Blogue de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes de Lisboa e arredores
Segunda-feira, 14 de Novembro de 2016
FEDERAÇÃO DO FOLCLORE PORTUGUÊS DIVULGA PROGRAMA DO CONGRESSO

Federação do Folclore Português

Congresso Nacional de Folclore

«Folclore: entre o material e o imaterial»

Nos próximos dias 10 e 11 de dezembro, realizar-se-á o Congresso Nacional de Folclore, no Teatro José Lúcio da Silva (cidade de Leiria), promovido pela Federação do Folclore Português com o patrocínio da Câmara Municipal de Leiria e a colaboração do Conselho Técnico Regional da Alta Estremadura e bem assim dos grupos de folclore da região da Alta Estremadura e sócios auxiliares em nome individual da Federação do Folclore Português.

14991870_1108715572511398_819571476813994511_n.png

 

Mais uma vez, o movimento folclórico nacional encontrará um espaço de reflexão e debate sobre algumas das temáticas que ocupam, hoje, um lugar de destaque no panorama da cultura tradicional e popular portuguesa e a sua salvaguarda. Esta edição do Congresso estará subordinada ao tema «Folclore: entre o material e o imaterial» e insere-se no plano plurianual de atividades da Federação do Folclore Português. Assumese enquanto momento reflexivo da abrangente temática que envolve a ação dos vários agentes do movimento folclórico nacional e que com eles interagem.

Objetivo geral do congresso:

A realização do presente congresso consiste em analisar e debater as relações entre as vertentes material e imaterial do património cultural, no âmbito do folclore, visando delinear uma visão clara desta problemática justapondo e confrontando as perspetivas institucionais da FFP e da UNESCO.

No contexto nacional, tem-se assistido, recentemente, ao surgimento de diversos projetos de classificação patrimonial da humanidade, no âmbito da UNESCO, respeitante a manifestações culturais tradicionais e populares. Também é conhecida a emergência de novos projetos/intensões a este respeito dispersos um pouco por todo o território nacional. Entender este fenómeno, analisar a viabilidade de tais projetos, discutir os processos que estes implicam, estabelecer uma eventual relação direta com o campo de ação dos grupos de folclore e descortinar prováveis benefícios/oportunidades inovadoras que a promoção do património imaterial poderá assumir no contexto das comunidades e das suas forças vivas parece ser uma temática de crescente interesse para o movimento folclórico nacional e que vale a pena explorar.

De igual modo, nesta sociedade pós-moderna em que vivemos, testemunha-se a emergência de um novo fenómeno social entre as crianças e jovens da era digital. A sua manifesta falta de interesse pelas temáticas do património cultural imaterial é uma realidade profundamente sentida no quotidiano dos grupos de folclore. Pretende-se explorar esta problemática encontrando ferramentas que atenuem, ou mesmo contrariem, esta tendência nefasta para a transmissão dos valores e da matriz identitária nacional para as futuras gerações.

Objetivos específicos:

1- Debater os conceitos do património cultural imaterial à luz da FFP e da UNESCO.

2- Identificar pontos-chave/fortes que cada forma de entendimento poderá oferecer à outra.

3- Compreender o modo como cada área pode beneficiar a outra de forma sustentada e frutífera.

4- Promover, incentivar e divulgar o debate e desenvolvimento de novas ideias e conceitos sobre a exploração do potencial do património cultural imaterial, nas suas diversas dimensões, pelas associações culturais (grupos/ranchos folclóricos ou etnográficos).

5- Refletir sobre o processo de valorização da cultura tradicional e popular na perspetiva do artesão.

6- Conhecer a opinião e auscultar os participantes em relação ao seu entendimento da relação que deva existir entre os grupos de folclore e o património cultural imaterial.

7- Debater e propor ferramentas e mecanismos de sensibilização e mobilização dos jovens no processo de salvaguarda e divulgação da cultura popular e tradicional.

Data: 10 e 11 de dezembro de 2016

Local: Teatro José Lúcio da Silva - Leiria

Organização:

- Federação do Folclore Português

- (CTR Alta Estremadura)

- Apoio: Câmara Municipal de Leiria

FOLCLORE: ENTRE O MATERIAL E O IMATERIAL

10 de Dezembro de 2016

08:30 - Abertura do Secretariado

Monitor de Continuidade: Rodrigo Sousa Martins

Apoio: Ana Rita Leitão & Dinis Correia Mateus

09:00 - Acolhimento dos congressistas e convidados

09:15 - Sessão solene de abertura Presidente da Assembleia Geral da FFP | Inspetor António Lopes Pires

09:45 - Alocução ao congresso

Presidente da Federação do Folclore Português | Fernando Ferreira

10:00 - I PAINEL

Dualidades entre o material e o imaterial

Moderador: Dr. António Gabriel (Vice-presidente da FFP; Conselheiro Técnico Regional, Conselho Científico e Conselho Técnico Nacional da FFP)

Comissão Nacional da UNESCO em Portugal - Dr.ª Clara Bertrand Cabral

Federação do Folclore Português - Doutor Daniel Calado Café

11:15 - Intervalo

11:30 - Debate

13:00 - Almoço | Estádio Municipal de Leiria, Dr. Magalhães Pessoa

- II PAINEL

Procedimentos de Inventário e de Classificação

Moderador: Dr.ª Ana Rita Leitão

(Mestre em Política Cultural Autárquica; Vice-presidente da FFP; Diretora de Zona e Conselho Técnico Nacional da FFP)

Direção Geral do Património Cultural - (Divisão do Património Cultural Imaterial) |

O Inventário Nacional do Património Cultural Imaterial - Procedimentos de Inventário e Registo de Bens Culturais

Inventário Nacional do Património Cultural Imaterial - Palitos de Lorvão |

Município de Penacova, Grupo Folclórico “As Paliteiras” de Chelo e Grupo Etnográfico de Lorvão

Património Cultural Imaterial classificado pela UNESCO - Desafios da pós-inscrição - Dr. Paulo Lima | Casa do Cante de Serpa| Antropólogo; coordenador das candidaturas do Cante e do fabrico dos Chocalhos

16:00 - Debate

16:30 - Intervalo

17:00 - III PAINEL

Abordagens Complementares ao Património Cultural

Moderador: Dr.ª Maria Emília Francisco

(Folclorista; Sócia Auxiliar da FFP; Conselheira Técnico Regional)

ADXTUR | Agência para o Desenvolvimento Turístico das Aldeias do Xisto - Dr. Rui Simão

Ecomuseu de Albergaria-a-Velha | Rota dos Moinhos - Dr. Delfim Bismarck

Artesanato em tranças de palha | Rancho de Sto André de Vila Boa de Quires | Marco de Canavezes

18:30 – Debate

19:30 - Jantar | livre

21:30 - Serão - Ciclo de (con)vivências estremenhas | Teatro José Lúcio da Silva 11 de Dezembro de 2016

08:30 - Abertura do Secretariado Monitor de Continuidade: Rodrigo Sousa Martins Apoio: Ana Rita Leitão & Dinis Correia Mateus

09:00 - Acolhimento dos congressistas e convidados

09:15 - Sessão solene de abertura do ato eleitoral pelo sr. Presidente da Assembleia Geral da FFP

09:30 - IV PAINEL Criação de novas memórias assentes no património

Moderador: Doutor Daniel Calado Café

(Mestre e Doutor em Museologia; Vice-presidente da FFP; Conselheiro Técnico Regional, Conselho Científico e Conselho Técnico Nacional da FFP)

Trajar do Povo em Portugal - Virginie Vila Verde

Memórias Fotográficas - Adélio Amaro & Miguel Narciso

10:30 - Debate

11:00 - Intervalo

11:15 Motivação: instrumentos para encarar e abordar o património cultural - Dr. Alfredo Leite

12:30 - Encerramento do ato eleitoral

13:00 - Almoço | Estádio Municipal de Leiria, Dr. Magalhães Pessoa

15:00 - Apresentação do resultado do ato eleitoral

Leitura das conclusões do congresso nacional

Sessão solene de encerramento do congresso



publicado por Carlos Gomes às 17:05
link do post | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Maio 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11


20
25

26
27
28
29
30
31


posts recentes

CASA DO MINHO REALIZA EM ...

CASAS REGIONAIS EM LISBOA...

METROPOLITANO DE LISBOA A...

BLOGUE DE LISBOA FAZ PARC...

FIA LISBOA – HÁ MAIS DE 3...

PAN REDUZ PEGADA ECOLÓGIC...

ARROZ DE CABIDELA JUNTA M...

DURIENSES EM CARNAXIDE RE...

MUSEU BORDALO PINHEIRO É ...

PAN NÃO VAI EM TOURADAS

LISBOA RECEBEU GALA DO CI...

PORTUGUESES NÃO CONFIAM N...

CONVENTO DOS CARDAES ASSI...

PAN VAI DAR UMA VASSOURAD...

EDP LISBOA A MULHER E A V...

PAN QUER PROTEGER CAVALOS...

CASA DO MINHO EM LISBOA L...

PAN FAZ CAMPANHA ELEITORA...

PAN ALCANÇA IMPORTANTE VI...

LISBOA É CAPITAL DO REGIO...

LISBOA É A CAPITAL DO ART...

SANTANA LOPES E PAULO SAN...

CASA DO CONCELHO DE TOMAR...

GRUPO MUNICIPAL DO PAN IN...

PAN NÃO QUER BEATAS NA RU...

REGIONALISMO EM MOVIMENTO...

PAN APRESENTA DECLARAÇÃO ...

ASSOCIAÇÃO DAS CASAS REGI...

MINHOTOS LEVAM FOLCLORE À...

PAN QUER QUE O GOVERNO DE...

V FESTA DAS COLECTIVIDADE...

MINHOTOS LEVAM FOLCLORE A...

CASTRO DAIRE ABRAÇA LISBO...

NO MÊS DE MAIO A MAGIA DA...

TENOLOGIA FOTÓNICA DA UNI...

CASA DO CONCELHO DE TOMAR...

METRO DE LISBOA E CÂMARA ...

CASA DO CONCELHO DE ARCOS...

PAN QUER DIREITO DE VOTO ...

PAN QUER LÍNGUA GESTUAL P...

OEIRAS: RANCHO FOLCLÓRICO...

PAN REALIZA EM LISBOA CON...

METROPOLITANO DE LISBOA A...

PAN PROMOVE MEGA AÇÃO DE ...

METRO DE LISBOA CELEBRA D...

JANTAR DE CONFRATERNIZAÇÃ...

MINHOTOS EM LISBOA CELEBR...

MOITA VAI AOS TOIROS!

COMUNIDADE MOLDOVA RECEBE...

CANTORA MOLDOVA ADRIANA O...

arquivos

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

tags

todas as tags

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds