Blogue de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes de Lisboa e arredores
Sábado, 20 de Junho de 2015
ESCRITOR MINHOTO DANIEL BASTOS APRESENTA EM LISBOA O LIVRO DE POESIA “TERRA”

O escritor minhoto Daniel Bastos apresentou hoje no magnífico espaço da Livraria Ferin, em Lisboa, o seu livro de poesia “Terra”. A sessão incluiu ainda uma prova de vinho verde do concelho de Fafe, promovida pelos Vinhos Norte, considerado um dos maiores produtores de vinho verde.

Daniel Bastos - Terra 025

A apresentação da obra coube à poetisa Maria Melo, Diretora da Associação Portuguesa de Poetas, que realçou as qualidades de Daniel Bastos, o qual não deixa de as transpirar na sua própria obra, a empatia com aqueles que sofrem, tendo sempre presente a sua ligação à terra, justificando o seu título, qual cordão umbilical que jamais foi cortado entre si e a terra que o viu nascer – Fafe e a sua freguesia de Cepães!

Daniel Bastos - Terra 013

Mas, quem melhor do que o poeta João Ricardo Lopes, autor do posfácio, para caraterizar este livro de poemas de Daniel Bastos: “Com este volume de vinte e sete poemas a que chamou Terra, estreia-se Daniel Bastos na poesia, domínio não tão distante nem tão incompatível, como se poderia supor, com a sua área de formação: a ciência histórica. Clio e Érato, respetivamente, musas da História e da Poesia Lírica, convivem nestas páginas com a maior desenvoltura, criando várias linhas temáticas contíguas, que poderíamos, grosso modo, sintetizar assim: poemas de cariz ontológico, poemas de cariz sociológico, poemas meta poéticos e poemas eroto-oníricos.”

O livro “Terra” do poeta Daniel Bastos constitui uma edição bilingue – em português e francês – a pensar sobretudos nos portugueses de segunda e terceira geração para quem o contato com a língua materna dos seus pais já não constitui um hábito, registando-se frequentemente a perda do seu domínio. É que Fafe foi desde sempre terra que viu os seus naturais partirem, antes para o Brasil e, nos tempos mais recentes, para os países europeus sobretudo francófonos.

Daniel Bastos - Terra 016

Com magnífica encadernação em capa dura e a dourado e excelente apresentação gráfica para a qual concorre as ilustrações de Orlando Pompeu, conceituado artista plástico também de Fafe mas com obra espalhada por numerosos países, nomeadamente na Europa, Brasil, Estados Unidos da América, Japão e Dubai, o livro de poemas de Daniel Bastos é prefaciado pelo poeta e pintor francês de origem haitiana Gérald Bloncourt, muito estimado em Portugal e sobretudo pela comunidade portuguesa em França pelo seu inestimável trabalho fotográfico que, nas décadas de cinquenta e sessenta do século passado, retrataram e denunciaram as condições de vida miseráveis dos nossos emigrantes, contribuindo desse modo para uma mudança de atitude das autoridades francesas e, consequentemente, a melhoria da situação dos nossos compatriotas.

Esta sessão cultural ocorreu numa excelente sala da Livraria Ferin, uma casa livreira de referência no universo livreiro da capital lisboeta, tendo surgido na sequência de uma série de apresentações oficiais do livro no espaço francófono europeu, designadamente em Paris, Bruxelas e Genebra. Atendendo à importância da comunidade minhota radicada na região de Lisboa, o escritor fafense Daniel Bastos jamais poderia prescindir de um contato direto com os fafenses na capital.

Daniel Bastos - Terra 023

Daniel Bastos - Terra 033

Daniel Bastos - Terra 007

img785



publicado por Carlos Gomes às 20:39
link do post | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Julho 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
11
13

15
18
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


posts recentes

PORTO DE LISBOA APRESENTA...

PROLONGAMENTO ORIENTE / A...

PAN CONSEGUE MAIS DIREITO...

PAN INTEGRA DELEGAÇÕES DO...

CASA DO CONCELHO DE TOMAR...

PAN ACUSA PSD, CDS E PCP ...

PAN CONSEGUE QUE OS ESTUD...

SINTRA: TERRUGEM RECEBEU ...

ACABOU O PRAZO INTERNUPCI...

PAN GARANTE 1ª VICE-PRESI...

METROPOLITANO DE LISBOA A...

PAN QUESTIONA MINISTRO SO...

CASA DO CONCELHO DE ARCOS...

FOLKLOURES'19 CELEBRA A A...

METRO DE LISBOA ASSINALA ...

PAN QUESTIONA COBRANÇA DE...

TOMAR ESTÁ EM FESTA!

COMUNIDADE MOLDAVA CONFRA...

COMUNIDADE MOLDAVA CONFRA...

SARDINHADA JUNTA TOMARENS...

PAN PROPÕE PROJETO-PILOTO...

PARLAMENTO EUROPEU: PAN E...

FOLKLOURES'19: VEM AÍ A G...

PROF. DOUTORA TERESA SOEI...

FEIRA INTERNACIONAL DO AR...

PROF. DOUTORA TERESA SOEI...

FEIRA INTERNACIONAL DE AR...

METRO DE LISBOA CELEBRA 7...

PAN CELEBRA MÊS ARCO-ÍRIS

PAN QUER QUE GOVERNO APRO...

FIA RECEBE ARTESANATO DE ...

GENTES DE ARGANIL TRAZEM ...

BELAS REALIZA FESTIVAL DE...

FESTA DA AMIZADE JUNTA MI...

SINTRA: BELAS REALIZA FES...

CASA DO CONCELHO DE TOMAR...

OEIRAS: PEDREIRA ITALIANA...

CASA DO CONCELHO DE PENAC...

GENTES DE ARGANIL TRAZEM ...

FIA RECEBE ARTESANATO DE ...

COMUNIDADE MOLDOVA CONFRA...

RIO DE MOURO: NEM TUDO É ...

ARTESÃOS DE TODO O MUNDO ...

ARTESÃOS DE TODO O MUNDO ...

FESTA DOS TABULEIROS EM T...

PAN INCENTIVA A UMA MAIOR...

UNIVERSIDADE DE AVEIRO AS...

LOURES PREPARA-SE PARA A ...

RIO DE MOURO: ESTE É O CA...

METRO DE LISBOA PROLONGA ...

arquivos

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

tags

todas as tags

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds