Blogue de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes de Lisboa e arredores
Quarta-feira, 12 de Setembro de 2018
PAN QUER O FIM DA CAÇA À RAPOSA

PAN quer o fim da caça à raposa e a interdição de caça com recurso à paulada e com matilhas

•        PAN acompanha indignação social por ainda ser permitido caçar raposas

•        Métodos cruéis uma vez que é permitido matar raposas e outros animais à paulada ou através do processo a corricão

•        Incoerência legal porque em Portugal são proibidas as lutas entre animais

•        A luta entre uma raposa e 40 cães não é menos censurável que uma luta entre dois cães

O PAN acaba de apresentar dois projetos de lei, um que determina o fim da caça à raposa e um outro que interdita a utilização de métodos de caça com violência acrescida como são a caça à paulada e com recurso a matilhas. As iniciativas do PAN acompanham a petição do Movimento pela Abolição da Caça à Raposa, um movimento de cidadãos, que promoveu uma petição com o mesmo fim, tendo recolhido mais de 10 000 assinaturas num curto espaço de tempo.

Segundo este Movimento esta é uma atividade bárbara e cruel uma vez que é permitido aos caçadores matar as raposas à paulada ou através do processo a corricão. O processo de caça a corricão é aquele em que o caçador se desloca a pé ou a cavalo para capturar espécies exploradas para fins cinegéticas com o auxílio de cães de caça, com ou sem pau, no qual podem ser utilizados até 50 cães, a designada matilha.​

Os cães, neste caso, funcionam como arma contra a raposa, isto porque se trata de luta entre os cães e a presa que resulta na morte ou quase morte desta. A verdade é que no decurso deste ato muitas são as vezes em que também os cães usados acabam por sucumbir ou ficar gravemente feridos.

Esta situação consubstancia uma verdadeira incoerência legal já que o Decreto-Lei n.º 315/2009, de 29 de Outubro, no seu artigo 31.º, vem já proibir a luta entre animais. Note-se, proíbe a luta entre animais e não somente a luta entre cães. No entanto, no seu nº 4, exceciona desta regra “qualquer evento de caracter cultural”, o que acaba por legitimar a possibilidade de luta entre cães e raposas, como neste caso.

O legislador considerou censurável a promoção de luta entre animais, designadamente entre cães, por concluir que a mesma é degradante para o ser humano e pode potenciar o carácter agressivo de determinados animais. Para o PAN a luta entre um cão, ou 30 cães, e uma raposa não é menos censurável. Fazendo os cães e a raposa parte da mesma família (canidae) não se percebe que uns mereçam proteção e outros não.

Da mesma forma não se compreende que seja necessário empregar um meio como o pau para caçar, ou seja, para matar uma raposa. Existem outras formas menos violentas de o fazer, pelo que não encontra justificação à luz dos valores do século XXI para que tal meio de caça continue a ser legal. Estas violências perpetradas contra as raposas têm gerado forte indignação dos cidadãos que muitas vezes desconhecem que é possível caçar raposas e muito menos da forma que é possível fazê-lo.



publicado por Carlos Gomes às 11:44
link do post | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Setembro 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11


23
24
25
26
27
28
29

30


posts recentes

GRUPOS DE FOLCLORE DEIXAM...

PAN QUER RÓTULOS DE AZEIT...

PAN EXIGE ESCLARECIMENTOS...

RIO DE MOURO: ISTO NÃO É ...

MARVILA DÁ VOZ AO FADO

PAN AGENDA INICIATIVAS PO...

GOESES PEREGRINAM À ANTIG...

JÁ SE CIRCULA DE BICICLET...

METRO FAZ CAMPANHA JUNTO ...

MINHOTOS FAZEM PROCISSÃO ...

PARÓQUIAS DA PÓVOA DE SAN...

METRO PROMOVE SEMANA DA M...

TRAJE POPULAR DESFILA EM ...

LOURES REALIZA FESTIVAL D...

CASA DO CONCELHO DE CASTR...

ARGANILENSES LEVAM FOLCLO...

SÃO AS “FAKE NEWS” O NOVO...

METROPOLITANO DE LISBOA A...

PAN VAIA ESPANHA PROTESTA...

PAN QUER O FIM DA CAÇA À ...

PAN QUESTIONA MEDICAÇÃO P...

NEM TUDO O QUE O PAPA FRA...

MINHOTOS FESTEJAM 39 ANOS...

ARGANILENSES LEVAM FOLCLO...

MINHOTOS EM LISBOA DANÇAM...

TRAJE POPULAR DESFILA EM ...

AMADORA RECEBE HOJE FESTI...

FOLKLOURES'19: GOESES APR...

TRAJE POPULAR DESFILA EM ...

CARTA DE UM CATEQUISTA AO...

TOMAR PROMOVE EM LISBOA P...

MINHOTOS NA AMADORA ORGAN...

QUANDO VAI LISBOA ACABAR ...

METRO REABRE ÁTRIO SUL DA...

CONVENTO DE S. PEDRO DE A...

FOLCLORE JUNTA JOVENS EM ...

PAN VAI NA MARCHA MUNDIAL...

METRO SUBSTITUI ESCADAS R...

AGENDA CULTURAL DE LISBOA...

ARGANILENSES REALIZAM EM ...

METRO PROMOVE VISITAS GUI...

TROÇO DO METRO ALAMEDA / ...

TOMAR PROMOVE EM LISBOA P...

METRO DE LISBOA REFORÇA P...

FREGUESIAS EXTINTAS PODEM...

DIA NACIONAL DAS BANDAS F...

FEDERAÇÃO DO FOLCLORE POR...

CASA DO MINHO EM LISBOA L...

GALEGOS EM LISBOA APRESEN...

BAIRRO LISBOETA DA BELA F...

arquivos

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

tags

todas as tags

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds