Blogue de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes de Lisboa e arredores
Quarta-feira, 14 de Fevereiro de 2018
PORTUGAL ASSINALA DIA NACIONAL DO DOENTE CORONÁRIO

Dia Nacional do Doente Coronário. Enfarte do Miocárdio: novo estudo revela que portugueses estão mais conscientes sobre a doença

A maioria dos portugueses está familiarizada com os fatores de risco, sintomas e tratamento de Enfarte Agudo do Miocárdio (EAM), no entanto, ainda há muitas pessoas a desvalorizar a Diabetes como fator de riscoassociado a esta doença. Estas são as principais conclusões de um estudo realizado pela Pitagórica, uma empresa de investigação eestudos de mercado, em parceria com a iniciativa globalStent Save a Life, que marcao fim da Stent For Life.

image001

Para assinalar o Dia Nacional do Doente Coronário, que se comemora hoje, dia 14 de fevereiro, a iniciativaStent Save a Lifeacaba de divulgar as principais conclusões do maior estudo elaborado em Portugal sobre o Enfarte Agudo do Miocárdio.

De acordo com os últimos dados, recolhidos em 2012, mais de dois terços da população não conhecia os sintomas de EAM e apenas um terço dos doentes utilizava o 112 para ser encaminhado para um hospital e receber a assistência médica mais adequada.

Atualmente, pode dizer-se que aumentou o conhecimento das pessoas em relação a este tipo de Enfarte e que, dos 1044 indivíduos inquiridos neste novo estudo, 95% associaram a “dor no peito” a esta doença, contrariando os 85% obtidos em 2012.

Além disto, verificou-se que cerca de 2 em cada 3 inquiridos, face aos sintomas típicos de EAM, os identificava com esta patologia. E que a grande maioria - 96% - tem consciência de que esta é uma doença extremamente grave, que necessita de tratamento imediato.

Quando questionados sobre o que fariam na presença de um sinal ou sintoma de Enfarte Agudo do Miocárdio, mais de metade dos inquiridos (57%) afirmou que ligar para o 112 seria a primeira opção, apesar de que, quando questionados sobre o que fariam perante os sintomas de dor no peito, com suores, náuseas e vómitos, apenas 38% referiu que ligava para o 112. Perante os sintomas apresentados, ir para uma urgência hospitalar seria a prática comum para 27% dos inquiridos deste estudo, o que, de acordo com o cardiologista Hélder Pereira, coordenador da Stent Save a Life na Europa, “está alinhado com aquilo que na prática os portugueses efetuam”.

Ainda de acordo com este novo estudo, que teve como objetivo avaliar o nível de conhecimento da população portuguesa em relação ao Enfarte Agudo do Miocárdio, pode concluir-se que uma esmagadora maioria dos inquiridos (92%) considera que os fatores de risco associados a esta doença podem ser evitáveis, dando primazia ao excesso de peso como fator de risco principal. A propósito, importasublinhar uma conclusão relevante deste estudo, que é a desvalorização da Diabetes Mellitus como fator de risco para a doença coronária.

Importa ainda mencionar o facto de que 68% dos inquiridos deste estudo respondeu que um Enfarte Agudo do Miocárdio se diagnostica através de um Eletrocardiograma, o que demonstra que estes já estão familiarizados com a doença.

Para concluir, pode dizer-se que a maioria dos inquiridos demonstrou ter um bom conhecimento sobre a fisiopatologia deste tipo de Enfarte. Prova disso é que 42%, em pergunta fechada, afirmou que esta doença resulta da oclusão de uma artéria coronária.

“O conceito de Enfarte do Miocárdio já é do conhecimento generalizado dos portugueses, que relacionam a doença a problemas das artérias do coração”, afirmou Hélder Pereira após analisar os resultados deste novo estudo, salientando depois o facto de que apesar dos bons resultados, ainda há coisas a melhorar.Segundo o médico, a valorização da Diabetes como um dos fatores de risco associado a esta doença é uma delas. A sensibilização da população para a necessidade de se ligar para o 112 na presença de sintomas de EAM, em vez de recorrer a uma unidade hospitalar pelos próprios meios, ou em vez de esperar que a dor alivie, é outra.

De recordar que o Enfarte Agudo do Miocárdio continua a ser uma das principais causas de morte em Portugal e na Europa. E que, de acordo com dados do Instituto Nacional de Estatística, em 2015, no país, morreram cerca de 4342 pessoas por EAM, o que representa uma ligeira diminuição face a anos anteriores.

Stent Save a Life inicia novo ciclo e o balanço é positivo

A iniciativa Stent For Life (SFL) esteve em vigor em Portugal durante 5 anos (entre 2012 e 2017). Durante a sua vigência, e no âmbito da campanha “Não perca tempo. Salve uma vida”, foram levadas a cabo diversas ações e iniciativas (como, por exemplo, a formação pós graduada de mais de 500 profissionais de saúde nas ambulâncias do INEM e nas urgências hospitalares – STEMINEM e STEMICARE; ou o debate da questão organizacional das redes de tratamento do Enfarte a nível hospitalar – STENT NETWORK MEETING) para informar e sensibilizar a população para os principais sintomas de EAM e para a necessidade de se ligar rapidamente o 112 perante os primeiros sinais de alerta desta doença, de forma a diminuir a taxa de mortalidade que lhe está associada. Durante este tempo, foram divulgadas, nos órgãos de comunicação nacionais, pelo menos 3563 notícias relacionadas com Enfarte do Miocárdio, a Stent For Life ou a Stent Save a Life. Foram ainda passados dois spots publicitários relacionados com a campanha “Não Perca Tempo. Salve uma Vida” durante seis semanas, em 211 ecrãs de cinema NOS Lusomundo, distribuídos por 30 complexos, espalhados por todo o país.

Recentemente, a iniciativa, que começou por abranger apenas países europeus, passou, no final do ano passado, a ser global, abrangendo outros países fora da Europa. Consequentemente, deixou de chamar-se Stent For Life e passou a denominar-se Stent Save a Life. Esta transição, ficou marcada pela nomeação do antigo coordenador da SFL em Portugal, Hélder Pereira, a coordenador da SSL a nível europeu, e do cardiologista Pedro Farto e Abreu, a coordenador da mesma iniciativa no país.

Este estudo, que teve como objetivo avaliar o nível de conhecimento da população relativamente ao Enfarte do Miocárdio, bem como a sua perceção da gravidade da doença e das práticas de risco que podem estar associadas a esta, é uma forma de assinalar esta transição. A amostra total obtida foi de 1044 indivíduos, o que traduz um grau de confiança de 95,5%, com uma margem de erro de ±3,09%. A amostra foi recolhida em novembro de 2017.


tags: ,

publicado por Carlos Gomes às 09:00
link do post | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Maio 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11


20
25

26
27
28
29
30
31


posts recentes

CASA DO MINHO REALIZA EM ...

CASAS REGIONAIS EM LISBOA...

METROPOLITANO DE LISBOA A...

BLOGUE DE LISBOA FAZ PARC...

FIA LISBOA – HÁ MAIS DE 3...

PAN REDUZ PEGADA ECOLÓGIC...

ARROZ DE CABIDELA JUNTA M...

DURIENSES EM CARNAXIDE RE...

MUSEU BORDALO PINHEIRO É ...

PAN NÃO VAI EM TOURADAS

LISBOA RECEBEU GALA DO CI...

PORTUGUESES NÃO CONFIAM N...

CONVENTO DOS CARDAES ASSI...

PAN VAI DAR UMA VASSOURAD...

EDP LISBOA A MULHER E A V...

PAN QUER PROTEGER CAVALOS...

CASA DO MINHO EM LISBOA L...

PAN FAZ CAMPANHA ELEITORA...

PAN ALCANÇA IMPORTANTE VI...

LISBOA É CAPITAL DO REGIO...

LISBOA É A CAPITAL DO ART...

SANTANA LOPES E PAULO SAN...

CASA DO CONCELHO DE TOMAR...

GRUPO MUNICIPAL DO PAN IN...

PAN NÃO QUER BEATAS NA RU...

REGIONALISMO EM MOVIMENTO...

PAN APRESENTA DECLARAÇÃO ...

ASSOCIAÇÃO DAS CASAS REGI...

MINHOTOS LEVAM FOLCLORE À...

PAN QUER QUE O GOVERNO DE...

V FESTA DAS COLECTIVIDADE...

MINHOTOS LEVAM FOLCLORE A...

CASTRO DAIRE ABRAÇA LISBO...

NO MÊS DE MAIO A MAGIA DA...

TENOLOGIA FOTÓNICA DA UNI...

CASA DO CONCELHO DE TOMAR...

METRO DE LISBOA E CÂMARA ...

CASA DO CONCELHO DE ARCOS...

PAN QUER DIREITO DE VOTO ...

PAN QUER LÍNGUA GESTUAL P...

OEIRAS: RANCHO FOLCLÓRICO...

PAN REALIZA EM LISBOA CON...

METROPOLITANO DE LISBOA A...

PAN PROMOVE MEGA AÇÃO DE ...

METRO DE LISBOA CELEBRA D...

JANTAR DE CONFRATERNIZAÇÃ...

MINHOTOS EM LISBOA CELEBR...

MOITA VAI AOS TOIROS!

COMUNIDADE MOLDOVA RECEBE...

CANTORA MOLDOVA ADRIANA O...

arquivos

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

tags

todas as tags

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds