Blogue de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes de Lisboa e arredores
Sexta-feira, 13 de Maio de 2016
MOITA REALIZA FEIRA DE MAIO



publicado por Carlos Gomes às 21:50
link do post | favorito

Quinta-feira, 12 de Maio de 2016
ODIVELAS REGRESSA À IDADE MÉDIA



publicado por Carlos Gomes às 15:38
link do post | favorito

MOITA REALIZA CORRIDA DE TOIROS À PORTUGUESA



publicado por Carlos Gomes às 11:34
link do post | favorito

MOITA REALIZA FEIRA DE MAIO



publicado por Carlos Gomes às 11:31
link do post | favorito

Quarta-feira, 11 de Maio de 2016
PAN QUER PROIBIR O USO DOS GLIFOSATOS

Pedidos de audições do PAN sobre Glifosatos foram hoje aprovados

  • Audições com Ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, Bastonário da Ordem dos Médicos e Plataforma Transgénicos Fora
  • A OMS através Agência Internacional para a Investigação sobre o Cancro declarou o Glifosato como carcinogénio provável para o ser humano
  • Palavra final sobre comercialização assumida pela Comissão Europeia em Junho

Foram hoje aprovados na Comissão de Agricultura e Mar os requerimentos do PAN, Pessoas-Animais-Natureza, apresentados a 02 de Maio, para audição do Senhor Ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, do Senhor Bastonário da Ordem dos Médicos e da Plataforma Transgénicos Fora, antes de dia 18 de Maio. O objetivo é que estas entidades possam prestar esclarecimentos sobre os dados apresentados num recente estudo sobre a presença de glifosato em urina em níveis inesperados e bastante elevados e sobre o sentido de voto português na reunião do comité científico de dia 18 de Maio em Bruxelas.

O PAN – Pessoas-Animais-Natureza apresentou recentemente na Assembleia da República um projeto de resolução que recomenda ao Governo que se oponha à renovação da autorização do uso do glifosato na União Europeia e que proíba a sua utilização em Portugal que foi chumbado, tendo apresentado posteriormente, no dia 20 de Abril, um outro que recomenda ao Governo um conjunto de medidas para a verificação da presença de resíduos de glifosato na água e em produtos agrícolas de origem vegetal, que foi distribuído hoje e aguarda data para discussão na Comissão de Agricultura e Mar, esperando-se que venha a acontecer durante a próxima semana.

O Parlamento Europeu acaba de aprovar a renovação da licença de comercialização do glifosato para uso agrícola profissional no espaço comunitário por mais sete anos, (374 votos a favor, 225 contra e 102 abstenções). No entanto, esta é uma resolução não-vinculativa. A decisão final será tomada pela Comissão Europeia em junho (a licença expira a 30 de junho deste ano), depois de avaliadas as conclusões do comité científico, que tem uma reunião agendada para 18 e 19 de maio, em Bruxelas. Uma decisão aguardada com muita expectativa pelas indústrias que produzem este e outros herbicidas, uma vez que poderá impactar fortemente um negócio que faz dos cidadãos cobaias humanas. Para o PAN é fundamental que o governo português se posicione de forma assertiva e vote contra.



publicado por Carlos Gomes às 15:12
link do post | favorito

PAN PEDE MAIS MÉDICOS VETERINÁRIOS MUNICIPAIS E FUSÃO DAS BASES DE DADOS
  • Existe falta de veterinários municipais, no entanto não é dada posse a um médico veterinário municipal há cerca de 7 anos
  • Existem cerca de 170 veterinários municipais no país, faltam cerca de 138
  • Duas bases de dados para registo e identificação de animais de companhia propiciam situações indesejáveis e a perda de eficácia no registo dos dados

O PAN, Pessoas - Animais - Natureza, avança hoje com duas iniciativas legislativas. O partido recomenda ao Governo, por um lado, a contratação de Veterinários Municipais e, por outro, a fusão das bases de dados de identificação de animais de companhia – SIRA e SICAFE.

Existe atualmente falta de veterinários municipais, no entanto, a Direção Geral de Alimentação e Veterinária (DGAV) não dá posse a um médico veterinário municipal há cerca de 7 anos, impedindo as autarquias de contratarem médicos veterinários municipais ou obrigando-as a suportar por inteiro a retribuição dos profissionais que contratam, que exercem as suas funções como se se tratassem de autoridade sanitária veterinária, embora desprovidas/os dos poderes para o efeito.

Só uma autoridade sanitária (DGVA ou ASAE), ou seja, neste contexto específico os veterinários municipais é que pode decretar, por exemplo, que a carne de um talho está imprópria para venda ou consumo, ou que, animais mal tratados devem ser apreendidos. Se um veterinário contratado pela Câmara Municipal identificar e fazer alguma destas denúncias, está a praticar um ato nulo, por não ter sido investido deste poder pela DGVA.

Existem cerca de 170 veterinários municipais no país, o que significa que faltam cerca de 138, sendo que a lei obriga a um veterinário por cada município. Por tudo isto o PAN pede a razoabilidade de pensar global e agir local, uma vez que, se há municípios em que é aceitável e suficiente que uma só pessoa reúna todas estas valências, outros haverão em que não será.

Por outro lado, existem em Portugal duas bases de dados para registo e identificação de animais de companhia, uma utilizada essencialmente pelos médicos veterinários municipais e outra pelos médicos veterinários em centros clínicos. A identificação dos animais de companhia é essencial nos domínios sanitário, zootécnico, jurídico e humanitário, pois visa tanto a defesa da saúde pública como animal, bem como o controlo da criação, comércio e utilização. Além disso, a identificação permite uma mais adequada responsabilização do detentor face à necessidade da salvaguarda dos parâmetros sanitários e de bem-estar animal assim como ajuda a combater o abandono de animais.



publicado por Carlos Gomes às 11:35
link do post | favorito

Terça-feira, 10 de Maio de 2016
MÁSCARA IBÉRICA ENCANTOU A BAIXA LISBOETA

XI Festival Internacional da Máscara Ibérica (FIMI): Lisboa andou de Máscara!

Mostra das Regiões e da Cultura Tradicional

A XI Edição do Festival Internacional da Máscara Ibérica voltou a trazer a Lisboa a cultura popular que envolve a máscara ibérica e nem a chuva que se fez sentir este fim-de-semana demoveu os muitos caretos e mascarados de marcarem presença na Praça do Rossio.

DSC_0728 copy

Ao longo dos quatro dias de FIMI a programação variada, a grande diversidade cultural, as máscaras e trajes típicos da Península Ibérica, assim como os produtos regionais, artesãos, tertúlias, workshops, exposições, concertos, entre várias outras atrações encantaram o público e surpreenderam os turistas que passaram pelo centro histórico de Lisboa.

A XI Edição do FIMI fica marcada pela vontade, empenho e inabalável dedicação dos grupos de mascarados vindos de Portugal, Espanha e Itália, que brindaram o público com divertidas performances e encantaram pequenos e graúdos.

FIMI 2

O adiamento do XI Desfile da Máscara Ibérica levou ao agendamento de uma concentração de máscaras, que decorreu na Praça do Rossio durante a manha de domingo. Esta alternativa superou as expectativas da organização, garantiu uma forte adesão nesse dia e agradou bastante ao público e aos vários grupos de mascarados, chegando mesmo a ser pedido que esta concentração se mantivesse em edições futuras, a par do grande Desfile da Máscara Ibérica.

Na sexta-feira e no Domingo decorreram também os habituais concertos no Palco Ibérico, com três bandas que surpreenderam o público com a sua versatilidade, talento e original sonoridade. Sexta-feira ficou a cargo da banda mirandesa Trasga e no domingo o palco foi dividido pelos espanhóis Rarefolk e pelos portugueses Fanfarra Kaústika.

O Festival Internacional da Máscara Ibérica é cada vez mais uma referência na mostra da cultura popular ibérica, um evento diferenciado a nível nacional e internacional. Para o próximo ano voltaremos a surpreender e a revelar muitas novidades, tentando sempre superar as expectativas do público, procurando fazer do FIMI uma marca não só a nível ibérico mas também internacional.

FIMI 3



publicado por Carlos Gomes às 16:40
link do post | favorito

ESCOLA CHINESA DE LISBOA REALIZA FESTA DOS PAPAGAIOS

13138802_1264053860290522_7138217222095624779_n


tags: ,

publicado por Carlos Gomes às 16:25
link do post | favorito

SANTUÁRIO DA SENHORA DA ROCHA EM CARNAXIDE RECEBE MOSTRA DE FOLCLORE

O Grupo de Folclore das Terras da Nóbrega (GFTN) anuncia a sua II Mostra de Folclore.

A referida Mostra realiza-se no próximo dia 22 de Maio, pelas 15 horas, no recinto do Santuário de Nossa Senhora da Rocha em Linda-a-Pastora e está integrada no programa oficial das "Festas da Rocha 2016".

SenhoraRocha_1

É sua pretensão e firme propósito que este evento exalte o Folclore e a Etnografia do Minho, Beira Alta, Beira Litoral, Ribatejo e Estremadura Centro-Saloia que ali será trazido por lídimos representantes destas mesmas regiões.

Em colaboração com a Irmandade de Nossa Senhora da Conceição da Rocha e a Junta de Freguesias da União de Freguesias de Carnaxide e Queijas, o Grupo de Folclore das Terras da Nóbrega dá assim o seu parco contributo para a revitalização das "Festas da Rocha", festas seculares e de enorme tradição na Comunidade Local: estas Festas eram, aliás, ponto de encontro para os minhotos e galegos da região de Lisboa, havendo mesmo um dia denominado como "o dia dos galegos". Estes vinham até à Rocha com as suas gaita-de-foles e pandeiretas e, conjuntamente com muitos minhotos, recriavam um terreiro com gotas, viras e canas-verdes pela noite fora.

Os romeiros vão certamente nesse dia passar umas belas horas a ver e ouvir a alegria minhota, a cadência quase bucólica beirã, o garbo ribatejano e a simplicidade saloia.



publicado por Carlos Gomes às 15:42
link do post | favorito

MINHOTOS REALIZAM EM CARNAXIDE MOSTRA DE FOLCLORE



publicado por Carlos Gomes às 15:16
link do post | favorito

MOITA ALARGA PRAZO PARA PARTICIPAÇÃO NO PROJETO “POETAS NOSSOS MUNÍCIPES

A fim de permitir a participação de um maior número de munícipes, a Câmara Municipal da Moita alargou o prazo de entrega de trabalhos para a terceira edição do projeto “Poetas Nossos Munícipes” – Antologia de Poesia do Concelho da Moita. Assim, os trabalhos podem ser entregues até ao dia 31 de maio.

Poetas Nossos Munícipes

A Câmara da Moita promove esta terceira edição de “Poetas Nossos Munícipes” com o objetivo de divulgar e valorizar a poesia e os poetas locais e, simultaneamente, incentivar a criatividade literária e o gosto pela escrita.

Podem participar todos os cidadãos, maiores de 13 anos, moradores no concelho da Moita, bem como os naturais não residentes.

Os trabalhos a concurso e respetivas cópias deverão ser entregues na Biblioteca Municipal Bento de Jesus Caraça (Rua Dr. Alexandre Sequeira, 2860-458 Moita), em envelope fechado, identificado com pseudónimo e, dentro deste, deverá ser colocado um segundo envelope fechado contendo no seu interior a identificação do concorrente (nome, morada, data e local de nascimento e contacto telefónico). Serão excluídos do concurso todos os trabalhos que contenham qualquer elemento de identificação do autor.

A Câmara da Moita informará os concorrentes selecionados pelo júri – composto por três elementos, um do Município da Moita e dois convidados – a partir do dia 7 de julho.

Os trabalhos selecionados para edição ficarão propriedade do Município da Moita e cada concorrente receberá seis exemplares da edição “Poetas Nossos Munícipes”.

A apresentação pública desta 3ª edição do projeto “Poetas Nossos Munícipes” – Antologia de Poesia do Concelho da Moita está prevista para outubro.

O regulamento deste concurso está disponível para consulta em www.cm-moita.pt ou na Biblioteca Municipal Bento de Jesus Caraça, na Moita.



publicado por Carlos Gomes às 11:09
link do post | favorito

Segunda-feira, 9 de Maio de 2016
LISBOA VIVEU COM ENTUSIASMO FESTIVAL INTERNACIONAL DA MÁSCARA IBÉRICA

A concentração de máscaras anunciada para a manhã de ontem no Rossio traduziu-se numa autêntica turba de diabos, diabinhos e diabretes aos pulos, a chocalhar e a fazer toda a sorte de diabruras. Ao intenso colorido das máscaras e demais indumentária dos caretos misturou-se uma grande barulheira produzida por chocalhos e o bater de ferros nas enxadas, que por vezes nos remetia para ancestrais ritmos musicais quando a melodia ainda era praticamente inexistente.

CX8A4530

O homem identifica-se e confunde-se com a natureza que o rodeia, seja ela do mundo animal ou vegetal. E, vai ainda mais longe ao acreditar que através dos ritos assegura o processo de criação e a continuidade da vida, nomeadamente através de rituais de fertilidade como os dos cardadores ou o chocalhar das moças. Constitui na realidade um exercício de magia através do qual – o rito – procura celebrar o mito ou seja, a ação criadora dos deuses.

CX8A4531

Este festival procura preservar as tradições pagãs dos rituais da máscara, raramente vistos fora dos seus contextos de origem. Galiza, Leão, Zamora, Cáceres, Astúrias, Salamanca e Guadalajara são as regiões do país vizinho que se fazem representar este ano no XI Grande Desfile da Máscara Ibérica.

CX8A4574

E, por pagão – do latim paganus – entenda-se o aldeão, nossos antepassados mais remotos, vendo na natureza que o rodeia e envolve a manifestação suprema do divino, a universalidade de todas as coisas e seres com a qual se deveria estar em comunhão plena. As máscaras e todo o ruído envolvente destinavam-se a afastar os demónios do inverno e a assegurar o perpétuo renascimento da vida, dos vegetais e de toda a criação. Uma crença que persiste através da tradição e em celebrações dissimuladas do Cristianismo cujos ritos absorveu conferindo-lhe nova roupagem.

Para o próximo ano, as máscaras tradicionais voltam ao Rossio, esperando que então S. Pedro revele maior benevolência de modo a permitir a realização do grandioso cortejo de mascarados.

Fotos: Manuel Santos

CX8A4525

CX8A4519

CX8A4511

CX8A4622



publicado por Carlos Gomes às 22:30
link do post | favorito

NATURAIS DE CINFÃES PROMOVEM EM LISBOA ENCONTRO DE TRADIÇÕES



publicado por Carlos Gomes às 22:27
link do post | favorito

CASAS REGIONAIS JUNTAM-SE NA ALAMEDA AFONSO HENRIQUES



publicado por Carlos Gomes às 21:33
link do post | favorito

REGIONALISMO PAMPILHOSENSE EM LISBOA ESTÁ EM FESTA!



publicado por Carlos Gomes às 11:29
link do post | favorito

CASA DO CONCELHO DE ARCOS DE VALDEVEZ EM LISBOA COMEMORA 61 ANOS DE EXISTÊNCIA

Presidente da Câmara Municipal de Arcos de Valdevez participou nesta grande festa que este ano distinguiu a arcuense Fernanda Alves

João Manuel Esteves fez questão de estar presente neste evento comemorativo para demonstrar o forte apreço que sente pela comunidade arcuense espalhada pelo País e pelo estrangeiro, destacando o trabalho que esta Casa dos Arcos realiza ao nível da aproximação e apoio dado aos conterrâneos em Lisboa, assim como o trabalho realizado por todas as Casas dos Arcos de outras partes do mundo.

aniversario_casa_dos_arcos - Cópia

Como já é habitual em celebrações de aniversário, a Direção entregou o Prémio “Mário De Barros Pinto” – um troféu que distingue personalidades de Arcos de Valdevez. Este ano o prémio foi para Fernanda Alves, vereadora da Câmara Municipal de Cenon, em Bordéus, como forma de reconhecimento e agradecimento pelo trabalho desenvolvido em prol do concelho.

De referir que a arcuense Fernanda Alves tem vindo a desenvolver um importante trabalho além-fronteiras no que diz respeito ao estreitamento dos laços entre a comunidade arcuense daquela região e Arcos de Valdevez. Uma relação que se reveste de grande importância, nomeadamente no âmbito cultural e social, e que tem também ganho contornos económicos de relevo com a parceria das autarquias na realização de varias iniciativas que promovem o nome do concelho. 

Na ocasião, foram também entregues Diplomas de Sócios Honorários a dois ilustres arcuenses, cujos nomes aliás já se encontram consagrados na toponímia de Arcos de Valdevez, concretamente o Dr. Júlio Castro Caldas e o Dr. José Osvaldo Gomes.

aniversario_casa_dos_arcos8 - Cópia

Aproveitando o momento festivo, foi celebrado entre a Câmara Municipal e a Casa dos Arcos em Lisboa o protocolo para apoiar a sua atividade durante o ano, no valor de 3500€.

A Casa do Concelho de Arcos de Valdevez em Lisboa pretende ser a casa de todos os arcuenses na capital portuguesa, através de diversas iniciativas ao longo do ano. Possui uma Secção Desportiva; um Grupo de Cavaquinhos e um Rancho Folclórico, com bastantes atuações em todo o País, por isso o município apoia a sua atividade através da celebração de um protocolo anual.

Para o Presidente da Câmara Municipal, João Manuel Esteves, este “trata-se de um dos bons exemplos da atividade associativa arcuense. Tem uma movimentação grande e, de janeiro a dezembro, muitas são as ações desenvolvidas por esta associação.”

aniversario_casa_dos_arcos6 - Cópia



publicado por Carlos Gomes às 11:22
link do post | favorito

Domingo, 8 de Maio de 2016
PRESIDENTE DA REPÚBLICA PARTICIPA NA PROCISSÃO DA SENHORA DA SAÚDE EM LISBOA

Presidente da República, Prof. Doutor Marcelo Rebelo de Sousa, participou na celebração religiosa

Cumprindo a tradição, a procissão de Nossa Senhora da Saúde percorreu as ruas de Lisboa na zona da Mouraria, seguida por milhares de fiéis. Uma vez mais, as varandas engalanaram-se com coloridas colchas, demonstrando a sincera veneração do povo.

13124828_1094914217218913_4042645584441941057_n

À sua passagem, os lisboetas curvaram-se respeitosamente, numa profunda manifestação de fé. E, numa zona de Lisboa onde abundam estabelecimentos comerciais que identificam uma presença predominante de chineses e muçulmanos das mais variadas proveniências, viveu-se um ambiente pacífico e respeitoso perante uma celebração religiosa cristã.

A celebração foi antecedida, como habitualmente, pela cerimónia de ‘investidura da venerável imagem’ de Nossa Senhora da Saúde, este ano delegada em Maria Cavaco Silva, antiga primeira-dama, por convite do presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

A procissão de Nossa Senhora da Saúde, a mais antiga de Lisboa, foi realizada pela primeira vez em 1570 na Mouraria.

A devoção começou quando os artilheiros de São Sebastião, que ocupavam a pequena ermida da Mouraria, fizeram um voto a Nossa Senhora para que terminasse a grande peste em Lisboa.

Além da imagem de Nossa Senhora, a procissão integra andores de Santo António e São Sebastião, bem como a imagem de São Jorge, acompanhados por membros dos três ramos das Forças Armadas e agentes da Policia de Segurança Pública.



publicado por Carlos Gomes às 22:54
link do post | favorito

“A PENA E A LANÇA” – UM LIVRO DA AUTORIA DO VICE-ALMIRANTE ANTÓNIO SILVA RIBEIRO ATRAVÉS DO QUAL SE REALÇA A IMPORTÂNCIA DA HISTÓRIA E DA LITERATURA NA CELEBRAÇÃO DOS GRANDES FEITOS MILITARES

Inspirado no Canto V d’Os Lusíadas, o livro “A Pena e a Lança” da autoria do Vice-almirante António Silva Ribeiro é um “Ensaio sobre o pouco conhecimento e a rara celebração dos feitos militares e dos heróis nacionais”. Trata-se de uma edição de autor e é dedicada ao Professor Doutor Adriano Moreira por “no Instituto Superior naval de Guerra (ISNG), no ano lectivo de 1989-1990, ter despertado em mim o gosto pelo estudo das Humanidades”.

Fundamentando os argumentos em acontecimentos históricos da antiguidade clássica ou mais modernamente nos feitos dos portugueses celebrados através do poema épico de Os Lusíadas, constitui esta obra um estudo da maior atualidade e pertinência porquanto procura realçar a importância da História e da Literatura na celebração dos grandes feitos bélicos protagonizados pelos portugueses. E, a comprovar a validade da sua tese, dá como exemplo a forma como passaram despercebidas as comemorações recentes do 6º Centenário da tomada de Ceuta, empreendimento no entanto considerado a todos os títulos notável.

Em forma de justificação, o autor recorre ao insigne poeta Luís Vaz de Camões quando este afirma através dos seus versos “Enfim não houve forte Capitão / Que não fosse também douto e ciente”, para concluir que “não basta ser um militar valoroso, capaz de cometer façanhas bélicas invulgares”, mas que “os líderes militares precisam de ter, igualmente, instrução e sabedoria para transmitirem essas ações através da escrita, como fazem os heróis dos outros países, a quem não falta eloquência. Em sua opinião, Portugal produz gente de enorme heroísmo e grande valia bélica, mas, por ser rude e inculta, dificilmente dai da penumbra da História”.

O Vice-almirante António Silva Ribeira é natural do concelho de Pombal e possui vasta obra publicada de entre a qual salientamos “A Hidrografia nos Descobrimentos Portugueses” e a “Cartografia Naútica Portuguesa dos Séculos XV a XVII”. É um académico especializado nas áreas de Estratégia, Ciência Politica e História, lecionando e supervisionando investigações em algumas das principais Universidades e Centros de Investigação de Portugal. Tem uma extensa obra publicada, e é orador habitual em conferências sobre Assuntos Militares e Políticos, Relações Internacionais e Estratégia.

É professor catedrático convidado do Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas, professor militar da Escola Naval e professor coordenador do Instituto Superior de Ciências da Informação e Administração. O seu principal tema de investigação é o planeamento estratégico, embora se interesse por estratégia marítima, estratégia militar, política internacional, sociologia militar, história militar, história marítima e história da hidrografia.

O Vice-almirante Silva Ribeiro é membro do Grupo de Estudos e Reflexão Estratégica de Marinha, da Academia de Marinha, do Centro de Estudos do Mar, da Liga dos Combatentes, do Observatório de Segurança, Criminalidade Organizada e Terrorismo, do Centro Português de Geopolítica, da Comissão Portuguesa de História Militar, da Revista Militar, da Revista Nação e Defesa, da Revista Segurança e Defesa, do Clube Militar Naval, do Clube Náutico de Oficiais e Cadetes da Armada, do Grupo de Amigos de Olivença, da Revista de Relações Internacionais e da Revista de Ciências Militares.

Foto: Revista da Armada



publicado por Carlos Gomes às 17:51
link do post | favorito

CRIANÇAS DE SINTRA VIAJAM À IDADE MÉDIA



publicado por Carlos Gomes às 10:34
link do post | favorito

SINTRA: FEIRA DE MAIO REGRESSA À AGUALVA



publicado por Carlos Gomes às 09:42
link do post | favorito

Sábado, 7 de Maio de 2016
PROCISSÃO A NOSSA SENHORA DA SAÚDE PERCORRE AS RUAS DE LISBOA

A procissão mais antiga de Lisboa, dedicada a Nossa Senhora da Saúde, vai voltar este domingo às ruas da capital portuguesa, percorrendo os locais envolventes ao santuário da Mouraria.

0001_M

A celebração foi antecedida, como habitualmente, pela cerimónia de ‘investidura da venerável imagem’ de Nossa Senhora da Saúde, este ano delegada em Maria Cavaco Silva, antiga primeira-dama, por convite do presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

A procissão de Nossa Senhora da Saúde, a mais antiga de Lisboa, foi realizada pela primeira vez em 1570 na Mouraria.

A devoção começou quando os artilheiros de São Sebastião, que ocupavam a pequena ermida da Mouraria, fizeram um voto a Nossa Senhora para que terminasse a grande peste em Lisboa.

Além da imagem de Nossa Senhora, a procissão integra andores de Santo António e São Sebastião, bem como a imagem de São Jorge, acompanhados por membros dos três ramos das Forças Armadas e agentes da Policia de Segurança Pública.

OC / Ecclesia

Fotos: Alberto Carlos Lima; autor não identificado (Arquivo Municipal de Lisboa)

0001_M#1

As imagens remontam aos começos do século passado, podendo ver-se numa das fotos a última bandeira da monarquia.



publicado por Carlos Gomes às 19:16
link do post | favorito

O DIABO ANDA À SOLTA NAS RUAS DE LISBOA

Apesar da desagradável partida que S. Pedro resolveu pregar-nos em plena Primavera e que levou ao cancelamento do Grande Desfile da Máscara Ibérica pela qual milhares de pessoas ansiavam, o Festival continua no Rossio e amanhã, a partir das 11 horas, haverá concentração dos grupos participantes. E, nem o diabo vai faltar à festa!

13151611_1094145873962414_2900114602970722986_n

As tendas continuam a receber inúmeros visitantes que aproveitam para apreciar as especialidades gastronómicas de Portugal e Espanha, o seu artesanato, doçaria, vinhos, licores e, como não podia deixar de ser, a tão variada oferta turística cultural.

13124513_1094145910629077_7259987220575672160_n

Amanhã, prevê-se que o sol venha a irromper de novo triunfante por entre as pesadas nuvens e realce o colorido de um dos mais alegres eventos que todos os anos se realiza em Lisboa – o Festival Internacional da Máscara Ibérica!

Fotos: Manuel Santos

13178004_1094171017293233_3767659914798467354_n

13138895_1094145783962423_4874145065537127923_n

13139343_1094145433962458_6252544237468846318_n

13177311_1094141770629491_3828481069633797474_n

13178605_1094145967295738_7089710407839417321_n

 13151502_1094171683959833_2742314622662945203_n



publicado por Carlos Gomes às 17:08
link do post | favorito

LISBOA ASSINALA DIA INTERNACIONAL DOS MUSEUS


tags: ,

publicado por Carlos Gomes às 15:59
link do post | favorito

FESTIVAL DE FOLCLORE CIDADE DE LISBOA REALIZA-SE EM BENFICA



publicado por Carlos Gomes às 15:37
link do post | favorito

TOCADORES DE CONCERTINA JUNTAM-SE NA AMADORA A CANTAR AO DESAFIO



publicado por Carlos Gomes às 14:55
link do post | favorito

FOLKLOURES É O GRANDE FESTIVAL DE FOLCLORE DO CONCELHO DE LOURES



publicado por Carlos Gomes às 14:51
link do post | favorito

PESCADORES PEREGRINAM A FÁTIMA



publicado por Carlos Gomes às 14:43
link do post | favorito

Sexta-feira, 6 de Maio de 2016
O QUE É O FESTIVAL INTERNACIONAL DA MÁSCARA IBÉRICA?

O Festival Internacional da Máscara Ibérica (FIMI) é um dos diferentes projetos desenvolvidos pela Progestur – Associação para a Promoção, Gestão e Desenvolvimento do Turismo em Portugal, que tem em vista a preservação e divulgação das manifestações de cariz popular associadas à tradição pagã dos rituais da máscara, raramente vistos fora dos seus contextos de origem.

A Progestur é uma associação cultural sem fins lucrativos, cujo lema se baseia na “afirmação da identidade cultural Portuguesa”. Fundada em 2003, tem desde então dedicado o trabalho ao que de mais genuíno e autêntico existe na cultura portuguesa, operando no seu registo, promoção e divulgação.

Esta entidade tem como objetivos Preservar o património cultural português, promover a cultura, artes e tradições nacionais e dinamizar o turismo cultural no país e no estrangeiro, nomeadamente através do desenvolvimento de projetos de turismo cultural, consultoria e estruturação da oferta turística e cultural, preservação e promoção do património imaterial e turismo cultural, organização de eventos, atividades lúdicas, científicas e pedagógicas como workshops, exposições, debates e congressos, produção de conteúdos e edição de livros.

FIMI 031

Considerado um dos maiores eventos de cultura ibérica em Portugal e com forte contribuição para a promoção turística, o FIMI é reconhecido como um evento de interesse turístico internacional.

Nos quatro dias do festival mais de 500.000 visitantes de várias nacionalidades visitam o recinto, num evento que desperta forte cobertura mediática, onde se destacam transmissões ao vivo de televisões portuguesas e espanholas.

O FIMI tem muitas mais atrações e atividades que convidam o público a visitar a Praça do Rossio, podendo ainda assistir a concertos de bandas vindas de Portugal e Espanha, que vão atuar no Palco Ibérico.



publicado por Carlos Gomes às 22:44
link do post | favorito

ALTERAÇÃO NA PROGRAMAÇÃO – XI FIMI

A Progestur e a EGEAC informa que devido às más condições climatéricas que se vão fazer sentir neste sábado, dia 7 de Maio, seremos obrigados a cancelar o XI Desfile da Máscara Ibérica, agendado para as 16h30.

FestivalMascaraIberica2011 107

Será no entanto realizada uma concentração com os grupos convidados para o desfile, que decorrerá domingo, na Praça do Rossio pelas 11h00 da manha.

O Palco Ibérico também terá algumas alterações, ficando o concerto dos Rarefolk reagendado para domingo às 16h00, seguindo-se a banda portuguesa Fanfarra Káustika às 18h00.

Não perca Domingo, dia 8 de Maio, na Praça do Rossio a grande concentração de máscaras de Portugal e Espanha.



publicado por Carlos Gomes às 22:24
link do post | favorito

LISBOA ESTÁ EM FESTA COM O FESTIVAL INTERNACIONAL DA MÁSCARA IBÉRICA

Amanhã realiza-se o tradicional desfile da Máscara Ibérica, com partida da Praça do Município às 16h30

Até ao próximo dia 8 de maio, encontra-se instalada na Praça D. Pedro IV, vulgo Rossio, uma autêntica feira a promover a nossa gastronomia tradicional das mais diversas regiões de Portugal e Espanha, nomeadamente queijos, doçaria, fumeiro, licores e compotas. A isto acrescenta-se o artesanato e a promoção turístico-cultural, com música à mistura, tertúlias, concertos musicais e muita animação de rua.

FIMI 128

Amanhã regista-se o momento alto do Festival Internacional da Máscara Ibérica. Cerca de 30 grupos de Portugal e Espanha, reunindo mais de meio milhar de mascarados, vão desfilar desde a Praça do Município até ao Rossio, atraindo à baixa lisboeta muitos milhares de pessoas. É o Grande Desfile da Máscara Ibérica que já vai na 11ª edição.

Este festival procura preservar as tradições pagãs dos rituais da máscara, raramente vistos fora dos seus contextos de origem. Galiza, Leão, Zamora, Cáceres, Astúrias, Salamanca e Guadalajara são as regiões do país vizinho que se fazem representar este ano no XI Grande Desfile da Máscara Ibérica.

FIMI 076

A iniciativa é da Progestur – Associação para a Promoção, Gestão e Desenvolvimento do Turismo Cultural em Portugal, em parceria com a EGEAC e a Câmara Municipal de Lisboa.

FIMI 088

FIMI 101

FIMI 120

FIMI 139

FIMI 073

FIMI 069

FIMI 070

FIMI 067

FIMI 057

FIMI 047

FIMI 046

FIMI 035

FIMI 030

FIMI 026

FIMI 023

FIMI 015

FIMI 014



publicado por Carlos Gomes às 21:11
link do post | favorito

MOITA DIVULGA CARTAZ COMPLETO DO BB BLUES FEST NO FÓRUM CULTURAL DA BAIXA DA BANHEIRA

Warm Up do V BB Blues Fest com Swing Station e Budda Power Blues

Está marcado para o dia 14 de maio, a partir das 21:30h, no Fórum Cultural José Manuel Figueiredo, na Baixa da Banheira, o Warm Up do BB Blues Fest/2016. Além da divulgação do cartaz completo do festival, esta noite vai contar com a participação da Swing Station, no Café-Concerto, e, já no auditório, com o concerto dos Budda Power Blues.

14MAIO Swing Station Warm Up BB Blues Fest

Swing Station é o primeiro projeto em Portugal, com sede em Lisboa, focado nas Danças Vintage Americanas (Lindy Hop, Vintage Jazz, Balboa, Blues, Tap). Foi fundada pela americana Abeth Farag (em Portugal desde 2003) que aprendeu Lindy Hop em São Francisco, com os professores Paul Overton e Sharon Ashe. Para poder praticar em Portugal, Abeth começou a motivar pessoas e a construir a comunidade de Lindy Hoppers portugueses, em 2007. Daí à organização de workshops, com professores estrangeiros e, mais tarde, à organização dos primeiros eventos internacionais em Portugal, foi um “piscar de olhos”. Entretanto, através da Swing Station, Abeth trouxe também outras danças para Portugal, como Charleston, Vintage Jazz, Balboa, Blues.

14MAIO Budda Power Blues Warm Up BB Blues Fest

O objetivo da Swing Station é levar as danças Vintage Americanas e a sua alegria a todos os cantos do país e, nesta noite, levam “Dancing Blues” ao Fórum Cultural José Manuel Figueiredo.

Considerados por muitos como a melhor formação de Blues em Portugal, os Budda Power Blues são um power trio à moda antiga, vestidos pelo manto da improvisação e reconhecidos pela forma explosiva e contagiante que se apresentam ao vivo, usando o público como o quarto elemento de todos espetáculos.

O Blues como modo de vida é consagrado quando este trio sobe ao palco, tendo marcado presença nos principais festivais de Blues nacionais onde partilharam o palco com nomes sonantes do Blues internacional, como Shemekia Copeland, Sherman Robertson, Shirley King, Little Mike e Paul Lamb, e com a cantora de Jazz Maria João.

Tendo já passado pelo BB Blues Fest em edições anteriores, ganharam recentemente o concurso European Blues Challenge, em Portugal, representando o País em Itália, no início do mês de abril.

Neste momento, encontram-se a gravar o sexto álbum que será editado, ainda no ano de 2016, pela Mobydick Records.

O V BB Blues Fest, promovido pela Associação BB Blues Portugal, Câmara Municipal da Moita e União de Freguesias da Baixa da Banheira e Vale da Amoreira, vai realizar-se, este ano, entre 23 e 26 de junho, em vários espaços do Fórum Cultural José Manuel Figueiredo e no Parque José Afonso, na Baixa da Banheira.

Acompanhe a 5ª edição do BB Blues Fest nas várias plataformas disponíveis e também sintonizando a Super FM (104.8) – rádio oficial do BB Blues Fest/2016.

- www.bbbluesfest.com.pt

- www.facebook.com/bbbluesfest

- twitter.com/BBBluesPortugal

- www.youtube.com/channel/UCv-LKLXWxaDVP9opo-AjghA

- www.cm-moita.pt

- www.facebook.com/cm-moita.pt

- www.ufbbva.pt

O preço dos bilhetes para o Warm Up é de 6 euros (o bilhete poderá ser adquirido no próprio dia, a partir das 20:30h)

14MAIO Swing Station Warm Up BB Blues Fest



publicado por Carlos Gomes às 14:29
link do post | favorito

PAN PORTO MOBILIZA-SE POR MELHOR TRATAMENTO DOS ANIMAIS NA CIDADE
  • PAN junta-se à manifestação por melhores condições no Centro de Recolha Oficial de Animais do Porto, dia 8 de Maio, às 16h00 em frente à Câmara Municipal do Porto
  • Profissionais médicos veterinários e cidadãos juntam-se “À Conversa com André Silva”, 9 de Maio, 18h30, Espaço PAN Porto

O PAN – Pessoas – Animais – Natureza, marcará presença na Manifestação pelos Animais do Canil do Porto, no próximo dia 8 de Maio, pelas 16 horas, em frente à Câmara Municipal do Porto.

Os cidadãos manifestam-se porque o Centro de Recolha Oficial de Animais não cumpre os requisitos expressos na lei após mais de 80 anos de existência e pedem que seja substituído, tal como prometido e anunciado pelo actual executivo, por um Centro de Bem-Estar Animal onde sejam levadas a cabo verdadeiras medidas de protecção animal. Desde 2013, que vários cidadãos tentam alertar o executivo camarário para a necessidade de se proceder a uma mudança da política de controlo populacional, substituindo os habituais abates por esterilizações; a uma maior promoção dos animais residentes com vista à sua adopção; e ao melhoramento das condições e do bem-estar destes resultantes da falta de espaço e meios que este centro de recolha dispõe.

“À Conversa com André Silva”

“À Conversa com André Silva” realizar-se-á dia 9 de Maio no Espaço PAN Porto (Rua Barão Forrester 783, 4050-273).

Este evento surge no seguimento de uma conferência PAN que teve lugar na Assembleia da República no passado dia 12 de Abril e que promoveu a reflexão integrada sobre a lei que criminaliza os maus tratos a animais, com o objectivo de reunir os pareceres das várias entidades que aceitaram o desafio de contribuir para o debate.

Depois desta conferência, o PAN apresentou uma proposta de alteração da lei que criminaliza os maus tratos a animais e uma proposta de alteração do Estatuto Jurídico do Animal. As duas iniciativas foram agendadas para debate em plenário no dia 12 de Maio.

André Silva virá ao Porto apresentar estas duas propostas, numa iniciativa que tem também como objetivo promover um diálogo descentralizado e participativo.

O evento contará com a presença do Diretor Clinico do UPVET, Augusto J. F. de Matos, também com Luís Montenegro Diretor Clínico do Hospital Veterinário Montenegro e Hugo Gregório, responsável pelo serviço de oncologia do Centro Hospitalar Veterinário para esclarecimentos relativos aos serviços prestados à comunidade, assim como as perceções da realidade dos maus tratos a animais e das próprias políticas de proteção animal assim como a identificação de problemas, necessidades e soluções.



publicado por Carlos Gomes às 11:12
link do post | favorito

Quinta-feira, 5 de Maio de 2016
FESTIVAL INTERNACIONAL DA MÁSCARA IBÉRICA COMEÇOU HOJE EM LISBOA

No próximo sábado realiza-se o grandioso desfile de máscaras, entre a praça do Município e o Rossio

XI Festival Internacional da Máscara Ibérica (FIMI) de 5 a 8 de Maio | Lisboa, 2016. Mostra de produtos regionais, artesanato e animação. Lisboa vai andar de máscara de 5 a 8 de Maio! Venham descobri-la no Rossio!

13178595_1093221314054870_1414558214386276024_n

O XI Festival Internacional Máscara Ibérica (FIMI) regressa às ruas de Lisboa entre 5 e 8 de Maio com um programa dinâmico e variado, que inclui uma mostra de artesanato e produtos regionais, promoção turístico-cultural, concertos, música, tertúlias, concurso de fotografia e muita animação de rua.

13164362_1093221837388151_786945635875661805_n

Esta iniciativa da PROGESTUR - Associação para o Desenvolvimento do Turismo Cultural - em parceria com a EGEAC - Empresa de Gestão de Equipamentos e Animação Cultural - e Câmara Municipal de Lisboa, decorre na Praça do Rossio e atrai visitantes de várias nacionalidades à baixa lisboeta.

13124870_1093221890721479_1201500841948460787_n

O ponto alto do FIMI 2016 é o XI Desfile da Máscara Ibérica, que este ano decorre no dia 7 de Maio às 16.30h e conta com a participação de 28 grupos de mascarados, vindos de várias regiões da Península Ibérica, e com mais de 500 participantes.

13119024_1093218294055172_3940807347391701457_n

A organização do XI Festival Internacional da Máscara Ibérica tem o prazer de convidar a comunicação social a estar presente na conferência de imprensa, que se realiza no dia 6 de Maio às 11.30h, após a abertura evento. Agradecemos a sua confirmação.

A cultura ibérica – património e tradição – a desfilar por Lisboa! De 5 a 8 de Maio a partir das 11h com entrada livre!

Fotos: Manuel Santos

13118864_1093218407388494_130123832714999548_n

13118902_1093220270721641_5308696014910193660_n

13178647_1093221010721567_9034163344951770520_n



publicado por Carlos Gomes às 23:38
link do post | favorito

PORQUE SE CONSENTE A ESCALADA AOS MONUMENTOS EM LISBOA?

Estátua de D. Sebastião no Rossio foi destruída pela estupidez de uma “selfie”

É frequente assistir-se, inclusivamente nas reportagens televisivas, a bandos de indivíduos a escalarem monumentos e estátuas nas praças de Lisboa, no contexto de manifestações políticas, desportivas ou simplesmente para tirar uma selfie ou seja, um auto-retrato. Não raras as vezes, deixam nos monumentos marcas de vandalismo como inscrições gráficas, sujidades e até amputação e roubo de pedaços das esculturas e outros elementos de adorno.

Foi recentemente notícia a destruição completa da estátua do rei e D. Sebastião, que se encontrava na fachada da estação de comboios do Rossio, em Lisboa. Um indivíduo procurou trepar ao local a fim de tirar uma fotografia… não curando que apenas o peso da obra de arte garante a sua fixação ao local, não se encontrando prevista a ocorrência de trepadores!

O Estado tem vindo a providenciar a instalação de sistemas elétricos com vista a afastar os pombos de modo a evitar a corrosão e sujidade dos monumentos… não garantiu ainda uma forma de impedir que os trepadores façam neles as suas porcarias. Espera-se, ao menos, que o legislador tenha em conta a necessidade de se estabelecer a ordem com vista à preservação do património que a todos pertence!

Foto: Manuel Santos



publicado por Carlos Gomes às 13:17
link do post | favorito

FESTIVAL DE FOLCLORE CIDADE DE LISBOA REALIZA-SE EM BENFICA



publicado por Carlos Gomes às 11:25
link do post | favorito

AMADORA JUNTA TOCADORES DE CONCERTINA E CANTADORES AO DESAFIO



publicado por Carlos Gomes às 11:24
link do post | favorito

"PICA NO CHÃO" JUNTA MINHOTOS EM LISBOA



publicado por Carlos Gomes às 11:19
link do post | favorito

Quarta-feira, 4 de Maio de 2016
ALFRAGIDE VAI AOS FADOS



publicado por Carlos Gomes às 22:38
link do post | favorito

FESTIVAL INTERNACIONAL DA MÁSCARA IBÉRICA COMEÇA AMANHÃ EM LISBOA

XI Festival Internacional da Máscara Ibérica (FIMI) de 5 a 8 de Maio | Lisboa, 2016. Mostra de produtos regionais, artesanato e animação

Lisboa vai andar de máscara de 5 a 8 de Maio! Venham descobri-la no Rossio!

O XI Festival Internacional Máscara Ibérica (FIMI) regressa às ruas de Lisboa entre 5 e 8 de Maio com um programa dinâmico e variado, que inclui uma mostra de artesanato e produtos regionais, promoção turístico-cultural, concertos, música, tertúlias, concurso de fotografia e muita animação de rua.

image002

Esta iniciativa da PROGESTUR - Associação para o Desenvolvimento do Turismo Cultural - em parceria com a EGEAC - Empresa de Gestão de Equipamentos e Animação Cultural - e Câmara Municipal de Lisboa, decorre na Praça do Rossio e atrai visitantes de várias nacionalidades à baixa lisboeta.

O ponto alto do FIMI 2016 é o XI Desfile da Máscara Ibérica, que este ano decorre no dia 7 de Maio às 16.30h e conta com a participação de 28 grupos de mascarados, vindos de várias regiões da Península Ibérica, e com mais de 500 participantes.

A organização do XI Festival Internacional da Máscara Ibérica têm o prazer de convidar a comunicação social a estar presente na conferência de imprensa, que se realiza no dia 6 de Maio às 11.30h, após a abertura evento. Agradecemos a sua confirmação.

A cultura ibérica – património e tradição – a desfilar por Lisboa! De 5 a 8 de Maio a partir das 11h com entrada livre!



publicado por Carlos Gomes às 21:20
link do post | favorito

SOUL MOTION LANÇA NOVO SINGLE

O músico português Soul Motion acaba de lançar “Sin of Heaven”, o segundo single do seu EP de estreia homónimo, lançado em outubro último com o selo da Music In My Soul.

SoulMotion

Delicada composição à base de voz e guitarra acústica, “Sin of Heaven” sucede assim a “Be My Queen”, cartão de visita do primeiro EP do músico, disponível para compra nas principais plataformas digitais.

Marco Queirós é o homem por detrás de Soul Motion. Nascido a 17 de Setembro de 1990, iniciou o seu percurso musical aos 7 anos, após um primeiro contato com vários instrumentos de teclas e sopros, mas seria apenas aos 18 de idade que descobriria a sua verdadeira paixão – pelo canto e pelos harmoniosos acordes da guitarra.

Em 2013 inicia verdadeiramente a sua jornada artística com a composição dos primeiros originais, num conceito bastante intimista. No mesmo ano estreia-se em concerto no Centro Cultural Solar dos Condes, em Vinhais, e surgem os primeiros convites para atuar em programas televisivos e de rádio.

Com uma cultura musical muito abrangente e influenciado por nomes como Eddie Vedder e John Mayer, Soul Motion assume heranças da música pop, blues e soul, embora não goste de catalogar a sua música.


tags: ,

publicado por Carlos Gomes às 21:04
link do post | favorito

Terça-feira, 3 de Maio de 2016
ARMÁRIO DE ELETRICIDADE NA BAIXA LISBOETA COLOCA EM RISCO SEGURANÇA DOS TRANSEUNTES

Em plena baixa lisboeta, mais precisamente na rua da Conceição, um armário de eletricidade encontra-se plantado a meio do passeio, junto a uma passagem de peões, dificultando a circulação pedonal e colocando em risco a segurança de quem ali aguarda a possibilidade de atravessamento da estrada.

BL-Azulejo 007

Em virtude da má localização daquele armário, eliminando o espaço reservado aos peões, já têm ocorrido naquele local vários acidentes, vitimando pessoas que se encontram na berma do passeio ou que, inadvertidamente, afastam-se para a faixa rodoviária a fim de possibilitar a circulação de outras pessoas no passeio.

Sobretudo pela segurança dos transeuntes, este armário deveria ser removido para outro local, prevenindo futuros acidentes em virtude da sua péssima localização.

BL-Azulejo 006



publicado por Carlos Gomes às 22:46
link do post | favorito

AZULEJO VIRA SUPORTE DE PROPAGANDA

Os cartazes, grafites, autocolantes e faixas sempre constituíram materiais utilizados na propaganda política e outras formas de divulgação de ideias ou manifestação pública de protestos. Porém, é a primeira vez que deparamos com a utilização do azulejo para esse fim… o azulejo que aparece na imagem encontra-se colado na fachada do edifício onde se encontra instalado o Tribunal da Relação de Lisboa!

 



publicado por Carlos Gomes às 19:23
link do post | favorito

CONFERÊNCIAS DO CASINO REGRESSAM A RIO DE MOURO



publicado por Carlos Gomes às 14:50
link do post | favorito

ESCOLA SECUNDÁRIA LEAL DA CÂMARA APRESENTA PEÇA DE TEATRO EM RIO DE MOURO



publicado por Carlos Gomes às 14:46
link do post | favorito

IN CHAOS LANÇAM ÁLBUM DE ESTREIA

Depois de ter sido lançado digitalmente no passado mês de março, o álbum de estreia dos In Chaos, “From Chaos Rises Order”, é agora editado em formato físico com a chancela da Music In My Soul.

In Chaos_promo

Este primeiro álbum de originais da banda de heavy/thrash-metal é composto por dez temas e tem como cartão de visita o single “Misunderstand”.

Os In Chaos são uma banda de heavy/thrash-metal composta por André Marinho (baixo e voz), Bernardo Baptista (guitarra-ritmo), Jorge Martins (guitarra-solo) e Luis Meco (bateria).

Nascem em Portugal em 2009 e contam com alguns espetáculos ao vivo, nomeadamente no Hard Rock Caffe, no Side B e no Rock ‘n’ Shots. Contam também com uma participação no concurso Rock Rendez Worten 2011, no qual foram apadrinhados por Fernando Ribeiro (Moonspell) e a banda vencedora da categoria Metal. Durante este tempo a banda trabalhou na pré-produção do seu álbum de originais. Já em 2012, os In Chaos juntam-se com o produtor Daniel Cardoso, da UltraSound Studios, para produzir o primeiro álbum da banda. Todos os membros têm um percurso pelo mundo da música nomeadamente em bandas de covers e originais.

As suas influências que remontam a grandes nomes como Pantera, Metallica e Megadeth, juntamente com o gosto pela música, deram origem a este projeto de originais. A banda traz uma nova abordagem ao mundo do metal atual, combinando a atitude a um estilo que há muito perdeu o que o nome o define. Os In Chaos provam que heavy-metal pode ser sujo e limpo ao mesmo tempo, através de um som poderoso com melodias audíveis até para o mais ínfimo apreciador de música.


tags: ,

publicado por Carlos Gomes às 11:42
link do post | favorito

FESTIVAL INTERNACIONAL DA MÁSCARA IBÉRICA ARRANCA NA PRÓXIMA QUINTA-FEIRA EM LISBOA

XI Festival Internacional da Máscara Ibérica (FIMI) realiza-se de 5 a 8 de Maio | Lisboa, 2016

Começa já no próximo dia 5 de Maio o Festival Internacional da Máscara Ibérica. O BLOGUE DE LISBOA entrevistou o Dr. Hélder Ferreira, Presidente da Progestur, entidade organizadora do evento.

FestivalMascaraIberica2011 107

A Progestur é uma associação cultural sem fins lucrativos, cujo lema se baseia na “afirmação da identidade cultural Portuguesa”. Fundada em 2003, tem desde então dedicado o trabalho ao que de mais genuíno e autêntico existe na cultura portuguesa, operando no seu registo, promoção e divulgação. Esta entidade tem como objetivos Preservar o património cultural português, promover a cultura, artes e tradições nacionais e dinamizar o turismo cultural no país e no estrangeiro, nomeadamente através do desenvolvimento de projetos de turismo cultural, consultoria e estruturação da oferta turística e cultural, preservação e promoção do património imaterial e turismo cultural, organização de eventos, atividades lúdicas, científicas e pedagógicas como workshops, exposições, debates e congressos, produção de conteúdos e edição de livros.

Considerado um dos maiores eventos de cultura ibérica em Portugal e com forte contribuição para a promoção turística, o FIMI é reconhecido como um evento de interesse turístico internacional.

Nos quatro dias do festival mais de 500.000 visitantes de várias nacionalidades visitam o recinto, num evento que desperta forte cobertura mediática, onde se destacam transmissões ao vivo de televisões portuguesas e espanholas.

Este ano o Desfile da Máscara Ibérica está marcado para o dia 7 de Maio às 16h30 e vai contar com 27 grupos e 500 participantes.

O FIMI tem muitas mais atrações e atividades que convidam o público a visitar a Praça do Rossio, podendo ainda assistir a concertos de bandas vindas de Portugal e Espanha, que vão atuar no Palco Ibérico.

FestivalMascaraIberica2011 063

BLOGUE DE LISBOA – Como surgiu a ideia do FIMI e quais os principais objectivos a que então se propuseram?

Hélder Ferreira (Progestur) – O Festival Internacional da Máscara Ibérica, FIMI, acontece pela primeira vez em Lisboa a convite da CML após o lançamento do I volume de “Máscara Ibérica”, no Teatro D. Maria II. Hoje, podemos dizer, que foi após esse dia que se estabeleceu uma parceria entre a CM de Lisboa e a Progestur, que levou a que viéssemos a preparar no ano seguinte, o primeiro desfile e uma grande exposição, sobre o tema da Máscara, que decorreu na estação do Rossio, quando esta se encontrava em obras, e assim disponibilizou o piso térreo para várias exposições, entre elas, a da "Máscara Ibérica" que teve mais de 250.000 visitantes. Depois foi crescendo ano após ano, até atingirmos a dimensão que o FIMI alcançou nos dias de hoje.  

FIMI 086

BL – Apesar de se tratar de um Festival da Máscara Ibérica o que pressupõe uma abrangência limitada aos países que fazem parte da Península Ibérica, têm participado nas várias edições representações de outros países europeus. Pretendem com isso alargar a área de representação a tradições semelhantes em toda a Europa?

Hélder Ferreira (Progestur) – Temos convidados em algumas edições alguns (poucos) grupos de fora da Península Ibérica, porque pensamos que veem acrescentar mais valor ao desfile e na maior parte das vezes tratam-se de grupos com quem estamos a desenvolver projetos internacionais. E possível que no futuro o festival, e o desfile em particular, possa vir a apresentar mais grupos de outras proveniências que não só a Península Ibérica, mas para já pensamos em manter este figurino, sendo que estamos nesta altura a debater com a EGEAC o futuro do FIMI. Queremos continuar a crescer, continuar a surpreender mas também cada vez mais a ser uma referência internacional na divulgação do tema "rituais com máscara" e das regiões envolvidas.

FestivalMascaraIberica2011 054

BL – Existe um claro predomínio da região de Trás-os-Montes no que à divulgação destas tradições diz respeito no nosso país. Não existirão vestígios de costumes semelhantes noutras regiões do país, mormente no Minho?

Hélder Ferreira (Progestur) – Vestígios sim, mesmo noutras zonas do País, contudo atualmente no Minho não temos conhecimento de rituais que ainda hoje aconteçam, com exceção do "Pai Velho" no Lindoso, que tem características distintas dos rituais presentes no nosso projeto, mas não deixa de ser uma encenação baseada numa máscara. Claro que num enquadramento mais antropológico, podíamos ir bastante mais longe quanto as festividades que nas suas encenações fazem uso da máscara, e nesse caso iriamos falar por exemplo dos farricocos da semana santa de Braga, mas são contextos muito diferentes daqueles que estão na origem dos rituais que trabalhamos que estão mais ligados a cultos agrários, de fertilidade, etc.    

FestivalMascaraIberica2011 053

BL – Tem vindo a ser realizados estudos ou pesquisas etnográficas a este respeito?

Hélder Ferreira (Progestur) – A Progestur está mais centrada nesta altura nos estudos e pesquisa que dizem respeito aos rituais que referi anteriormente. É natural que após a conclusão e apresentação dos próximos dois livros sobre a Máscara Ibérica, em parceria com entidades académicas, possamos começar a desenvolver projetos que alarguem todo este campo dos rituais com máscara que há mais de 12 anos temos vindo a trabalhar.

FestivalMascaraIberica2011 020

BL – Como encaram as tradições dos cabeçudos e gigantones comparativamente à máscara ibérica?

Hélder Ferreira (Progestur) – Antes de convidarmos os "cabeçudos e gigantones" para participarem no FIMI, tivemos o cuidado de fazer uma análise sobre a origem destas personagens e tive ainda a oportunidade de falar com alguns investigadores, pedindo-lhes mesmo a opinião sobre como viam a participação dos "cabeçudos e gigantones" no desfile da máscara ibérica. De uma forma quase unanime todos estamos de acordo, que apesar de origens distintas, ambas as tradições tem muito em comum, sendo representações que partilham no seu mundo simbólico muitos dos objetivos a que se propõem alcançar.

E um tema que certamente a Progestur irá brevemente debater, se possível inserindo na programação do novo Centro Interpretativo da Máscara Ibérica, recentemente inaugurado em Lazarim, Lamego.

BL – Quais as principais novidades que esperam apresentar este ano?

Hélder Ferreira (Progestur) – Tentamos sempre surpreender na programação, tanto no desfile como no palco ibérico e nas atividades que acontecem ao longo dos quatro dias na Praça do Rossio. O FIMI este ano alargou a sua presença ao Teatro da Garagem, onde poderemos ver duas exposições, uma com 30 imagens selecionadas do concurso de fotografia do FIMI16 e outra sobre máscaras originais de artesãos portugueses e que pertencem ao Carlos J. Pessoa. Também no Museu da Marioneta teremos atividades ligadas a máscara. Claro que a força do FIMI continua concentrada na Praça do Rossio, e aqui como disse anteriormente, temos uma forte e variada programação que estou certo vai fazer com que quem venha disfrutar do evento, dê o tempo por bem empregue.

Hélder Ferreira

Progestur

 



publicado por Carlos Gomes às 10:39
link do post | favorito

Segunda-feira, 2 de Maio de 2016
LISBOA COMEMORA DIA INTERNACIONAL DOS MUSEUS


tags: ,

publicado por Carlos Gomes às 22:57
link do post | favorito

ALFRAGIDE VAI AOS FADOS



publicado por Carlos Gomes às 22:52
link do post | favorito

PARTIDO "OS VERDES" QUESTIONA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SOBRE FUTURO DA DISCIPLINA DE EDUCAÇÃO VISUAL E TECNOLÓGICA

Os Verdes questionam o Ministério da Educação sobre o futuro do ensino da Educação Visual e Tecnológica

A Deputada Heloísa Apolónia, do Grupo Parlamentar Os Verdes, entregou na Assembleia da República uma pergunta em que questiona o Governo, através do Ministério da Educação, sobre a revisão curricular dos ensinos básico e secundário levada a cabo pelo anterior Governo PSD/CDS, que levou à extinção do currículo da disciplina de Educação Visual e Tecnológica e consequente eliminação do par pedagógico, desvalorizando esta disciplina como elemento estruturante de aprendizagens artísticas e tecnológicas e de articulação de saberes, fatores que concorrem para um despertar de curiosidades para novas plataformas de saberes e para o gosto por competências diversas que contribuem para a educação integral dos alunos.

Pergunta:

Na ânsia de redução do número de Professores na escola pública, o anterior Governo tomou um conjunto de decisões, como o aumento do número de alunos por turma ou a revisão da estrutura curricular dos ensinos básico e secundário, que tiveram implicações muito sérias nas condições de aprendizagem e nas competências dos alunos.

A revisão da estrutura curricular, na procura de dividir as disciplinas entre aquelas que eram, pelo PSD e CDS, consideradas estruturantes e as não estruturantes, estreitando currículos e desvalorizando modelos disciplinares, comprometeu a educação integral dos jovens na escola e a riqueza que constitui a variedade das aprendizagens. Tratava-se da 6ª revisão do currículo do Ensino Básico (em 2002, 2007, 2008, Agosto de 2011 e Dezembro de 2011) e do Ensino Secundário (em 2004, 2006, 2007, 2008 e 2011), relativa à organização estabelecida em 2001,que no essencial vigorou até ao último ano referido.

Nesta lógica, o Governo PSD/CDS desvalorizou a disciplina de educação visual e tecnológica, palco de aprendizagens artísticas e tecnológicas, de articulação de saberes, de práticas experimentais, de conhecimento e manuseamento de materiais, de criação e expressão pessoal e coletiva. Tudo fatores que concorrem, para além da importância dos novos conhecimentos adquiridos e dos projetos conseguidos, para um despertar de curiosidades para novas plataformas de saberes e para o gosto por competências diversas que contribuem para aeducação integral dos alunos. Para além disso, são fonte de inclusão escolar, por abrirem um leque de novas e variadas oportunidades de conhecimentos e, consequentemente, da possibilidade de gosto por aprendizagens diferentes.

Como se não bastasse, a área das expressões foi ainda reduzida, por outra via, ao fazer-se definhar a componente não disciplinar que acabou por ser reduzida à sua expressão mínima, passando o 2º ciclo a contar, neste domínio, com 9% do currículo obrigatório, o que correspondia a pouco mais de metade do que lhe tinha sido atribuído em 2001 (17%). No 3.º ciclo e ensino secundário a redução foi ainda superior, passando no primeiro caso de 14% para 3% e no segundo de 11% para 4% (e mais recentemente para 1%). Esta redução deve-se à extinção da área de projeto em todos os graus de ensino e da área de estudo acompanhado no 3.º ciclo.

Resumindo, em 2011 a componente curricular não-disciplinar viu substancialmente reduzida a sua proporção no currículo obrigatório, ficou privada da dimensão de projeto, manteve o estudo acompanhado apenas no 2.º ciclo.

Assim, no âmbito da revisão da estrutura curricular, a separação das áreas de educação visual e tecnológica no 2º ciclo foi um erro que quebrou a complementaridade e a lógica de organização da disciplina, tendo também constituído um erro a redução do tempo de educação visual e a ausência de oferta obrigatória de educação tecnológica no 3º ciclo. O desaparecimento do “par pedagógico” foi uma clara interferência do Ministério das Finanças nas orientações do Ministério da Educação, condicionando e decidindo as políticas educativas, não se constituindo, ao invés, como o suporte dessas mesmas políticas e como o suporte de um desenvolvimento sustentável.

Convém referir que historicamente o processo que levou à criação do par pedagógico na disciplina de Educação Visual Tecnológica (EVT), relacionou-se com o facto de, no seu corpo curricular, terem sido incorporadas componentes de educação visual e de educação tecnológica, oriundas das antigas disciplinas de Educação Visual (EV) e de Trabalhos Manuais (TM) que foi sempre ministrada por dois docentes.

A Associação de Professores de EVT refere em documentos seus que «a natureza das situações de aprendizagem e experiências educativas em Educação Visual e Tecnológica requerem, como procedimentos fundamentais de ensino, a promoção de situações de natureza prática, nomeadamente: de expressão pessoal, práticas criativas, práticas experimentais e laboratoriais, práticas oficinais e práticas produtivas com transformação de materiais e objetivadas em produções materializadas fisicamente. O corpo das aprendizagens em EVT integra também a realização de ações práticas que requerem a operação em segurança de utensílios eferramentas de trabalho». Estas afirmações demonstram, com responsabilidade, o retrato da indispensabilidade do par pedagógico.

Assim, solicito ao Senhor Presidente da Assembleia da República que, ao abrigo das disposições constitucionais e regimentais aplicáveis, remeta a presente Pergunta ao Ministério da Educação, para que me possam ser prestados os seguintes esclarecimentos:

1.Qual a perceção do atual Governo sobre a revisão curricular dos ensinos básico e secundário levada a cabo pelo anterior Governo PSD/CDS, designadamente no que se refere às disciplinas artísticas e tecnológicas?

2.Pensa o Governo retomar a disciplina de EVT, como aliás aventou o próprio Ministro da Educação?

3.O que considera o Governo sobre o par pedagógico, sustentado num regime de docência baseado nas características práticas experimentais da disciplina, com relação entre professor/número de alunos?

O Grupo Parlamentar “Os Verdes”



publicado por Carlos Gomes às 17:53
link do post | favorito

BLOGUE DE LISBOA COLABORA COM EPHÉMERA – BIBLIOTECA E ARQUIVO DE JOSÉ PACHECO PEREIRA

A fim de que possa eventualmente vir a ser útil para o estudo da nossa História contemporânea, o BLOGUE DE LISBOA passa a ceder à EPHÉMERA – Biblioteca e Arquivo de José Pacheco Pereira (https://ephemerajpp.com/) cópias digitalizadas das fotografias do seu arquivo referente a acontecimentos sociais e políticos que são objeto de notícia no blogue.

z1



publicado por Carlos Gomes às 10:06
link do post | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Novembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
13
14
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


posts recentes

GOESES DANÇAM NA CASA DAS...

PAN TOMA POSIÇÃO EM RELAÇ...

PAN QUER DESPENALIZAR EUT...

PAN QUER CORREDORES E ABR...

LUÍS ESTEVES, PRESIDENTE ...

PAN PEDE REVOGAÇÃO DA AUT...

PAN QUER AUDIÇÕES URGENTE...

PAN PEDE AUDIÇÃO SOBRE O ...

PAN AVANÇA COM AS PRIMEIR...

PAN QUESTIONA O GOVERNO S...

METRO LEVA CINEMA AO CAIS...

BANDAS FILARMÓNICAS DESFI...

TOMARENSES CONFRATERNIZAM...

METROPOLITANO DE LISBOA A...

PROGRAMA DE GOVERNO ACOLH...

CASA DO CONCELHO DE TOMAR...

PAN QUER PORTUGAL A SEGUI...

METRO DE LISBOA ASSINALA ...

METRO CELEBRA DIA MUNDIAL...

O QUE DISSE ANDRÉ SILVA, ...

METRO CELEBRA DIA MUNDIAL...

METRO DE LISBOA APOSTA NA...

METROPOLITANO DE LISBOA R...

ESTUDO DA INTRUM REVELA Q...

JORNADAS EUROPEIAS DO PAT...

METRO DE LISBOA ADERE À D...

OUTLOOK DO RATING DO METR...

TOMARENSES EM LISBOA CONF...

FEDERAÇÃO DO FOLCLORE POR...

CASA DO CONCELHO DE TOMAR...

ALFRAGIDE REALIZA FEIRA S...

ALDEIAS DE CRIANÇAS SOS C...

METRO REALIZA CONCURSO DE...

FEDERAÇÃO DO FOLCLORE POR...

METRO DE LISBOA REFORÇA P...

MOVIMENTOS CÍVICOS CONTRA...

METROPOLITANO DE LISBOA V...

METRO DE LISBOA ASSINALA ...

CENTRO NACIONAL DE CULTUR...

PAN APRESENTA PROGRAMA EL...

METRO DE LISBOA COMEMORA ...

ARGANILENSES EM LISBOA RE...

PAN INSTA GOVERNO A INTER...

PAN CONTESTA ENCONTRO EM ...

PAN ENTREGA LISTA DE CAND...

ESTAÇÃO BAIXA-CHIADO CELE...

COMUNIDADE ROMENA DA REGI...

INVESTIGAÇÃO DA UNIVERSID...

ALFRAGIDE REALIZA FESTIVA...

PAN ANUNCIA CABEÇAS DE LI...

arquivos

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

tags

todas as tags

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds