Blogue de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes de Lisboa e arredores
Quarta-feira, 10 de Janeiro de 2018
“MAFARO”, O CAPÍTULO MAIS BRILHANTE DE ANDRÉ ABUJAMRA

“Alegria – Sentimento de grande contentamento que se pode manifestar por sinais exteriores; Felicidade, Gáudio, Júbilo, Regozijo”. É este o significado de “Mafaro”, palavra do dialeto do Zimbabué, que dá o título ao mais recente single, e álbum, de André Abujamra. Em “Mafaro” sobressaem os elementos, referências e sonoridades africanas assim como a riqueza instrumental e a letra cáustica num tema onde, uma vez mais, sai reforçado o talento do cantor e multi-instrumentista brasileiro.

15.07.2012 - Diamantina/MG - Festival de Inverno UFMG- Andre Abujamra Mafaro ©Julia Lanari

Ao longo de quase quatro décadas de carreira do universo de André fazem parte experiências no teatro, no cinema, na televisão e, especialmente, na música tendo triunfado e sido premiado em todas elas. Apresentou-se ao público nacional com os temas “A Origem” e “Imaginação”, tendo arrebatado o coração e a alma de todos numa noite memorável, na sala B.Leza, no único concerto que deu em Portugal em 2017.

André Cibelli Abujamra é, muito possivelmente, um dos artistas mais versáteis do Brasil. Homem de mil talentos, e de inspiração infinita, a ele pertencem alguns dos projetos e criações mais extraordinários da música, teatro, televisão e cinema brasileiro.

Estudou ópera. Cursou regência na FAAM, em São Paulo, e embora não tenha concluído extraiu daí preciosos ensinamentos para a restante carreira.

Inicia a sua carreira na década de 80. Juntamente com Maurício Pereira fundou a banda “Os Mulheres Negras”, denominando-se o duo como “a terceira menor big band do mundo”. Com este projeto editou dois discos: “Música e Ciência” (1988) e “Música Serve pra Isso” (1990). Depois de uma pausa, e de outros projetos terem surgido, encontram-se agora em plena gravação de um novo trabalho de originais.

Mas este não foi a única banda de André. Pouco tempo depois nascem os Karnak. Aqui os tradicionais e os modernos sons brasileiros misturaram-se com o rock, o pop e a música eletrónica. A ideia ganhou forma no decorrer de uma viagem ao Egipto depois de Abujamra ter despertado para a diversidade de sons e instrumentos inerentes às diferentes culturas e países. Nesta viagem André visitou uma pequena vila onde existe um complexo de antigos templos do Egipto. E qual o nome desta vila? Nada mais, nada menos, do que…Karnak.

Entre 1994 e 2006 editaram quatro discos e um documentário (intitulado “O Livro Multicolorido de Karnak”). É impossível não destacar o registo de estreia e a sua fantástica recepção junto da crítica especializada nacional e internacional. Foi, inclusivamente, incluído na lista dos 10 Melhores Álbuns de Latin Rock de sempre pela prestigiada revista Rolling Stone.

Mas irrequieto e criativo como é André Abujamra seria apenas uma questão de tempo até apostar numa carreira a solo. Entre 2004 e 2015 edita quatro álbuns, estando o quinto capítulo desta história previsto para meados de 2018.

Para falar de André Abujamra é também falar de teatro, televisão e cinema. No primeiro assinou diversas peças, as suas trilhas venceram sete prémios da reputada Associação dos Produtores de Espetáculos Teatrais de São Paulo (APETESP) e foi o mais novo vencedor de sempre do prémio Molieré (com a peça “Encontrar-se”).

Enquanto ator participou em dez filmes e em sete produções televisivas, nomeadamente “Saramandaia” e “Agora é Tarde” onde liderou a banda do talk-show apresentado pelo comediante Rafinha Bastos.

Por sua vez no cinema compôs a trilha sonora de mais de cinco dezenas de filmes brasileiros tendo sido premiado, em quatro ocasiões diferentes, no Festival de Cinema de Gramado e no Grande Prémio do Cinema Brasileiro por duas vezes também. Por entre a vastíssima lista de obras com contributos seus destaca-se “Castelo Rá-Tim-Bum”, série infanto-juvenil de muito sucesso da TV Cultura.

Abujamra já percorreu o mundo. Já encantou multidões. Já fez sonhar miúdos e graúdos. Já explorou os cantos e recantos do globo, usando o que aprendeu nas diferentes viagens para enriquecer ainda mais as suas obras. E em 2017 deu o derradeiro passo: apresentar-se perante o público português. A mítica sala B.Leza, em Lisboa, foi pequena para todos aqueles que quiseram entrar no universo do cantor e multi-instrumentista brasileiro.

Agora é tempo de um novo capítulo da odisseia de André Abujamra: “Mafaro” é um tema especial que agora entra, definitivamente, na mente e no coração dos portugueses.

Citação da Rolling Stone (EUA) sobre o disco “Karnak” (1994):

“Uma tapeçaria exuberante de internacionais idiomas funky, o primeiro LP do grupo de São Paulo resume a fome ilimitada do Brasil por todo o tipo de música - do reggae brasileiro aos cantos do Médio Oriente. Uma obra-prima subestimada, do começo ao fim.”


tags: ,

publicado por Carlos Gomes às 15:25
link do post | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Dezembro 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
12
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


posts recentes

PAN QUER MITIGAR IMPACTOS...

FRANCISCO GUERREIRO É O C...

METRO DE LISBOA ACOLHE AL...

PAN LISBOA QUER OBSERVATÓ...

CASA DO CONCELHO DE TOMAR...

PAN QUER ALTERAR CÓDIGO P...

QUEM PODE EM LISBOA CIRCU...

PADRE HIMALAYA VIVEU NA A...

JARDIM ZOOLÓGICO ESTÁ NA ...

METRO DE LISBOA CELEBRA O...

LOURES VAI OUVIR CANTARES...

BLOGUE DE LISBOA DESEJA B...

YOUTUBER RIC FANZERES EST...

ALFRAGIDE FOI OUVIR CANTA...

FILARMÓNICA DE OLIVENÇA D...

MINHOTOS EM LISBOA CANTAM...

BANDAS FILARMÓNICAS DESFI...

LISBOA ACOLHE EXPOSIÇÃO “...

YOUTUBER RIC FAZERES VAI ...

METROPOLITANO DE LISBOA L...

QUAL A IMPORTÂNCIA DA PRE...

OE 2019: PAN ASSEGURA A C...

MINHOTOS EM LOURES CANTAM...

BANDAS FILARMÓNICAS DESFI...

IVA DA TOURADA REDUZ PARA...

METROPOLITANO APOSTA NA M...

PARLAMENTO VOLTA A REJEIT...

FEDERAÇÃO DO FOLCLORE POR...

MINHOTOS EM LISBOA CANTAM...

PARLAMENTO REJEITA PROPOS...

AGÊNCIA PORTUGUESA DO AMB...

BANDAS FILARMÓNICAS DESFI...

PAN CONSEGUE CONTRATAÇÃO ...

PAN CONQUISTA DOIS MILHÕE...

HINO DA RESTAURAÇÃO (1861...

PORTUGAL CELEBRA DIA DA R...

CASA DO CONCELHO DE ARCOS...

MINHO EM FESTA NO ANTIGO ...

BOMBOS DE ATEI (MONDIM DE...

CONGRESSO DO BOMBO REÚNE ...

FEDERAÇÃO DO FOLCLORE POR...

NATAL CHEGA A LOURESHOPIN...

PAN QUESTIONA GOVERNO ACE...

ANTIGO MUSEU DOS COCHES R...

FILARMÓNICA DE OLIVENÇA D...

FALTA DE MEMÓRIA EM ESPAN...

VAI HAVER SARRABULHO EM L...

GRUPO FOLCLÓRICO VERDE MI...

ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE ...

CASA DE TOMAR EM LISBOA R...

arquivos

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

tags

todas as tags

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds