Blogue de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes de Lisboa e arredores
Domingo, 22 de Junho de 2014
GALEGO ESPINHEIRA FOI O CRIADOR DA GINJINHA, A BEBIDA TÍPICA DE LISBOA

A ginjinha, atualmente considerada a bebida mais típica de Lisboa, foi ao que consta, criação de um galego de nome Espinheira que, a conselho de um frade da Igreja de Santo António, fez a experiência de deixar fermentar ginjas dentro de aguardente, juntando-lhe açúcar, água e canela. E o êxito foi tal que a bebida se tornou num dos ex-líbris da capital e o seu estabelecimento, ao Largo de São Domingos, ponto de passagem obrigatório de todos quantos visitam a cidade, inclusive os turistas estrangeiros. Na realidade, já em meados do século XIIII existiam em Lisboa estabelecimentos que vendiam ginjas mergulhadas em aguardente, porventura ainda sem a receita que o Espinheira viria a criar.

Não obstante, o sucesso do galego Espinheira levou ainda à abertura em Lisboa de outros estabelecimentos a vender este licor. Além da referida “A Ginjinha Espinheira”, temos ainda a Ginjinha Sem Rival e a Ginjinha Popular, ambas na rua das Portas de Santo Antão; a Ginjinha Rubi, na rua Barros Queirós; a Licorista, na rua dos Sapateiros; a Casa das Limonadas, na rua Nova d Almada; a Tendinha do Rossio que foi célebre pela voz de Hermínia Silva e O Pirata, no largo dos Restauradores, que se tornou famoso pelos seus cocktails “pirata” e “perna-de-pau” produzidos à base de vinho generoso gaseificado.

À semelhança do capilé e outras bebidas e refrescos típicos dos finais do século XIX e começos do século XX, o licor de ginja ou ginjinha, começou por ser uma bebida da classe burguesa em virtude do seu elevado preço. Porém, foi aos poucos aparecendo nalgumas tabernas lisboetas passando a ser consumida pelas classes populares.

Com sabor aromático e de graduação alcoólica equilibrada, a ginjinha deve ser bebida á temperatura ambiente. Antes de se servir, deve a garrafa ser fortemente agitada. Pedida ao balcão, é servida “com elas” ou “sem elas”, o mesmo é dizer com ou sem o fruto no fundo do copo.

Originária da Ásia Menor, a cultura da ginja é conhecida em Portugal pelo menos desde o século XV. As de Óbidos e de Ourém contam-se entre as mais afamadas ginjinhas do nosso país.

RECEITA

1 kg açúcar

1 kg ginja

2,5 l aguardente

1 pau canela

Lave as ginjas, seque-as e retire os pés (mas não os caroços). Coloque as ginjas numa garrafa de licor com a boca um pouco larga, cubra com o açúcar, o pau de canela e no fim a aguardente. Tape a garrafa hermeticamente.

Guarde a garrafa num lugar escuro e agite diariamente durante a primeira semana. Deixe descansar durante três meses até que os sabores estejam totalmente incorporados no álcool. Agora a ginjinha está pronta a ser bebida, mas é muito melhor após um ano. Sirva com algumas ginjas em cada copo.

ginjalisboa003

Foto: http://www.cafeportugal.pt/



publicado por Carlos Gomes às 01:29
link do post | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Maio 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11


20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


posts recentes

ARROZ DE CABIDELA JUNTA M...

DURIENSES EM CARNAXIDE RE...

MUSEU BORDALO PINHEIRO É ...

PAN NÃO VAI EM TOURADAS

LISBOA RECEBEU GALA DO CI...

PORTUGUESES NÃO CONFIAM N...

CONVENTO DOS CARDAES ASSI...

PAN VAI DAR UMA VASSOURAD...

EDP LISBOA A MULHER E A V...

PAN QUER PROTEGER CAVALOS...

CASA DO MINHO EM LISBOA L...

PAN FAZ CAMPANHA ELEITORA...

PAN ALCANÇA IMPORTANTE VI...

LISBOA É CAPITAL DO REGIO...

LISBOA É A CAPITAL DO ART...

SANTANA LOPES E PAULO SAN...

CASA DO CONCELHO DE TOMAR...

GRUPO MUNICIPAL DO PAN IN...

PAN NÃO QUER BEATAS NA RU...

REGIONALISMO EM MOVIMENTO...

PAN APRESENTA DECLARAÇÃO ...

ASSOCIAÇÃO DAS CASAS REGI...

MINHOTOS LEVAM FOLCLORE À...

PAN QUER QUE O GOVERNO DE...

V FESTA DAS COLECTIVIDADE...

MINHOTOS LEVAM FOLCLORE A...

CASTRO DAIRE ABRAÇA LISBO...

NO MÊS DE MAIO A MAGIA DA...

TENOLOGIA FOTÓNICA DA UNI...

CASA DO CONCELHO DE TOMAR...

METRO DE LISBOA E CÂMARA ...

CASA DO CONCELHO DE ARCOS...

PAN QUER DIREITO DE VOTO ...

PAN QUER LÍNGUA GESTUAL P...

OEIRAS: RANCHO FOLCLÓRICO...

PAN REALIZA EM LISBOA CON...

METROPOLITANO DE LISBOA A...

PAN PROMOVE MEGA AÇÃO DE ...

METRO DE LISBOA CELEBRA D...

JANTAR DE CONFRATERNIZAÇÃ...

MINHOTOS EM LISBOA CELEBR...

MOITA VAI AOS TOIROS!

COMUNIDADE MOLDOVA RECEBE...

CANTORA MOLDOVA ADRIANA O...

TOMARENSES REÚNEM-SE EM L...

25 DE ABRIL NÃO FOI SÓ CR...

INTERVENÇÃO DO DEPUTADO A...

RIO DE MOURO COMEMORA 25 ...

MOITA RECEBE BAILADO “NA ...

MINHOTOS EM LISBOA CELEBR...

arquivos

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

tags

todas as tags

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds