATEL da Canção: Rancho Folclórico S.Tiago de Lobão (Aveiro), Acafe - Associação de Cantares de Alfândega da Fé (Bragança), Sociedade Recreativa e Dramática Eborense (Évora), Grupo Desportivo e Cultural dos Trabalhadores da Imprensa Nacional Casa Da Moeda (Lisboa), Orfeão de Portalegre (Portalegre), Grupo Cultural Recreativo de Santo Amaro de Azurara (Viseu).

Festival INATEL: Associação Unojovens de Ponta Garça (Açores), Tuna Popular de Arganil (Coimbra), Associação da Orquestra Ligeira de Gouveia (Guarda), Associação Cultural e Recreativa Vallis Longus (Porto), Conservatório de Música de Ourém e Fátima (Santarém), Centro Desportivo, Recreativo e Cultural de Moreira (Viana do Castelo), Casa do Povo de Barqueiros (Vila Real).

De acordo com a Fundação INATEL, a iniciativa pretende envolver a participação de grupos regionais numa mostra singular de talentos locais, valorizando-se espetáculos considerados como representativos das características culturais de cada zona/região em competição.

Com o objetivo de envolver as comunidades locais na iniciativa, foram criadas viagens com saída prevista a partir de todas as capitais de distrito.

Um euro do valor pago por viagem reverterá a favor do projeto social “Mealheiro Solidário



publicado por Carlos Gomes às 11:05
link do post | favorito


mais sobre mim
pesquisar
 
Dezembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


posts recentes

NOVA LOUCURA DE LA FÉRIA ...

TEATRO POLITEAMA APRESENT...

CASA DO ARTISTA LEVA À CE...

“A BILHA QUEBRADA” SOBE A...

MUSEU NACIONAL DE ARQUEOL...

VIANA DO CASTELO REPRESEN...

JOGO DOS TRONOS – TEMPORA...

COMPANHIA DE TEATRO DE AL...

BELAS RECEBE CLUEDO TEATR...

TEATRO ARMANDO CORTEZ APR...

LISBOA RECEBE COMÉDIA BRA...

MOITA COMEMORA DIA MUNDIA...

MOITA ESTREIA MOSTRA DE T...

ORQUESTRA DA ACADEMIA DE ...

HISTÓRIAS DE PAPELÃO REGR...

TEATRO MARIA VITÓRIA APRE...

TEATRO MARIA VITÓRIA APRE...

REVISTA À PORTUGUESA REGR...

MARILYN MONROE SOBE AO PA...

TEATRO EXTREMO APRESENTA ...

REVISTA À PORTUGUESA AIND...

JOSÉ JORGE LETRIA APRESEN...

EUROPA, EUROPA! TEATRO & ...

TEATRO POLITEAMA LEVA À C...

TEATRO POLITEAMA ESTREIA ...

TEATRO POLITEAMA ESTREIA ...

TEATRO POLITEAMA ESTREIA ...

TEATRO POLITEAMA REALIZA ...

FILIPE LA FÉRIA LEVA “O M...

TEATRO POLITEAMA ESTREIA ...

COMÉDIA SOBE AO PALCO DO ...

TEATRO POLITEAMA LEVA À C...

ATOR MANUEL JOÃO VIEIRA E...

ESCOLA SECUNDÁRIA LEAL DA...

"MEMORIAL DO CONVENTO" DE...

TARZAN ESTÁ NO TEATRO POL...

TEATRO DO NOROESTE APRESE...

FILIPE LA FÉRIA ESTREIA N...

TEATRO "A BARRACA" APRESE...

AMADORA VENCE CONCURSO NA...

FILIPE LA FÉRIA SURPREEND...

"REPÚBLICA DAS BANANAS" O...

MINHOTOS OCUPAM EM LISBOA...

MINHOTOS "OCUPAM" TEATRO ...

GRUPO DE TEATRO LEVA À CE...

TEATRO "OS ZECAS" LEVA À ...

AVÔ CANTIGAS VAI À MOITA

MOITA REALIZA FESTA DA MA...

FESTIVAIS INATEL COM CASA...

INATEL LEVA ETNOGRAFIA, M...

arquivos

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

tags

todas as tags

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds