Blogue de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes de Lisboa e arredores

Sábado, 9 de Setembro de 2017
FESTA DO VINHO JUNTA MINHOTOS E MOLDAVOS EM LOURES

Amigos da Moldávia também vieram à festa e participaram na pisa da uva

Acabou há instantes a Festa do Vinho, na Quinta de Fernandares, nos arredores de Loures, numa iniciativa inédita do Grupo de Folclore Verde Minho.

DSCF5399

Ao ritmo do bombo e ao som da concertina, mais de uma dezena de trabalhadores, em ambiente de festa, pisaram as uvas com os pés à moda antiga. Uma tradição a que não faltaram também os nossos amigos da Associatia Miorita Portugalia, uma associação representativa da comunidade da Moldávia em Portugal.

A Festa do Vinho – recriação da tradicional pisa da uva – teve lugar em pleno ambiente rural de uma das mais afamadas regiões vinícolas do país, precisamente numa das mais prestigiadas quintas agrícolas que, para além da sua actividade, distingue-se pelo magnífico acolhimento com que acolheu as nossas gentes.

Esta iniciativa do Grupo Folclórico Verde Minho de carácter etnográfico e regionalista pode muito bem vir a inspirar outras associações que se dedicam à defesa da nossa cultura tradicional, seguindo a velha máxima segundo a qual candeia que vai à frente alumia duas vezes!

DSCF5416

DSCF5432

DSCF5445

DSCF5450

DSCF5466

DSCF5463

DSCF5467

DSCF5470

DSCF5493



publicado por Carlos Gomes às 19:56
link do post | favorito

Terça-feira, 6 de Junho de 2017
LISBOA RENDEU-SE AO ALVARINHO WINE FEST

Mais de dez mil pessoas passaram pelo Pavilhão Carlos Lopes

‘A 3ª edição do Alvarinho Wine Fest foi uma aposta ganha’ garantiu o Presidente da Câmara Municipal de Melgaço, Manoel Batista, e os números comprovam: mais de dez mil visitantes passaram pelo Pavilhão Carlos Lopes durante os dois dias do evento, onde tiveram a oportunidade de conhecer de perto as potencialidades dos sabores do Município Mais a Norte de Portugal: o fumeiro de Melgaço, os queijos, a doçaria tradicional, o pão e as compotas estiveram em destaque em Lisboa, nos dias 2 e 3 de junho.

CapturarALVA1

Durante os dois dias foram realizadas 19 provas de vinho alvarinho comentadas junto de todos os produtores presentes: por João Chambel, sommelier do Grupo Estado de Alma, e por Rodolfo Tristão, sommelier do Grupo Avillez.

19 produtores de Alvarinho - Casa de Midão, Casa de Canhotos, Castaboa, Castros de Paderne, Dom Ponciano, Dona Paterna, Encostas de Paderne, Lua Cheia em Vinhas Velhas, Memória a S.Marcos, Poema, Alvaianas, Quinta do Mascanho, Quinta do Mentainas, Quinta do Regueiro, Quintas de Melgaço, Reguengo de Melgaço, Soalheiro, Terras de Real e Valados de Melgaço; e seis de produtos locais - Fumeiro Tradicional de Castro Laboreiro, Delícias do Planalto, Casa do Ramo Sabores, Melgaço em Sabores, Prados de Melgaço e Bebipedala, deslocaram-se à capital para darem a provar o delicioso néctar e os produtos confecionados com Alvarinho. O evento completou-se com momentos musicais, no espaço lounge, e com a distinção do restaurante Solar dos Presuntos como tendo a melhor carta de Vinhos Alvarinho em Lisboa.

O número de visitantes tem aumentado de ano para ano: a 1ª edição contou com 3.500 apreciadores de Alvarinho e a 2ª com 7.700 pessoas. ‘Foi mais um palco de afirmação do território’, afirmou Manoel Batista, sublinhando que ‘dar visibilidade aos produtos que o território produz e que são de grande qualidade’. A abertura do evento contou com a presença do Vereador da Câmara Municipal de Lisboa, Carlos Castro, e dos Deputados José Manuel Carpinteira e Sandra Pontedeira.

CapturarALVA2


tags: ,

publicado por Carlos Gomes às 02:21
link do post | favorito

Quinta-feira, 18 de Maio de 2017
QUINTA DO TAMARIZ APOSTA NA BIODIVERSIDADE DO VINHO

“Sentir a biodiversidade num vinho” é o novo programa de enoturismo da quinta

No seguimento da sua estratégia de promoção da Biodiversidade, a Quinta do Tamariz lança um novo programa de enoturismo dedicado a este tema. Com o nome “Sentir a biodiversidade num vinho” o programa está disponível a partir do dia 22 de Maio, dia Internacional da Biodiversidade.

Capturartamariz

Estando aberta ao enoturismo há mais de 25 anos, em que recebe turistas de todas as nacionalidades que visitam as vinhas, a Quinta do Tamariz entendeu criar um programa especifico para todos aqueles que dão valor à biodiversidade e que querem aprofundar o tema de uma forma lúdica, onde não falta a prova de vinhos no final.

Assim, nada melhor do que lançar o programa no dia 22 de Maio, Dia Internacional da Biodiversidade, também como forma de comemorar a data. Até porque em 2017, ano internacional do Turismo Sustentável para o Desenvolvimento, o tema é Biodiversidade e Turismo Sustentável.

O programa vai manter-se disponível até final de Outubro, sempre por marcação prévia, e em 3 idiomas: português, francês e inglês.

As visitas no programa Sentir a Biodiversidade num vinho são conduzidas pela Eng:ª Maria Francisca Vinagre, que para além de ser uma das administradoras da Sociedade Agrícola, é responsável pela viticultura e enologia da quinta, sendo uma das primeiras mulheres do vinho em Portugal, quando há mais de 30 anos assumiu esta função.



publicado por Carlos Gomes às 20:25
link do post | favorito

Quarta-feira, 29 de Março de 2017
VINHOS DA COMPANHIA AGRÍCOLA DO SANGUINHAL MARCAM PRESENÇA NO FESTIVAL GASTRONÓMICO “PEIXE EM LISBOA”

Através de seis dos seus mais emblemáticos vinhos, a Companhia Agrícola do Sanguinhal fará um périplo pelas histórias, personagens e acontecimentos mais marcantes de Casa.

carcavelos_quinta bela vista.jpg

Assim, os visitantes do Peixe em Lisboa (de 30 de Março a 9 de Abril) terão a oportunidade de descobrir que o Sottal branco leve 2015 representa a marca mais antiga ainda em comercialização de brancos leves em Portugal e no mundo. Antiguidade é também o cartão de visita do Quinta das Cerejeiras Reserva tinto 2011, que celebrou no ano passado 90 anos de existência no mercado com o mesmo rótulo e o mesmo tipo de garrafa.

foto_CAS.jpg

Mas a história não se faz apenas de memórias, faz-se também de conquistas. E o Quinta de S. Francisco tinto 2014 é disso um perfeito exemplo, pois é o vinho mais premiado de sempre da Companhia Agrícola do Sanguinhal. O engenho revela-se ainda no Quinta de S. Francisco Colheita Tardia 2010, um vinho cuja complexidade só é possível graças às características únicas da sua zona de produção, na confluência de dois rios.

E porque o vinho e a poesia são praticamente da mesma casta, Fernando Pessoa também estará presente no Peixe em Lisboa, corporizado pelo Casabel Rosé 2015, um vinho que conta como o poeta era habitué das lojas do “Abel” – Abel Pereira da Fonseca, o fundador da Companhia. 

Uma viagem ao passado que, neste álbum histórico, passa ainda pelas célebres vinhas de Carcavelos e o Quinta da Bela Vista, 70 anos – um vinho velho e fortificado, descendente das primeiras videiras de que há registo na zona de Carcavelos, que datam de 1370.

Num dos dias d’o Peixe em Lisboa, 6 de abril, a Companhia Agrícola do Sanguinhal dinamiza uma prova exclusiva dos seus vinhos com a presença do produtor e enólogo, Miguel Móteo. Entre as 17 e as 20 horas, vão ser apresentados os vinhos Quinta de S. Francisco Colheita TardiaQuinta da Bela Vista Carcavelos mais de 70 anos e Magnums: Quinta das Cerejeiras Reserva 2011, Quinta do Sanguinhal 2009 e Quinta de S. Francisco 2010.

Programação do evento disponível em: http://www.peixemlisboa.com/agenda/

sanginhal.jpg



publicado por Carlos Gomes às 19:35
link do post | favorito

Quarta-feira, 30 de Novembro de 2016
PALMELA REALIZA FESTIVAL DO MOSCATEL

festival-moscatel_1_750_2500.jpg



publicado por Carlos Gomes às 21:31
link do post | favorito

Segunda-feira, 5 de Setembro de 2016
FAPWINES ACRESCENTA ROSÉ À LINHA DE VINHOS GIROFLÉ E APOSTA NA EXPANSÃO INTERNACIONAL DA MARCA

Vendas internacionais já pesam 25% no volume de negócios, que deverá registar aumento superior a 30% em 2016, impulsionado pela entrada em novos mercados até ao final do ano.

A FAPWINES, projeto iniciado por João Matos em 2013, acaba de lançar o vinho Giroflé Rosé e está apostada em aumentar a presença da linha de vinhos Giroflé nos mercados internacionais.

garrafa_rose (1).jpg

Além de estar listado em mais de 200 restaurantes de referência de norte a sul do país, onde a marca Giroflé já está presente, o novo Giroflé Rosé destina-se, essencialmente, à exportação, tendo já assegurado colocação em 3 mercados externos.

"Vamos iniciar, muito em breve, exportações para os E.U.A. com o Rosé, onde o Giroflé Douro Tinto já é comercializado através da cadeia Whole Foods Market. Ao mesmo tempo, está também assegurada a colocação em apenas mais dois países europeus - Bélgica e Suíça -, uma vez que a produção deste vinho foi limitada", revela João Matos, fundador da FAPWINES.

O mesmo responsável explica que as transformações das tendências de consumo a nível global estão na origem da aposta na criação de um vinho rosé:

"Os consumidores de vinho estão, cada vez mais, a optar por vinhos rosé e, se até há alguns anos as escolhas recaiam, sobretudo, nos vinhos tintos, hoje as tendências de consumo apontam para um maior equilíbrio entre tintos, brancos e rosés, observando-se uma clara preferência por vinhos mais leves, com menos álcool", considera João Matos.

Destinado a um público-alvo que compreende a faixa etária entre os 25 e os 45 anos e que "cada vez mais aprecia beber vinho à refeição, e a copo fora dela", o Giroflé Rosé é essencialmente indicado para acompanhar pratos de comida asiática e italiana, peixes e mariscos, ou simplesmente como aperitivo.

Resultante da vinificação de uvas das castas Touriga Nacional e Syrah plantadas na margem esquerda do rio Tejo, o Giroflé Rosé apresenta um aroma intenso a frutos vermelhos. Na boca, onde a acidez confere persistência, revela-se fresco, devendo ser bebido entre os 10º e os 14ºC.

Recorde-se que, através da FAPWINES, a marca Giroflé exporta atualmente para os E.U.A, Alemanha, Bélgica e Brasil, mercados que são já responsáveis por 25% das vendas globais da empresa.

Em 2017, o peso das exportações no volume de negócios deverá cifrar-se nos 50%, impulsionado pela previsão da entrada, até ao final deste ano, no Canadá e na Polónia, encontrando-se ainda em fase de estudo a penetração no mercado asiático.

Refira-se que, depois de em 2015 as vendas da FAPWINES terem aumentado 60% face a 2014, a empresa prevê encerrar 2016 com o registo de novo crescimento, superando em mais de 30% os resultados alcançados no último ano.

Formado em Enologia pela UTAD – Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, e com 12 anos de experiência na criação e comercialização de vinhos, em junho de 2013, João Matos redesenhou o seu percurso no mundo dos vinhos com a FAPWINES.

A amizade que o une a vários enólogos e o gosto pela partilha permite-lhe construir vinhos em diversas regiões, tirando partido da identidade de cada uma delas, sempre com o objetivo de agradar aos consumidores que tão bem conhece.

A linha de vinhos Giroflé, à qual se soma agora o Giroflé Rosé, inclui o Giroflé Loureiro, o Giroflé Alvarinho, o Giroflé Douro Branco, o Giroflé Douro Tinto e o Giroflé Espumante Bruto.



publicado por Carlos Gomes às 19:10
link do post | favorito

Quarta-feira, 1 de Junho de 2016
MONÇÃO E MELGAÇO APOSTAM EM LISBOA PARA PROMOVER O ALVARINHO

O Alvarinho Wine Fest volta a concentrar as atenções na capital portuguesa. Cerca de trinta produtores de Monção e Melgaço apresentam, este fim de semana, no Pátio da Galé, Terreiro do Paço, a tipicidade, modernidade e versatilidade do Alvarinho numa estratégia conjunta de promoção de um vinho com enorme potencial e garantia de qualidade.

AlvarinhoWineFest_04

Pelo segundo ano consecutivo, os produtores da Sub-Região de Monção e Melgaço marcam presença no Alvarinho Wine Fest. Promovido pela Cofina Eventos em parceria com os dois municípios, realiza-se este fim de semana, 3, 4 e 5 de junho, no Pátio da Gale, Terreiro do Paço, em Lisboa.

Subordinado à temática “A origem do Alvarinho”, o evento conta com cerca de 30 produtores de vinho Alvarinho dos dois concelhos e vários produtos típicos da região, estando previstas provas comentadas, sessões de showcooking, workshops, harmonizações e momentos de animação.

A abertura das portas está marcada para as 17h00. A entrada é gratuita mediante a compra de copo de prova no valor de 3 euros. Referência para as sessões de showcooking do Restaurante Solar dos Presuntos, propriedade do nosso conterrâneo Evaristo Cardoso, no sábado, pelas 19h00, e do Chef Rui Ribeiro, nascido na terra de Deu-la-Deu, no domingo, pelas 16h00.

Fernando Melo, crítico de vinhos e gastronomia, será o anfitrião das conversas e mesas redondas em torno do vinho Alvarinho, partilhando, como bem sabe fazer, a paixão pelos aromas e sabores da Sub-Região de Monção e Melgaço e o vasto conhecimento da identidade e potencial do Alvarinho, junto de empresários, produtores, enólogos e chefes de cozinha.

Para a promoção do evento e da qualidade do vinho Alvarinho, o autarca de Monção, Augusto de Oliveira Domingues, e o autarca de Melgaço, Manoel Baptista, estiveram em Lisboa, no passado dia 16 de maio, para um encontro com os jornalistas e críticos de vinhos e gastronomia.

Neste encontro, os dois autarcas realçaram as caraterísticas e potencialidades do vinho Alvarinho, a mais nobre casta dos brancos, assinalando que o Alvarinho Wine Fest, realizado entre as duas feiras efetuadas na região, assume um papel relevante para a afirmação desta casta valiosa junto dos consumidores da capital do país.



publicado por Carlos Gomes às 19:06
link do post | favorito

Terça-feira, 17 de Maio de 2016
MONÇÃO E MELGAÇO APOSTAM EM LISBOA PARA PROMOVER O ALVARINHO

Entre 3 e 5 de junho, a capital volta a receber o Alvarinho WineFest. Cerca de trinta produtores de Monção e Melgaço apresentam no Pátio da Galé, Terreiro do Paço, a tipicidade, modernidade e versatilidade do Alvarinho numa estratégia conjunta de promoção de um vinho com enorme potencial e garantia de qualidade.

AlvarinhoWineFest_10 (Large)

Pelo segundo ano consecutivo, os produtores da Sub-Região de Monção e Melgaço marcam presença no AlvarinhoWineFest. Promovido pela Cofina Eventos em parceria com os dois municípios, realiza-se, entre 3 e 5 de junho, no Pátio da Gale, Praça do Comércio, em Lisboa.

Para a promoção do evento e da qualidade do vinho Alvarinho, o autarca de Monção, Augusto de Oliveira Domingues, e o autarca de Melgaço, Manoel Baptista, estiveram ontem em Lisboa para um encontro com os jornalistas e críticos de vinhos e gastronomia.

AlvarinhoWineFest_04

Subordinado à temática “A origem do Alvarinho”, o evento conta com cerca de 30 produtores de vinho Alvarinho dos dois concelhos e vários produtos típicos da região, estando previstas provas comentadas, sessões de showcooking, workshops, harmonizações e momentos de animação. A entrada é gratuita mediante a compra de copo de prova no valor de 3 euros.

Fernando Melo, crítico de vinhos e gastronomia, será o anfitrião das conversas e mesas redondas em torno do vinho Alvarinho, partilhando, como bem sabe fazer, a paixão pelos aromas e sabores da Sub-Região de Monção e Melgaço e o vasto conhecimento da identidade e potencial do Alvarinho, junto de empresários, produtores, enólogos e chefes de cozinha.

Nesta deslocação a Lisboa, os dois autarcas realçaram as caraterísticas e potencialidades do vinho Alvarinho, a mais nobre casta dos brancos, assinalando que o Alvarinho WineFest, realizado entre as duas feiras efetuadas na região, assume um papel relevante para a afirmação desta casta valiosa junto dos consumidores da capital do país.

AlvarinhoWineFest_17 (Large)



publicado por Carlos Gomes às 16:30
link do post | favorito

Quinta-feira, 21 de Abril de 2016
CASCAIS REALIZA MERCADO DO VINHO

III Edição Mercado do Vinho | 29 de Abril a 1 de Maio | Mercado da Vila, Cascais

“Vinhos de Verão” em destaque no Mercado da Vila de Cascais de 29 de Abril a 1 de Maio

Pelo terceiro ano consecutivo, o Mercado da Vila de Cascais organiza um evento totalmente dedicado ao Vinho. Com data marcada para o fim-de-semana de 29 de abril a 1 de maio, o destaque desta edição é a antecipação da época de calor, em que brancos, rosés e espumantes são o ex-libris à mesa. “Vinhos de Verão” é o tema do Mercado do Vinho em 2016, onde será possível conhecer, provar, degustar, comprar e experienciar várias combinações.

image002

Com entrada gratuita e um espaço exclusivo de 750m², o Mercado vai reunir cerca de 40 produtores nacionais, diversos conceitos de restauração, provas comentadas e até um jantar temático servido pelo restaurante do Penha Longa Resort Hotel.

Sushi, mariscos e leitão serão algumas das opções gastronómicas possíveis para quem pretenda fazer uma refeição no Mercado por aqueles dias, com a vantagem de poder escolher o vinho de entre as várias dezenas disponíveis. Já os visitantes que procurem conhecer os néctares de forma mais aprofundada poderão assistir a provas comentadas na sexta-feira pelas 19 horas e domingo pelas 17 horas. Também no sábado há boas notícias para os interessados no tema, com uma “Iniciação à Prova de Vinhos”, pelas 18 horas.

A noite de sexta-feira, dia 29 de abril, será muito especial para quem opte por jantar no Mercado da Vila, com o restaurante do Penha Longa Resort Hotel a servir um manjar dos deuses acompanhado por vinhos únicos. A viagem dos paladares começa com ostras, caviar e camarão, passa por polvo e vitela e termina numa sobremesa que inclui “areias de cascais”. Ainda que apenas por uma noite, a viagem promete ser intensa. Com um custo de 60 euros por pessoa, as reservas podem ser feitas por mail mercado.vila@dnacascais.pt ou por telefone 214 815 700.

Como vem a acontecer, a CP associa-se ao Mercado da Vila e será possível os visitantes fazerem a viagem de ida e volta de comboio pelas linhas de Cascais, Sintra/Azambuja e Sado pelo preço de 2 euros. O cartaz e a programação actualizada do evento podem ser consultados na página de facebook do Mercado da Vila, em www.facebook.com/MercadodavilaCASCAIS.

Jantar do Mercado – Penha Longa Resort

Amuse Bouche – Ostras e caviar de bergamota

  • Espumante Luis Costa, Pinot Noir e Chardonnay, Bairrada

Entrada - Tártaro de camarão, cebolinho, chalota e avruga com fruto da paixão

  • Quinta dos Plátanos, Arinto, 2014, Lisboa

Peixe – Falso arroz de conquilhas e pimento doce fumado com tempura de patanisca de polvo

  • Quinta do Couquinho Rose, Touriga Nacional, 2014, Douro

Carne – Meloso de vitela confitado com Touriga Nacional, creme de espargos brancos fumado e salada de tomate fresco

  • Quinta da Ponte Pedrinha Reserva Tinto 2011, Dão

Pre-dessert – Nozes de cascais

  • Quinta do Poço do Lobo, Arinto, 1995, Beiras

Sobremesa - Cremoso de lima e manjericão com biscoito de areias de cascais e gel de vinho do porto

  • Moscatel de Setúbal Joaquim Arnaud


publicado por Carlos Gomes às 13:41
link do post | favorito

Quarta-feira, 20 de Abril de 2016
CASCAIS REALIZA MERCADO DO VINHO

III Edição Mercado do Vinho | 29 de Abril a 1 de Maio | Mercado da Vila, Cascais

“Vinhos de Verão” em destaque no Mercado da Vila de Cascais de 29 de Abril a 1 de Maio

Pelo terceiro ano consecutivo, o Mercado da Vila de Cascais organiza um evento totalmente dedicado ao Vinho. Com data marcada para o fim-de-semana de 29 de abril a 1 de maio, o destaque desta edição é a antecipação da época de calor, em que brancos, rosés e espumantes são o ex-libris à mesa. “Vinhos de Verão” é o tema do Mercado do Vinho em 2016, onde será possível conhecer, provar, degustar, comprar e experienciar várias combinações.

imagem Mercado do Vinho

Com entrada gratuita e um espaço exclusivo de 750m², o Mercado vai reunir cerca de 40 produtores nacionais, diversos conceitos de restauração, provas comentadas e até um jantar temático servido pelo restaurante do Penha Longa Resort Hotel.

Sushi, mariscos e leitão serão algumas das opções gastronómicas possíveis para quem pretenda fazer uma refeição no Mercado por aqueles dias, com a vantagem de poder escolher o vinho de entre as várias dezenas disponíveis. Já os visitantes que procurem conhecer os néctares de forma mais aprofundada poderão assistir a provas comentadas na sexta-feira pelas 19 horas e domingo pelas 17 horas. Também no sábado há boas notícias para os interessados no tema, com uma “Iniciação à Prova de Vinhos”, pelas 18 horas.

A noite de sexta-feira, dia 29 de abril, será muito especial para quem opte por jantar no Mercado da Vila, com o restaurante do Penha Longa Resort Hotel a servir um manjar dos deuses acompanhado por vinhos únicos. A viagem dos paladares começa com ostras, caviar e camarão, passa por polvo e vitela e termina numa sobremesa que inclui “areias de cascais”. Ainda que apenas por uma noite, a viagem promete ser intensa. Com um custo de 60 euros por pessoa, as reservas podem ser feitas por mailmercado.vila@dnacascais.pt ou por telefone 214 815 700.

Como vem a acontecer, a CP associa-se ao Mercado da Vila e será possível os visitantes fazerem a viagem de ida e volta de comboio pelas linhas de Cascais, Sintra/Azambuja e Sado pelo preço de 2 euros. O cartaz e a programação actualizada do evento podem ser consultados na página de facebook do Mercado da Vila, em www.facebook.com/MercadodavilaCASCAIS.

Jantar do Mercado – Penha Longa Resort

Amuse Bouche – Ostras e caviar de bergamota

  • Espumante Luis Costa, Pinot Noir e Chardonnay, Bairrada

Entrada - Tártaro de camarão, cebolinho, chalota e avruga com fruto da paixão

  • Quinta dos Plátanos, Arinto, 2014, Lisboa

Peixe – Falso arroz de conquilhas e pimento doce fumado com tempura de patanisca de polvo

  • Quinta do Couquinho Rose, Touriga Nacional, 2014, Douro

Carne – Meloso de vitela confitado com Touriga Nacional, creme de espargos brancos fumado e salada de tomate fresco

  • Quinta da Ponte Pedrinha Reserva Tinto 2011, Dão

Pre-dessert – Nozes de cascais

  • Quinta do Poço do Lobo, Arinto, 1995, Beiras

Sobremesa -  Cremoso de lima e manjericão com biscoito de areias de cascais e gel de vinho do porto

  • Moscatel de Setúbal Joaquim Arnaud


publicado por Carlos Gomes às 21:26
link do post | favorito

Quinta-feira, 31 de Dezembro de 2015
BRINDEMOS COM VINHO CARCAVELOS A CHEGADA DE 2016!

O vinho Carcavelos é um dos vinhos generosos de Portugal, fazendo parceria em matéria de qualidade com os vinhos generosos do Douro – vulgo vinho do Porto – os vinhos da Madeira e o verdelho da Ilha do Pico, nos Açores. É, pois, da elementar justiça que o mesmo sirva para brindar ocasiões especiais das nossas vidas, como a passagem de ano e a chegada de 2006!

Perde-se no tempo a fama dos vinhos de Carcavelos. Rezam as crónicas que já o Marquês de Pombal os produzia na sua quinta de Oeiras, adquirindo tal fama e apreço que, em 1752, D. José I presenteou a corte de Pequim com tão delicioso néctar.

As suas vinhas, plantadas e cultivadas numa região de clima mediterrânico temperado sem grandes variações de temperatura devido à proximidade do mar, proporcionam-nos um vinho licoroso de qualidade superior com direito à menção específica de “Vinho Generoso”.

Trata-se de um vinho licoroso, delicado, de cor topázio, aveludado, com um certo aroma amendoado, adquirindo um perfume acentuado e característico com o envelhecimento, produzido a partir de castas tintas Periquita e Preto Martinho e brancas Galego Dourado, Boal, Ratinho e Arinto, sujeito a um estágio mínimo de dois anos em vasilhame de madeira e de seis meses em garrafa, a contar da data da sua elaboração, atingindo uma graduação que varia entre os 18 e os 20 graus.

A expansão urbanística e a abertura de novas vias de comunicação, sobretudo nas últimas décadas do século passado, têm reduzido substancialmente a sua produção e condenadas as potencialidades turísticas da região, tendência que tem vindo a ser contrariada através de políticas implementadas pelos municípios de Oeiras e Cascais com vista à preservação do Vinho Carcavelos.



publicado por Carlos Gomes às 20:38
link do post | favorito

Quinta-feira, 8 de Outubro de 2015
BUCELAS REALIZA FESTA DO VINHO E DAS VINDIMAS



publicado por Carlos Gomes às 22:45
link do post | favorito

Terça-feira, 21 de Julho de 2015
LISBOA VAI RECEBER UMA INVASÃO DE SOALHEIRO

Vinho Verde Wine Fest, entre 23 e 26 de julho no Porto

Wine Fest Alvarinho Monção e Melgaço, entre 24 e 26 de julho em Lisboa

SOALHEIRO MARCA PRESENÇA EM FEIRAS EXCLUSIVAS DE VINHO VERDE E VINHO VERDE ALVARINHO

Soalheiro é a Primeira Marca de Alvarinho em Melgaço.

Entre 23 e 26 de julho, a Quinta de Soalheiro vai dar a conhecer as suas colheitas em duas cidades de referência de Portugal. Porto e Lisboa acolhem por estes dias feiras exclusivas de Vinho Verde e Alvarinho: entre 23 e 26 de julho a 2ª edição Vinho Verde Wine Fest vai animar de novo a Alfândega do Porto e entre 24 e 26 de julho terá lugar a 1ª edição da Wine Fest Alvarinho Monção e Melgaço, no Parque das Nações, em Lisboa.

image004

Os certames surgem como um passo na conquista de novos mercados pelos produtores que têm em comum o muito potencial de crescimento nos mercados interno e externos, valorizando a autenticidade dos diferentes produtos, nomeadamente do Alvarinho com origem em Melgaço e Monção e a harmonização do Alvarinho com a gastronomia.

image002

Têm como finalidade contribuir para reforçar a sua condição de instrumento estratégico para a promoção do Vinho Verde e do Vinho Verde Alvarinho da Sub-região de Monção e Melgaço, enaltecendo as suas características vinícolas ímpares e diferenciadoras, promovendo o estabelecimento de ligações diretas ao consumidor. A casta Alvarinho de Monção e Melgaço é muito rica, completa, misteriosa e longeva, tem aromas peculiares, finura, estrutura, acidez, álcool e um tremendo carácter diferenciador face a outras castas nacionais e internacionais.

AMBAS AS FEIRAS PROMOVEM O ALVARINHO

Nestas mostras, com vinhos da maior qualidade e uma grande versatilidade de vinhos de diversos produtores de referência, os vários estilos de Soalheiro vão demonstrar a evolução de uma casa que tanto tem apostado na qualidade, na tradição e na agricultura/viticultura biológica. A Quinta de Soalheiro tem um cariz familiar e dedica-se à exploração vitícola há 41 anos sendo o Soalheiro a primeira marca de Alvarinho em Melgaço!

A feira Vinho Verde Wine Fest, um festival enogastronómico promovido pela Comissão de Viticultura da Região dos Vinhos Verdes (CVRVV), alcançou um significativo êxito na primeira edição, em 2014, e este ano quer superar as espectativas. Trata-se de uma iniciativa que orienta esforços na promoção, divulgação e dinamização da Rota dos Vinhos Verdes.

A Wine Fest Alvarinho Monção e Melgaço, uma iniciativa organizada pela Cofina Eventos, com o apoio das Câmaras Municipais de Monção e de Melgaço, realiza-se pela primeira vez e tenciona atrair públicos diferentes, preparando por isso um molde diferente para o evento: fará um 'refresh' na sua imagem, apostando num conceito menos popular e mais moderno e glamouroso, convocando chef's de referência para inovar na harmonização dos vinhos Alvarinho da sub-região com os produtos locais, mas também com a nova cozinha que tem atraído o público mais jovem.

Os milhares de visitantes que se esperam diariamente nos Festivais irão ter a oportunidade de participar em diferentes atividades que lhes serão proporcionadas: haverá provas de vinho comentadas, experiências gastronómicas, showcooking, harmonizações, venda de vinho e produtos regionais das regiões de Monção e Melgaço, música e uma área lounge. Os visitantes poderão contactar diretamente com os produtores mais representativos das duas regiões, que estarão presentes com as suas marcas, potenciando a proximidade produtor-consumidor.

image006

PROVA COMENTADA DE ALVARINHO SOALHEIRO PORTO E LISBOA

Soalheiro vai contribuir com duas grandes provas no Porto e em Lisboa para a animação dos eventos dando a conhecer ao público os segredos dos seus vinhos...

Dia 24, sexta, no Porto às 21h45 Trilogia Soalheiro em Magnum

Dia 25, sábado, em Lisboa às 19h00 "Segredos do Soalheiro"

O VINHO SOALHEIRO

O Soalheiro é considerado um especialista em Alvarinho pelos líderes de opinião internacional e nacional, pelo que na sua gama de vinhos se destacam a trilogia composta pelo Soalheiro clássico, efetivamente um clássico e o vinho com maior presença internacional; o Soalheiro Primeiras Vinhas, uma referência nos Alvarinhos e, por quatro vezes consecutivas, considerado o Melhor Vinho Branco Nacional e o Soalheiro Reserva, a expressão máxima da casta alvarinho com a fermentação em barrica. Aos quais se juntam os dois espumantes Soalheiro, o clássico Bruto e, mais recentemente, o Bruto Rosé, não esquecendo ainda os inovadores ALLO e Soalheiro 9% que se distinguem pelo teor alcoólico moderado com enorme elegância e frescura, que procuraram explicar que o álcool moderadamente baixo também está associado a vinhos de grande qualidade.

QUINTA DE SOALHEIRO, UM REGISTO FAMILIAR

Foi nos anos 70, nomeadamente em 1974, que João António Cerdeira, com o apoio de seu pai, António Esteves Ferreira, plantou a primeira vinha de Alvarinho, criando, em 1982, a primeira marca de Alvarinho em Melgaço. A Quinta de Soalheiro tem um perfil profundamente familiar cuja dedicação aos vinhos se expressa em vinhos elegantes e vibrantes, sendo atualmente Maria Palmira Cerdeira e seus filhos, Maria João Cerdeira e António Luis Cerdeira, a orientar os trabalhos. As sucessivas gerações, com a sua experiência, têm-se empenhado em apurar os conhecimentos e a capacidade de produzir vinhos cada vez melhores. É uma ligação clara entre o passado, o presente e o futuro. As gerações trabalham lado a lado para, juntas, olharem para o futuro deste sector e desta região. Tudo têm feito para implementar as melhores tecnologias vitícolas e enológicas, de forma a potenciar a expressão dos seus “terroirs”.

image008



publicado por Carlos Gomes às 13:05
link do post | favorito

Segunda-feira, 20 de Julho de 2015
ALVARINHO DE MONÇÃO E MELGAÇO MOSTRA-SE EM LISBOA

Nos dias 24, 25 e 26 de julho, Alvarinho Wine Fest junta 30 produtores dos dois concelhos no Parque das Nações Previstas várias iniciativas que visam a diferenciação do território Monção e Melgaço e a valorização do genuíno, autêntico e inimitável vinho Alvarinho produzido nos dois concelhos.

Os Municípios de Monção e Melgaço, em parceria com a “Cofina Media”, organizam, nos dias 24, 25 e 26 de julho, o “Alvarinho Wine Fest Monção/Melgaço”. O evento decorre sob a pala do pavilhão de Portugal, no Parque das Nações, em Lisboa. A entrada é 5 euros com direito a copo.

Neste fim de semana, celebra-se a genuinidade dos monovarietais de vinho Alvarinho com a presença de 30 produtores da Sub Região de Monção e Melgaço, aposta-se na tradição e requinte da culinária local e inova-se com novas combinações e experiências gastronómicas.

Para o presidente da Câmara Municipal de Monção, Augusto de Oliveira Domingues, esta celebração do nosso Alvarinho em Lisboa garante continuidade ao sucesso da Feira do Alvarinho de Monção, aposta na diferenciação do território Monção e Melgaço e na valorização do genuíno, autêntico e inimitável vinho Alvarinho produzido nos dois concelhos.

Ao longo dos três dias, o programa compreende provas de vinhos, provas de gastronomia, finger food, showcooking, street food, harmonizações e momentos musicais. Direciona-se a especialistas de enologia e apreciadores de vinhos de qualidade mas também a famílias e grupos de amigos que encontram neste evento um espaço de fruição e animação.  

A presente iniciativa, que implica um investimento de 140 mil euros a dividir pelas duas autarquias, tem como objetivo central a valorização da autenticidade do vinho Alvarinho produzido em Monção e Melgaço, propondo, em paralelo, explorar conceitos da gastronomia clássica com tendências contemporâneas agradáveis ao olhar e paladar.

Pretende-se que o “Alvarinho Wine Fest Monção/Melgaço” entre no coração dos lisboetas e dos turistas nacionais e internacionais que, neste mês de férias, visitam a capital portuguesa. A ideia traduz-se na efetivação de uma experiência integrada e inesquecível a todos os visitantes.

Nesse sentido, quem se chegar ao Pavilhão de Portugal, no Parque das Nações, terá a oportunidade de degustar um genuíno vinho Alvarinho de Monção e Melgaço num ambiente pensado para acolher todos com conforto e sofisticação. Os visitantes terão também a oportunidade de contactar diretamente os produtores, potenciando a proximidade produtor-consumidor.

A abertura oficial do “Alvarinho Wine Fest Monção/Melgaço” está marcada para as 17h00 e o encerramento para as 23h30.No sábado, 25 de julho, o evento decorre entre as 12h00 e as 23h30 e, no domingo, 26 de julho, entre as 12h00 e as 18h30.

Mais informações em:

www.alvarinhowinefest.pt

www.facebook.com/AlvarinhoWineFest



publicado por Carlos Gomes às 16:43
link do post | favorito

Terça-feira, 14 de Julho de 2015
MINHO TRAZ A LISBOA FESTA DO VINHO ALVARINHO

Alvarinho Wine Fest Monção/Melgaço no Parque das Nações

30 produtores dos dois concelhos marcam presença neste evento que decorre nos dias 24, 25 e 26 de julho. Previstas várias iniciativas que visam a diferenciação do território Monção e Melgaço e a valorização do genuíno, autêntico e inimitável vinho Alvarinho produzido nos dois concelhos.

Os Municípios de Monção e Melgaço, em parceria com a “Cofina Media”, organizam, nos dias 24, 25 e 26 de julho, o “Alvarinho Wine Fest Monção/Melgaço”. O evento decorre sob a pala do pavilhão de Portugal, no Parque das Nações, em Lisboa. A entrada é 5 euros.

Neste fim de semana, celebra-se a genuinidade dos monovarietais de vinho Alvarinho com a presença de 30 produtores da Sub Região de Monção e Melgaço, aposta-se na tradição e requinte da culinária local e inova-se com novas combinações e experiências gastronómicas.

Para o presidente da Câmara Municipal de Monção, Augusto de Oliveira Domingues, esta celebração do nosso Alvarinho em Lisboa garante continuidade ao sucesso da Feira do Alvarinho de Monção, aposta na diferenciação do território Monção e Melgaço e na valorização do genuíno, autêntico e inimitável vinho Alvarinho produzido nos dois concelhos.

Ao longo dos três dias, o programa compreende provas de vinhos, provas de gastronomia, finger food, showcooking, street food, harmonizações e momentos musicais. Direciona-se a especialistas de enologia e apreciadores de vinhos de qualidade mas também a famílias e grupos de amigos que encontram neste evento um espaço de fruição e animação.  

A presente iniciativa, que implica um investimento de 140 mil euros a dividir pelas duas autarquias, tem como objetivo central a valorização da autenticidade do vinho Alvarinho produzido em Monção e Melgaço, propondo, em paralelo, explorar conceitos da gastronomia clássica com tendências contemporâneas agradáveis ao olhar e paladar.

Pretende-se que o “Alvarinho Wine Fest Monção/Melgaço” entre no coração dos lisboetas e dos turistas nacionais e internacionais que, neste mês de férias, visitam a capital portuguesa. A ideia traduz-se na efetivação de uma experiência integrada e inesquecível a todos os visitantes.

Nesse sentido, quem se chegar ao Pavilhão de Portugal, no Parque das Nações, terá a oportunidade de degustar um genuíno vinho Alvarinho de Monção e Melgaço num ambiente pensado para acolher todos com conforto e sofisticação. Os visitantes terão também a oportunidade de contactar diretamente os produtores, potenciando a proximidade produtor-consumidor.

A sessão solene do “Alvarinho Wine Fest Monção/Melgaço” está marcada para o final da tarde de sexta-feira, 24 de julho, contudo, as portas abrem mais cedo, 12h00, fechando às 23h30. No sábado, 25 de julho, o evento decorre entre as 12h00 e as 23h30 e, no domingo, 26 de julho, entre as 12h00 e as 18h30.



publicado por Carlos Gomes às 11:25
link do post | favorito

Terça-feira, 19 de Maio de 2015
MERCADO DA VILA EM CASCAIS PROMOVE VINHO, QUEIJO E ENCHIDOS DE PORTUGAL

Vinho, queijo e enchidos das várias regiões do país, são o mote para novo encontro no Mercado da Vila em Cascais!

Do branco ao verde, do tinto ao rosé, são mais de cem referências de vinhos presentes no evento que decorrerá entre os dias 28 de Maio a 31 de Maio trazidas ate nós por produtores das várias regiões de norte a sul do País

Salientamos a presença do vinho de Carcavelos, que estará á prova, sob a responsabilidade da Confraria do Vinho de Carcavelos

Queijo e enchidos serão a companhia certa para a degustação perfeita destes sabores que estarão disponíveis para prova e aquisição no espaço das tasquinhas, animado pelos grupos de cantares e ranchos folclóricos do Concelho.

Durante os quatro dias de evento contaremos no espaço Tertúlia do Vinho, com provas de vinho comentadas por enólogos e produtores, demonstrações de cocktails de vinho do porto, amonizações de vinho e chocolate, e muito mais.

Ao fim da tarde o Wine Sunset, no espaço da esplanada contará com as sonoridades lounge e Blues, proporcionando o ambiente perfeito para a degustação de vinho e dar a conhecer os novos conceitos gastronómicos existentes no mercado.

Para os mais pequenos existe o espaço Kid’s, promovido pela Casa da Criança de Tires, onde é possível participar em jogos didáticos, jogos interativos, pinturas faciais.

O artesanato estará presente com cerca de vinte expositores, com demonstrações ao vivo e peças únicas.

O evento decorre na quinta-feira, entre as 16H00 e as 22H00, na sexta-feira entre as 16H00 e as 24H00, no Sábado entre as 10H00 e as 24H00 e domingo, entre as 10H00 e as 20H00.

Aceite o convite, venha nos visitar aproveitando a nossa parceria com a CP com o bilhete de ida e volta a 2€

A entrada é gratuita.



publicado por Carlos Gomes às 15:53
link do post | favorito

Terça-feira, 27 de Maio de 2014
‘ENCOSTA DO SOBRAL’ E ‘QUINTA DOS PENEGRAIS’ SÃO OS GRANDES VENCEDORES DA GALA VINHOS DO TEJO 2014

Pedro Sereno – Membro da Confraria Enófila Nossa Senhora do Tejo – é o enólogo do ano 2013

Os Produtores ‘Encosta do Sobral’ - Troféu Excelência Vinhos do Tejo 2013, e ‘Quinta dos Penegrais’ - Troféu Dinamismo Vinhos do Tejo 2013, foram os grandes vencedores da Gala Vinhos do Tejo.

O evento, que se realizou na passada sexta-feira, dia 23 de maio, no Convento de S. Francisco, em Santarém, deu assim a conhecer os vencedores dos Prémios Vinhos do Tejo 2013 e do ‘Concurso de Vinhos Engarrafados do Tejo 2014’.

Por sua vez, Pedro Sereno, da Encosta do Sobral foi eleito o Enólogo do Ano 2013, por ter sido o enólogo da região que alcançou o maior número de medalhas em concursos nacionais e internacionais no ano de 2013

“Foi com grande orgulho e satisfação que a Confraria viu nesta Gala 12 Confrades Produtores da Região do Tejo a serem premiados”, referiu a Confreira Teresa Batista.

No ‘Concurso de Vinhos Engarrafados do Tejo 2014’ foram 38 as medalhas entregues a um total de 18 produtores da região.

Destaque para a Enoport, Sociedade Agrícola Quinta da Ribeirinha e Adega Cooperativa de Almeirim que foram galardoadas com a Medalha de Excelência neste concurso.

O primeiro produtor recebeu esta medalha com o vinho Quinta de São João Batista Special Selection Touriga Nacional Tinto 2010, o segundo com o Vale de Lobos Branco 2013 e o último com o Portas do Tejo Branco 2013.

Além das Medalhas Excelência, foram ainda entregues 27 medalhas de ouro e 8 de prata, a 21 vinhos tintos e 14 brancos.



publicado por Carlos Gomes às 09:00
link do post | favorito

Sexta-feira, 18 de Abril de 2014
FEIRA DE PRODUTOS BIOLÓGICOS REALIZA-SE AOS SÁBADOS NO JARDIM DO PRÍNCIPE REAL

A Feira de Produtos de Agricultura Biológica realiza-se semanalmente, aos sábados, no Jardim França Borges, vulgo Jardim do Príncipe Real, em Lisboa. Trata-se de uma iniciativa da Direção Municipal de Atividades Económicas da Câmara Municipal de Lisboa e realiza-se entre as 9horas e as 15 horas.

O-Montalto 001

Nesta feira, os lisboetas podem adquirir os mais variados produtos naturais, desde os legumes aos cosméticos, o mel e o vinho. Entre eles, destacamos o magnífico vinho medieval produzido pela Quinta do Montalto, em Ourém, de acordo com as normas de produção biológica e devidamente certificado, produto que tem obtido muitos prémios em diversos certames internacionais realizados em vários países. A tenda da Quinta do Montalto é a quarta a contar da entrada para quem se desloca a partir da Praça do Príncipe Real.

O-Montalto 004

O-Montalto 005

O-Montalto 007

O-Montalto 013

O-Montalto 014



publicado por Carlos Gomes às 20:17
link do post | favorito


mais sobre mim
pesquisar
 
Setembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9



24
25
26
27
28
29
30


posts recentes

FESTA DO VINHO JUNTA MINH...

LISBOA RENDEU-SE AO ALVAR...

QUINTA DO TAMARIZ APOSTA ...

VINHOS DA COMPANHIA AGRÍC...

PALMELA REALIZA FESTIVAL ...

FAPWINES ACRESCENTA ROSÉ ...

MONÇÃO E MELGAÇO APOSTAM ...

MONÇÃO E MELGAÇO APOSTAM ...

CASCAIS REALIZA MERCADO D...

CASCAIS REALIZA MERCADO D...

BRINDEMOS COM VINHO CARCA...

BUCELAS REALIZA FESTA DO ...

LISBOA VAI RECEBER UMA IN...

ALVARINHO DE MONÇÃO E MEL...

MINHO TRAZ A LISBOA FESTA...

MERCADO DA VILA EM CASCAI...

‘ENCOSTA DO SOBRAL’ E ‘QU...

FEIRA DE PRODUTOS BIOLÓGI...

arquivos

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

tags

todas as tags

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds