Blogue de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes de Lisboa e arredores
Segunda-feira, 30 de Setembro de 2019
METRO CELEBRA DIA MUNDIAL DA MÚSICA

Metro celebra Dia Mundial da Música com atuações musicais gratuitas na estação Cais do Sodré

As atuações surgem no âmbito do concurso “Uma mão cheia de bandas” para artistas amadores

No âmbito da celebração do Dia Mundial da Música, que se assinala manhã, dia 1 de outubro, o Metropolitano de Lisboa lançou o concurso “Uma mão cheia de bandas”, concurso este destinado apenas a bandas amadoras sem qualquer tipo de contrato discográfico ou agenciamento, cujos membros sejam maiores de 18 anos de idade.

Foram já divulgadas as cinco bandas vencedoras do concurso que tem como prémio a possibilidade de atuarem ao vivo, na cadência de uma banda por dia, na estação Cais do Sodré entre os dias 1 e 5 de outubro às 17h.

Programa:

01/out

​   ​3.ªf

Bali

02/out

   4.ªf

4th District 

03/out

   5.ªf

The Dust

04/out

   6.ªf

Jhon Douglas & JungleBoys

05/out

   sábado

Mistah Isaac

O Metro, através de um júri designado composto por três elementos, avaliou as várias atuações seguindo os critérios da originalidade, qualidade artística e adequação ao espaço de difusão. As inscrições estiveram abertas até dia 22 de setembro no site do Metropolitano de Lisboa.

Inserido no plano de dinamização das estações, este projeto visa incentivar a revelação de novos talentos da música portuguesa.


tags: ,

publicado por Carlos Gomes às 17:53
link do post | favorito

METRO DE LISBOA APOSTA NA SEGURANÇA

Metropolitano de Lisboa apresenta nova campanha de segurança em parceria com a PSP

O Metropolitano de Lisboa e o Comando Metropolitano de Lisboa da Polícia de Segurança Pública (COMETLIS) lançaram dia 24 de setembro, a Campanha de Segurança “Esteja alerta”, com o objetivo de consciencializar os clientes do Metropolitano de Lisboa para a adoção de comportamentos preventivos, transmitindo condutas e atitudes adequadas na utilização deste transporte público.

Sendo a segurança uma questão que afeta, igualmente, os turistas, a campanha “Esteja alerta” será lançada em formato bilingue, com os seguintes quatro comportamentos:

  1. Não dê o seu telemóvel. Evite o seu uso durante a abertura e o fecho de portas.
  2. Não perca os seus bens de vista. Mantenha sempre os seus pertences junto a si.
  3. Não aceite ajuda de estranhos. Qualquer assunto relacionado com a compra de títulos de transporte, fale apenas com os funcionários do Metropolitano de Lisboa.
  4. Não ignore atitudes ou objetos estranhos. Esteja alerta para qualquer comportamento ou situação anómala.

Para Vítor Domingues dos Santos, Presidente do Conselho de Administração do Metropolitano de de Lisboa, “É fundamental que os clientes do Metropolitano de Lisboa de Lisboa se sintam em segurança na rede do Metropolitano de Lisboa e é, por isso, que esta ação é tão importante, pois, para além de promover o sentimento de segurança, contribui positivamente para a missão dos agentes nas estações e nos comboios.”

No mesmo sentido, o Comandante Metropolitano de Lisboa da PSP (COMETLIS), Superintendente Jorge Maurício, congratula-se com esta parceria, pois a PSP em geral e o COMETLIS em particular, através da Divisão de Segurança a Transportes Públicos (DSTP), unidade especializada e vocacionada para a segurança dos transportes ferroviários, entende que com o envolvimento de todos (instituições e cidadãos) podemos tornar ainda mais seguro o Metropolitano de Lisboa. Há procedimentos simples que são uma mais-valia em termos de segurança.

Esta campanha de segurança enquadra-se num vasto leque de outras iniciativas que o Metropolitano de Lisboa tem vindo a desenvolver com a preocupação constante de incrementar e melhorar a segurança no Metropolitano de Lisboa sensibilizando os seus clientes para comportamentos a evitar, para sua própria segurança e prevenção.


tags:

publicado por Carlos Gomes às 14:32
link do post | favorito

Domingo, 29 de Setembro de 2019
METROPOLITANO DE LISBOA RETOMA OBRAS NA ESTAÇÃO DO AREEIRO

o   Conclusão dos trabalhos no segundo trimestre de 2020

o   Garantida Acessibilidade Plena para as áreas públicas da estação

o   Acesso da superfície/rua até ao átrio e átrio/cais de embarque por elevador

O Metropolitano de Lisboa (ML) informa que amanhã, dia 30 de setembro de 2019, vão ser retomadas as obras reabilitação do Átrio Norte da estação Areeiro, na linha Verde. Estas obras estão previstas no Plano de Desenvolvimento da Rede do Metro, sendo mais uma aposta na melhoria progressiva da qualidade de transporte público prestado diariamente pela empresa aos seus clientes.

Recorde-se que esta é uma estação com 45 anos de existência, com sinais de desgaste e de envelhecimento. O ML intervencionou as instalações desta estação, em 2013, tendo reaberto ao público a estação, com um átrio Sul totalmente renovado e um cais de embarque alargado à oferta de composições de seis carruagens.

O projeto respeitante às obras que amanhã se iniciam é da responsabilidade da Ferconsult e o empreiteiro responsável pela obra no interior da estação é o agrupamento Domingos da Silva Teixeira, S.A./ Efacec Engenharia e Sistemas, S.A. / Cari Construtores, S.A. / DTE Instalações Especiais, S.A., com um orçamento de 2,8 milhões de euros, estando a conclusão das obras previstas para o segundo trimestre de 2020.

Os acabamentos do átrio Norte da estação Areeiro prevêem a instalação de três novos elevadores, dando, assim, cumprimento aos objetivos de acessibilidade definidos para a rede do Metro, no tocante especialmente aos clientes de mobilidade condicionada.

Estas obras prevêem, ainda, a modernização de equipamentos, sistemas e instalações, adequando-os aos padrões de mobilidade atuais, bem como a beneficiação dos painéis de azulejo de Maria Keil e a continuidade da intervenção artística de Júlia Ventura e a realização de outras intervenções estéticas e decorativas que contribuirão para o embelezamento da estação.

Com a conclusão desta empreitada serão, também, reabertos ao público os acessos Norte, via Av. Padre Manuel da Nóbrega, que se encontram encerrados há anos.

O ML lamenta, desde já, os eventuais impactos negativos que os trabalhos possam causar junto dos seus clientes, residentes, automobilistas, lojistas das imediações, informando que vai garantir no terreno a informação necessária sobre a evolução dos trabalhos de remodelação previstos, em especial aos utilizadores da estação e da linha Verde e à população residente junto à praça do Areeiro, bem como os lojistas daquela zona.

O ML comunicará permanentemente a evolução destas obras nos seus meios habituais, com mensagens atualizadas e contextualizadas, para cada suporte, fase dos trabalhos e local de afixação: painéis nos tapumes, sítio na Internet e Facebook do ML, folhetos para distribuição local entre outros.


tags:

publicado por Carlos Gomes às 12:27
link do post | favorito

Sexta-feira, 27 de Setembro de 2019
ESTUDO DA INTRUM REVELA QUE OS PORTUGUESES ESTÃO A POUPAR MAIS PARA VIAJAR

No dia em que se comemora o Dia Mundial do Turismo, a Intrum procurou perceber os principais motivos de poupança dos portugueses.

O European Payment Consumer Report, estudo da Intrum, revelou que viajar é o segundo maior motivo de poupança para os portugueses (42%), valor superior à média europeia que se situou nos 40%. O principal motivo, tanto para os portugueses (76%) como para os restantes inquiridos europeus (67%) é a poupança para despesas inesperadas.

Poupar para despesas inesperadas e para viajar são os dois principais motivos de poupança para os portugueses ao longo dos últimos quatro anos, revela o estudo da Intrum.

Apesar de 36% dos portugueses afirmar que a sua situação financeira melhorou, o estudo da Intrum demonstrou que, 59% dos portugueses consegue poupar dinheiro mensalmente, valor similar à média europeia. O estudo revela ainda que os portugueses inquiridos conseguem poupar em média 193 euros por mês, valor substancialmente superior ao do ano passado que foi de 80€. A poupança média mensal dos europeus inquiridos é de 255 euros.

Comprar uma viagem a crédito, com um plano de pagamentos ou pedindo dinheiro emprestado, não são opções do agrado da maioria dos portugueses.  O último European Payment Consumer revela que apenas 16% dos inquiridos concorda com este método e 66% diz que discorda, valores estes muito alinhados com a média europeia que é de 16% e 64% respetivamente.

Para Luís Salvaterra, Diretor-Geral da Intrum Portugal, “os portugueses, cada vez mais, poupam dinheiro para situações inesperadas do dia-a-dia, mas também se preocupam com o seu bem-estar físico e psicológico e por isso mesmo, viajar é um dos maiores motivos de poupança tanto para os portugueses como para os restantes países inquiridos neste estudo da Intrum. Neste dia Mundial do Turismo, é importante salientar que saber gerir as poupanças e criar prioridades de pagamento são medidas essenciais para evitar constrangimentos financeiros nos orçamentos familiares”.

Sobre a Intrum

A Intrum é a empresa líder na indústria de Serviços de Gestão de Crédito, com presença em 25 mercados na Europa. A Intrum oferece um vasto leque de serviços, incluindo a compra de créditos, tendo como missão melhorar o cash-flow e a rentabilidade a longo prazo dos clientes e garantir que pessoas e empresas recebem o apoio que necessitam para não terem dívidas. A Intrum tem mais de 8.000 profissionais experientes que atendem cerca de 80.000 empresas em toda a Europa. Em 2018, a empresa gerou receitas estimadas no valor de 1.258 milhões de euros. A Intrum tem a sua sede em Estocolmo, Suécia, e está cotada na bolsa Nasdaq de Estocolmo. Em Portugal desde 1997, a Intrum tem mais de 245 colaboradores.

Para mais informações, por favor visite www.intrum.com

Sobre o European Payment Consumer Report

O Relatório de Pagamentos Europeu do Consumidor nasceu em 2013. Como "catalisador de uma economia saudável", a Intrum percecionou a necessidade de consultar as opiniões de 24.000 consumidores europeus, a fim de compreender melhor a realidade da economia doméstica e a vida diária nas suas casas. As informações obtidas no European Payment Consumer Report, basearam-se num inquérito conduzido pela empresa de estudos de mercado United Minds.



publicado por Carlos Gomes às 10:45
link do post | favorito

Quarta-feira, 25 de Setembro de 2019
JORNADAS EUROPEIAS DO PATRIMÓNIO 2019

27, 28 e 29 de setembro

Iniciativas culturais levam clientes a perspetivar os transportes públicos como transportadores de arte e difusores de cultura

A CP – Comboios de Portugal, a Infraestruturas de Portugal e o Metropolitano de Lisboa, associaram-se à Direção Geral do Património Cultural, com vista à promoção e desenvolvimento de um vasto programa de ações culturais integradas nas Jornadas Europeias do Património (JEP) 2019 dirigidas ao público e à comunidade em geral.

As JEP são uma iniciativa promovida pela Comissão Europeia a que vários países, incluindo Portugal, têm aderido em anos transatos. Subordinadas, no corrente ano, à temática nacional “Artes, Património e Lazer”, as JEP decorrerão nos dias 27, 28 e 29 de setembro.

Esta iniciativa permite aos participantes passarem a perspetivar os transportes públicos ferroviários não só como forma de deslocação entre locais de partida e destino mas também como meios de acesso às Estações Ferroviárias e do Metropolitano de Lisboa que, cada vez mais, se constituem como espaços artísticos e culturais acessíveis a qualquer público.

No dia 27 de setembro, o programa conta com várias iniciativas, nomeadamente a realização de visitas guiadas às Estações Ferroviárias da IP e do Metropolitano de Lisboa, ações culturais e de animação nessas estações e, ainda, a possibilidade de assistir a uma conferência subordinada ao tema “A Ferrovia e a Cultura”, que conta com a presença de vários oradores internacionais e em que irá abordar a temática da utilização das Estações Ferroviárias e os transportes públicos como espaços de promoção e divulgação artística.

No dia 28 de setembro, os inscritos poderão realizar um sonho antigo de viajar nas duas primeiras carruagens históricas do Metro de Lisboa (datadas de 1959), viajar nos comboios da CP até ao Entroncamento, e por fim, visitar o histórico Museu Nacional Ferroviário.

No último dia, 29 de setembro, é dada a oportunidade aos participantes de acompanhar uma visita guiada à Estação Ferroviária da IP Lisboa-Oriente assim como à linha Vermelha do Metro de Lisboa.

As inscrições para as iniciativas das Jornadas Europeias do Património tiveram início no dia 26 de agosto p.p., nos sites das empresas organizadoras, tendo esgotado em poucos dias.

O Metropolitano de Lisboa, a CP- Comboios de Portugal e a Infraestruturas de Portugal contribuem, assim, para a promoção efetiva da cultura e do património, bem como para o reconhecimento da sua importância e do seu caráter transversal, designadamente no setor dos transportes, da mobilidade e sustentabilidade urbana.

Programa

27 de setembro

15h00 | Visita guiada ao Interface dos Restauradores e Estação Ferroviária de Lisboa-Rossio

16:30  | Conferência “A Ferrovia e a Cultura” (Estação Ferroviária de Lisboa-Rossio, Sala do Rei)

18:30  | Lançamento do livro “O comboio do Papa - A última viagem do comboio pontificio-frosinone 1863” – Costantino  Jadecola

28 de setembro

10:00 | Viagem no comboio histórico ML7 do Metropolitano de Lisboa

11:00 | Visita guiada à estação Ferroviária e do Metropolitano de Lisboa de Santa Apolónia

13:00 | Viagem até ao Entroncamento e visita guiada ao Museu Nacional Ferroviário

18:30 | Animação na estação ferroviária do cais de Sodré – Tango na Rua

29 de setembro

10:30 | Visita guiada à estação Ferroviária e do Metropolitano de Lisboa do Oriente e à linha Vermelha do Metropolitano de Lisboa

12:00 | Animação na estação ferroviária de Lisboa-Oriente – Quorum Ballet



publicado por Carlos Gomes às 11:25
link do post | favorito

Terça-feira, 24 de Setembro de 2019
METRO DE LISBOA ADERE À DECLARAÇÃO DA UITP "UM PLANETA, UM PLANO"

O Metro de Lisboa assumiu compromisso para enfrentar os desafios da mobilidade urbana garantindo cidades verdes, saudáveis e sustentáveis

No passado dia 6 de setembro, teve lugar em Barcelona o Fórum de Líderes, promovido pela Associação Internacional de Transportes Públicos (UITP) da qual o Metropolitano de Lisboa é membro associado há 61 anos, ainda antes de iniciar o seu serviço público.

Este evento contou com a participação dos responsáveis de 40 organizações de transporte público de 23 países, para um debate sobre temas relacionados com a mobilidade urbana sustentável, do qual resultou uma declaração comum sobre o combate às alterações climáticas e o compromisso, por parte destes operadores de transporte, em fornecer soluções sustentáveis de mobilidade urbana a milhões de passageiros de todo o mundo, com o objetivo urgente de redução de gases de efeito estufa em 45% na próxima década e a compensação de emissões zero até 2050.

O Fórum de Líderes da UITP, no qual o Metropolitano de Lisboa teve uma participação ativa, apelou aos líderes políticos para a implementação de um plano configurado em quatro etapas distintas:

  1. Dar prioridade a ruas acessíveis, seguras, respiráveis e caminháveis, a partir do planeamento urbano;
  2. Fortalecer o papel do transporte público como a espinha dorsal de todos os serviços de mobilidade;
  3. Garantir apoios financeiros para mais investimento em veículos elétricos e outros veículos movidos a combustível limpo, de forma a reduzir as emissões de gases prejudiciais ao ambiente;
  4. Garantir que as fontes de energia renováveis estejam acessíveis e que são atribuídos apoios para a construção de instalações de energia renovável.

A participação do Metropolitano de Lisboa no Fórum de Líderes consubstancia, desta forma, um compromisso em fornecer soluções progressivamente mais sustentáveis de mobilidade urbana aos cerca de 600 mil clientes que diariamente transporta na sua rede.

A preocupação do Metropolitano de Lisboa pelas causas ambientais não é recente. A empresa tem implementado um Sistema de Gestão de Qualidade e Ambiente, que se rege por um conjunto de pressupostos, comprometendo-se, desde há vários anos, a identificar e avaliar os aspetos e impactos ambientais e a implementar medidas, com vista a minimizar os aspetos ambientais significativos negativos e maximizando os impactos ambientais positivos.

O Metropolitano de Lisboa é, também, certificado em Qualidade e Ambiente, pelas normas NP EN ISO 9001:2015 e NP EN ISO 14001:2015, adotando todas as práticas sustentáveis com que se comprometeu, implementando outras medidas que contribuem para a sua atuação sustentável.

O Metropolitano de Lisboa assume os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável como parte integrante da sua estratégia de sustentabilidade. Enquanto empresa socialmente responsável e vocacionada para a promoção da sustentabilidade assume publicamente o seu compromisso para com o Desenvolvimento Sustentável, integrando na sua estratégia três dos Objetivos (ODS) da Agenda 2030 de Desenvolvimento Sustentável da ONU - Igualdade de Género, Indústria, Inovação e Infraestruturas e Ação Climática - comprometendo-se, igualmente, com o cumprimento de metas para cada objetivo.

O Metropolitano de Lisboa contribui, assim, de forma efetiva, para a sustentabilidade da área metropolitana em que se insere, ao proporcionar níveis adequados e com qualidade do serviço de transporte público que diariamente presta aos seus clientes, com um reduzido impacto ambiental, otimizando, de forma adequada, os recursos disponíveis e contribuindo para a manutenção de um planeta mais verde.


tags:

publicado por Carlos Gomes às 11:06
link do post | favorito

Sexta-feira, 20 de Setembro de 2019
OUTLOOK DO RATING DO METROPOLITANO DE LISBOA SOBRE PARA POSITIVO

A agência de notação financeira Standard & Poor’s reviu a classificação do Outlook do rating do Metropolitano de Lisboa de estável para positivo, igualando-o ao de Portugal, alterado a 13 de setembro de 2019.

Esta alteração reflete a opinião da Standard & Poor´s de que o Metropolitano de Lisboa está integralmente vinculado com o Estado Português  e no qual desempenha um papel relevante.

O Metropolitano de Lisboa mantém a notação de ‘BBB’ mas com Outlook positivo.


tags:

publicado por Carlos Gomes às 10:19
link do post | favorito

Quinta-feira, 19 de Setembro de 2019
TOMARENSES EM LISBOA CONFRATERNIZAM AO RITMO DO FLAMENCO

70437287_426849034856542_1307848375202217984_n (1).jpg



publicado por Carlos Gomes às 13:24
link do post | favorito

Quarta-feira, 18 de Setembro de 2019
FEDERAÇÃO DO FOLCLORE PORTUGUÊS FEZ DESFILAR O TRAJE TRADICIONAL EM VILA NOVA DE GAIA

XXIV Desfile Nacional do Traje Popular Português

Vila Nova de Gaia assistiu a uma grandiosa manifestação da etnografia popular portuguesa.

7E0A8815 (1).jpg

No passado dia 14 de setembro, o Cais de Gaia serviu de cenário natural a um magnifico desfile que, ultrapassando os 1400 participantes, representou os mais variados temas do trajar português.

De norte a sul do país, todas as regiões etnográficas, com exceção dos Açores, se fizeram representar resultando numa mostra de cores e expressões da mais profunda forma de ser português. 

Das comunidades portuguesas da diáspora, estiveram presentes algumas representações, destacando a Casa de Portugal em Andorra e o Rancho Folclórico e Etnográfico Alma Lusa, vindo do Brasil.

Valorizar o nosso trabalho é, também, valorizar os grupos de folclore e todo o seu esforço abnegado em torno da salvaguarda das nossas matrizes identitárias e da nossa memória coletiva.   

Esta edição contou com o alto patrocínio da Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia e da Fundação Inatel e, pela primeira vez, com a presença de uma delegação do gabinete da Sra. Ministra da Cultura.

A direção da Federação do Folclore Português agradece o empenho e dedicação de todos os intervenientes. 

7E0A8817 (1).jpeg

7E0A8852 (1).jpeg

7E0A8884 (1).jpg

7E0A8902 (1).jpg



publicado por Carlos Gomes às 22:12
link do post | favorito

CASA DO CONCELHO DE TOMAR ORGANIZA PASSEIO TURÍSTICO TODO-O-TERRENO

70344694_2131163566987553_2833316103273316352_n.jpg



publicado por Carlos Gomes às 08:26
link do post | favorito

Sexta-feira, 13 de Setembro de 2019
ALFRAGIDE REALIZA FEIRA SALOIA

69975214_411757212810876_4648054985446129664_n.jpg



publicado por Carlos Gomes às 11:48
link do post | favorito

Quarta-feira, 11 de Setembro de 2019
ALDEIAS DE CRIANÇAS SOS CELEBRAM CONVENÇÃO DOS DIREITOS DAS CRIANÇAS

Aldeias de Crianças SOS celebram 30º aniversário da Convenção dos Direitos das Crianças - Lançamento da campanha “iseeyou”

Link para o vídeo: https://vimeo.com/350116960/1291ab686b

Para celebrar o 30º aniversário da Convenção dos Direitos das Crianças, as Aldeias de Crianças SOS lançam uma campanha com o objetivo de relembrar que todas as crianças precisam de atenção e não devem ser invisíveis.

A campanha foca ainda o facto de que é importante alertar a sociedade para que não feche os olhos a todas as crianças do mundo que são negligenciadas, abusadas, abandonadas ou em fuga. 

Designada #iseeyou, esta campanha digital, concebida pela agência Nemorin Film & Video, foi gravada em Londres e na Jordânia. Apresenta um conjunto de crianças amadas pelos pais, que às vezes gostavam de não ser aborrecidas, e, para contrastar, um conjunto de crianças negligenciadas, abusadas, abandonadas ou em fuga, que o que mais desejavam era sentirem-se amadas e protegidas.

A campanha, divulgada em mais de 80 países, pretende alertar e sensibilizar a população para este problema das crianças “invisíveis”, num mundo em que se estima que, uma em cada dez crianças, 220 milhões, viva sem os cuidados de uma Mãe ou de um Pai.

Para se juntar à campanha partilhe o vídeo nas redes sociais com o hashtag #iseeyou. Se quiser, poderá também fazer uma doação para as Aldeias de Crianças SOS.

As Aldeias de Crianças SOS não se conformam com esta realidade das crianças invisíveis e trabalham diariamente para que todas estas crianças contem novamente com amor e uma família.

Em Portugal, desde a sua fundação em 1964, as Aldeias de Crianças SOS já acompanharam mais de 1000 crianças e jovens através das suas três Aldeias SOS, em Cascais (Bicesse), na Guarda e em Vila Nova de Gaia (Gulpilhares), onde vivem, atualmente, cerca de 100 crianças e jovens.

SOBRE AS ALDEIAS DE CRIANÇAS SOS

A missão das Aldeias de Crianças SOS é cuidar, em família, de crianças desprotegidas, ajudando-as a moldar o seu futuro, desenvolvendo e inserindo-se de forma positiva na comunidade. A organização providencia cuidados a longo prazo a crianças que não podem estar com as suas famílias biológicas e fortalece as famílias de crianças em risco dando-lhes apoio especializado. Neste, através de uma intervenção integrada e colaborativa, são promovidas competências de cuidado parental e potenciadas dinâmicas de proteção que apoiem as famílias na missão de assegurar o bem-estar das suas crianças e jovens e evitar a retirada da criança do seu meio familiar de origem.

As Aldeias de Crianças SOS estão presentes em 136 países e apoiamos mais de 2 milhões de crianças, jovens e famílias que dão apoio a mais de 550.000 crianças e integram a ONU desde 1995, como ONG consultiva junto do Conselho Económico e Social das Nações Unidas. Foram já nomeadas para o Prémio Nobel da Paz 14 vezes.

Atualmente existem três Aldeias SOS em Portugal, situadas em Bicesse (Cascais), Gulpilhares (V.N.Gaia) e na Guarda e o Programa de Fortalecimento Familiar em Rio Maior, Guarda e Oeiras, acolhendo e acompanhando cerca de 400 crianças.

Mais informações em www.aldeias-sos.org.


tags:

publicado por Carlos Gomes às 15:28
link do post | favorito

METRO REALIZA CONCURSO DE MÚSICA

Metro lança concurso de música “Uma mão cheia de bandas” para artistas amadores

Para celebração do Dia Mundial da Música, que se assinala a 1 de outubro, o Metropolitano de Lisboa lançou o concurso “Uma mão cheia de bandas”. Este concurso conta com o apoio da Popcorn - Brand Activity” e destina-se apenas a bandas amadoras, sem qualquer tipo de contrato discográfico ou agenciamento, cujos membros sejam maiores de 18 anos de idade.

O Metro, através de um júri designado composto por três elementos, vai avaliar as atuações seguindo os critérios da originalidade, qualidade artística e adequação ao espaço de difusão. Cinco bandas sairão vencedoras do concurso que tem como prémio a possibilidade de atuarem ao vivo, na cadência de uma banda por dia, na estação Cais do Sodré entre os dias 1 e 5 de outubro.

As inscrições estão disponíveis através de formulário eletrónico disponível na página do Metropolitano de Lisboa, em https://www.metrolisboa.pt/ e estarão abertas até às 23h59 de dia 22 de setembro de 2019.

Podem participar no presente concurso bandas amadoras, sem qualquer tipo de contrato discográfico ou agenciamento, cujos membros sejam maiores de 18 anos. Para efeitos de seleção, cada concorrente tem de apresentar obrigatoriamente dois temas originais, sem restrição de estilo musical. Está vedada, contudo, a participação de concorrentes que já detenham contratos discográficos ou álbuns publicados ou distribuídos por editoras discográficas, ou outras, excetuando álbuns publicados pelos próprios em edição de autor.

Inserido no plano de dinamização das estações, este projeto visa incentivar a revelação de novos talentos da música portuguesa.



publicado por Carlos Gomes às 15:25
link do post | favorito

Terça-feira, 10 de Setembro de 2019
FEDERAÇÃO DO FOLCLORE PORTUGUÊS REALIZA DESFILE NACIONAL DO TRAJE EM VILA NOVA DE GAIA

A Federação do Folclore Português fará acontecer mais uma edição do Desfile Nacional do Traje Popular Português, no Cais de Gaia - Vila Nova de Gaia, no dia 14 de setembro de 2019.

70752504_1308015236046141_8769069246895357952_n.jpg

O Cais de Gaia servirá para um grandioso desfile a decorrer numa passerele com 30 metros, dando relevo e destaque a um dos elementos portugueses com maior significado.

Edição após edição, o número de participantes tem vindo a aumentar e este ano contamos com mais de 1400 folcloristas a desfilar, sendo que, serão incluindo novos quadros e algumas surpresas que até ao dia do Desfile irão sendo reveladas.

Estarão presentes todas as regiões etnográficas, com exceção dos Açores.

Das Comunidades Portuguesas da diáspora, estarão também presentes algumas representações, destacando a Casa de Portugal em Andorra e o Grupo Folclórico Alma Lusa, vindo do Brasil.

Esta edição conta com o alto patrocínio da Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia e da Fundação Inatel e contará com a presença de uma delegação do gabinete da Sra. Ministra da Cultura.



publicado por Carlos Gomes às 16:44
link do post | favorito

METRO DE LISBOA REFORÇA POSTOS LISBOA VIVA URGENTES

Abertura de três novos postos

Procurando responder à elevada procura que se verifica por ocasião da reabertura do ano escolar e tendo em vista garantir ao cliente um serviço de qualidade no âmbito do novo tarifário, o Metropolitano de Lisboa (ML) iniciou o reforço, no dia 9 de setembro, dos postos de atendimento Lisboa Viva Urgentes.

Este reforço, visa reduzir os tempos de espera para aquisição e receção dos cartões Lisboa Viva Urgentes, melhorando o serviço prestado pelo ML aos seus clientes. Situados nas estações Entre Campos (linha amarela), São Sebastião II (linha vermelha) e Marquês de Pombal (linhas amarela e azul), estes postos manterão o mesmo horário de funcionamento que os anteriormente existentes, isto é, dias úteis das 07h45 às 19h45, não havendo limite ao número de pedidos no período da manhã.

Os pedidos efetuados a partir das 14h00 estarão, para já, limitados no período da tarde, a 200 cartões por estação, nas estações Campo Grande e Marques de Pombal, e 100 cartões por estação nas estações Entre Campos e São Sebastião, por forma a garantir o efetivo cumprimento dos prazos de entrega que é de um dia útil.

Devido à habitual grande afluência nas estações Marques de Pombal e Campo Grande, o Metro recomenda que os clientes se dirijam os postos Lisboa Viva Urgentes, situados nas estações Entre Campos e São Sebastião II.

Estes três postos temporários, em vigor até final de outubro, acrescem aos três Espaços Navegante, recentemente criados, para tratamento de assuntos relacionados com os novos passes Navegante, a funcionar entre as 07:45 às 19:30 nas estações Jardim Zoológico (linhas azul e verde), Entre Campos (linha amarela), Alameda (linhas vermelha e verde), indo assim ao encontro dos objetivos definidos pelo Metro de melhorar sustentadamente o serviço que presta aos seus clientes.

Nos habituais dez postos de venda em funcionamento, mantém-se a possibilidade de efetuar a requisição dos cartões Lisboa Viva que não sejam urgentes.

Em complemento, o Metro vai ainda simplificar a vida aos estudantes, disponibilizando na Universidade de Lisboa (cantina Velha), entre 17 e 25 de setembro, a possibilidade de realização no local, dos respetivos cartões Lisboa Viva.


tags:

publicado por Carlos Gomes às 11:04
link do post | favorito

Quinta-feira, 5 de Setembro de 2019
MOVIMENTOS CÍVICOS CONTRA A EXPLORAÇÃO DO LÍTIO DESCEM À CAPITAL

69514680_10214370060596360_771992265190014976_n (1).jpg



publicado por Carlos Gomes às 21:01
link do post | favorito

METROPOLITANO DE LISBOA VAI PROCEDER À ADJUDICAÇÃO DA EMPREITADA PARA AMPLIAÇÃO E REMODELAÇÃO DA ESTAÇÃO DE ARROIOS

O Metropolitano de Lisboa aprovou hoje a adjudicação do concurso limitado por prévia qualificação para a celebração do contrato de execução da empreitada de Ampliação e Reformulação da Estação Arroios, da Linha Verde do Metropolitano de Lisboa, E.P.E.. A assinatura deste contrato ocorrerá, decorridos os prazos legais e tramitação subsequente, previsivelmente na semana de 09 a 13 de setembro.

A presente empreitada foi adjudicada ao Concorrente DOMINGOS DA SILVA TEIXEIRA, S.A. / EFACEC ENGENHARIA E SISTEMAS, S.A. / DTE INSTALAÇÕES ESPECIAIS S.A. / CARI CONSTRUTORES S.A. (DST-EFACEC-DTE-CARI, ACE), pelo preço contratual de € 6.670.796,97 (seis milhões seiscentos e setenta mil setecentos e noventa e seis euros e noventa e sete cêntimos), acrescido de IVA à taxa legal em vigor.

Assim que concluída esta fase de concurso, o procedimento será remetido para visto prévio do Tribunal de Contas, prevendo-se que a consignação da empreitada ocorra até final do corrente ano e que as obras tenham uma duração de 18 meses, após a data da consignação.

Os trabalhos de reabilitação da estação Arroios visam ampliar o cais da estação de 70 para 105 metros de forma a receber composições de seis carruagens, à reformulação dos átrios, incluindo a reorganização dos espaços de apoio à exploração e a introdução de elevadores para acesso a pessoas de mobilidade condicionada, garantindo assim a prestação do serviço público de transporte, nas condições de exploração e segurança para, assim, melhorar a qualidade e a velocidade de serviço na sua rede, para benefício dos mais de 600 mil clientes que diariamente utilizam o Metro de Lisboa.

Recorde-se que a obra de remodelação e ampliação da estação Arroios da linha Verde do Metropolitano de Lisboa teve início em julho de 2017, com conclusão prevista para o primeiro semestre de 2019.

Por motivos de incumprimentos contratuais do Empreiteiro e tendo em conta, igualmente, o interesse público subjacente à execução dessa empreitada, o Metropolitano de Lisboa viu-se obrigado, em janeiro do corrente ano, a rescindir o contrato respetivo, tendo o novo concurso que agora se vai adjudicar sido lançado no passado mês de fevereiro.

O Metropolitano de Lisboa continuará a desenvolver todos os esforços no sentido de garantir a conclusão das obras de ampliação e remodelação da estação de Arroios no prazo previsto.

O Metropolitano de Lisboa lamenta os incómodos que esta situação acarreta aos seus clientes e reafirma o seu esforço no sentido de continuar a promover a mobilidade sustentável como meio de transporte estruturante na cidade de Lisboa, seguindo os melhores padrões de qualidade e segurança. 


tags:

publicado por Carlos Gomes às 17:29
link do post | favorito

METRO DE LISBOA ASSINALA 37 ANOS DE VENDA AUTOMÁTICA DE BILHETES

Mais de 91% dos títulos no primeiro semestre de 2019 foram vendidos em máquinas automáticas

As primeiras máquinas de venda automática de títulos no Metropolitano de Lisboa datam de 6 de setembro de 1982, ano em que o cliente passou a dispor, em todas as estações, desses equipamentos. Eram as famosas máquinas cor de laranja que apresentavam, pela primeira vez há 37 anos, funcionalidades diversas para além da venda tradicional efetuada nas bilheteiras e que tanta curiosidade suscitaram nos clientes.

O Metropolitano continuava a crescer com o consequente aumento de passageiros e as bilheteiras, apesar de funcionarem em diversas estações, começavam a ser insuficientes face ao elevado número de passageiros e à celeridade do atendimento que se pretendia prestar.

Esta geração de máquinas só aceitava moedas e vendia os títulos metro existentes na altura: bilhetes unitários e cadernetas de 10 bilhetes. Os títulos adquiridos nestes equipamentos eram mais baratos do que os vendidos nas bilheteiras, medida que tinha como principal objetivo incentivar à utilização das novas máquinas. Estes equipamentos estiveram ao serviço até 2002, mas em 1995 outra geração de máquinas veio substituir, faseadamente, a anterior.

No final de 2001, o Metro procede à apresentação pública do novo cartão Lisboa Viva, inserido no novo sistema de bilhética e de controlo de títulos de transporte, dando início a uma gigantesca campanha de substituição dos cartões de passe tradicionais por estes novos cartões com tecnologia sem contacto. Face à entrada da nova moeda Euro em 2002, o Metropolitano inicia o processo de preparação das máquinas automáticas de venda de bilhetes para essa nova moeda.

Em 2002, e em simultâneo com a introdução do Euro, o Metro implementa um novo sistema de bilhética composto por novos canais de acesso às estações e novas máquinas de venda, que se mantêm até hoje. Este novo sistema de bilhética passa a ter por base bilhetes magnéticos para os passageiros ocasionais, e os cartões sem contacto Lisboa Viva, para os clientes frequentes, nos quais passam, gradualmente, a ser carregados eletronicamente os passes mensais. Em 2005, a vinheta do tradicional passe L (colada no cartão de suporte) é totalmente abolida e os carregamentos eletrónicos passam a ser efetuados em todas as máquinas automáticas e rede multibanco.

Refira-se que o Metropolitano de Lisboa foi pioneiro na Europa na implementação de um sistema de bilhética sem contacto.

O Metropolitano de Lisboa disponibiliza, à data de hoje, 280 máquinas de venda automática de títulos (MAVTs). Tratam-se de equipamentos mais sofisticados que dispõem, de inúmeras funcionalidades no sentido de facilitar aos clientes a aquisição de títulos de transporte. Nas MAVTs podem ser adquiridos e carregados todos os títulos válidos no Metro e noutros operadores de transporte, incluindo os passes nas diversas variantes, combinados e intermodais.

Ao contrário dos equipamentos das gerações anteriores, as MAVTs atuais dispõem de ecrã tátil e aceitam pagamentos com moedas, notas e cartões bancários. Estão adaptadas para cegos e ambliopes, nomeadamente com linguagem em braille e botão de voz para ajuda com ligação direta a funcionários do metro que se encontram habilitados a ajudar nas transações pretendidas.

Sempre com o objetivo de melhor servir o cliente através da facilitação da mobilidade e acessibilidades, o Metropolitano de Lisboa encontra-se envolvido em diversos projetos para a desmaterialização da bilhética.

Relativamente às Máquinas de Venda Automática de Títulos, prevê-se a criação de modelos simples e abrangentes ao conjunto dos utilizadores com recurso a novas facilidades como seja pagamentos via cartões com contactless MB, a implementação de faturas eletrónicas, a emissão de faturas certificadas nos equipamentos de venda e a consequente integração com a Autoridade Tributária.


tags:

publicado por Carlos Gomes às 14:02
link do post | favorito

Terça-feira, 3 de Setembro de 2019
CENTRO NACIONAL DE CULTURA APRESENTA NO SANTUÁRIO DE FÁTIMA CAMINHO DO TEJO

Centro Nacional de Cultura apresenta no Santuário Roteiros dos Caminhos de Fátima

Iniciativa concretiza em livro a marcação dos três caminhos mais frequentados pelos peregrinos, até ao Santuário de Fátima, com indicações sobre o património cultural e religioso.

geralcnc (2).png

O Santuário de Fátima acolhe na Sala de Imprensa, no próximo dia 12 de setembro, pelas 15h00, a sessão pública de apresentação dos Roteiros dos Caminhos de Fátima, uma iniciativa do Centro Nacional de Cultura desenvolvida no contexto do Programa Valorizar (Linha de Apoio à Valorização Turística do Interior), apoiado pelo Turismo de Portugal.

Os Roteiros com os três Caminhos de Fátima- Caminho do Tejo (entre Lisboa e o Santuário), Caminho da Nazaré (entre Nazaré e o Santuário) e Caminho do Norte (entre Valença e o Santuário) - têm por finalidade disponibilizar, de forma sistemática, ampla e gratuita, informação completa sobre estes percursos, com destaque para a paisagem, o património, a cultura e as ambiências locais.

Os Roteiros dos Caminhos de Fátima estão impressos em três línguas - Português, Inglês e Espanhol - e apresentam a cartografia associada a cada um dos caminhos bem como conteúdos descritivos sobre cada um dos itinerários.

No final de cada Roteiro há um conjunto de informações sobre o Santuário de Fátima, a que o Centro Nacional de Cultura está intimamente ligado desde a sua criação, que é apresentado como “um lugar emblemático onde a religião e a arte se entrelaçam”. Cada Roteiro apresenta ainda uma descrição dos lugares mais emblemáticos do Santuário, desde as Basílicas à Capelinha, sem ignorar a simbologia de cada um destes espaços.

Os Caminhos de Fátima são uma rede de itinerários religiosos e culturais que partem de diferentes locais e terminam no Santuário de Fátima. Proporcionam a quem os percorre uma verdadeira “espiritualidade”, em ligação com a natureza e as vivências religiosas e culturais.

Têm por finalidade criar condições seguras e aprazíveis para peregrinos e caminhantes que se dirigem ao Santuário de Fátima, evitando as estradas com grande circulação automóvel em favor de caminhos de terra e de pequenas estradas rurais com pouca circulação. Percorrem territórios variados, com grande interesse cultural e paisagístico, e articulam-se com outros itinerários de âmbito nacional e internacional.

Desenvolvidos pelo Centro Nacional de Cultura (entidade titular do projeto e proprietária da respetiva marca), estes Caminhos são implementados em parceria com múltiplas instituições (autarquias, Turismo de Portugal, associações, organismos públicos e entidades civis e religiosas) e em articulação com o Santuário de Fátima, estando disponíveis no site www.caminhosdefatima.org .

Configuram-se como uma rede de itinerários religiosos e culturais no território, podendo articular-se com outros itinerários de âmbito nacional e internacional, como os Caminhos de Santiago ou as Rotas Marianas.

Atualmente, os Caminhos existentes são já utilizados por muitos peregrinos, maioritariamente nacionais, mas também estrangeiros. A dimensão espiritual e religiosa é predominante, mas também têm outras valências. São também utilizados por diversos públicos, com interesses e destinos específicos, sobretudo em troços que revestem de grande interesse cultural e paisagístico para caminhadas locais.

Evento: Apresentação dos Roteiros dos Caminhos de Fátima

Dia: 12 de setembro

Hora: 15h00

Local: Sala de Imprensa do santuário de Fátima

tejo.jpg



publicado por Carlos Gomes às 15:32
link do post | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Dezembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


posts recentes

DESCARBONIZAÇÃO DA ECONOM...

METRO CELEBRA O NATAL

PARLAMENTO EUROPEU DECLAR...

PAN QUER DESCENTRALIZAÇÃO...

PAN MANTÉM DIÁLOGO COM A ...

BANDAS FILARMÓNICAS DESFI...

PAN LISBOA QUER MAIS COND...

PEV DEFENDE SUBSÍDIO PARA...

PAN AVANÇA COM PROPOSTAS ...

SKY PRINCESS É A ÚLTIMA E...

PAN QUER DEBATER O REGIME...

MUSEU BORDALO PINHEIRO IN...

PAN QUER GARANTIR CARTÃO ...

METRO E INSTITUTO SUPERIO...

PAN QUESTIONA ALEMANHA SO...

CASA DO CONCELHO DE TOMAR...

GOESES DANÇAM NA CASA DAS...

PAN TOMA POSIÇÃO EM RELAÇ...

PAN QUER DESPENALIZAR EUT...

PAN QUER CORREDORES E ABR...

LUÍS ESTEVES, PRESIDENTE ...

PAN PEDE REVOGAÇÃO DA AUT...

PAN QUER AUDIÇÕES URGENTE...

PAN PEDE AUDIÇÃO SOBRE O ...

PAN AVANÇA COM AS PRIMEIR...

PAN QUESTIONA O GOVERNO S...

METRO LEVA CINEMA AO CAIS...

BANDAS FILARMÓNICAS DESFI...

TOMARENSES CONFRATERNIZAM...

METROPOLITANO DE LISBOA A...

PROGRAMA DE GOVERNO ACOLH...

CASA DO CONCELHO DE TOMAR...

PAN QUER PORTUGAL A SEGUI...

METRO DE LISBOA ASSINALA ...

METRO CELEBRA DIA MUNDIAL...

O QUE DISSE ANDRÉ SILVA, ...

METRO CELEBRA DIA MUNDIAL...

METRO DE LISBOA APOSTA NA...

METROPOLITANO DE LISBOA R...

ESTUDO DA INTRUM REVELA Q...

JORNADAS EUROPEIAS DO PAT...

METRO DE LISBOA ADERE À D...

OUTLOOK DO RATING DO METR...

TOMARENSES EM LISBOA CONF...

FEDERAÇÃO DO FOLCLORE POR...

CASA DO CONCELHO DE TOMAR...

ALFRAGIDE REALIZA FEIRA S...

ALDEIAS DE CRIANÇAS SOS C...

METRO REALIZA CONCURSO DE...

FEDERAÇÃO DO FOLCLORE POR...

arquivos

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

tags

todas as tags

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds