Blogue de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes de Lisboa e arredores
Terça-feira, 8 de Dezembro de 2015
ASSOCIAÇÃO CULTURAL DE TERCENA REALIZA EXPOSIÇÃO DE PRESÉPIOS

12345653_414993862039315_5706532074135745988_n



publicado por Carlos Gomes às 21:53
link do post | favorito

PAGÃOS DEBATEM EM LISBOA MOVIMENTOS ESPIRITUALISTAS

12316457_10154380857983574_6470967627046198032_n



publicado por Carlos Gomes às 20:21
link do post | favorito

CASA DO FAUNO ORGANIZA CAMINHADAS NOTURNAS NA SERRA DE SINTRA

CAMINHADAS NOCTURNAS

– SINTRA ASSOMBRADA

Caminhos e Histórias do Outro Mundo

com MARIA JOÃO MARTINHO

Todos os Sábados às 22h | Inscrições Limitadas

Percursos DEZEMBRO

Dia 5: Histórias de Assombrar na Floresta Encantada (NOVO PERCURSO)(CANCELADO)

Uma viagem pelo Coração da Serra e pelos seus assombrosos enigmas…

(* Percurso mais longo, cerca de 8 km)

Dia 12: Assombrações e Portais da Serra (CANCELADO)

Que os Portais da Serra se abram para nós e nos levem a outras dimensões, que o nefasto não nos atinja mas que se nos revele

(* Percurso mais longo, cerca de 10 km)

Dia 19: Fantasmas para Além de Monserrate (NOVO PERCURSO) (POR CONFIRMAR)

Que os Portais da Serra se abram para nós e nos levem a outras dimensões, que o nefasto não nos atinja mas que se nos revele

(* Percurso mais longo, cerca de 7 km) 

Dia 26: Histórias de Assombrar na Floresta Encantada (NOVO PERCURSO) (POR CONFIRMAR)

Uma viagem pelo Coração da Serra e pelos seus assombrosos enigmas…

(* Percurso mais longo, cerca de 8 km)



publicado por Carlos Gomes às 18:10
link do post | favorito

MIGUEL BOIM REALIZA PALESTRA SOBRE O CONVENTO DOS CAPUCHOS DA SERRA DE SINTRA

Casa do Fauno, 11 Dezembro (Sexta-feira), 21h30 | ENTRADA LIVRE

Palestra: VIDA E MORTE NO CONVENTO DOS CAPUCHOS DA SERRA DE SINTRA

Histórias das Vivências dos Frades com MIGUEL BOIM

(O Caminheiro de Sintra)

Numa palestra de Miguel Boim, isolar-se-á no próprio Mundo em que vive e percorrerá os séculos até às histórias da História, até às histórias de um dos mais belos, rústicos e místicos lugares de Sintra.

Os seus hábitos, as suas vivências em dia e em noite, as visitas e revisitações, e os medos que esse ermo da Serra fazia crescer em cada sombra dos dias que feneciam.

Uma noite que poderá para si em memória guardar, tal como os antigos livros de séculos passados guardaram memórias que não espera encontrar.

Miguel Boim nasceu em Lisboa, em 1978, e cresceu no centro da Baixa Pombalina. Desde a adolescência foi viver para o concelho de Sintra, onde passou dias e noites solitários em plena Serra – tendo então iniciado as suas primeiras pesquisas sobre a história de Sintra. Mais tarde troca a vivência universitária em Psicologia pela experiência humana e a vivência concreta da História e das personagens do passado, adoptando o pseudónimo de O Caminheiro de Sintra. A partir daí, dedica a sua meta à pesquisa histórica, publicando cerca de uma centena de artigos na internet sobre História, Mitos e Lendas de Sintra. Em 2011 publica o primeiro livro (ficção) intitulado “Contos de Sintra” (edição de autor). Em 2013 inicia, através dos seus próprios guiões e investigações, uma série de percursos e visitas guiadas pela Sintra Medieval, Fantástica e Lendária, entre outros, em parceria com a Casa do Fauno e outras instituições culturais e turísticas. Em 2014 cria uma Revista Digital de distribuição gratuita dedicada à História de Sintra e edita na Zéfiro o segundo livro: “Sintra Lendária – Histórias e Lendas do Monte da Lua”. www.facebook.com/caminheiro.de.sintra & www.palacio-de-sintra.blogspot.com



publicado por Carlos Gomes às 18:00
link do post | favorito

EUROPA CONSTRÓI TORRE DE BABEL

De todas as bandeiras dos mais diversos países europeus, é porventura a bandeira portuguesa que integra o escudo nacional, aquela que mais elementos simbólicos incorpora relacionados com o Cristianismo e as batalhas travadas aos mouros durante a Reconquista Cristã. São eles as cinco quinas dispostas em cruz, os trinta besantes e os sete castelos. Não obstante, à sua sombra conviveram pacificamente durante muitos séculos, povos de diferentes culturas e credos, incluindo muçulmanos.

bandeira-portugal

Salvo períodos excecionais da nossa História essencialmente motivados por razões políticas, o predomínio da Igreja Católica nunca representou, portanto, qualquer impedimento à prática de outras crenças, fossem elas animistas, hinduístas, budistas, islâmicas ou judaicas entre outras. Ao invés, foi o próprio Cristianismo por diversas vezes, alvo de perseguição, apesar do catolicismo constituir a confissão religiosa maioritária dos portugueses.

Vem isto a propósito das recomendações dadas por ilustres figuras políticas dadas à adivinhação, segundo os quais, o mundo caminha para uma sociedade inter-religiosa, devendo a Europa promover a inclusão como única garantia de paz. Após o falhanço da política de “tolerância” e “multiculturalidade”, eis que tais profetas descobriram na “inclusão” a verdadeira receita para todos os males… tais adivinhos são, geralmente, confessos ateus, ou agnósticos como agora é mais usual dizer-se!

Segundo eles, não interessa pois a nossa matriz cultural judaico-cristã, devendo os povos europeus abdicar dos seus valores em prol de uma sociedade mais “laica”, pelo menos no que se refere ao Cristianismo…

Mas a História ensina-nos que não é construindo uma Babel de religiões que se consegue a paz entre os povos, tal como se pode comprovar com os inúmeros conflitos de origem religiosa existentes nos mais diversos recantos do planeta. E muito menos permitindo a alteração do equilíbrio demográfico, a não ser que o que realmente se pretenda seja a supressão da nossa civilização. Nesse caso, seriamos forçados a retirar o escudo nacional da bandeira portuguesa, substituindo-o eventualmente pelo crescente ou outro qualquer símbolo religioso.

O Estado é laico, ou secular como diria Afonso Costa e os demais políticos da Primeira República – mas os portugueses são cristãos na sua maioria!

O ambiente de paz em que vivemos não se deve aos sonhos utópicos para que tais adivinhos nos querem arrastar mas sobretudo à forma cordial e sensata que carateriza o povo português. E é precisamente esse bom senso que nos deve levar a rejeitar a ideia insensata de transformar Portugal numa espécie de Torre de Babel!



publicado por Carlos Gomes às 11:25
link do post | favorito

Segunda-feira, 7 de Dezembro de 2015
NATALIS TERMINA AMANHÃ NA FEIRA INTERNACIONAL DE LISBOA

Termina amanhã com grande sucesso mais uma edição do evento Natalis’05, na Feira Internacional de Lisboa. Tratando-se do último dia do certame a coincidir com o feriado, espera-se uma grande enchente de visitantes, pelo que lembramos que o horário de funcionamento decorrerá entre as 15h00 e as 21h00.

11233347_1262605353765407_5501156708575332857_n

Com áreas temáticas diferenciadas, Natalis é um evento dedicado exclusivamente ao Natal onde o visitante pode escolher a sua compra e experienciar alguns produtos em lounges dedicados.

Trata-se de um local em ambiente natalício, onde as melhores empresas e entidades transformam os seus produtos em presentes originais, aromas deliciosos, brilho festivo e sons natalícios que compõem o fundo musical.

12301565_1262604810432128_5769642367551828378_n

Aqui desafiam-se os players da gastronomia regional a apresentarem as delícias culinárias características da época natalícia, onde o paladar se regala com as melhores iguarias de Natal, doces, vinho quente, licores e muitas outras especialidades.

Mesmo ao lado, com entrada gratuita, funciona o parque de diversões da Diverlandia com os seus carroceis e outros jogos que recuperam a animação da Feira Popular de Lisboa e fazem as delícias dos mais novos.

A entidade organizadora do certame contou com a parceria do BLOGUE DE LISBOA.

12316624_1262605050432104_1749017532216656967_n

12313818_1262605273765415_1553380915516949757_n


tags: ,

publicado por Carlos Gomes às 21:12
link do post | favorito

CONVENTO DOS CARDAES FESTEJA O NATAL

unnamed


tags: ,

publicado por Carlos Gomes às 19:24
link do post | favorito

Domingo, 6 de Dezembro de 2015
MINHOTOS ORGANIZAM CANTARES AO MENINO NA IGREJA DA GRAÇA EM LISBOA



publicado por Carlos Gomes às 19:00
link do post | favorito

AMADORA VIVE MAGIA DO NATAL

O Parque Delfim Guimarães, na cidade da Amadora, vive o ambiente de festa próprio da quadra natalícia. A Feira de Natal da cidade da Amadora constitui uma verdadeira montra de artesanato tradicional e moderno, queijos, enchidos, licores e muitas outras iguarias provenientes das mais diversas regiões do país e até do estrangeiro.

Amadora Feira 013

Do Minho vieram artesãos de Braga com a sua joalharia, os alfarrábios e as suas mantas tradicionais, Cabeceiras de Basto trouxe magníficas toalhas de linho. O Alentejo apresentou o pão, o queijo e as azeitonas e Trás-os-Montes as alheiras de Mirandela, o saboroso presunto e o folar. De Espanha veio o torrão de Alicante e de África as características esculturas em madeira.

Amadora Feira 010

O concelho da Amadora constitui desde sempre uma autêntica aguarela de gentes e culturas em consequência da fixação de pessoas das mais variadas proveniências, seja de Portugal como de outras partes do mundo, registando-se uma preponderância de munícipes oriundos do Minho, Trás-os-Montes e Alentejo no que se refere ao território nacional e de Cabo Verde e da Guiné-Bissau no que respeita a cidadãos oriundos de países lusófonos.

Amadora Feira 009

Amadora Feira 004

Amadora Feira 005

Amadora Feira 003

Amadora Feira 001



publicado por Carlos Gomes às 18:46
link do post | favorito

Sábado, 5 de Dezembro de 2015
FALTAM EXTINTORES DE COMBATE A INCÊNDIO NO PARQUE DE ESTACIONAMENTO DA DOCA NO PARQUE DAS NAÇÕES

No Parque da Doca, perto do Oceanário de Lisboa, faltam alguns extintores de combate a incêndios, encontrando-se os respetivos armários com os vidros partidos.

Desconhecemos se teve recentemente lugar algum sinistro naquele local que obrigou à utilização dos meios de combate ao fogo ou se a falta daquele equipamento se terá devido a roubo e vandalismo. O facto é que, qualquer que tenha sido a ocorrência que esteve na sua origem, registamos a sua falta!



publicado por Carlos Gomes às 23:00
link do post | favorito

LIVRO “GÉRALD BLONCOURT – O OLHAR DE COMPROMISSO COM OS FILHOS DOS GRANDES DESCOBRIDORES” LANÇADO EM PORTUGAL

Teve ontem lançamento em Fafe o livro Gérald Bloncourt – O olhar de compromisso com os filhos dos Grandes Descobridores”.

1

A obra, concebida e realizada pelo historiador português Daniel Bastos a partir do espólio do conhecido fotógrafo que imortalizou a história da emigração portuguesa para França nos anos 60, foi apresentada em Fafe, cidade que alberga o Museu das Migrações e das Comunidades, numa sessão que encheu por completo o auditório da Biblioteca Municipal e que esteve a cargo da conhecida socióloga das migrações Maria Beatriz Rocha – Trindade.

Além das imagens históricas que o fotógrafo de 89 anos captou sobre a vida dos emigrantes portugueses nos bidonvilles de Paris, que já integraram várias exposições em Portugal e França, a obra traduzida para português e francês pelo docente Paulo Teixeira, e prefaciada pelo consagrado ensaísta e pensador Eduardo Lourenço, reúne memórias, testemunhos e mais de centena e meia de fotografias originais da maior importância para a história portuguesa do último meio século.

2

Impossibilitado de estar presente na sessão de lançamento, o fotógrafo francês, cavaleiro da Ordem Nacional da Legião de Honra francesa, a mais alta distinção civil de França, enviou uma mensagem afirmando: “as fotografias do livro do meu amigo Daniel Bastos são testemunho da aventura extraordinária que passei ao lado dos emigrantes portugueses que partiram para França entre 1954 e 1974. Agradeço ao Daniel Bastos, ao Paulo Teixeira, ao Eduardo Lourenço, à Conceição Tina, à Maria Beatriz Rocha-Trindade, e a todos que apoiaram este livro de registo de momentos inesquecíveis de dignidade e fraternidade com os filhos dos grandes descobridores”.

No decurso da sessão, Maria Beatriz Rocha – Trindade, autora de uma vasta bibliografia internacional sobre matérias relacionadas com as migrações, afirmou que embora sendo um olhar retrospetivo sobre o fenómeno da emigração portuguesa, a obra mantém plena atualidade e pertinência perante o drama dos migrantes e refugiados que comove a Europa.

Refira-se que a obra é patrocinada por duas dezenas de empresas representativas do tecido socioeconómico luso-francês. Como o Hipermercado E.Leclerc, rede de hipermercados de origem francesa que irá comercializar a obra em várias superfícies comerciais em Portugal, estando agendado para 12 de dezembro (sábado) a apresentação do livro no E.Leclerc de Chaves, distrito de Vila Real.

11

O livro será também comercializado pela cadeia de lojas FNAC, estando agendado para 19 dezembro (sábado) às 21h00 a apresentação da obra na FNAC em Guimarães, e no dia 22 de janeiro (sábado) às 21h30 na FNAC em Braga, sessão que assinalará a inauguração de uma exposição fotográfica evocativa da ligação de Gérald Bloncourt a Portugal e que circulará de três em três por todos os espaços culturais da FNAC no território nacional.

No início de 2016 estão agendadas várias sessões de apresentação da obra junto das comunidades portuguesas residentes no estrangeiro, em particular da numerosa comunidade portuguesa radicada em Paris, uma sessão carregada de grande simbolismo que contará com a presença do fotógrafo que durante mais de vinte anos escreveu com luz a vida dos portugueses em França e em Portugal.

4



publicado por Carlos Gomes às 22:10
link do post | favorito

LISBOA JÁ CELEBRA O NATALIS NA FIL

É Natalis e o ambiente é de festa na Feira Internacional de Lisboa. Dezenas de artesãos, livreiros e uma grande diversidade de empresas das mais variadas áreas de atividade, com especial incidência para as que laboram na criação e confeção de presentes adequados à quadra natalícia, marcam presença na edição deste ano da Natalis.

FIL-Natalis05 030

Do Minho vieram os têxteis de Guimarães e o artesanato de Barcelos, as iguarias de chocolate de Vila Verde e os enchidos tradicionais de Viana do Castelo e Ponte de Lima. Santarém trouxe os brinquedos artesanais e as mantas tradicionais. Não faltaram a perfumaria e a ourivesaria, o vestuário e o calçado, a literatura e a doçaria, a música e a diversão para os mais jovens. E, até a RTP fez hoje a transmissão em direto do programa “Aqui Portugal” com muitos artistas em palco.

FIL-Natalis05 038

Até ao próximo dia 8 de dezembro, Natalis é um programa que promete muito divertimento com o parque de diversões da Diverlandia mesmo ao lado com os seus carroceis e outros jogos que recuperam a animação da Feira Popular de Lisboa.

Com áreas temáticas diferenciadas, Natalis é um evento dedicado exclusivamente ao Natal onde o visitante pode escolher a sua compra e experienciar alguns produtos em lounges dedicados.

FIL-Natalis05 013

Trata-se de um local em ambiente natalício, onde as melhores empresas e entidades transformam os seus produtos em presentes originais, aromas deliciosos, brilho festivo e sons natalícios que compõem o fundo musical.

Aqui desafiam-se os players da gastronomia regional a apresentarem as delícias culinárias características da época natalícia, onde o paladar se regala com as melhores iguarias de Natal, doces, vinho quente, licores e muitas outras especialidades.

FIL-Natalis05 023

FIL-Natalis05 035

FIL-Natalis05 022

FIL-Natalis05 060

FIL-Natalis05 056

FIL-Natalis05 019

FIL-Natalis05 059

FIL-Natalis05 007

FIL-Natalis05 045

FIL-Natalis05 048

FIL-Natalis05 053

FIL-Natalis05 008

FIL-Natalis05 068

FIL-Natalis05 076

FIL-Natalis05 089



publicado por Carlos Gomes às 20:58
link do post | favorito

NATALIS DECORRE ATÉ DIA 8 DE DEZEMBRO NA FEIRA INTERNACIONAL DE LISBOA

Natalis é um evento dedicado exclusivamente ao Natal que este ano se realiza de 4 a 8 de dezembro, nas instalações da Feira Internacional de Lisboa. Com áreas temáticas diferenciadas, o visitante pode escolher a sua compra e experienciar alguns produtos em lounges dedicados.

11074476_1100316369994307_6087041048854176035_n

Trata-se de um local em ambiente natalício, onde as melhores empresas e entidades transformam os seus produtos em presentes originais, aromas deliciosos, brilho festivo e sons natalícios que compõem o fundo musical.

Aqui desafiam-se os players da gastronomia regional a apresentarem as delícias culinárias características da época natalícia, onde o paladar se regala com as melhores iguarias de Natal, doces, vinho quente, licores e muitas outras especialidades.


tags: ,

publicado por Carlos Gomes às 10:49
link do post | favorito

EDUARDO PANIAGUA E CÉSAR CARAZO REALIZM CONCERTO DE MÚSICA MEDIEVAL NO B'LEZA, JUNTO AO CAIS DA RIBEIRA NOVA


tags: ,

publicado por Carlos Gomes às 10:32
link do post | favorito

Sexta-feira, 4 de Dezembro de 2015
MINHOTOS ORGANIZAM CANTARES AO MENINO NA IGREJA DA GRAÇA



publicado por Carlos Gomes às 23:21
link do post | favorito

PROTOIRO REAGE ÀS DECLARAÇÕES DO PRIMEIRO-MINISTRO SOBRE TAUROMAQUIA

António Costa ataca a cultura tauromáquica e os direitos e liberdades fundamentais dos Portugueses.

O Sr. Primeiro-Ministro, António Costa, proferiu esta quarta-feira, no parlamento português, declarações gravíssimas e inadmissíveis, atentatórias da cultura portuguesa e dos direitos e liberdade dos cidadãos portugueses. Defendeu o  Sr. Primeiro Ministro a possibilidade de proibições à actividade tauromáquica nos municípios portugueses, por pressão do Partidos dos Animais, partido que representa apenas 0,6% dos eleitores portugueses.

75009_516468958387495_1219458441_n

Tais declarações constituem um enorme atentado à cultura, identidade, direitos  e liberdades fundamentais dos cidadãos, sendo absolutamente inadmissíveis, vindas de um primeiro ministro que se quer credível e respeitado. Estas declarações levantaram indignação em vários setores da sociedade portuguesa e, levaram mesmo, à desfiliação de membros do partido socialista. 

Esta posição revela, antes de mais, um total desconhecimento da legalidade e da importância da tauromaquia no nosso país e para os portugueses. É o próprio estado que define no Decreto-Lei 89/2014 de 11 Junho, que “a Tauromaquia é nas suas diversas manifestações, parte integrante do património da cultura popular portuguesa” sendo esta área tutelada pelo Ministério da Cultura.  Ora, o acesso à cultura é um direito fundamental e constitucionalmente protegido, sendo ilegal e inconstitucional qualquer tentativa de impedimento de acesso dos cidadãos à cultura. A serem implementadas as medidas proferidas, tal constituiria uma grave violação dos direitos, liberdades e garantias constitucionais dos portugueses. 

Em democracia o respeito pelas diferenças e liberdades culturais, não se faz com proibições nem limitações ilegais de direitos, mas sim, deixando aos cidadãos a responsabilidade de fazerem as suas escolhas em total liberdade. Isso sim é o respeito pela legalidade e pela democracia, num país de direito e evoluído, no século XXI. Quer o Sr. Primeiro Ministro, António Costa, ser responsável pelo atentado a direitos e liberdades fundamentais dos portugueses? É esta a sua proposta de governação?

Estas declarações revelam um absoluto desconhecimento da importância económica da tauromaquia portuguesa, que movimenta milhões de pessoas anualmente no nosso país, entre corridas e tauromaquias populares, o que se traduz em muitos milhões de euros de impacto directo e indirecto na economia portuguesa, quer no interior, quer nas regiões urbanas, com forte impacto na criação a manutenção de emprego. Quer o Sr. Primeiro Ministro, António Costa, ser responsável pela criação de desemprego e pobreza? Quer o Sr. Primeiro Ministro ser responsável por ataques ilegais à liberdade do exercício do trabalho e de empresa? Quer o Sr. Primeiro Ministro, António Costa, ainda, ser responsável pela destruição da coesão territorial do nosso país? É esta a sua proposta de governação?

Estas declarações revelam absoluto desconhecimento da importância do impacto ecológico da criação do toiro bravo, em liberdade, na biodiversidade da lezíria e do montado. Animal que usufrui de uma criação com os máximos níveis de bem-estar animal, muito acima dos padrões europeus, e é um património genético nacional, único no mundo. Quer o Sr. Primeiro Ministro, António Costa, ser responsável pela extinção do touro bravo? Quer o Sr. Primeiro Ministro ser responsável pela destruição de ecossistemas e biodiversidade que florescem em redor do toiro bravo? Quer o Sr. Primeiro Ministro, António Costa, ser responsável pela destruição de séculos de património genético nacional? É esta a sua proposta de governação?

Além do mais, segundo estudo da Eurosondagem, sabemos que a 86,1% dos portugueses não defende qualquer proibição relativa às touradas; que 32,7% dos portugueses são aficionados, sendo que só 11% são antitaurinos, além de que 65,3% acha que seria muito grave o desaparecimento da tradição taurina para a identidade nacional. 

Perante a opinião dos portugueses, e as gravíssimas consequências das declarações proferidas, temos a certeza que o Sr. Primeiro Ministro, António Costa, e, o Partido Socialista, terão a clarividência de não atacar os milhões de aficionados portugueses, onde se encontraram muitos eleitores efectivos e potenciais do Partido Socialista, nem seguir num caminho de ilegalidades de onde só poderão sair derrotados. Temos a certeza que a legalidade, o respeito e o bom-senso irão prevalecer. 

ProToiro

Federação Portuguesa de Tauromaquia

www.touradas.pt 



publicado por Carlos Gomes às 22:38
link do post | favorito

Quinta-feira, 3 de Dezembro de 2015
FRANCESINHAS DÃO FESTIVAL NA FIL

12341066_1259575474068395_2384847668507210112_n



publicado por Carlos Gomes às 21:13
link do post | favorito

ORIGENS E SIGNIFICADO DA COROA DO ADVENTO

A Coroa do Advento constitui um dos símbolos da época do Natal a anunciar o nascimento do Messias. Nos domingos do Advento, considerado o primeiro tempo do Ano Litúrgico correspondendo às quatro semanas que antecedem o Natal, as quais surgem representadas nas quatro velas. A família reúne-se à sua volta para rezar e celebrar. Seguindo a sua liturgia, é acesa a vela que corresponde à respetiva semana, entoando cânticos e fazendo leitura de passagens da Bíblia alusivas ao Advento.

As origens desta tradição remontam a antigos ritos colares praticados pelos povos europeus através dos quais celebravam o nascimento do Sol ou seja, o solstício de Dezembro, os quais vieram mais tarde a dar origem às saturnais romanas.

A sua forma circular representava precisamente a divindade solar que ocupava um lugar central em todos os ritos pagãos. Durante o inverso, os povos antigos acendiam enormes fogueiras que, simbolizando a luz e o calor em cujo regresso se depositavam as esperanças, aparece simbolizado nas velas que fazem parte dos rituais da nossa fé.

Com efeito, através do rito, os povos antigos celebravam a ação criadora dos Deuses, assegurando dessa forma a ininterrupção do ciclo da vida e da morte num perpétuo renascimento e conferindo ao ritual um cunho de magia.

Porém, partindo de tais costumes e tradições, os cristãos transmitiram a esses povos pagãos uma nova espiritualidade, levando-os a substituir as suas crenças ancestrais. E, desse modo, também a Coroa do Advento adquiriu uma nova simbologia e um novo significado.

Para o cristão, a infinidade do círculo representado na forma circular da Coroa do Advento representa o amor de Deus e a sua eternidade, bem assim como a aliança entre Deus e o Homem.

Os seus ramos verdes simbolizam a Esperança e a Vida na crença da Vida Eterna e da Ressurreição que constitui precisamente aquilo que distingue o verdadeiro cristão.

Carlos Gomes / http://www.folclore-online.com/



publicado por Carlos Gomes às 21:05
link do post | favorito

PARTIDO PAN ABSTEM-SE NA VOTAÇÃO DA MOÇÃO DE REJEIÇÃO DO PROGRAMA DO GOVERNO PORQUE VALIDA TODOS OS CONTRIBUTOS POSITIVOS À LUZ DOS SEUS PRINCÍPIOS

Rigor e coerência sustentam decisão de voto do PAN. Partido valida os contributos positivos, alertando para as insuficiências existentes no programa e para o trabalho que é necessário fazer na defesa das pessoas, animais e natureza

Durante o debate do Programa do XXI Governo Constitucional e no âmbito da moção de rejeição apresentada no parlamento pela coligação PSD/CDS, o PAN – Pessoas – Animais – Natureza optou por se abster e fundamenta a sua decisão baseada, exclusivamente, na análise objetiva das propostas apresentadas, à luz daqueles que são os princípios que organizam as suas causas e valores.

O PAN congratula-se pelo facto do Programa de Governo para esta legislatura incluir algumas medidas relativas à causa animal. No entanto, nem o PAN se esgota nas preocupações com os animais, nem o programa de governo se reduz a estas. Nesse sentido, do estudo detalhado ao programa hoje votado, o partido considera que o documento fica aquém de uma verdadeira preocupação com o ambiente, que continua a ser duramente castigado.

Desde, por exemplo, as operações petrolíferas na costa portuguesa, aos danos provocados pelo Plano Nacional de Barragens, passando por uma política do betão, esgotando recursos físicos e financeiros escassos, em vez de se priorizar uma transição e racionalização energética para energias limpas e renováveis. Quanto às pessoas, reconhecem-se ajustes ao desagravamento dos sacrifícios que foram pedidos aos portugueses e um ligeiro desafogo financeiro, a curto prazo. No entanto, o programa de governo apresenta algumas incertezas e assenta numa lógica que não promove uma diminuição direta do desemprego, continuando a perpetuar um modelo económico que deve, na perspetiva do partido, deve ser repensado.

A promoção, através deste programa de governo, de um modelo económico de crescimento infinito num planeta de recursos finitos denota um distanciamento ideológico e pragmático das reais necessidades ecológicas, económicas e sociais do país.



publicado por Carlos Gomes às 20:28
link do post | favorito

DEPUTADA DO PARTIDO “OS VERDES”, HELOÍSA APOLÓNIA, CLASSIFICA ILEGÍTIMA PRETENSÃO DA OPOSIÇÃO PARA GOVERNAR

A Deputada Heloísa Apolónia proferiu hoje na Assembleia da República a sua intervenção de encerramento no âmbito da discussão do programa do XXI Governo Constitucional e dirige-se a PSD e CDS sobre questões relacionadas com a legitimidade da governação: “Não têm legitimidade para exigir o que o povo português vos recusou! É ilegítima a vossa pretensão de querer Governar”.

Sublinha os contributos do PEV para o programa do atual Governo, fruto das convergências encontradas com o PS, contributos de ordem económica, fiscal, social e ambiental, nomeadamente a garantia da não privatização da água, a proteção dos recursos hídricos, a reavaliação do Plano Nacional de Barragens, uma visão estratégica para os transportes, a necessidade de travar a eucaliptização, o combate às assimetrias regionais, entre outros.

Termina afirmando que Os Verdes contribuirão para o chumbo da moção de rejeição apresentada por PSD/CDS.

A intervenção da Deputada ecologista pode ser vista em https://youtu.be/23YrjNjYhT4

Intervenção de encerramento

Programa do XXI Governo Constitucional

Deputada Heloísa Apolónia (PEV)

3 de dezembro de 2015

Senhor Presidente,

Senhoras e Senhores membros do Governo,

Senhoras e Senhores Deputados,

Aquela invenção manhosa do «arco da governação», tendo como propósito bipolarizar a realidade política portuguesa, entre o PS e o PSD, com o CDS agregado onde lhe desse mais jeito, procurava gerar um enormíssimo equívoco que consistia na deturpação das eleições legislativas, como se delas não resultasse a eleição de 230 deputados, mas sim a eleição de um Primeiro-Ministro. Tratava-se de uma expressão falsa e em tudo desrespeitadora do parlamento português! Hoje, por determinação dos eleitores, que ditaram um resultado eleitoral concreto, a vida política portuguesa centra-se onde é justo, correto e democrático centrar-se, ou seja, na Assembleia da República.

Sem maiorias absolutas, que por norma se têm revelado pouco dialogantes e muito autoritárias, houve uma predisposição responsável à esquerda para encontrar convergências parlamentares com o PS, que pudessem contribuir para criar uma resposta urgente, que gerasse uma mudança da situação de um país vítima de uma política que nos estava a atar a um empobrecimento estrutural, a uma estagnação económica prolongada, a uma destruição dos serviços públicos e a uma gestão dos recursos ao serviço do grande poder económico e financeiro. Essa mudança foi a verdadeira decisão dos eleitores portugueses, que retiraram a maioria dos deputados ao PSD e ao CDS, que propunham a continuidade, e que deram uma maioria de deputados às forças políticas que se comprometeram justamente com essa mudança.

Face a esta composição parlamentar, definida pelos portugueses, como queriam PSD e CDS continuar a governar, se o Governo depende da composição parlamentar e se nenhuma outra força política se queria associar à continuidade das vossas políticas desastrosas? Não têm legitimidade para exigir o que o povo português vos recusou! É ilegítima a vossa pretensão de querer governar!

Assim, foi encontrada a solução, absolutamente legítima, de formação de um Governo do PS, propiciada por um diálogo que se abriu à esquerda que já encontrou convergências muito relevantes para inverter o caminho de empobrecimento e de insensibilidade em relação às condições de vida dos portugueses, como a devolução de rendimentos, dos salários e pensões, a quebra do peso do enorme aumento de impostos ou a salvaguarda dos serviços públicos. O Governo PS apresentou um programa de Governo à Assembleia da República. É um programa que Os Verdes assumiriam como o seu? Não, não é. Mas é um programa que contém um conjunto de medidas emergentes que, fruto das convergências para as quais também o PEV trabalhou com o PS, vão contribuir para melhorar a vida das pessoas e, a partir daí, a vida no país.

Para essas convergências encontradas, Os Verdes colocaram em cima da mesa um conjunto de matérias de ordem económica, fiscal, social e ambiental, que geraram compromissos, orientadores de respostas a questões como a garantia da não privatização do setor da água, a necessidade de garantir os meios necessários para a proteção dos recursos hídricos e dos interesses de Portugal em relação à gestão dos rios internacionais, a reavaliação de um Plano Nacional de Barragens que trouxe problemas vários para Portugal, uma visão estratégica diferente sobre os transportes, suportada em modos mais sustentáveis de mobilidade e na coesão territorial, a necessidade de travar a profunda eucaliptização do país ainda mais incentivada por legislação aprovada pelo PSD/CDS, a defesa de serviços públicos de proximidade com vista também a combater as assimetrias regionais, o reforço de meios para a conservação da natureza e da biodiversidade, gerando mais e melhores condições para a investigação nesta área que nos proporciona serviços de ecossistema gratuitos e fundamentais à segurança do território, o que merece uma atenção particular numa altura em que precisamos de proporcionar essa segurança a um território necessariamente já afetado pelos efeitos das alterações climáticas.

Senhoras e Senhores Deputados,

Será votada daqui a pouco a moção de rejeição ao programa do Governo, apresentada pelo PSD/CDS. Os Verdes contribuirão para o chumbo dessa moção, provando a nossa determinação para que as políticas promotoras de desigualdade sejam já passado e para entrar por uma porta de esperança para uma mudança, com uma predisposição séria e assumida de diálogo e de encontro de convergências, sem nunca, nunca deixar de atender aos problemas reais do país.



publicado por Carlos Gomes às 20:18
link do post | favorito

ESCRITOR JOSÉ LUÍS PEIXOTO APRESENTA NOVO LIVRO NA BIBLIOTECA DA MOITA

O livro “Em Teu Ventre”, de José Luís Peixoto, vai ser apresentado na Biblioteca Municipal Bento de Jesus Caraça, na Moita, no dia 10 de dezembro, pelas 21:30h, com a presença do autor, em mais uma edição do “Leituras às Quintas”.

Numa perspetiva inteiramente nova, “Em Teu Ventre” apresenta o retrato de um dos episódios mais marcantes do século XX português: as aparições de Nossa Senhora a três crianças, entre maio e outubro de 1917. Através de uma narrativa que cruza a rigorosa dimensão histórica com a riqueza de personagens surpreendentes, esta é também uma reflexão acerca de Portugal e de alguns dos seus traços mais subtis e profundos. A partir das mães presentes nesta história, a questão da maternidade é apresentada em múltiplas dimensões, nomeadamente na constatação da importância única que estas ocupam na vida dos filhos.



publicado por Carlos Gomes às 20:03
link do post | favorito

Quarta-feira, 2 de Dezembro de 2015
NATAL É NA FEIRA INTERNACIONAL DE LISBOA

Visite a NATALIS e a FIL DIVERLÂNDIA

Prendas Originais, Marcas a Preços de Fábrica. Traga a sua família e divirta-se!

A NATALIS – Grande Mercado de Natal de Lisboa e a FIL DIVERLÂNDIA – a maior “Feira Popular indoor“ do País, abrem portas ao público dia 4 de Dezembro, na FIL – Parque das Nações. Uma organização da Fundação AIP – Lisboa, Feiras e Congressos e Eventos.

Na Natalis encontra prendas originais e para todas as bolsas, desde 1,00 € a 3.000,00 € - Artesanato, livros, mobiliário, decoração, moda, acessórios, produtos gourmet e gastronomia, grandes marcas a preços de fábrica e muita animação. Música natalícia, pinturas faciais, fotografias com o Pai Natal, workshops de chocolate e de artes decorativas, entre outras actividades, fazem da Natalis um espaço de oportunidades para as suas compras de Natal. A Natalis pode ser visitada de 4 a 8 de Dezembro e conta com cerca de 200 expositores.

Em destaque na NATALIS:

Grandes Chefes abrilhantam a Praça do Chocolate

Manuel Alexandre e Tony Salgado, Chefes do Grupo Pestana, Manuel Machado (Vinhos Ardus – Alpiarça), Irene Pimenta (Confraria Gastronómica da Amadora) entre outros … participarão na Natalis ao vivo, demonstrando a versatilidade do chocolate na cozinha. Desde uma Delícia de Chocolate a "Fillet de coelho braseado com redução caril e chocolate”  ou uma "Harmonia de vinhos e chocolate", tudo demonstrado pelas mãos de quem sabe.

A Praça de Chocolate não será apenas um espaço de delícias, mas também do saber e conhecimento, promovendo workshops para todos, incluindo dinâmicas com crianças dos 6 aos 12 anos.

Espaço Leya

Mais de 200 m2 com centenas de livros, integram o espaço do Grupo Editorial Leya com a presença in loco de autores conceituados:

5 de Dezembro - Alice Vieira – 15h00, Moita Flores – 16h00, Rita Ferro – 16h00, Inês Pedrosa – 16h00, Mário Daniel – 16h30, Domingos Amaral – 17h00 e Nuno Camarneiro – 17h30; 6 de Dezembro – António Tavares (novo Prémio Leya 2016) – 16h

Desfiles de Moda, Clássicos de Natal e outros …

Desfiles de moda podem mostrar-lhe a conjugação de vestuário e acessórios e dar-lhe boas ideias para ofertas de Natal.

No palco da Natalis, terão ainda lugar Clássicos de Natal e muitos outros estilos musicais - Gospel, Jazz, Swing, Blues, Cantares de Música tradicional Portuguesa, Bombos, Concertinas, Cavaquinhos, entre outros…

Na FIL DIVERLÂNDIA, de 4 de Dezembro a 3 de Janeiro, o maior espaço indoor do país com oferta superior a 3 dezenas de equipamentos de diversão, para todos os gostos e idades. Encontra os equipamentos mais divertidos para as crianças, os mais emocionantes e “radicais” para os jovens e os mais clássicos para toda a família. A entrada é livre e pode divertir-se a partir de dois “Divers” (moeda da FIL Diverlândia, equivalente a 2,00 €).

Novidades na FIL DIVERLÂNDIA (imagens em anexo):

Carrocel Francês – Estreia-se na FIL DIVERLÂNDIA um carrocel emblemático, pela 1ª vez em Portugal.

High Energy

Mattherhorn

O maior Espaço dedicado ao Natal, coberto, climatizado e com parque de estacionamento próprio, para receber todos aqueles que pretendam comprar prendas de Natal para a família ou amigos, divertir-se ou dar um ‘abraço’ a quem mais necessita (participam 42 IPSS na Natalis 2015)

Natalis de 4 a 8 de Dezembro de 2016 no Pavilhão 2 da FIL

Horário: Dias 4 a 7 – 15h00 | 23h00 | Dia 8 – 15h00 | 21h00

Preço Bilhete:  Individual – 2,5 Euros

FIL DIVERLÂNDIA de 3 de Dezembro a 4 de Janeiro de 2016 no Pavilhão 1 da FIL

Horário: 15h00 | 23h00 (6ª e Sábado – 15h00 | 24h00)

Encerra nos dias 24 e 31 de Dezembro

Entrada Livre

Saiba mais em: www.natalis.fil.pt e www.diverlandia.fil.pt

300x250


tags: ,

publicado por Carlos Gomes às 20:26
link do post | favorito

O MUNDO DO TRABALHO TEM MOTIVOS PARA PREOCUPAÇÃO

Peter Poschen, Diretor do departamento de Empresas da Organização Internacional do Trabalho (OIT), tem a gentileza de nos oferecer um artigo de opinião para publicação, o qual se insere no âmbito do Ano Europeu para o Desenvolvimento (AED), uma iniciativa que está a decorrer durante o ano de 2015 em todos os países da União Europeia, com o mote “O nosso mundo, a nossa dignidade, o nosso futuro”.

PP

“O mundo do trabalho tem motivos para preocupação”

Esta frase, do Diretor-geral da Organização Internacional do Trabalho (OIT) poderia referir-se à situação do emprego no mundo e na Europa. Na UE o desemprego atingiu 10,2% em 2014, 3 p.p. acima do nível verificado em 2007.

Contudo, Guy Ryder referia-se à deterioração do meio ambiente e às alterações climáticas. Na última década, a desregulação do clima tem provocado sérias rupturas na atividade económica ao destruir empregos e bases de sustento das comunidades numa escala nunca antes vista.

Os dois desafios – do trabalho digno e da inclusão social para todos e da proteção do clima e do meio ambiente - são urgentes e estão estreitamente ligados. Uma transformação decisiva com vista à sustentabilidade ambiental pode ser fonte de mais e melhores empregos. A OIT e a União Europeia estabeleceram uma parceria para gerar trabalho digno e empregos verdes numa economia sustentável que está a dar frutos na Europa, em Portugal e no mundo.

A Europa duplicou os seus esforços em 2014 através da “Iniciativa Emprego Verde”. Segundo um relatório do Parlamento Europeu de julho de 2015, as políticas atuais da União para proteger o clima e o meio ambiente poderão criar 2 milhões de empregos adicionais no ano 2030.

Portugal tem participado nesta transformação sendo um dos cinco países da União com uma política coerente para fomentar a geração de empregos através de crescimento verde. Um dos êxitos do país prende-se com o crescimento expressivo das energias renováveis já que 36% do consumo final de energia é satisfeito com recurso às mesmas. Em Portugal a economia verde resistiu muito bem à crise. Entre 2007 e 2010 o mercado de tecnologia verde cresceu 11,8% por ano. A manutenção das políticas que permitiram o desenvolvimento deste sector, mesmo durante o processo de ajustamento orçamental, foi uma decisão acertada. Estima-se que a procura de bens e serviços verdes mais que duplique até 2025 chegando a 4.400 mil milhões de euros.

Uma das fontes mais interessantes para mais empregos na Europa é o aumento da eficiência no uso de recursos. As empresas e as economias europeias poderão economizar 630 mil milhões de euros até 2030 se aumentarem a eficiência no uso de recursos em 2% por ano. O resultado seria um PIB superior em 1% e mais 2 milhões de empregos.

Um novo acordo global e ambicioso sobre o clima é urgente. Rumo à cimeira de Paris em dezembro, a mensagem é clara: investir no clima pode gerar emprego e a UE deveria liderar este processo e apoiar outros países a beneficiarem de boas políticas ambientais.

Peter Poschen

Diretor do Departamento de Empresas da OIT



publicado por Carlos Gomes às 18:50
link do post | favorito

AVÔ CANTIGAS VAI À MOITA

Na Baixa da Banheira: Avô Cantigas ao vivo no Fórum Cultural

O Avô Cantigas sobe ao palco do Fórum Cultural José Manuel Figueiredo, na Baixa da Banheira, no dia 8 de dezembro, pelas 15:30h, num espetáculo a não perder neste Natal, para ver em família.

Ao atingir os 34 anos de carreira, o Avô Cantigas apresenta-se ao vivo com um espetáculo que vai deliciar miúdos e graúdos. “A Cantiga do Avô Cantigas”, “Fungagá da Bicharada”, “Fantasminha Brincalhão”, “O Popó do Papá”, são exemplos do seu reportório que vai dos grandes clássicos aos sucessos mais recentes. O patusco velhote promete colher a carinhosa atenção dos jovens papás e mamãs de hoje que poderão viajar às suas infâncias onde já escutavam o Avô Cantigas de então.

Este é também um espetáculo efervescente e muito participativo; a comunicação entre o palco e a plateia será uma constante, com uma alegria contagiante. A divertir educando e a educar divertindo, o Avô Cantigas regressa com uma produção cheia de boa música, sempre acompanhada de muita fantasia.

Bilhetes:

Menores de 12 anos – 1,84 euros; Maiores de 12 anos – 3,05 euros

Horário da Bilheteira:

De 3ª a sábado – 14:30h às 19:30h

Dias de espetáculo e cinema – uma hora antes do início do espetáculo ou sessão.

Os bilhetes podem ainda ser reservados, através do telefone 210 888 900, no horário de funcionamento da bilheteira. As reservas têm de ser levantadas, no máximo, até 1h antes do início do espetáculo, com um limite de cinco bilhetes por reserva.



publicado por Carlos Gomes às 17:34
link do post | favorito

Terça-feira, 1 de Dezembro de 2015
PARTIDO “OS VERDES” REÚNE COM JOSEPH STIGLITZ, PRÉMIO NÓBEL DA ECONOMIA

“Os Verdes”, representados por Manuela Cunha e Vitor Cavaco, encontraram-se hoje, no Parlamento, com Joseph Stiglitz, prémio Nobel da Economia, a pedido do próprio, que se encontra em Portugal para participar na conferência a realizar na Fundação Calouste Gulbenkian, intitulada “Desigualdade num Mundo Globalizado”.

600px-Empfang_Joseph_E._Stiglitz_im_Rathaus_Köln-

O Prémio Nobel da Economia, que tem sido uma voz crítica das políticas de austeridade e das intervenções do FMI mostrou-se muito interessado em conhecer a opinião dos Verdes sobre a situação portuguesa, nomeadamente sobre as grandes questões ambientais com impactos na economia e no desenvolvimento. Mostrou grande interesse pelas posições do PEV contra a privatização da água, na defesa dos transportes públicos, nomeadamente ferroviário, da travagem da eucaliptização do país e do apoio a uma floresta sustentável e mostrou-se surpreendido com a existência de “rendas” no setor elétrico.

Por outro lado, o Prémio Nobel, quando questionado pelos Verdes sobre a situação económica no nosso país e na Europa, sublinhou a necessidade de mudança de políticas da União Europeia, nomeadamente da Alemanha, vincando uma posição muito crítica quanto à limitação de 3% para o défice.

O Partido Ecologista “Os Verdes”



publicado por Carlos Gomes às 20:49
link do post | favorito

MOITA APRESENTA ARTES E TALENTOS

Artes e Talentos invadem Mercado Municipal da Moita neste Natal

Nos sábados 5, 12 e 19 de dezembro, entre as 9:00h e as 13:30h, o Mercado Municipal da Moita acolhe a feiraArtes e Talentos – Especial Natal 2015. Esta é uma oportunidade para oferecer peças diferentes e originais, de artesanato,aos seus familiares e amigos neste Natal, longe das confusões das compras nas grandes superfícies comerciais.

 

A iniciativa "Artes e Talentos" da Câmara Municipal da Moita decorre no âmbito do Programa de Dinamização e Animação do Mercado Municipal da Moita e destina-se a promover e valorizar a atividade desenvolvida pelos artesãos do concelho. Os interessados em participar na feira devem solicitar mais informações através do endereço:pav.mun.exposicoes@mail.cm-moita.pt ou do telefone 210 816 914.

Animação de Natal nos Mercados Municipais

Simultaneamente, nas manhãs dos próximos sábados 5, 12 e 19 de dezembro, haverá animação infantil de Natal, nos Mercados Municipais da Moita e da Baixa da Banheira. A não perder.


tags: , ,

publicado por Carlos Gomes às 20:44
link do post | favorito

CINEMA NA MOITA SABE A NATAL

Na Baixa da Banheira: Cinema com sabores de Natal no Fórum Cultural José Manuel Figueiredo

A anunciar a época natalícia que se aproxima, o Fórum Cultural José Manuel Figueiredo, na Baixa da Banheira, sugere-lhe um clássico intemporal do cinema – “O Vale era Verde” –, com algumas das mais belas cenas filmadas pelo realizador John Ford, para a noite de 4 de dezembro, pelas 21:30h.

Cinema O vale era verde

A história de uma família, das suas lutas, dos seus sonhos e dos seus triunfos, numa obra poética para ver com o coração. Esta sessão especial terá um intervalo, durante o qual todos estão convidados para uma pequena ceia com sabores do Natal, no Café-Concerto.

A entrada é gratuita.

Horário da Bilheteira:

De 3ª a sábado – 14:30h às 19:30h

Dias de espetáculo e cinema – uma hora antes do início do espetáculo ou sessão.

Os bilhetes podem ainda ser reservados, através do telefone 210 888 900, no horário de funcionamento da bilheteira. As reservas têm de ser levantadas, no máximo, até 1h antes do início do espetáculo, com um limite de cinco bilhetes por reserva.



publicado por Carlos Gomes às 20:41
link do post | favorito

PROTOIRO LANÇA PORTAL PEDAGÓGICO SOBRE TAUROMAQUIA EM PORTUGAL

Foi ontem lançado o primeiro portal pedagógico e promocional dedicado às TOURADAS (www.touradas.pt), que foi desenvolvido pela ProToiro, Federação Portuguesa de Tauromaquia. O trabalho fotográfico é da autoria do fotógrafo Francisco Romeiras.

75009_516468958387495_1219458441_n

Trata-se de um portal único no seu género, e destina-se ao grande público, com o grande objectivo fornecer informação credível e rigorosa sobre todo o universo cultural da Tauromaquia Portuguesa. De uma forma simples e despretensiosa, qualquer pessoa, independente de ser aficionado, curioso ou de não gostar de corridas de touros, poderá encontrar informação esclarecedora sobre os principais temas desta arte. 

O site gira em torno de oito grandes eixos temáticos que são o Toiro, a Tourada, a História da Tauromaquia, os Intervenientes, as Touradas na Cultura, as Touradas em Números, as Razões para ser Aficionado e as principais Mentiras sobre as Touradas. Cada um destes temas é aprofundando de uma forma muito simples, através de perguntas e respostas. 

Além disto, estão também disponíveis Galerias de imagens e vídeos que ilustram vários destes temas. O site contará ainda com uma Agenda das corridas em Portugal, passando a ser um local de consulta fácil da agenda taurina portuguesa, durante a temporada. Na área de Notícias irão ser publicados os principais factos relativos à defesa e promoção da Festa, além da comunicação institucional da ProToiro. O site possui ainda uma loja onde os aficionados poderão adquirir alguns livros de tauromaquia, aos quais se irão somar outros artigos brevemente. 

Este é somente o ponto de partida do site, uma vez que este irá ser constantemente actualizado e aumentado, pelo que vários aspectos da cultura taurina que ainda não estão contemplados, virão a estar presentes, brevemente. 

Com este lançamento a ProToiro espera dar um forte contributo para a promoção da cultura taurina e para o esclarecimento da opinião pública sobre a temática das corridas de toiros, que é um dos traços marcantes da identidade de Portugal, e que muitas vezes são atacadas com base na ignorância. Agora já não ha razão para que assim seja. 

Protoiro

Federação Portuguesa de Tauromaquia

Portal Touradas_Home

Portal Touradas_Entrada_2

Portal Touradas_Entrada



publicado por Carlos Gomes às 19:41
link do post | favorito

BANDA DA ARMADA REALIZA AMANHÃ CONCERTO DA RESTAURAÇÃO



publicado por Carlos Gomes às 00:02
link do post | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Novembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
13
14

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


posts recentes

CASA DO CONCELHO DE TOMAR...

GOESES DANÇAM NA CASA DAS...

PAN TOMA POSIÇÃO EM RELAÇ...

PAN QUER DESPENALIZAR EUT...

PAN QUER CORREDORES E ABR...

LUÍS ESTEVES, PRESIDENTE ...

PAN PEDE REVOGAÇÃO DA AUT...

PAN QUER AUDIÇÕES URGENTE...

PAN PEDE AUDIÇÃO SOBRE O ...

PAN AVANÇA COM AS PRIMEIR...

PAN QUESTIONA O GOVERNO S...

METRO LEVA CINEMA AO CAIS...

BANDAS FILARMÓNICAS DESFI...

TOMARENSES CONFRATERNIZAM...

METROPOLITANO DE LISBOA A...

PROGRAMA DE GOVERNO ACOLH...

CASA DO CONCELHO DE TOMAR...

PAN QUER PORTUGAL A SEGUI...

METRO DE LISBOA ASSINALA ...

METRO CELEBRA DIA MUNDIAL...

O QUE DISSE ANDRÉ SILVA, ...

METRO CELEBRA DIA MUNDIAL...

METRO DE LISBOA APOSTA NA...

METROPOLITANO DE LISBOA R...

ESTUDO DA INTRUM REVELA Q...

JORNADAS EUROPEIAS DO PAT...

METRO DE LISBOA ADERE À D...

OUTLOOK DO RATING DO METR...

TOMARENSES EM LISBOA CONF...

FEDERAÇÃO DO FOLCLORE POR...

CASA DO CONCELHO DE TOMAR...

ALFRAGIDE REALIZA FEIRA S...

ALDEIAS DE CRIANÇAS SOS C...

METRO REALIZA CONCURSO DE...

FEDERAÇÃO DO FOLCLORE POR...

METRO DE LISBOA REFORÇA P...

MOVIMENTOS CÍVICOS CONTRA...

METROPOLITANO DE LISBOA V...

METRO DE LISBOA ASSINALA ...

CENTRO NACIONAL DE CULTUR...

PAN APRESENTA PROGRAMA EL...

METRO DE LISBOA COMEMORA ...

ARGANILENSES EM LISBOA RE...

PAN INSTA GOVERNO A INTER...

PAN CONTESTA ENCONTRO EM ...

PAN ENTREGA LISTA DE CAND...

ESTAÇÃO BAIXA-CHIADO CELE...

COMUNIDADE ROMENA DA REGI...

INVESTIGAÇÃO DA UNIVERSID...

ALFRAGIDE REALIZA FESTIVA...

arquivos

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

tags

todas as tags

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds