Blogue de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes de Lisboa e arredores
Terça-feira, 10 de Março de 2015
REGIME DO “ESTADO NOVO” VAI TER CENTRO DE ESTUDOS EM SANTA COMBA DÃO

Decorridas quatro décadas sobre o derrube do anterior regime é tempo pode demais suficiente para analisarmos sem preconceitos ideológicos a nossa história recente, particularmente o regime político que mais marcou a sociedade portuguesa no século XX – o Estado Novo!

Vimieiro (7)

Muitos são os aspetos ainda pouco conhecidos inclusive dos historiadores, sobretudo no que se refere às relações internacionais. A condução política da neutralidade durante a segunda guerra mundial, a Operação Isabela, os refugiados judeus, a convivência com a República Popular da China e a tentativa de cedência aos chineses de uma base militar em Goa são apenas alguns aspetos ainda pouco esclarecidos.

Santa Comba Dão (17)

Vem isto a propósito do projeto da Câmara Municipal de Santa Comba Dão, terra natal do Prof. Dr. António de Oliveira Salazar, em criar no seu concelho um Centro de Estudos do Estado Novo. Com esta iniciativa, visa aquele município contribuir “para o estudo de uma época que marcou de forma indelével a História de Portugal entre 1926 e 1974”, tratando-se de um local “onde existirá naturalmente documentação, a mais diversa, alguma existente, na posse da autarquia e outra ainda dispersa, com recurso a meios multimédia capazes de recriar vivências de âmbito económico, social, cultural, nos diferentes períodos do Estado Novo”.

Santa Comba Dão (18)

Para o efeito, tenciona a Câmara Municipal de Santa Comba Dão, no âmbito da conservação, proteção e desenvolvimento do património cultural, aproveitar a existência de uma antiga Escola Primária, típica do Estado Novo, em muito bom estado de conservação.

A cegueira política e ideológica não deve impedir-nos de estudar um dos períodos mais marcantes da nossa História contemporânea. Aliás, a análise do regime do Estado Novo deve ser feita sem quaisquer preconceitos nem deverá tão pouco ficar condicionada à gritaria histérica de novos inquisidores que mais não pretendem do que impedir a busca do conhecimento. A História não deve ficar refém de vontades políticas nem ser posta ao serviço seja de que partido for.

Santa Comba Dão (20)

Caraterizado como um regime autoritário, conservador, corporativista, nacionalista, anti-liberal e anti-parlamentarista, o Estado Novo vigorou em Portugal desde a aprovação da Constituição Política de 1933 até ao 25 de abril de 1974. Atribuem-se-lhe influências ideológicas do Integralismo Lusitano e do maurrasianismo, da doutrina social da Igreja Católica e do Fascismo Italiano na sua vertente corporativista

Santa Comba Dão (23)

Invariavelmente associada ao nome do fundador do Estado Novo – Prof. António de Oliveira Salazar – Santa Comba Dão é uma graciosa e arejada cidade beirã do distrito de Viseu que também serviu de berço a outras personalidades não menos ilustres como José da Silva Carvalho, um dos principais obreiros da revolução liberal de 1820. Situada entre o rios Dão e Mondego, com seus jardins e recantos bucólicos a surpreender o visitante, é uma localidade que atrai pela sua simpatia, merecendo especial destaque a igreja Matriz, a Casa dos Arcos e a Casa de Joaquim Alves Mateus. Também a freguesia do Vimieiro passou a atrair numerosos visitantes em virtude das referências ao Prof. Oliveira Salazar, constituindo este o local onde vai passar a funcionar o Centro de Estudos do Estado Novo.

Santa Comba Dão (40)

Santa Comba Dão (42)



publicado por Carlos Gomes às 23:09
link do post | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Maio 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11


20
24
25

26
27
28
29
30
31


posts recentes

METROPOLITANO DE LISBOA A...

BLOGUE DE LISBOA FAZ PARC...

FIA LISBOA – HÁ MAIS DE 3...

PAN REDUZ PEGADA ECOLÓGIC...

ARROZ DE CABIDELA JUNTA M...

DURIENSES EM CARNAXIDE RE...

MUSEU BORDALO PINHEIRO É ...

PAN NÃO VAI EM TOURADAS

LISBOA RECEBEU GALA DO CI...

PORTUGUESES NÃO CONFIAM N...

CONVENTO DOS CARDAES ASSI...

PAN VAI DAR UMA VASSOURAD...

EDP LISBOA A MULHER E A V...

PAN QUER PROTEGER CAVALOS...

CASA DO MINHO EM LISBOA L...

PAN FAZ CAMPANHA ELEITORA...

PAN ALCANÇA IMPORTANTE VI...

LISBOA É CAPITAL DO REGIO...

LISBOA É A CAPITAL DO ART...

SANTANA LOPES E PAULO SAN...

CASA DO CONCELHO DE TOMAR...

GRUPO MUNICIPAL DO PAN IN...

PAN NÃO QUER BEATAS NA RU...

REGIONALISMO EM MOVIMENTO...

PAN APRESENTA DECLARAÇÃO ...

ASSOCIAÇÃO DAS CASAS REGI...

MINHOTOS LEVAM FOLCLORE À...

PAN QUER QUE O GOVERNO DE...

V FESTA DAS COLECTIVIDADE...

MINHOTOS LEVAM FOLCLORE A...

CASTRO DAIRE ABRAÇA LISBO...

NO MÊS DE MAIO A MAGIA DA...

TENOLOGIA FOTÓNICA DA UNI...

CASA DO CONCELHO DE TOMAR...

METRO DE LISBOA E CÂMARA ...

CASA DO CONCELHO DE ARCOS...

PAN QUER DIREITO DE VOTO ...

PAN QUER LÍNGUA GESTUAL P...

OEIRAS: RANCHO FOLCLÓRICO...

PAN REALIZA EM LISBOA CON...

METROPOLITANO DE LISBOA A...

PAN PROMOVE MEGA AÇÃO DE ...

METRO DE LISBOA CELEBRA D...

JANTAR DE CONFRATERNIZAÇÃ...

MINHOTOS EM LISBOA CELEBR...

MOITA VAI AOS TOIROS!

COMUNIDADE MOLDOVA RECEBE...

CANTORA MOLDOVA ADRIANA O...

TOMARENSES REÚNEM-SE EM L...

25 DE ABRIL NÃO FOI SÓ CR...

arquivos

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

tags

todas as tags

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds