Blogue de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes de Lisboa e arredores
Sexta-feira, 8 de Janeiro de 2016
PROTOIRO APRESENTA A TEMPORADA TAURINA DE 2015 EM NÚMEROS

A temporada tauromáquica de 2015 saldou-se por um balanço bastante positivo. Caracterizou-se por um aumento global de 1.8% de espectadores nas praças de touros do nosso país (462.000), tal como pelo aumento do número médio de espectadores nas corridas de toiros (2415).

75009_516468958387495_1219458441_n

Realizaram-se 233 espectáculos, menos 17 que em 2014 (250). As corridas de toiros (161) aumentaram o seu peso representando 69% dos espectáculos tauromáquicos, mais 3% que em 2014. As exportações de touros (335) aumentaram 62% face a 2014 contribuindo positivamente para o saldo da balança comercial portuguesa.

As transmissões televisivas (7) continuaram a revelar um excelente desempenho com um acumulado de cerca de 3 milhões de telespectadores e picos de 700 mil espectadores por transmissão, num exemplo cabal de serviço público, chegando a liderar as audiências em vários momentos.

Realizaram-se espectáculos em todo o país com excepção dos distritos de Braga, Vila Real e região autónoma da Madeira. O distrito de Lisboa liderou em número de espectáculos (33), sendo Albufeira a cidade com mais espectáculos (23). A região dos Açores lidera a média de ocupação das praças em corridas de toiros (75%). A região Centro-Norte continua a liderar no continente (71%).

Na elaboração deste resumo estatístico foram usados como fontes os dados da Associação Nacional de Toureiros (ANDT) e a Associação Portuguesa de Criadores de Toiros de Lide (APCTL), sendo cruzados entre si. Obtemos assim resultados rigorosos e que espelham a totalidade da actividade do setor cultural taurino, pois os dados compilados pela Inspeção Geral das Actividades Cultural (IGAC) não retratam toda a realidade taurina portuguesa.

Outras fontes: Pordata, ICA (Instituto do Cinema e Audiovisual) e GFK/CAEM (Audiências).

Foram contabilizados todos os espetáculos públicos em que foram lidadas pelo menos uma rês brava de lide. Análise Detalhada Analisando a assistência de público às praças, no ano de 2015, registou-se um aumento de espectadores para os 462.000, um aumento de 1.8% face a 2014. Registou-se também um aumento do nº médio de espectadores por espetáculo, em particular nas corridas de touros, passando dos 2240 espectadores por espectáculo em 2014, para os 2415 espectadores por espectáculo em 2015, um aumento médio de aproximadamente 175 espectadores por corrida.

Em Portugal continental e ilhas realizaram-se 233 espetáculos, menos 17 que em 2014. Destes, e analisando por tipologia de espetáculo, destacam-se as Corridas de Touros, com 69% do total dos espetáculos realizados, com um aumento de 3% face a 2014. Comparando o número médio de espectadores por espectáculo noutro sectores culturais, como o teatro, cinema ou ópera, o número médio de espectadores por corridas de toiros, vemos que que aqueles ficam a uma grande distância dos números das corridas de toiros, com uma média de 2415 espectadores por corrida.

O teatro tem um número médio de 146 espectadores por sessão (dados Pordata 2014), enquanto o cinema tem um número médio de 20 espectadores por sessão (dados 2014 Instituto do Cinema e Audiovisual) e a Ópera tem um número médio de 336 espectadores por sessão (dados Pordata 2014).

Em 2015 foram transmitidas 7 corridas de toiros pela RTP1, tendo estas transmissões registado um acumulado médio de cerca de 3 milhões de telespectadores, com picos de 700 mil espectadores por transmissão, mostrando a grande adesão dos portugueses a este tipo de espectáculo.

A tauromaquia tem uma expressão nacional com espectáculos de norte a sul do país, passando pelos Açores. Realizam-se espectáculos taurinos em todos os distritos com excepção de Vila Real, Braga e a Região Autónoma da Madeira. O distrito com mais espectáculos em 2015 foi Lisboa com 33 espectáculos.

A cidade com mais espectáculos realizados em 2015 foi Albufeira, com 23 espectáculos, seguida de Lisboa com 13 espectáculos e Angra do Heroísmo com 8 espectáculos.

Em relação à percentagem média de ocupação das praças em Corridas de Toiros, os Açores registam a maior média de ocupação no país com uma média de 75%. A região Centro-Norte lidera este indicador em Portugal continental com com 71%, seguido da região do Alentejo com 67%. Em termos de crescimento deste indicador, destacam-se a região do Alentejo com uma subida de 11%, seguindo-se o Centro-Norte com 5%.

Por distrito Viseu e Guarda lideraram com uma taxa de 100% e os Açores com 75%. O escalafon (ranking) de actuações de Cavaleiros Tauromáquicos foi liderado por Luís Rouxinol e Marcos Bastinhas, com 44 actuações e Joaquim Bastinhas, com 33 actuações. Paco Velasquez liderou o escalafón dos Matadores de Toiros com 6 actuações seguido por Manuel Dias Gomes e Pedrito de Portugal com 3 actuações.

Os Forcados Amadores de Cascais lideraram a sua categoria com 25 actuações, seguidos pelos Amadores do Ribatejo, com 23 actuações, e os Amadores de Santarém com 21. Josué Salvado, com 54 actuações, Diogo Costa, com 52, e Ricardo Raimundo, com 52, ocuparam os primeiros postos do escalafon dos Bandarilheiros.

Quanto aos Novilheiros Diogo Peseiro liderou com 6 actuações, seguido de João Augusto Moura e Joaquim Ribeiro “Cuqui” com uma actuação. João Martins liderou o top dos Novilheiros Praticantes com 11 actuações, “Parreirita Cigano” e Luís Rouxinol Jr., o top de Cavaleiros Praticantes, com 17 actuações. João Oliveira liderou na categoria de Bandarilheiros Praticantes com 29 actuações. Quanto às Empresas, o ranking foi liderado pela Touros das Sesmarias com 24 espectáculos organizados, seguida da Aplaudir com 21 e a S.R.U Campo Pequeno com 13.

As Ganadarias que mais lidaram em Portugal foram a ganadaria Passanha, que lidou 66 toiros, seguida da ganadaria Pinto Barreiros, com 49, e Falé Filipe, com 44. Contabilizando também as corridas lidadas fora de Portugal, o ranking ganadeiro é liderado pela ganadaria Passanha, com 89 toiros lidados, seguida da ganadaria Murteira Grave e de Pinto Barreiros com 49 reses lidadas.

Os Directores de Corrida com mais corridas dirigidas foram Agostinho Borges, com 41 espectáculos dirigidos, Marco Gomes, com 28 espectáculos e Lourenço Luzio com 24. A tauromaquia contribui de forma muito positiva para o saldo da balança comercial (exportações – importações), já que em 2015 as exportações de touros de lide (335) superaram significativamente as importações (25). Em 2014 o valor das exportações foi de 207 touros.

Esta variação anual das exportações, representa um aumento de 62%, pelo que este valor compara com os melhores resultados de outros sectores de atividade em Portugal no ano de 2015. Em 2015 ocorreram 10 mudanças de categoria profissional onde se destaca o novo cavaleiro profissional António D’Almeida e os bandarilheiros profissionais João Diogo Duarte e Pedro Vicente.



publicado por Carlos Gomes às 20:46
link do post | favorito

CONFRARIAS PROMOVEM COZINHA PORTUGUESA

unnamed (3)

MAPA DE EVENTOS

Eventos da FPCG 2016

11 de Março de 2016 - Assembleia Geral Ordinária da FPCG

29 de Maio de 2016 - Comemorações do Dia Nacional da Gastronomia Portuguesa

12 de Novembro de 2016 - Assembleia Geral Ordinária da FPCG

Capítulos de Confrarias Federadas – 2016

9 de Janeiro - Confraria Gastronómica da Carne Barrosã

16 de Janeiro - Confraria da Fogaça da Feira

23 de Janeiro - V cerimónia capitular da Confraria dos Sabores da Abóbora

31 de Janeiro - Confraria do Vinho de Lamas

6 de Fevereiro (sábado de Carnaval): VII Capítulo da Confraria do Bucho Raiano na vila do Soito, concelho do Sabugal

5 de Março - III Capítulo da Confraria dos Rojões da Bairrada com Grelo e Batata à Racha

5 de Março - Confraria do Queijo Serra da Estrela

12 de Março - XIII Capítulo da Confraria da Lampreia de Penacova

12 de Março - Capítulo da Confraria Gastronómica de Sever do Vouga

20 de Março - VIII Capítulo da Confraria As Sainhas de Vagos

16 de Abril - Confraria Gastronómica dos Aromas e Sabores Raianos

22, 23,24 e 25 de Abril - XVI Grande Capítulo da Academia Madeirense das Carnes / Confraria Gastronómica da Madeira

14 de Maio – Confraria dos Ovos Moles de Aveiro

21 de Maio - Confraria da Doçaria Conventual de Tentúgal

28 de Maio - Confraria Gastronómica da Amadora

4 de Junho - XI Capítulo da Confraria Gastronómica da Gândara - Aromas e Sabores Gandareses.

11 de Junho - IX GRANDE CAPÍTULO Confraria Gastronómica o Moliceiro

25 de Junho - Capítulo da Confraria da Broa de Avintes

18 de Junho - V Capitulo da Confraria Gastronómica do Concelho de Ovar

27 de Agosto - Confraria do Presunto e da Cebola do Vale do Sousa

24 de Setembro - X capítulo da Confraria das Papas de S. Miguel

1 de Outubro - Confraria dos Carolos e Papas de Milho

2 de Dezembro - XV Capítulo Confraria Nabos e Companhia

Outros Eventos – 2016

12 de Março - V Capítulo da Confraria Enogastronomica Sabores do Botaréu - Águeda

2 de Abril - Festa da Matança do Porco. Confraria do Presunto e da Cebola do Vale do Sousa

2 e 3 de Abril - XIX FESTIVAL GASTR. DA LAMPREIA E DO SÁVEL DA RIA

2 e 3 de Abril - VIII Capítulo da CONGROG - Confraria do Grog de Santo Antão - Cabo Verde

21 de maio - III Capitulo da Confraria Ovelhã

20 a 22 de maio - XII Feira dos Grelos

28 de Maio - CAMINHADA “A Ria vista da Serra”

9 e 10 de Julho - II FESTIVAL “Sabores da Ria”

6 de Agosto - PASSEIO GASTRONÓMICO EM BARCO MOLICEIRO

24 de Agosto - Festa da Cebola. Confraria do Presunto e da Cebola do Vale do Sousa.

28 Agosto - II Capítulo da Real Confraria das Cebolas

10 de Setembro - CAMINHADA “O Campo e a Ria” com passeio de Barco Moliceiro

8 e 9 de Outubro - X FESTIVAL GASTRONÓMICO DA ENGUIA

29 de Outubro - Capitulo da Confraria da Pedra na Madalena em Vila Nova de Gaia.

10 de Dezembro - Ceia de Natal da Confraria do Presunto e da Cebola do Vale do Sousa.



publicado por Carlos Gomes às 14:34
link do post | favorito

RIO DE MOURO REALIZA HOJE CONCERTO DE ANO NOVO



publicado por Carlos Gomes às 01:20
link do post | favorito

ALMADENSES CANTAM AS JANEIRAS



publicado por Carlos Gomes às 01:14
link do post | favorito

SINTRA: MORADORES DAS MERCÊS CANTAM AS JANEIRAS



publicado por Carlos Gomes às 01:07
link do post | favorito

Quinta-feira, 7 de Janeiro de 2016
A MAIOR FEIRA POPULAR INDOOR DO PAÍS REABRE AMANHÃ NA FIL

O elevado afluxo de visitantes levou à reabertura da FILDIVERLÂNDIA que estará de portas abertas sextas, sábados e domingos até ao fim de Janeiro

image002

A FIL DIVERLÂNDIA – a Maior “Feira Popular” Indoor do País estará na FIL – Parque das Nações – até ao próximo dia 31 de Janeiro de 2016, todas as 6ª, Sábados e Domingos.  É uma organização da Fundação AIP – Lisboa, Feiras, Congressos e Eventos e vem enriquecer a oferta de diversões na cidade de Lisboa.

Dia do EURO

É já amanhã, 6ª FEIRA, dia 8 de Janeiro, cada viagem custa apenas 1,00 €
Cada viagem nos divertimentos custa uma média de 2,00 €, mas excecionalmente na reabertura amanhã – 8 de Janeiro – cada viagem custa apenas 1,00 €.

É a 3 ª edição da FIL Diverlândia e a adesão do público regista até à data um aumento de 30%, num total de 150 000 visitantes. Num espaço, climatizado e com estacionamento, mais de 3 dezenas de equipamentos de diversão, para todos os gostos e idades. Na FIL Diverlândia há equipamentos para crianças, para jovens e para toda a família - Montanha Russa Lagarta; Carros de Choque; Carrocéis Máquinas de Jogos; Trampolins entre outros… Uma vasta oferta  gastronómica facilita as refeições no mesmo espaço.

FIL DIVERLÂNDIA no Pavilhão 1 da FIL - Entrada Livre

8 de Janeiro – Cada Viagem apenas por 1 € em todos os divertimentos

Horário até 31 de Janeiro inclusive

6ª feira                – 17h00 / 24h00

Sábado                – 14h00 / 24h00

Domingo             – 14h00 / 22h00

Encerra de 2ª a 5ª

Saiba mais em: www.diverlandia.fil.pt ou www.facebook.com/FILDiverlandia.FIL


tags:

publicado por Carlos Gomes às 22:13
link do post | favorito

BANDA CHARLIE & THE BLUESCATS ATUA NA MOITA

Primeira Blues Night by BBBF de 2016 com banda Charlie & The Bluescats

A primeira Blues Night by BBBF de 2016 está já marcada para o dia 16 de janeiro e leva ao Café-Concerto do Fórum Cultural José Manuel Figueiredo, na Baixa da Banheira, a partir das 22:00h, a banda portuguesa Charlie & The Bluescats.

Blues Night

Influenciados pelas origens dos blues no sul dos EUA, enraizados em África e cruzando o circuito europeu, Charlie & The Bluescats apresentam a sua perspetiva única dos blues clássicos e contemporâneos. Desde 1996, Carlos Pereira e os membros dos Bluescats têm estado presentes em diversos palcos europeus, encontrando pelo caminho mestres como B.B. King, Carey Bell e Eddy Clearwater, assim como um elevado número de importantes músicos europeus. Tendo atuado no Blues Sur Seine Festival, Breda Jazz Festival, Festival Internacional de Blues de Castilla y Leon, Ciclo de Ritmos y Blues en Aragon, Festival de Blues de Ourense, bem como no primeiro Gaia Blues e no Santa Maria Blues, e realizado diversos concertos em Espanha, Grécia, França, Holanda, Bélgica e Alemanha, Charlie & The Bluescats são atualmente uma das bandas portuguesas mais representativas e experientes no circuito europeu dos blues.

Charlie & The Bluescats lançaram o seu primeiro disco em 2005, preparando-se agora para uma nova etapa, com um segundo trabalho e vários concertos neste ano.

Os bilhetes, no valor de 3 euros, podem ser adquiridos no próprio dia do concerto, a partir das 21:30h, no Fórum Cultural José Manuel Figueiredo, na Baixa da Banheira.



publicado por Carlos Gomes às 21:57
link do post | favorito

Quarta-feira, 6 de Janeiro de 2016
PARTIDO "OS VERDES" PROPÕE RESTITUIÇÃO DOS FERIADOS

Restituição de feriados em discussão na Assembleia da República no próximo dia 8 de janeiro

Discutem-se na próxima sexta-feira, dia 8 de Janeiro, no Parlamento, duas iniciativas legislativas dos Verdes que pretendem a restituição dos 4 feriados eliminados pelo anterior Governo:

Projeto de Lei 20/XIII - Restitui os feriados civis obrigatórios eliminados (Alteração ao Código de Trabalho aprovado pela Lei 7/2009, de 12 de fevereiro, alterado pelas Leis n.ºs 105/2009, de 14 de setembro, 53/2011, de 14 de outubro, 23/2012, de 25 de junho, 47/2012, de 29 de agosto, 69/2013, de 30 de agosto, 27/2014, de 8 de maio e 55/2014, de 25 de agosto)

Projeto de Resolução 63/XIII - Recomenda ao Governo a revisão do acordo com a Santa Sé para a restituição dos feriados religiosos



publicado por Carlos Gomes às 19:49
link do post | favorito

CAMERATA DA ORQUESTRA SINFÓNICA JUVENIL REALIZA CONCERTO DE ANO NOVO NA MOITA

“As Quatro Estações” no Fórum Cultural na Baixa da Banheira

O Concerto de Ano Novo no concelho da Moita vai realizar-se no dia 10 de janeiro, pelas 16:00h, no palco do Fórum Cultural José Manuel Figueiredo, na Baixa da Banheira, e vai ter como protagonista a Camerata da Orquestra Sinfónica Juvenil, com “As Quatro Estações”, de Vivaldi.

Concerto de Ano Novo

A orquestra de câmara Camerata é formada por elementos de cordas, selecionados de entre os instrumentistas da Orquestra Sinfónica Juvenil – OSJ, constituindo uma formação de elevado nível técnico e artístico, tendo representado Portugal no Festival Internacional de Jovens de Tianjin, China, e participado em espetáculos em Marrocos, Espanha e França.

O repertório da Camerata da OSJ inclui a generalidade do repertório clássico para orquestra de cordas, a par de um vastíssimo repertório contemporâneo.

“As Quatro Estações” é a obra mais conhecida do compositor e está entre as peças mais populares da música barroca.

A entrada é gratuita. Reserve o seu bilhete a partir do dia 5 de janeiro.



publicado por Carlos Gomes às 15:37
link do post | favorito

Terça-feira, 5 de Janeiro de 2016
CENTRO DE PATRIMÓNIO DA ESTREMADURA PUBLICA ATAS DAS CONFERÊNCIAS DO "CICLO RURAL"



publicado por Carlos Gomes às 00:26
link do post | favorito

Segunda-feira, 4 de Janeiro de 2016
ATLETA DO SPORTING VENCE SÃO SILVESTRE DA AMADORA

Trajes do Minho abrilhantam Corrida de São Silvestre

O atleta Rui Silva, do Sporting Clube de Portugal, foi o vencedor da 41ª editação da corrida de São Silvestre da Amadora. No setor feminino, a vitória foi alcançada por Catarina Ribeiro, do Sport Lisboa e Benfica.

12010_1001581029901520_8373827735034635134_n

Os 10 km do percurso foram vencidos por Rui Silva em 30.01 minutos, posicionando-se à frente de José Moreira, do Sporting e de Rui Pinto, do Benfica.

Por seu turno, Catarina Ribeiro fez a prova em 33,55 minutos, ficando à frente de Vanessa Fernandes com 24 segundos de vantagem e de Mónica Silva com 54 segundos, ficando o pódio entregue aos atletas do Benfica.

À semelhança de anos anteriores, coube aos minhotos que vivem na localidade da Amadora abrilhantar a festa com os seus trajes característicos.

Fotos: Câmara Muncipal da Amadora

1917780_1001580919901531_6006769452072070271_n

1933926_1001581079901515_275043940180320722_n

10310095_1001580916568198_7771547581701655988_n

10410724_1001581086568181_1497179751003565107_n

10649860_1001580736568216_4578746181882455153_n

12400928_1001580819901541_7613468675685645552_n

12410584_1001580833234873_2055353841746496845_n



publicado por Carlos Gomes às 19:35
link do post | favorito

MOITA EXIBE FILME “AS MIL E UMA NOITES”

Na Baixa da Banheira, Fórum Cultural exibe três volumes do filme “As Mil e Uma Noites”

O Fórum Cultural José Manuel Figueiredo, na Baixa da Banheira, vai exibir, entre janeiro e fevereiro, os três volumes do filme “As Mil e Uma Noites”, de Miguel Gomes.

Cinema O Inquieto 2

O livro de contos “As Mil e Uma Noites” é relativamente conhecido e faz parte do imaginário popular coletivo, mas o filme conta histórias diferentes. No filme, as histórias que Xerazade conta passar-se-ão em Portugal. Não num Portugal contemporâneo aos contos do livro, mas no Portugal de hoje, em crise económica e ebulição social. O Portugal de 2013 e 2014, habitado por ricos e pobres, poderosos e insignificantes, trabalhadores e desempregados, ladrões e homens honestos. Marcado pelas consequências da crise, também um Portugal delirante e de excessos.

No dia 8 de janeiro, pelas 21:30h, o auditório vai exibir o volume I – “O Inquieto”. O Volume II – “O Desolado” vai passar na tela do Fórum Cultural, no dia 15 de janeiro, às 21:30h. O terceiro e último volume – “O Encantado” – está agendado para o dia 12 de fevereiro, também às 21:30h.

O preço dos bilhetes para cada uma das sessões é de 3,05 euros.



publicado por Carlos Gomes às 16:18
link do post | favorito

PRESIDENTE DO INSTITUTO CAMÕES DEFENDE UMA EUROPA ATENTA AOS PROBLEMAS GLOBAIS

“Precisamos de uma Europa atenta, preocupada e consciente do seu dever e papel na resolução dos problemas globais.” – defende Ana Paula Laborinho, Presidente do Camões – Instituto da Cooperação e da Língua

Este é um artigo de balanço do que foi o Ano Europeu para o Desenvolvimento (AED), uma iniciativa que decorreu durante 2015 em todos os países da União Europeia, com o mote “O nosso mundo, a nossa dignidade, o nosso futuro”.

anapaulalaborinho_luisaferreira

No início deste Ano Europeu para o Desenvolvimento, ao lembrarmos as palavras de Sophia de Mello Breyner Andresen e de Agustina Bessa-Luís, perguntávamos “Que Europa e que Mundo temos?”, “Que Europa e que Mundo ambicionamos?”. Tínhamos então a expectativa e ambição de que este Ano Europeu, a decorrer em simultâneo em 28 países, com todos os seus objetivos, mensagens, iniciativas e parcerias, contribuísse para informar e sensibilizar os cidadãos relativamente às questões do desenvolvimento global, promovendo o debate público e levando a uma reflexão conjunta que incentivasse a participação direta.

Na prossecução dos objetivos delineados realizaram-se inúmeras atividades, difundiram-se as mensagens por diferentes canais, desenvolveram-se e consolidaram-se múltiplas parcerias, sempre com a certeza de que este era um Ano Europeu de todos e de cada um de nós. Foi um Ano assente em parcerias, onde duas centenas de organizações trabalharam juntas para cumprir os objetivos do Programa de Trabalho Nacional, a debater, a informar, a sensibilizar e refletir sobre os temas do desenvolvimento.

Temas tão distintos como a água, a saúde ou a segurança alimentar; a educação; a igualdade de género e as liberdades políticas; ou ainda o crescimento económico; o desenvolvimento sustentável e as migrações. Todos temas relevantes eatuais, que contribuíram para que hoje acreditemos que o objetivo de promover o interesse, a participação, o pensamento crítico, informando e sensibilizando os cidadãos relativamente às politicas do desenvolvimento, tenha sido alcançado.

Podemos ver que as questões do desenvolvimento estiveram mais presentes nos meios de comunicação social e que se considera ter havido uma maior sensibilização das pessoas. Que, nas redes sociais, algumas das nossas publicações alcançaram mais de 100 000 pessoas, com centenas de comentários e partilhas. Nunca, como agora, os temas do desenvolvimento foram tão debatidos e despertaram tanto o interesse nos cidadãos europeus.

Ao respondermos às nossas interrogações do início do Ano, temos que acreditar que precisamos de uma Europa atenta ao Mundo que a rodeia, uma Europa preocupada com os seus problemas locais (internos), mas também consciente do seu dever e papel na resolução dos problemas globais.

Uma Europa que, com base na nova Agenda do Desenvolvimento, defina o Desenvolvimento Global como um objetivo partilhado por todos, passando por uma atuação interligada das dimensões económica, social e ambiental, a par com uma abordagem politica e de Direitos Humanos.

Importa relembrar as palavras do Dr. Jorge Sampaio na sessão de abertura do Ano Europeu, «a cooperação não é uma questão de solidariedade mas de responsabilidade». A Europa do Ano Europeu para o Desenvolvimento, onde cada um de nós é um agente de transformação, um agente do desenvolvimento, na consolidação do sentimento de responsabilidade, de solidariedade, da oportunidade para em conjunto, em parceria trabalharmos para o “O nosso mundo, a nossa dignidade, o nosso futuro”.

Ana Paula Laborinho

Presidente do Camões – Instituto da Cooperação e da Língua



publicado por Carlos Gomes às 10:55
link do post | favorito

Domingo, 3 de Janeiro de 2016
ACADEMIA ALMADENSE REALIZA CONCERTO DE ANO NOVO



publicado por Carlos Gomes às 12:38
link do post | favorito

SINTRA: MORADORES DAS MERCÊS CANTAM AS JANEIRAS



publicado por Carlos Gomes às 01:06
link do post | favorito

ORGANIZADORES DE FESTIVAIS DE FOLCLORE DEVEM SEPARAR O TRIGO DO JOIO

O folclore debate-se atualmente com dois problemas bastante sérios que colocam em causa a credibilidade do trabalho daqueles que procuram realizá-lo com seriedade: a persistente falta de qualidade de alguns grupos folclóricos e, situação mais grave, a forma como alguns grupos estranhos ao folclore procuram de forma mais ou menos explícita passarem-se por tal, ao ponto de introduzirem-se em festivais de folclore e etnografia.

Não existe nenhum meio de “certificar” os grupos de folclore nem de impedir o aparecimento de grupos estranhos ao folclore que, qualquer que seja a sua denominação e de forma menos honesta, se façam passar por autênticos grupos de folclore a tal ponto que não raras as vezes, conseguem ludibriar os organizadores de alguns festivais.

Porém, tal apenas se verifica porque os organizadores dos ditos festivais nem sempre estão atentos a quem vão convidar e não procuram verificar a qualidade da sua representação. E, em consequência dessa forma descuidada e menos responsável, a participação de grupos que, uma vez em cima do palco, acabam por vender gato por lebre à assistência que toma a representação como genuína, apenas vem descredibilizar a entidade organizadora do evento e os demais participantes no festival.

10478582_703720129708503_158166226116301867_n

Esta situação prejudica o associativismo folclórico no seu conjunto, denegrindo o trabalho que é desenvolvido por muitos grupos folclóricos, etnógrafos e outras entidades ligadas ao folclore. Tal como sucede em relação à museologia, o primeiro objetivo deve consistir na guarda e conservação do nosso património cultural e só depois na sua divulgação, uma vez convenientemente analisado e devidamente contextualizado.

Mas, na sua divulgação, importa separar o trigo do joio, devendo os organizadores de festivais serem mais criteriosos na escolha dos grupos participantes e na elaboração do programa. E, quanto àqueles grupos folclóricos que desejam preservar a sua imagem, devem cuidar de saber previamente com quem vão partilhar o palco, as características do espetáculo e, se for caso disso, recusarem-se liminarmente a participar num evento que em nada os dignifica. Sem uma atitude firme, o folclore continuará a manter-se neste limbo e sujeitar-se à conotação pejorativa de que tem sido alvo!

11951196_891168520963662_2263822588847569010_n



publicado por Carlos Gomes às 00:45
link do post | favorito

Sábado, 2 de Janeiro de 2016
RIO DE MOURO REALIZA CONCERTO DE ANO NOVO



publicado por Carlos Gomes às 17:15
link do post | favorito

Sexta-feira, 1 de Janeiro de 2016
BANHISTAS DE CARCAVELOS CUMPREM A TRADIÇÃO

Centenas de pessoas mergulharam hoje nas águas da praia de Carcavelos, cumprindo assim a tradição do primeiro banho do ano. Mas o ritual juntou muitas centenas de curiosos e apreciadores, não faltando à chamada sequer a comunicação social e os tocadores de concertina a animar a festa com os seus acordes muito ao jeito do folclore minhoto.

Carcavelos - Banho 010

Envergando os mais bizarros fatos-de-banho, os banhistas correram em conjunto pela praia em direção às ondas, indiferentes à temperatura que, embora amena, mantinha-se própria de um dia invernoso.

Após o mergulho, regressaram ao paredão para, em alegre convívio, deliciarem-se com fatias de bolo-rei e outras guloseimas como manda a tradição nesta quadra festiva.

Carcavelos - Banho 012

O primeiro banho do ano na praia de Carcavelos junta muitas pessoas de diversas gerações e constitui uma paródia cujas origens remontam a 1943 quando um grupo de oito rapazes, conhecidos como “Os Narcisos”, teve a lembrança de dar um mergulho no mar no primeiro dia do ano. A alusão ao nome Narciso remete para o desaparecido restaurante “Narciso”, ponto de encontro de muitos frequentadores daquela praia e que tantas e tão gratas recordações deixou nas gentes daquela localidade.

Carcavelos - Banho 009

Carcavelos - Banho 011

Carcavelos - Banho 015

Carcavelos - Banho 017

Carcavelos - Banho 022

Carcavelos - Banho 001

Carcavelos - Banho 028

Carcavelos - Banho 008

Carcavelos - Banho 005



publicado por Carlos Gomes às 12:50
link do post | favorito

AZULEJOS DA ESTAÇÃO DO ROSSIO DÃO A CONHECER FIGURAS HISTÓRICAS DE PORTUGAL

A estação ferroviária do Rossio exibe um conjunto azulejar nos quais retrata 14 figuras históricas portuguesas e os mitos e símbolos nacionais que lhes estão associados e fazem parte da nossa cultura.

Estação Rossio3

A obra, da autoria de Lima de Freitas, data de 1995, e revela uma simbiose entre o neo-realismo e o esoterismo que caraterizou o artista.

Os painéis são alusivos à cidade de Lisboa e representam o seu Padroeiro, São Vicente de Lisboa, Santo António e a Sé Catedral, o Santo Condestável e o Convento do Carmo, a Rainha D. Leonor e a Madre de Deus, os mosteiros dos Jerónimos e a Ordem de Cristo, Francisco de Holanda e a sua obra sobre Arquitetura, D. Sebastião, o Encoberto, Padre António vieira e o V Império, Almeida Garrett e o Teatro D. Maria II, Alexandre Herculano e a História, Fernando Pessoa e o caminho da Serpente.

Estas magníficas obras de arte constituem mais um motivo para uma visita à estação ferroviária do Rossio, em Lisboa.

HPIM0362



publicado por Carlos Gomes às 00:01
link do post | favorito

JANEIRO EVOCA O DEUS JANO

Festejos de 1 de janeiro evocam Jano, divindade pagã que representava os portões e os começos

Corria o ano 46 antes da Era Cristã quando o ditador romano Júlio César decretou o dia 1 de janeiro como o dia de Ano Novo, consagrando os romanos o mês de janeiro a Jano, deus dos portões e dos começos, daí derivando a designação do mês de janeiro que perdura até aos nossos dias.

jano1

Jano é representado com duas faces, uma das quais olhando o passado e a outra voltada para o futuro.

A celebração deste dia ocorre geralmente entre todos os povos que possuem um calendário anual, podendo no entanto o mesmo ser celebrado em ocasiões diversas em consequência das diferenças existentes entre os calendários nas várias culturas.



publicado por Carlos Gomes às 00:00
link do post | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Novembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


posts recentes

LUÍS ESTEVES, PRESIDENTE ...

PAN PEDE REVOGAÇÃO DA AUT...

PAN QUER AUDIÇÕES URGENTE...

PAN PEDE AUDIÇÃO SOBRE O ...

PAN AVANÇA COM AS PRIMEIR...

PAN QUESTIONA O GOVERNO S...

METRO LEVA CINEMA AO CAIS...

BANDAS FILARMÓNICAS DESFI...

TOMARENSES CONFRATERNIZAM...

METROPOLITANO DE LISBOA A...

PROGRAMA DE GOVERNO ACOLH...

CASA DO CONCELHO DE TOMAR...

PAN QUER PORTUGAL A SEGUI...

METRO DE LISBOA ASSINALA ...

METRO CELEBRA DIA MUNDIAL...

O QUE DISSE ANDRÉ SILVA, ...

METRO CELEBRA DIA MUNDIAL...

METRO DE LISBOA APOSTA NA...

METROPOLITANO DE LISBOA R...

ESTUDO DA INTRUM REVELA Q...

JORNADAS EUROPEIAS DO PAT...

METRO DE LISBOA ADERE À D...

OUTLOOK DO RATING DO METR...

TOMARENSES EM LISBOA CONF...

FEDERAÇÃO DO FOLCLORE POR...

CASA DO CONCELHO DE TOMAR...

ALFRAGIDE REALIZA FEIRA S...

ALDEIAS DE CRIANÇAS SOS C...

METRO REALIZA CONCURSO DE...

FEDERAÇÃO DO FOLCLORE POR...

METRO DE LISBOA REFORÇA P...

MOVIMENTOS CÍVICOS CONTRA...

METROPOLITANO DE LISBOA V...

METRO DE LISBOA ASSINALA ...

CENTRO NACIONAL DE CULTUR...

PAN APRESENTA PROGRAMA EL...

METRO DE LISBOA COMEMORA ...

ARGANILENSES EM LISBOA RE...

PAN INSTA GOVERNO A INTER...

PAN CONTESTA ENCONTRO EM ...

PAN ENTREGA LISTA DE CAND...

ESTAÇÃO BAIXA-CHIADO CELE...

COMUNIDADE ROMENA DA REGI...

INVESTIGAÇÃO DA UNIVERSID...

ALFRAGIDE REALIZA FESTIVA...

PAN ANUNCIA CABEÇAS DE LI...

METRO DE LISBOA PROMOVE C...

PAN FAZ BALANÇO DA LEGISL...

FAMÍLIAS NAVEGAM NO METRO...

PORTO DE LISBOA APRESENTA...

arquivos

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

tags

todas as tags

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds