Blogue de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes de Lisboa e arredores
Terça-feira, 22 de Novembro de 2016
FEDERAÇÃO DO FOLCLORE PORTUGUÊS: LISTA "B" DIVULGA PROGRAMA

Lista B – “Uma Federação Maior e Melhor. Agora!”

Linhas Programáticas

Depois de anunciada a existência desta lista candidata aos Órgãos Sociais da Federação do Folclore Português (FFP), para o triénio 2017/2019, eis que surge o momento de divulgarmos as linhas programáticas do nosso projeto. Duas notas prévias, porém, aos que irão ler as ideias que convosco partilhamos de seguida.

15178114_115917245559414_2296654762289158487_n.jpg

Ponto 1, estas linhas que aqui vos deixamos não são ainda o nosso projeto final, tal é a quantidade de sugestões que nos têm chegado, e que iremos a breve trecho apresentar ao movimento. Aqui e agora apenas vos iremos apresentar os princípios que nortearão e que guiarão esta equipa no seu trabalho futuro em prol da FFP e do Folclore português.

Ponto 2, nas ideias e no projeto que vos iremos apresentar, não nos cingiremos a uma visão a curto prazo. Temos um projeto alicerçado numa visão de 3 a 6 anos para a FFP e numa equipa completamente nova e rejuvenescida. Estamos certos, e todos certamente concordarão, que não faz sentido propor uma nova forma de estar, de ser e de fazer para a instituição e para o movimento apresentando o mesmo elenco de há anos a esta parte. Quem observar de perto, verá que a renovação está aqui. A juventude terá de ser sempre vista como uma virtude, nunca como um defeito e, na nossa lista temos juventude. Mas também experiência, traquejo e conhecimento de anos e anos e de quilómetros percorridos no Folclore.

Posto isto, fizemos questão que as linhas programáticas começassem pela base, pelo AEIOU - Avaliar, Estruturar, Investir, Organizar e Unir. Consideramos que muito foi feito nestes quase 40 anos da FFP. Nem sempre bem, nem sempre a seu tempo, mas existiram coisas muito boas e muito bem-feitas. Contudo, e se queremos começar de novo, com uma nova equipa, com um novo figurino, dando uma nova aragem à instituição e ao movimento, decidimos começar pelo básico, por este AEIOU.

Assim, propomos fazer uma Avaliação exaustiva do movimento folclórico nacional e da própria FFP, como um todo. Esta avaliação permitir-nos-á tomar o pulso ao movimento folclórico nacional, federado e não federado, e estruturar todo o trabalho do mandato. Alguns problemas e algumas lacunas estão já identificadas, avaliadas e o plano de ação estruturado. Este passo inicial de avaliação permitirá complementar esse trabalho efetuado e, Estruturar o trabalho a desenvolver.

Ao longo dos últimos anos muito se tem falado sobre a saúde financeira da FFP. Consideramos que esse é um dos maiores erros de interpretação que foram cometidos no último mandato. O Investimento que preconizamos não é forçosamente financeiro! Podemos investir nas pessoas, nos Grupos, nas relações, na proximidade, nos afetos! Nos últimos anos a FFP afastou-se dos Grupos, afastou-se das pessoas. Tem a FFP o ónus de ganhar novamente esse terreno que perdeu, chegar aos Grupos, federados e não federados, chegar aos elementos dos Grupos e não apenas aos Presidentes e Diretores. Fazer ver a todos que a FFP não é uma instituição distante (aqui, referimo-nos às relações e aos afetos, não apenas à distância quilométrica a Arcozelo!), mas que deverá ser cada vez mais uma instituição próxima, amiga, cooperante e não-punitiva.

A Federação carece de uma profunda Organização! O modelo de proximidade que temos na FFP tem já vários anos. O modelo de Plano de Atividades outros tantos.

O que nos propomos é reorganizar o modelo de governo e representação da FFP e, repensar o mapa de Zonas e de Conselhos Técnicos Regionais. Por outro lado, propomo-nos a novas organizações, além das que manteremos, como a Feira Rural ou a Peregrinação Nacional a Fátima, o Desfile do Traje Popular Português e os Congressos Nacional e da Juventude, desta feita em estreita colaboração com as Associações de Folclore Regionais e os próprios Grupos.

No seguimento do passo inicial de avaliação, pode surgir a necessidade de organizações de eventos ou formações específicas em temáticas que o movimento identifique como úteis e/ou necessárias. Gostaríamos também de promover um Programa de Financiamento anual aos Grupos, sob a forma de concurso, onde os Grupos pudessem ir buscar algumas verbas para realizações de eventos, lançamento de obras (discográficas e/ou bibliográficas), recuperação de espólio, abertura de espaços museológicos, etc. Pensamos ser uma ideia exequível com o plano traçado de 3 a 6 anos, que requer alguma engenharia financeira por forma a não colocar a instituição em risco, mas que seria certamente a “semente” que muitos Grupos necessitam para poderem ir buscar verbas próprias (referimo-nos aqui ao rendimento obtido da comercialização de obras discográficas e/ou bibliográficas, e abertura ao público de espaço museológicos) de apoio e financiamento à sua própria atividade.

E por fim, Unir. Esta eleição tem tido um tom muito crispado que em nada abona para o movimento. Além deste tom, tem-se vindo a agudizar mais e mais nos últimos anos a dicotomia “federado / não-federado”, “representativo / não-representativo”, “acima do Mondego / abaixo do Mondego”. Esta candidatura quer ser inclusiva (não é por os ignorarmos que os Grupos menos representativos vão desaparecer ou deixar de fazer um mau serviço ao Folclore), apaziguadora (todos queremos o mesmo, o melhor para o movimento folclórico nacional), descentralizadora (os Grupos têm de sentir a FFP perto de si) e mobilizadora (todos somos poucos para engrandecer a FFP e o movimento). No dia seguinte às eleições, todos teremos o mesmo objetivo: ajudar quem ganhar a fazer um bom trabalho! Numa palavra, União!

Como já referimos, o projeto da Lista B está alicerçado numa visão de 3 a 6 anos para a FFP. Este projeto detalhado que apresentaremos em breve será claro, objetivo, inclusivo e calendarizado, baseado nestas linhas programáticas. A equipa para concretizar o projeto que apresentaremos é jovem, auxiliada pela experiência, e dinâmica, com ideias e com projetos.

Da nossa parte, lista B, apresentaremos o nosso projeto com clareza e tendo a ambição de sermos a lista vencedora no dia 11 de dezembro. Do dia 12 de dezembro em diante, o nosso compromisso é estar com todos e receber no seio desta equipa, todos aqueles que queiram trabalhar em prol de um movimento forte e representativo e de uma Instituição dinâmica e credível. Enfim, “Uma Federação maior e melhor. Agora!”.



publicado por Carlos Gomes às 13:53
link do post | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Novembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
13
14

17
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


posts recentes

PAN QUESTIONA ALEMANHA SO...

CASA DO CONCELHO DE TOMAR...

GOESES DANÇAM NA CASA DAS...

PAN TOMA POSIÇÃO EM RELAÇ...

PAN QUER DESPENALIZAR EUT...

PAN QUER CORREDORES E ABR...

LUÍS ESTEVES, PRESIDENTE ...

PAN PEDE REVOGAÇÃO DA AUT...

PAN QUER AUDIÇÕES URGENTE...

PAN PEDE AUDIÇÃO SOBRE O ...

PAN AVANÇA COM AS PRIMEIR...

PAN QUESTIONA O GOVERNO S...

METRO LEVA CINEMA AO CAIS...

BANDAS FILARMÓNICAS DESFI...

TOMARENSES CONFRATERNIZAM...

METROPOLITANO DE LISBOA A...

PROGRAMA DE GOVERNO ACOLH...

CASA DO CONCELHO DE TOMAR...

PAN QUER PORTUGAL A SEGUI...

METRO DE LISBOA ASSINALA ...

METRO CELEBRA DIA MUNDIAL...

O QUE DISSE ANDRÉ SILVA, ...

METRO CELEBRA DIA MUNDIAL...

METRO DE LISBOA APOSTA NA...

METROPOLITANO DE LISBOA R...

ESTUDO DA INTRUM REVELA Q...

JORNADAS EUROPEIAS DO PAT...

METRO DE LISBOA ADERE À D...

OUTLOOK DO RATING DO METR...

TOMARENSES EM LISBOA CONF...

FEDERAÇÃO DO FOLCLORE POR...

CASA DO CONCELHO DE TOMAR...

ALFRAGIDE REALIZA FEIRA S...

ALDEIAS DE CRIANÇAS SOS C...

METRO REALIZA CONCURSO DE...

FEDERAÇÃO DO FOLCLORE POR...

METRO DE LISBOA REFORÇA P...

MOVIMENTOS CÍVICOS CONTRA...

METROPOLITANO DE LISBOA V...

METRO DE LISBOA ASSINALA ...

CENTRO NACIONAL DE CULTUR...

PAN APRESENTA PROGRAMA EL...

METRO DE LISBOA COMEMORA ...

ARGANILENSES EM LISBOA RE...

PAN INSTA GOVERNO A INTER...

PAN CONTESTA ENCONTRO EM ...

PAN ENTREGA LISTA DE CAND...

ESTAÇÃO BAIXA-CHIADO CELE...

COMUNIDADE ROMENA DA REGI...

INVESTIGAÇÃO DA UNIVERSID...

arquivos

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

tags

todas as tags

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds