Blogue de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes de Lisboa e arredores

Domingo, 19 de Maio de 2019
ARROZ DE CABIDELA JUNTA MINHOTOS EM LISBOA

A Casa do Minho em Lisboa levou hoje a efeito mais um evento de promoção da nossa gastronomia tradicional, o arroz pica-no-chão, vulgarmente conhecido como arroz de cabidela. E os “picamilhos” não faltaram à chamada!

IMG_20190519_152342.jpg

Na sua monumental obra “Etnografia Portuguesa”, registou José Leite de Vasconcelos a alcunha de “picamilhos” como uma das que desde sempre foram atribuídas aos minhotos… naturalmente pela sua particular apetência pelos alimentos cozinhados à base do milho, aquele cereal que as naus de Cristóvão Colombo – aliás Salvador Fernandes Zarco! – trouxeram do continente americano e começaram a ser cultivadas no noroeste peninsular.

Na realidade e até ao surgimento do arroz, ele deverá ter sido inicialmente cozinhado com farinha de trigo ou de milho, sendo a expressão “pica-no-chão” originária sobretudo da nossa região, a que também não é estranha a alcunha de “picamilhos” para designar a nossa gente.

E, fazendo jus ao lema “Uma boa mesa para uma boa política regionalista”, criado pelo eminente regionalista Artur Maciel, levou a Casa do Minho em Lisboa, actualmente sob a liderança de Paulo Duque, mais um almoço a promover na capital os requintados paladares da gastronomia minhota, com especial destaque para o tão apreciado leite-creme queimado – especialidade rica de Ponte de Lima – e, como já referimos, o apetitoso “arroz pica-no-chão que tantos apreciadores tem trazido a terras como Vila Verde, Barcelos e Ponte de Lima.

Para não variar, a confecção de tão apreciado prato da nossa cozinha tradicional esteve a cargo de Paulo Duque que, como exímio cozinheiro, usou a colher-de-pau com a mesma mestria que um maestro usa a batuta para dirigir a orquestra, não fosse ele um dos melhores dirigentes do regionalismo minhoto na actualidade.

Cumpriu-se um minuto de silêncio em memória do Dr Nuno Lima de Carvalho. E, no seu discurso aos convivas, Paulo Duque lembro a importância que o ilustre vianense, como nóvel associado da Casa do Minho, teve na organização de conferências que realizou, levando o Minho a amigos como Jorge Sampaio, Jorge Amado, Amália Rodrigues, António Valdemar, Agostinho da Silva e João Soares. Salientou ainda a forma como a Casa do Minho organiza estes almoços, sobretudo com preocupação cultural e promoção da nossa região.

E, para coroar o ambiente festivo, o fadista Rui Vaz interpretou quatro fados… acompanhados à tocata pelo Rancho Folclórico da Casa do Minho!

IMG_20190519_140506.jpg



publicado por Carlos Gomes às 17:55
link do post | favorito

Quinta-feira, 25 de Abril de 2019
TOMARENSES REÚNEM-SE EM LISBOA

No próximo dia 9 de Maio (Quinta-feira), a Casa do Concelho de Tomar, vai realizar o seu Tradicional Jantar de Mensal de Confraternização entre os Associados, Tomarenses e Amigos, nas sua Sede em Lisboa.

CCT-MAIO-2019 (1).png

Com início às 20H00m, para além deste momento de Confraternização entre a família Tomarense e amigos, iremos ter uma verdadeira Noite Tomarense na nossa Sede em Lisboa, que poderá desfrutar.

Assim vamos contar com

- Lançamento do Livro “Alma em Pontas” da escritora Tomarense Graça Costa;

- Mostra de Pintura e Desenho do pintor Tomarense João Costa Rosa;

- Participação do “Quinteto de Metais da Escola de Música da Sociedade Filarmónica Gualdim Pais”

Tome nota na sua agenda e venha Confraternizar connosco.

De forma a facilitar a Logística deste Evento, agradecemos que efetue a sua reserva antecipadamente acedendo à nossa página Institucionalwww.cctomar.pt.

Cordialmente

Casa do Concelho de Tomar

O Presidente da Direção

Carlos Galinha

e-mail: geral@cctomar.pt

CCT-MAIO-2019.png



publicado por Carlos Gomes às 14:40
link do post | favorito

Terça-feira, 19 de Março de 2019
CENTRO GALEGO EM LISBOA PROMOVE FESTA DA LAMPREIA

54391506_2077859912297966_4316453673057124352_n (1).jpg



publicado por Carlos Gomes às 22:15
link do post | favorito

Segunda-feira, 18 de Fevereiro de 2019
ALMOÇO DE LAMPREIA JUNTA MINHOTOS EM LISBOA

52436957_1861821290594975_8043261662687395840_n.jpg



publicado por Carlos Gomes às 09:10
link do post | favorito

Segunda-feira, 4 de Fevereiro de 2019
SARRABULHO EM LOURES JÁ CHEGOU À BÉLGICA

SARRABULHO DE PONTE DE LIMA JUNTOU DOIS PRESIDENTES EM LOURES

O Sarrabulho à moda de Ponte de Lima, juntou ontem Domingo no Refeitório municipal de Loures os dois autarcas, designadamente Victor Mendes e o anfitrião, Bernardino Soares.

04022019 (1).jpg

Foi a segunda vez que o prato típico “ desceu” até aos arredores de Lisboa, a convite do Grupo Folclórico Verde Minho, presidido por Teotónio Gonçalves, por iniciativa dum grupo de restaurantes do Sarrabulho de Ponte de Lima: Casa de S. Sebastião, na freguesia de S. Pedro de Arcos; Fátima Amorim e Sonho do Capitão, na Correlhã, e Solar do Taberneiro, na vila.

No salão duas centenas de comensais apreciaram a iguaria, onde para além dos autarcas, também se fizeram representar as confrarias do Vinho Arinto de Bucelas e a dos Gastrónomos do Minho, Casa do Concelho de Ponte de Lima em Lisboa, Mesa da Santa Casa da Misericórdia de Loures e comunicação social do concelho e de Odivelas.

Como entradas, o Chef Paulo Santos e o anfitrião Teotónio Gonçalves, selecionaram a alheira de galo da Minhofumeiro, e o Folar Limiano, da vila de Ponte de Lima. Aliás, o seu produtor, o Chef Vítor Lima deslocou-se ao evento para apresentar o seu produto, o qual associado aos vinhos limianos, da Casa da Cuca, em Moreira de Lima, e da Adega Cooperativa local, Loureiros e Vinhão, deliciaram os participantes.

No tempo de discursos, os elogios foram vários, destacando-se os dos autarcas de Ponte de Lima agradecendo estas iniciativas de “ promover o nosso Sarrabulho, proporcionando estes encontros e dar os Parabéns às cozinheiras que propositadamente aqui se deslocaram”, e ao município de Loures por acolher o encontro e disponibilizar instalações e funcionários. Por seu turno, o colega Bernardino Soares, agradeceu o convite, com “ um grande agradecimento de Loures a estas cozinheiras e produtores que aqui vieram proporcionar uma excelente refeição às gentes de Loures e outros convidados”, e estamos certos que vamos cooperar mais com Ponte de Lima, a partir de hoje, “ no âmbito da cultura popular “, rematou Teotónio Gonçalves, Presidente do Grupo Verde Minho, elogiou a equipa que veio cozinhar: Paulo Santos, Goretti Bezerra, Cassilda Quezado e Fátima Amorim, e ainda apoio dois amantes da cozinha tradicional, os jovens Filipe Matos, bancário e eng º Rui Melo.

Para garantia da autenticidade do Sarrabulho, foram de Ponte de Lima para Loures, carnes e enchidos, designadamente 40 quilos de rojões, 15 quilos de sanguínea,10 quilos de galinhas caseiras, outros tantos de vitela e igual de vaca, 10 coladas de porco, belouras e tripas que depois de fatiadas totalizaram mais de trezentas porções ou rodelas, etc.

Tito Morais / https://www.luso.eu/



publicado por Carlos Gomes às 14:47
link do post | favorito

Domingo, 3 de Fevereiro de 2019
LOURES FOI HOJE A CAPITAL DO SARRABULHO À MODA DE PONTE DE LIMA

O Presidente da Câmara Municipal de Ponte de Lima, Engº Víctor Mendes e o Presidente da Câmara Municipal de Loures, Dr. Bernardino Soares, sentaram-se è mesma mesa, em Loures, para apreciar a mais afamada iguaria gastronómica de Ponte de Lima – o arroz de sarrabulho com rojões! – e partilharam o lugar cimeiro do evento.

DSCF3796 (2).JPG

O Presidente da Câmara Municipal de Ponte de Lima teceu hoje os mais rasgados elogios ao Grupo Folclórico Verde Minho ao ponto de considerá-lo o “embaixador” de Ponte de Lima na região de Lisboa. São palavras que cairam fundo no coração dos minhotos e cujo sentimento deve ser correspondido com amor e dedicação, constituindo um estímulo a todos quantos têm afeição pela nossa região – a causa é generosa e jamais deve estar à espera de proveitos materiais que desvirtuam as finalidades a que nos propomos.

DSCF3771.JPG

O Engº Víctor Mendes representou em Loures a Capital do Sarrabulho. Por sua vez, o Dr. Bernardino Soares representou o concelho anfitrião, agradecendo-se o afável acolhimento e a honra da sua presença neste evento.

No evento, registamos ainda a presença do vereador João Calado, da Câmara Municipal de Loures, o Professor Dr. Manuel Antunes da Afurna e do Museu Etnográfico de Vilarinho da Furna, representantes das confrarias de gastrónomos do Minho e do Arinto de Bucelas, diversos presidentes e assessores de freguesias do concelho de Loures que indesculpavelmente temos dificuldade em identificar e, naturalmente, o Comendador Adelino Tito Morais a quem em primeiro lugar se deve o êxito da iniciativa, sem desprimor para o sr. Teotónio Gonçalves, Presidente do Grupo Folclórico Verde Minho, principal motor desta organização.

DSCF3813.JPG

A revista “Loures-Odivelas-Magazine” esteve presente na pessoa do sr Artur Lucena e a Rádio do Folclore Português, na impossibilidade do Dr. Sérgio da Fonseca em estar presente por motivos de saúde, fez-se representar pelo seu colaborador Carlos Gomes, Administrador do BLOGUE DO MINHO. Por seu turno, o Dr Daniel Café, Presidente da Federaçãod o Folclore Português, ausente no estrangeiro, dirigiu uma mensagem a todos os presentes, a qual já publicámos no BLOGUE DO MINHO.

A cantina da Câmara Municipal de Loures foi pequena para acolher todos quantos quiseram participar nesta jornada regionalista em promoção da gastronomia limiana. E, como é natural, nem os limianos faltaram à chamada!

De Ponte de Lima vieram os melhores cozinheiros dos mais afamados restaurantes. E, com eles trouxeram nada menos do que 40 kg de rojões. 10 kg de vitela, 10kg de galinha caseira, 10kg de pá de porco, 135 alheiras de galo, 7 coladas de porco, 15 kg de chouriça sanguínea, 17 kg de tripa, 350 rodelas de beloura, 12 folares limianos e… água da mais cristalina que pode ser captada em Ponte de Lima!

Em relação aos vinhos, o almoço de arroz de sarrabulho com rojões à moda de Ponte de Lima foi regado com os melhores e mais apreciados do Minho, entre eles o apaladado vinho verde loureiro e o vinhão da Casa da Cuca, de Moreira do Lima, vinhos verdes da Adega de Ponte de Lima e reservas do afamado restauranto “Sonho do Capitão”, da Correlhã.

DSCF3730.JPG

O tão apreciado Folar Limiano, uma especialidade de produto salgado produzido em Ponte de Lima, foi degustado como entrada, acompanhando com a alheira de galo. O Chef Victor Lima veio apresentar aos comensais o folar limiano. E, à semelhança do ano anterior, o arroz de sarrabulho com rojões conquistou os paladares daqueles que ainda não conheciam tão requintada quanto saborosa e divinal especialidade limiana, qual manjar de requinte inigualável que convida a uma visita a Ponte de Lima.

E como não podia deixar de suceder, em festa minhota não faltou o folclore, com a actuação do Grupo Folclórico Verde Minho e cantares ao desafio entre Teotónio Gonçalves e o exímio cantador Loureiro de Barcelos.

E, entre minhotos e lourenses fica um desejo comum – que para o próximo ano, por esta ocasião, volte a repetir-se esta inicitiva que foi do agrado de todos – e de divulgação de Ponte de Lima e da sua gastronomia tradicional. Um autêntico almoço limiano em terras da região saloia de Loures. Até lá, vão ter lugar surpresas que já estão a fazer crescer água na boca e, em breve, contamos divulgar!

DSCF3736.JPG

DSCF3787 (2).JPG

DSCF3790.JPG

DSCF3811.JPG

DSCF3835.JPG

DSCF3861.JPG

DSCF3864.JPG

DSCF3871 (2).JPG

DSCF3824.JPG



publicado por Carlos Gomes às 19:52
link do post | favorito

Sábado, 2 de Fevereiro de 2019
MINHOTOS LEVAM AMANHÃ A LOURES ARROZ DE SARRABULHO COM ROJÕES À MODA DE PONTE DE LIMA... E NÃO FALTAM OS VINHOS VERDES E OUTROS IGUARIAS, COM ANIMAÇÃO AO SOM DA CONCERTINA!

CapturarAlmoçoSarrabulho2019



publicado por Carlos Gomes às 18:33
link do post | favorito

Quarta-feira, 30 de Janeiro de 2019
MINHOTOS EM LOURES REALIZAM FESTIVAL GASTRONÓMICO COM ARROZ DE SARRABULHO À MODA DE PONTE DE LIMA

CapturarAlmoçoSarrabulho2019 (14).PNG



publicado por Carlos Gomes às 23:06
link do post | favorito

Quarta-feira, 16 de Janeiro de 2019
QUEM NUNCA PROVOU O DELICIOSO ARROZ DE SARRABULHO COM ROJÕES À MODA DE PONTE DE LIMA VAI TER AGORA OPORTUNIDADE DE O SABOREAR… EM LOURES, NO PRÓXIMO DIA 3 DE FEVEREIRO!

Presidente da Câmara Municipal de Ponte de Lima, engº Víctor Mendes, vai estar presente

Estão quase esgotadas as inscrições para o almoço de arroz de sarrabulho com rojões à moda de Ponte de Lima e a alheira de galo, numa iniciativa do Grupo Folclórico Verde Minho em parceria com os restaurantes de Ponte de Lima. Resta pouco mais de uma dezena de lugares vagos mas ainda vai a tempo de se inscrever!

IMG_6274

A iniciativa vai ter lugar no próximo dia 3 de Fevereiro em Loures, a ter lugar na cantina da Câmara Municipal de Loures.

Sob a experiente batuta do Chefe Paulo Santos, da Casa de S. Sebastião, na freguesia limiana de S. Pedro de Arcos, espera-se uma adesão bem mais superior à verificada no ano passado. Os comensais vão ter a oportunidade de saborear uma das requintadas obras do paladar da gastronomia minhota e portuguesa em geral – o arroz de sarrabulho com rojões à moda de Ponte de Lima!

IMG_6307

Trata-se, realmente, de uma iniciativa a não perder e cuja inscrição não deve ser relegada para mais tarde… os contactos são os seguintes:

- Teotónio Gonçalves – 964 006 657

- Mário Oliveira – 914 080 246

CapturarAlmoçoSarrabulho2019



publicado por Carlos Gomes às 08:24
link do post | favorito

Terça-feira, 8 de Janeiro de 2019
VAI HAVER SARRABULHO EM LOURES... À MODA DE PONTE DE LIMA!

Estão quase esgotadas as inscrições para o almoço de arroz de sarrabulho com rojões à moda de Ponte de Lima e a alheira de galo, numa iniciativa do Grupo Folclórico Verde Minho em parceria com os restaurantes de Ponte de Lima. Mas, praticamente metade das inscrições já estão asseguradas, devendo as mesmas ficarem esgotadas dentro de pouco tempo!

IMG_6307

A iniciativa vai ter lugar no próximo dia 3 de Fevereiro em Loures, a ter lugar na cantina da Câmara Municipal de Loures.

Sob a experiente batuta do Chefe Paulo Santos, da Casa de S. Sebastião, na freguesia limiana de S. Pedro de Arcos, espera-se uma adesão bem mais superior à verificada no ano passado. Os comensais vão ter a oportunidade de saborear uma das requintadas obras do paladar da gastronomia minhota e portuguesa em geral – o arroz de sarrabulho com rojões à moda de Ponte de Lima!

Trata-se, realmente, de uma iniciativa a não perder e cuja inscrição não deve ser relegada para mais tarde… os contactos são os seguintes:

- Teotónio Gonçalves – 964 006 657

- Mário Oliveira – 914 080 246

CapturarAlmoçoSarrabulho2019



publicado por Carlos Gomes às 23:01
link do post | favorito

Terça-feira, 11 de Dezembro de 2018
CASA DO CONCELHO DE TOMAR REALIZA EM LISBOA NOITE TEMPLÁRIA

48361566_1462306707237429_2484828933686558720_n



publicado por Carlos Gomes às 00:51
link do post | favorito

Quinta-feira, 22 de Novembro de 2018
VAI HAVER SARRABULHO EM LOURES... À MODA DE PONTE DE LIMA!

PONTE DE LIMA LEVA A LOURES ALHEIRA DE GALO E ARROZ DE SARRABULHO À MODA DE PONTE DE LIMA E O GRUPO FOLCLÓRICO VERDE MINHO ANIMA A FESTA

Estão quase esgotadas as inscrições para o almoço de arroz de sarrabulho com rojões à moda de Ponte de Lima e a alheira de galo, numa iniciativa do Grupo Folclórico Verde Minho em parceria com os restaurantes de Ponte de Lima. Mas, praticamente metade das inscrições já estão asseguradas, devendo as mesmas ficarem esgotadas dentro de pouco tempo!

IMG_6307

A iniciativa vai ter lugar no próximo dia 3 de Fevereiro em Loures, a ter lugar na cantina da Câmara Municipal de Loures.

Sob a experiente batuta do Chefe Paulo Santos, da Casa de S. Sebastião, na freguesia limiana de S. Pedro de Arcos, espera-se uma adesão bem mais superior à verificada no ano passado. Os comensais vão ter a oportunidade de saborear uma das requintadas obras do paladar da gastronomia minhota e portuguesa em geral – o arroz de sarrabulho com rojões à moda de Ponte de Lima!

Trata-se, realmente, de uma iniciativa a não perder e cuja inscrição não deve ser relegada para mais tarde… os contactos são os seguintes:

- Teotónio Gonçalves – 964 006 657

- Mário Oliveira – 914 080 246

CapturarAlmoçoSarrabulho2019

IMG_6274



publicado por Carlos Gomes às 23:47
link do post | favorito

Domingo, 11 de Novembro de 2018
COUVADA JUNTA MINHOTOS EM LISBOA

Os minhotos que vivem na região de Lisboa encontram-se neste instante reunidos à volta da mesa, na Casa do Minho, a degustar um dos mais apreciados pratos que outrora faziam parte da ementa habitual dos nossos lavradores – a couvada à minhota!

cof

A seguir, a festa é animada pelo rancho folclórico, ao toque da concertina e com a exuberante alegria que caracteriza as gentes do Minho.

A couvada constitui desde sempre um dos pratos mais apreciados do lavrador minhoto. Mal começava o Outono e com ele as longas noites passadas à lareira, as couves faziam parte da alimentação diária do pobre camponês. Juntava-lhe as batatas, o feijão, a chouriça e, de um modo geral, um pouco de tudo quanto a lavoura lhe oferecesse. Era um verdadeiro manjar dos deuses.

Remonta ao século IV Antes de Cristo a origem da couve, altura em que os gregos a descobriram na região da Jônia e dela se surpreenderam pelos seus poderes medicinais, para além das suas virtudes culinárias. Porém, foram os romanos que a trouxeram para a Península Ibérica e nos deram a conhecer, passando a constituir o género de verdura mais consumida até aos finais da Idade Média.

Rica em fibras, iodo, cálcio, potássio, enxofre, magnésio e ômega 3; além de vitaminas A, B1, B2, B6, C e K, a couve é uma hortaliça da família Brassicaceae, constituindo um alimento de baixa caloria, desde sempre utilizado no tratamento de doenças estomacais, tendo vindo com o tempo a revelar-se como um excelente anti-inflamatório, antibiótico e anti-irritante natural, aplicado no combate a gripes, problemas hepáticos, renais e menstruais; artrite, bronquite, hemorroidas, úlceras e pedras nos rins e, na medicina alternativa, como vermífugo, para evitar ressacas, e até mesmo para baixar a febre, quando aplicada em forma de cataplasma.

Conhecida na Galiza por “verça”, a variedade de couve-galega é no Minho responsável por uma das melhores iguarias da cozinha tradicional portuguesa – o caldo verde – considerada uma das 7 maravilhas da gastronomia de Portugal!

O paladar constitui um dos sentidos que o minhoto sempre conserva e o mantém permanentemente ligado ao seu rincão natural, ao seu pedaço de Minho. E, na capital, a Casa do Minho faz jus à sua tradicional divisa: Uma boa mesa para uma boa política regionalista!

cof

IMG-20181111-WA0009



publicado por Carlos Gomes às 14:57
link do post | favorito

Terça-feira, 6 de Novembro de 2018
CASA DO MINHO EM LISBOA REALIZA ALMOÇO DA COUVADA

44595007_2090884684281563_1633277209701515264_n



publicado por Carlos Gomes às 08:03
link do post | favorito

CASA DO CONCELHO DE TOMAR REALIZA JANTAR DE CONFRATERNIZAÇÃO EM LISBOA

31683480808_1cb41fc751_b



publicado por Carlos Gomes às 08:01
link do post | favorito

Segunda-feira, 5 de Novembro de 2018
COUVADA JUNTA MINHOTOS EM LISBOA

44595007_2090884684281563_1633277209701515264_n



publicado por Carlos Gomes às 19:12
link do post | favorito

Sexta-feira, 26 de Outubro de 2018
COUVADA JUNTA MINHOTOS NA CASA DO MINHO EM LISBOA

44595007_2090884684281563_1633277209701515264_n



publicado por Carlos Gomes às 09:31
link do post | favorito

Terça-feira, 23 de Outubro de 2018
COUVADA JUNTA MINHOTOS NA CASA DO MINHO EM LISBOA

44595007_2090884684281563_1633277209701515264_n



publicado por Carlos Gomes às 18:39
link do post | favorito

Quinta-feira, 13 de Setembro de 2018
LOURES REALIZA FESTIVAL DAS SOPAS

27399918_1780094635354455_1967435340_n



publicado por Carlos Gomes às 13:24
link do post | favorito

Segunda-feira, 18 de Junho de 2018
MOLDOVOS PROMOVEM GASTRONOMIA DA MOLDÁVIA EM PORTUGAL

Muitos moldávos, longe de sua terra natal, optam por promover a riqueza material e imaterial da Moldávia. É o caso do CAFE NOROC, onde a gastronomia da Moldávia está em casa, pelas mãos de Mariana Bulat. O que a motiva e a outros empresários moldavos a fazê-lo?

35477135_861645604025347_2419804455970013184_n

O restaurante que também se tornou uma espécie de casa moldava, encontra-se localizado no coração de Almada, a poucos km de Lisboa, e em pouco tempo se tornou conhecido entre os moldavos, e representantes de outras nacionalidades na região e mesmo de todo o país.

Este domingo não foi uma exceção para o NOROC CAFE, pois era o anfitrião da CONFRARIA DA ENOLOGIA E GASTRONOMIA DA MOLDOVA e seus amigos.

Obrigado pelo acolhimento; onde as refeições são com o gosto de infância, onde sentes o aroma das vinhas e onde as canções soam com saudades de casa. Estamos orgulhosos de ter uma casa como NOROC CAFE.

21557646_730158803840695_7158388649571518896_n

A "Confraria da Enologia e Gastronomia da Moldova" é uma associação sem fins lucrativos que tem por objectivo o estudo, divulgação, promoção, representação e defesa do património enológico, gastronómico e cultural da Moldova.

35628364_861645914025316_2448551707169259520_n

Tot mai mulţi moldoveni ,aflati departe de meleagurile natale ,aleg să promoveze bogatiile materiale si imateriale ale Moldovei. Asa e si cazul NOROC CAFE, unde gastronomia moldoveneasca e la ea acasa , prin mainile Dnei Mariana Bulat . Ce o motivează pe ea si pe alti antreprenori modoveni sa faca acest lucru?

Bucătăria moldovenească este rezultatul sintetizării, în timp, a gusturilor, ideilor și obiceiurilor gastronomice specifice populației moldovenești , este o latura a culturii si civilazatiei noastre . Prin urmare , fiind moldovean , iti doresti sa promovezi gastronomia tarii la nivel international.

Localul ( care de altfel a devenit si un fel de ACASA), aflat in inima orasului Almada , la putini km de Lisbona , in scurt timp a devenit cunoscut printre membrii Diasporei moldovenesti , dar si a reprezentantilor de alte nationalitati din regiune si chiar din intrega tara . Nemaivorbind, desigur, de prietenii portughezi, care deja au cunoscut si simtit Moldova prin aromele bucatelor si prin eleganta vinurilor moldovenesti.

Nici aceasta duminica nu a fost o exceptie pentru gospodarii casei NOROC CAFE , intrucat a fost gazda membrilor FRATIEI ENOGASTRONOMICE MOLDOVENESTI si a prietenilor acestora.

Multumim pentru primire ca la mama acasa, unde gusturile bucatelor sunt ca in copilarie, unde simti aroma podgoriilor, unde rasuna cantece cu dor de casa si suntem mandri de faptul ca avem NOROC-ul sa fim MOLDOVENI !!!

Texto e fotos: Confraria de Enologia e Gastronomia da Moldova

35545738_861645677358673_6677244870358204416_n

 35463343_861645744025333_5149844248090116096_n

35242173_861645577358683_1476322942743740416_n

 35472389_861645964025311_2571794930439553024_n

35475273_861645440692030_2107633373764648960_n

 35534026_861646067358634_4056133952899907584_n

35539451_861645830691991_5497844827947008000_n

35545498_861645877358653_8697509740214747136_n

35490914_861646137358627_3337273074566299648_n

35557502_861645484025359_2478092492231147520_n

35558044_861645784025329_4580106468224663552_n

35628364_861645914025316_2448551707169259520_n

35671569_861646007358640_4652209812254228480_n



publicado por Carlos Gomes às 21:30
link do post | favorito

Quarta-feira, 23 de Maio de 2018
MOURARIA CELEBRA COZINHA TRADICIONAL

Bisca dos 3: primeira partida

As regras: com base no jogo de cartas popular da bisca, deram-se 3 tachos a 3 amigos que se encontraram numa das esquinas do bairro da Mouraria em Lisboa. Juntos, à mesa, criaram o Bisca dos 3, um novo pop up gastronómico que celebra a cozinha tradicional portuguesa. São eles: Nuno Nobre, consultor e gastrónomo, e os chefes de cozinha, Luís Rodrigues e Vasco Lello. Em comum: a paixão pela gastronomia.

bisca dos 3_c

O jogo: unindo as experiências de cada um, o Bisca dos 3 parte de uma pesquisa sobre a história da culinária portuguesa, identificação de receituário tradicional e criação de menus inspirados em momentos gastronómicos que marcaram épocas e mesas de figuras ilustres (escritores e outras figuras públicas).

As coordenadas: nos dias 7, 8, 9, 10 e 12 de junho a partir das 19h, (dias 7 e 10 até às 23h, 8 e 9 até às 2h e dia 12 até às 4h) o Bisca dos 3 instala-se no arraial da Associação Renovar a Mouraria situado no Largo da Rosa em Lisboa. Para celebrar os Santos, os 3 baralham ingredientes, provam com o dedo à mestre cozinheiro e misturam os seus trunfos para temperar o seu conceito de cozinha tradicional portuguesa.

unnamed

Primeira partida: o Bisca dos 3 apresenta-se pela primeira vez ao público no coração de Lisboa em parceria com o 11.º arraial da Associação Renovar a Mouraria, um conceito que integra solidariedade, lazer, cultura e gastronomia. Nesta festa há lugar para todos, desde os locais que saem à rua para festejar o Santo António aos turistas que procuram uma experiência autêntica em Lisboa com muita música, dança, comida, bebida e diversão.

A carta: na Mouraria vão desfilar tremoços, uma trifana de porco com cachaço, barriga e bacon, a sandes mística de queijo e presunto de vaca, meia desfeita de bacalhau assado na brasa, passarinhos fritos, sandes de frango à Bairrada ou uma punheta de bacalhau. O “tacho do dia" vai cheirar a caracóis, moelas, pipis, mão de vaca ou sopa da pedra – «logo se vê o que nos apetecer no momento», afirmam os 3 da bisca airada. Para sobremesa, o cheirinho com a mousse de chocolate. Nas bebidas, a cerveja, vinhos e 2 cocktails de autor: o Bisca-Lambida (com Ginja) e o BagaSour (com bagaceira nacional).

Mais Bisca: definido que está o primeiro “torneio” de Bisca dos 3, estão previstos muitos mais. Em qualquer lugar ou evento que faça sentido cozinhar e partilhar sabores portugueses de sempre o Bisca dos 3 lá estará... Vai a jogo?

bisca do 3_b

bisca dos 3_4



publicado por Carlos Gomes às 16:06
link do post | favorito

Domingo, 13 de Maio de 2018
CABIDELA DE GALO JUNTOU MINHOTOS EM LISBOA

Os galos vieram de Ponte de Lima, o vinho verde de Vila Nova de Cerveira e os minhotos de toda a parte, respondendo à chamada da Casa do Minho para degustar um dos mais tradicionais e saborosos pratos da cozinha minhota – o Arroz Pica no Chão, por muitos simplesmente conhecido por Galo de Cabidela!

32387274_1857179134318787_6943749339126693888_n

O Presidente da Junta de Freguesia do Lumiar, Dr. Pedro Delgado Alves, o Padre João Caniço da Paróquia do Lumiar e o jornalista Jaime Ferreira de Carvalho, da RTP, juntaram-se a cerca de uma centena de minhotos que se reuniaram à volta da mesa para saborear a tradição, fazendo jus à alcunha pela qual outrora eram conhecidos… os pica-milho. Alcunha que era devida ao seu costume de comer pão de milho… o trigo era até então um cereal desconhecido na região do Minho!

Paulo Duque, o Presidente da Direcção da Casa do Minho, não teve mãos a medir pois é a ele que cabe a importante missão de esmeradamente confeccionar tão apreciada iguaria o que, segurando a grande colher de pau com que “rema” a especialidade dentro do enorme tacho, tal como o maestro da orquestra agita a batuta, faz do Arroz Pica no Cão uma autêntica sinfonia de sabores.

Remonta pelo menos ao século XVI o costume entre nós de cozinhar com sangue as mais variadas espécies de carne como sucede com o galo, porco, pato, cabrito e coelho, tendo inclusive a nossa culinária influenciado a de outros povos como o poulet en barbouille, o canard au sang e o coq au vin dos franceses, além daqueles com quem partilhámos uma História de séculos em África, na Ásia e nas Américas.

Uma espreitadela indiscreta na cozinha permitiu-nos desvendar o segredo para agora revelar a receita de tão apreciado quanto afamado prato da gastronomia minhota.

32293407_1857179060985461_8408086037464612864_n

Ingredientes:

1 Galo caseiro

0,5 dl de azeite

3 Colheres (sopa) de vinagre

1 Cebola grande

2 Dentes de alho

100 gr de toucinho

1 Folha de louro

1 Malagueta

1 Tigela de arroz

Sal q.b.

Preparação:

Aproveite o sangue do galo, deitando-o numa tigela com três colheres de sopa de vinagre e mecha para que não coalhe (como alternativa ao sangue do galo consulte o seu talho, lá poderá encontrar pacotes já embalados). Numa panela ponha a refogar no azeite, a cebola e os alhos picados. Junte-lhe a galo cortado aos bocados pequenos e os miúdos (exceto o fígado), o toucinho cortado, o louro e a malagueta cortada ao meio. Refogue tudo, tempere com sal e deixe estufar em lume brando. Cubra a carne com água quente, tape a panela e deixe cozer até a o galo ficar macia. Depois de cozido retire a galo e retifique a água para que fique na proporção de 3/1 para a cozedura do arroz. Assim que levantar fervura junte o arroz. Três ou quatro minutos antes de ficar pronto junte o sangue, misture-o bem, junte também a carne e deixe apurar.

Fonte: Câmara Municipal de Vila Verde

32294226_1857177587652275_5299858182905004032_n

32294552_1857178150985552_2354811421709041664_n

32461881_1857177700985597_3880702642145460224_n

32482798_1857178940985473_5931569957144887296_n

32525971_1857177964318904_7488453485495582720_n

32535040_1857178644318836_8265802176199131136_n

32538556_1857178100985557_2054798520040292352_n



publicado por Carlos Gomes às 18:57
link do post | favorito

Quinta-feira, 10 de Maio de 2018
ALMOÇO DE CABIDELA JUNTA MINHOTOS EM LISBOA

31880587_2068491373429956_3469430489574539264_n



publicado por Carlos Gomes às 10:26
link do post | favorito

Quinta-feira, 3 de Maio de 2018
ARROZ DE CABIDELA JUNTA MINHOTOS EM LISBOA

31880587_2068491373429956_3469430489574539264_n



publicado por Carlos Gomes às 09:03
link do post | favorito

Segunda-feira, 26 de Março de 2018
LAMPREIA “DESOVA” NA CASA DO MINHO EM LISBOA

A Casa do Minho levou hoje a efeito mais uma edição do Almoço da Lampreia, uma tradição que já vem de longe naquela instituição regionalista.

Lampeia II 2018

Mais uma vez, aquele tão apreciado ciclóstomo que leva o minhoto a comer e chorar por mais, foi “desovar” a Lisboa para os lados de Telheiras… onde os comensais puderam capturá-la no prato, já devidamente confeccionada, e degustarem tão delicioso pitéu bem regado com os melhores cinhos verdes da nossa região.

O arroz de lampreia constitui uma das especialidades que conquista cada vez maior número de apreciadores, em grande medida devido a estas iniciativas gastronómicas que fazem jus à divisa: Uma boa mesa para uma boa política regionalista!

Não admira que, mesmo tratando-se este ano de uma segunda edição, as duas salas da Casa do Minho tivessem lotação esgotada.

lampeia I 2018

Em representação da Junta de Freguesia do Lumiar este presente o seu Presidente, Dr. Pedro Delgado Alves e mais quatro elementos do executivo. Participaram ainda no evento alguns deputados da Assembleia da República.

Respondendo a um pedido formulado pela Casa do Minho, o Presidente da Junta de Freguesia do Lumiar informou que vai ceder as instalações que pertencem à autarquia sempre que for necessário, bem assim uma loja para guarda de arquivos e outros arrumos a fim de libertar espaço na sede social e proceder a melhoramentos nas suas instalações.

Por sua vez, o Pároco da Paróquia de Queijas, Padre Alexandre, enalteceu a importância do convívio com os regionalistas, rever amigos e saborear este prato de excelência.

Por fim, o Presidente da Casa do Minho e Director do respectivo Rancho Folclórico, Paulo Duque, agradeceu a participação de todos os presentes e realçou a importância que tem para aquela instituição regionalista a realização destes convívios gastronómicos.

E, depois de terem sido bem servidos com uma das especialidades de eleição da cozinha tradicional minhota, bem preparada e confeccionada pelos “cozinheiros” da Casa e do Rancho que brindaram os presentes com uma autêntica rapsódia de paladares, resta-lhes aguardar pelo próximo ano, altura em que a lampreia voltará a subir os rios para neles de novo desovar.

29340965_1802731293096905_1488125777_n

29663619_1802731799763521_489201952_n

29680408_1802731216430246_484077466_o

29511218_10155125764491906_249692474967529227_n



publicado por Carlos Gomes às 00:53
link do post | favorito

Quinta-feira, 15 de Março de 2018
CASA DO MINHO REALIZA ALMOÇO DA LAMPREIA

II Almoço da Lampreia 2018

 



publicado por Carlos Gomes às 03:53
link do post | favorito

Terça-feira, 6 de Março de 2018
CASA DO CONCELHO DE GÓIS DÁ A CONHECER O PALADAR DA CHANFANA

27540684_1680686822007634_6848532553044385589_n



publicado por Carlos Gomes às 23:01
link do post | favorito

Sexta-feira, 2 de Março de 2018
LAMPREIA DESOVA NA CASA DO MINHO

A Casa do Minho leva a efeito nas suas instalações em Telheiras, no próximo dia 25 de Março, mais uma edição do tradicional Almoço da Lampreia.

file2-1

Mais uma vez, a lempreia do rio Minho vai desovar a Lisboa onde os minhotos vão poder capturá-la no prato, já esmeramente confeccionada, regando-a com os melhores vinhos verdes da sua região.

O arroz de lampreia constitui uma das especialidades que conquista cada vez maior número de apreciadores, em grande medida devido a estas iniciativas gastronómicas que fazem jus à divisa: Uma boa mesa para uma boa política regionalista!

file6-1



publicado por Carlos Gomes às 00:05
link do post | favorito

Quarta-feira, 28 de Fevereiro de 2018
CASA DO CONCELHO DE GOUVEIA REALIZA EM LISBOA FESTA DO QUEIJO DA SERRA

28168618_1970369223225727_4011316608279583689_n



publicado por Carlos Gomes às 19:10
link do post | favorito

Sábado, 17 de Fevereiro de 2018
CASA DO MINHO EM LISBOA REALIZA ALMOÇO DA LAMPREIA

Almoço da Lampreia 2018



publicado por Carlos Gomes às 13:27
link do post | favorito

Terça-feira, 13 de Fevereiro de 2018
CASA DO MINHO REALIZA ALMOÇO DA LAMPREIA

Almoço da Lampreia 2018



publicado por Carlos Gomes às 17:31
link do post | favorito

Domingo, 11 de Fevereiro de 2018
CASA DO MINHO EM LISBOA REALIZA ALMOÇO DA LAMPREIA

Almoço da Lampreia 2018



publicado por Carlos Gomes às 10:14
link do post | favorito

Quarta-feira, 7 de Fevereiro de 2018
ALMOÇO DA LAMPREIA JUNTA MINHOTOS EM LISBOA

27540741_1698849976802578_5337675987007875291_n



publicado por Carlos Gomes às 10:42
link do post | favorito

Terça-feira, 6 de Fevereiro de 2018
ARROZ DE SARRABULHO À MODA DE PONTE DE LIMA REGRESSA A LOURES NO PRÓXIMO ANO

A segunda edição do Almoço do Arroz de Sarrabulho com Rojões à Moda de Ponte de Lima vai ter lugar no próximo dia 3 de Fevereiro de 2019, na Cantina da Câmara Municipal de Loures, junto aos Paços do Concelho de Loures.

CapturarAlmoçoSarrabulho2019

O extraordinário sucesso que constituiu este ano a realização do Almoço do Arroz de Sarrabulho com Rojões à Moda de Ponte de Lima e a grande satisfação por parte dos cerca de trezentos comensais que participaram neste evento levou a organização do evento – o Grupo Folclórico Verde Minho – a combinar com a Confraria do Arroz de Sarrabulho de Ponte de Lima a repetição desta iniciativa.

Devidamente planeada e divulgada, aguarda-se que a próxima edição venha a registar mais de meio milhar de pessoas e, à semelhança deste ano, a contar com a participação das entidades representativas dos concelhos de Loures e Ponte de Lima.



publicado por Carlos Gomes às 19:50
link do post | favorito

Segunda-feira, 5 de Fevereiro de 2018
CARDÁPIO DO ALMOÇO DO ARROZ DE SARRABULHO COM ROJÕES À MODA DE PONTE DE LIMA REALIZADO EM LOURES

img006

img007

img008

img010

27545346_1797306150289038_181670145948475152_n



publicado por Carlos Gomes às 19:59
link do post | favorito

ALMOÇO DO ARROZ DE SARRABULHO À MODA DE PONTE DE LIMA REGRESSA NO PRÓXIMO ANO A LOURES

De acordo com informação que obtivémos junto de Teotónio Gonçalves, Director do Grupo Folclórico Verde Minho, está já confirmada a realização de uma segunda edição em Loures do Arroz de Sarrabulho à Moda de Ponte de Lima, em data a combinar.

DSCF7869

Teotónio Gonçalves acabara de agradecer pessoalmente ao Comendador Adelino Tito de Morais, da Confraria do Arroz de Sarrabulho com Rojões à Moda de Ponte de Lima, tendo ficado assente a reedição desta iniciativa gastronómica que, para muitos dos participantes, foi a primeira vez que tiveram oportunidade de se deliciarem com os magníficos paladares de Ponte de Lima. E, quem perdeu foi quem não teve oportunidade de estar presente!

De resto, esta iniciativa resultou num grandioso sucesso a todos os níveis, a começar pela excelente confecção das iguarias, a organização demonstrada e a elevada adesão que se espera ver redobrada no próximo ano. Refira-se que, após uma previsão inicial de duas centenas de pessoas, o evento acabou por registar a participação de perto de três centenas de comensais.

DSCF7903



publicado por Carlos Gomes às 18:39
link do post | favorito

Domingo, 4 de Fevereiro de 2018
MINHOTOS QUEREM QUE O ALMOÇO DE SARRABULHO À MODA DE PONTE DE LIMA SE REPITA NO PRÓXIMO ANO

O sucesso do Almoço do Sarrabulho à moda de Ponte de Lima foi de tal ordem que todos os convívas responderam em uníssono que desejam que a iniciativa se repita no próximo ano.

27655218_1605055202908320_6908242771843199184_n

A ideia consiste em preparar a disposição das mesas para que o próximo encontro permita acolher um maior número de pessoas. Refira-se que, este ano, apesar de 220 pessoas inscritas, a iniciativa recebeu quase três centenas de convivas, muitos dos quais aderindo no último instante.

O repto foi lançado no decorrer do próprio evento e resta agora as entidades envolvidas acertarem os pormenores para a sua realização. E, seguramente, a Câmara Municipal de Loures irá ter um maior empenho na garantia do seu sucesso!

27459350_1605055012908339_4822883334595316396_n



publicado por Carlos Gomes às 22:37
link do post | favorito

CHEFE PAULO SANTOS FEZ PROVAR EM LOURES A ARTE DA GASTRONOMIA LIMIANA

Trabalhadores da Cantina da Câmara Municipal de Loures revelaram grande profissionalismo e espírito de colaboração

Sob a experiente batuta do Chefe Paulo Santos, da Casa de S. Sebastião, na freguesia limiana de S. Pedro de Arcos, perto de três centenas de pessoas tiveram hoje a oportunidade de degustar uma das elevadas obras de arte da gastronomia minhota e portuguesa em geral – o arroz de sarrabulho com rojões à moda de Ponte de Lima!

IMG_6308

Muitos dos comensais tiveram hoje pela primeira vez o contacto com os paladares da nossa região. Apenas lamento que o Presidente da Câmara Municipal de Loures, Dr Bernardino Soares, não tivésse podido estar presente por razões de agenda pessoal pois, estou convencido de que teria ficado um adepto incondicional da cozinha tradicional da nossa região. Mas ainda vai a tempo e acredito sinceramente que o Minho vai contar com ele para muitas causas!

Peço desculpa pelo lapso que cometerei ao involuntariamente omitir alguns nomes mas não quero deixar de lembrar que este grande sucesso se deveu a alguns dos mais conceituados Restaurantes de Ponte de Lima – o Restaurante Casa de S. Sebastião, Fátima Amorim, Goreti, Restaurante “Sonho do Capitão” e Solar do Taberneiro – e, naturalmente, ao Comendador Adelino Tito de Morais, um dos fundadores da Confraria do Arroz de Sarrabulho à Moda de Ponte de Lima e dedicado ao estudo das tradições enológicas e folclóricas de Ponte de Lima.

Porém, seria injusto se não registássemos aqui o elevado profissionalismo e espírito de colaboração com que os funcionários da Câmara Municipal de Loures a laborar na Cantina Municipal, se empenharam para que este evento fosse um grandioso sucesso, razão pela qual são todos meritórios do nosso público louvor.

A Câmara Municipal de Loures tem sido a todos os títulos de uma generosidade e cooperação institucional que só pode ser considerada louvável. O Grupo Folclórico Verde Minho é considerado uma das mais dinâmicas associações do concelho de Loures. Mas, para levar ainda mais longe os seus objectivos, necessita de que lhe sejam proporcionadas condições para o efeito. E, pode Loures crer que tem nos minhotos que ali vivem o melhor aliado para promover a sua região!

Carlos Gomes

Fotos: Teotónio Gonçalves

IMG_6273

IMG_6274

IMG_6276

IMG_6278

IMG_6279

IMG_6280

IMG_6281

IMG_6282

IMG_6304

IMG_6305

IMG_6306

IMG_6307



publicado por Carlos Gomes às 21:43
link do post | favorito

LOURES FOI HOJE A CAPITAL DA GASTRONOMIA MINHOTA: CENTENAS DE PESSOAS AFLUÍRAM À CANTINA MUNICIPAL PARA DEGUSTAR O ARROZ DE SARRABULHO COM ROJÕES À MODA DE PONTE DE LIMA

O arroz de sarrabulho com rojões à moda de Ponte de Lima e a alheira de galo fizeram hoje em Loures as delícias dos melhores apreciadores da cozinha tradicional minhota. Tratou-se de uma grandiosa jornada gastronómica levada a cabo pelo Grupo Folclórico Verde Minho em parceria com a Confraria do Arroz de Sarrabulho à Moda de Ponte de Lima e alguns dos mais conceituados Restaurantes de Ponte de Lima – o Restaurante Casa de S. Sebastião, Fátima Amorim, Restaurante “Sonho do Capitão” e Solar do Taberneiro – sob a experiente batuta do Chefe Paulo Santos, da Casa de S. Sebastião, na freguesia limiana de S. Pedro de Arcos.

DSCF7853

O evento teve lugar no refeitório da Câmara Municipal de Loures e contou com a presença do Comendador Adelino Tito de Morais em representação da Confraria do Arroz de Sarrabulho à Moda de Ponte de Lima, do Presidente da Assembleia Municipal de Ponte de Lima, de autarcas do concelho de Loures em representação do Presidente da edilidade, Dr. Bernardino Soares e do Presidente da Confederação das Colectividades de Cultura, Desporto e Recreio, Dr. Augusto Flor.

DSCF7903

O repasto foi um manjar digno de deuses que surpreendeu muitos convivas que, pela primeira vez, tiveram oportunidade de apreciar o magnífico paladar da alheira de galo e do arroz de sarrabulho à moda de Ponte de Lima. Tudo isto bem regado com os magníficos vinhos verdes da região, desde os brancos até ao vinhão e demais tintos. E, como sobremesa, jamais poderia faltar o delicioso leite creme tão característico de Ponte de Lima.

Entre as várias organizações que aderiram ao evento e se renderam aos encantos da gastronomia da nossa região, contamos os membros da Confraria do Arinto de Bucelas, do Rancho Folclórico de Lousa e de outras instituições que estiveram bem representadas.

A registar ainda a participação de um número apreciável de sócios e dirigentes da Casa do Concelho de Ponte de Lima, incluindo o seu presidente da Direcção e a presidente da Assembleia Geral, curiosamente numa ocasião em que aquela instituição regionalista celebra 31 anos de existência com referência ao dia 2 de Fevereiro.

O Grupo Folclórico Verde Minho animou a festa, devidamente trajado e privilegiando os cantares típicos do concelho de Ponte de Lima.

DSCF7914

E, como não existe uma boa mesa sem cardápio, transcrevemos o texto que o mesmo apresenta:

“O porco foi desde sempre uma das principais fontes de rendimento do camponês. Relativamente fácil de alimentar, ele aproveita quase tudo do que sobra à mesa do lavrador juntamente com aquilo que o campo oferece. E, depois de abatido, era mantido na salgadeira durante o ano inteiro. Dava os enchidos que iam ao fumeiro, o toucinho que dava sabor ao caldo e, entre muitos outros aproveitamentos, o sangue que se juntava ao caldo de farinha de milho – as papas de sarrabulho. Não é sem motivo porque é no imaginário popular o porco frequentemente associado ao mealheiro!

Porém, sempre atentos aos requintes dos melhores paladares, os limianos passaram a confeccioná-lo com arroz e o resultado foi a criação de uma das mais ricas especialidades da cozinha tradicional minhota – um autêntico manjar próprio dos deuses! – o afamado Arroz de Sarrabulho com rojões à Moda de Ponte de Lima.

Exímios na arte da culinária, aos limianos devemos de igual modo mais uma rica especialidade da nossa gastronomia: a alheira de galo.

A sabedoria popular manifesta-se em todos os aspectos da vida humana a uma época em que tudo era feito de forma artesanal, portanto ainda sem a interferência das técnicas industriais e a padronização de hábitos, saberes e paladares. Ela jamais se limita às formas de trajar, cantar e dançar. É precisamente esse o entendimento do Grupo Folclórico Verde Minho e a razão pela qual decidiu realizar este evento com a finalidade de divulgar o que de melhor vai à mesa das gentes de Ponte de Lima.”

DSCF7919

DSCF7920

DSCF7925

DSCF7943

DSCF7897

DSCF7895

DSCF7881

DSCF7869

DSCF7868

DSCF7865

DSCF7838

DSCF7837

DSCF7832

DSCF7826

DSCF7809

DSCF7824



publicado por Carlos Gomes às 20:08
link do post | favorito

MINHOTOS EM LOURES TEMPERAM ARROZ DE SARRABULHO AO SOM DA CONCERTINA

Grupo Folclórico Verde Minho vai animar o convívio em torno do Almoço do Arroz de Sarrabulho com Rojões à Moda de Ponte de Lima que hoje se realiza no refeitório da Câmara Municipal de Loures. À volta da melhor gastronomia minhota não podia faltar a alegria contagiante do toque da concertina e das mais belas rapsódias do nosso folclore.

SarrabulhoLoures

Chegados ontem de Ponte de Lima, os exímios cozinheiros limianos já temperaram as carnes que hoje vão confeccionar a fim de serem degustadas por mais de duas centenas de convivas.

Daqui a instantes, o arroz de sarrabulho com rojões à moda de Ponte de Lima e a alheira de galo vão fazer as delícias dos melhores apreciadores da cozinha tradicional minhota. Trata-se de uma jornada gastronómica levada a cabo pelo Grupo Folclórico Verde Minho em parceria com os Restaurantes de Sarrabulho em Ponte de Lima.



publicado por Carlos Gomes às 02:13
link do post | favorito

JORNAL "FOLCLORE" DIVULGA ALMOÇO DO SARRABULHO EM LOURES

Capturar1vm



publicado por Carlos Gomes às 00:29
link do post | favorito

Sábado, 3 de Fevereiro de 2018
LOURES RECEBE AMANHÃ GRANDE ALMOÇO DO ARROZ DE SARRABULHO COM ROJÕES À MODA DE PONTE DE LIMA

SarrabulhoLoures



publicado por Carlos Gomes às 08:26
link do post | favorito

Sexta-feira, 2 de Fevereiro de 2018
CASA DO CONCELHO DE GÓIS DÁ A PROVAR A CHANFANA

27541118_1679418462134470_7303123496188399756_n



publicado por Carlos Gomes às 22:02
link do post | favorito

PONTE DE LIMA LEVA A LOURES NO PRÓXIMO DOMINGO A ALHEIRA DE GALO E O ARROZ DE SARRABULHO À MODA DE PONTE DE LIMA

Iniciativa do Grupo Folclórico Verde Minho em parceria com os Restaurantes do Sarrabulho em Ponte de Lima

O arroz de sarrabulho com rojões à moda de Ponte de Lima e a alheira de galo vão fazer as delícias dos melhores apreciadores da cozinha tradicional minhota. Trata-se de uma jornada gastronómica levada a cabo pelo Grupo Folclórico Verde Minho em parceria com os Restaurantes de Sarrabulho em Ponte de Lima e vai ter lugar no próximo dia 4 de Fevereiro, no refeitório da Câmara Municipal de Loures.

De Ponte de Lima virão restaurantes e cozinheiros – Restaurante Casa de S. Sebastião, Fátima Amorim, Restaurante “Sonho do Capitão” e Solar do Taberneiro – e consigo trazem as carnes já temperadas, as tripas e as belouras, a chouriça de cebolada e, como não podia deixar de ser, o melhor verdasco da região. Os participantes vão ainda ter oportunidade de apreciar a alheira de galo, um dos mais recentes requintes da cozinha limiana.

AlheiraLoures

O arroz de sarrabulho é uma das mais ricas especialidades da cozinha portuguesa em geral e minhota em particular. Um autêntico manjar próprio dos deuses!

Ao invés das papas de sarrabulho que são feitas à base de farinha de milho, aqui impera o arroz como a própria designação indica.

Desde a perna do porco às belouras, do chouriço verde às farinhotas e outros aromas e delícias de fazer crescer àgua na boca, o porco compromete-se na elaboração deste magnífico prato. As carnes são temperadas com louro, cravinho e noz-moscada, sal e pimenta e, no final, com os cominhos que lhe conferem um paladar muito peculiar e único. As carnes, depois de cozinhadas e desfiadas, juntam-se ao arroz e vão de imediato à mesa.

Por sua vez, a alheira de galo, especialidade produzida pela Minho Fumeiro, situada na Correlhã, no concelho de Ponte de Lima, e já galardoada com a medalha de ouro no concurso da Feira Nacional da Agricultura, em Santarém, é justamente considerada a “melhor das melhores” alheiras do país.

Com baixo teor de sal e calorias, contendo apenas 13 gramas de gordura e 14 gramas de proteína, a sua confecção possui alguns segredos que vão do pão amolecido no caldo da cozedura das carnes de galo até aos temperos.

E porque onde há Minho há alegria e tradição, lá estará o Grupo Folclórico Verde Minho para animar o evento com as mais alegres rapsódias do folclore do Alto Minho.

Por sua vez, entendendo que o folclore ou seja, a sabedoria popular não se restringe ao canto e à dança mas abrange todos os aspectos da vida social, incluindo nela a própria gastronomia, o Grupo Folclórico Verde Minho juntou esforços com os restaurantes do Sarrabulho de Ponte de Lima para em Loures – às portas da capital do país! – dar a conhecer a Alheira de Galo e o Arroz de Sarrabulho à Moda de Ponte de Lima.

- Venham, pois, provar o nosso património!

SarrabulhoLoures



publicado por Carlos Gomes às 15:56
link do post | favorito

Quinta-feira, 1 de Fevereiro de 2018
VAI HAVER SARRABULHO EM LOURES... À MODA DE PONTE DE LIMA!

SarrabulhoLoures



publicado por Carlos Gomes às 18:37
link do post | favorito

Terça-feira, 30 de Janeiro de 2018
VAI HAVER SARRABULHO EM LOURES... À MODA DE PONTE DE LIMA!

AlheiraLoures



publicado por Carlos Gomes às 01:08
link do post | favorito

Segunda-feira, 29 de Janeiro de 2018
GRUPO FOLCLÓRICO VERDE MINHO LEVA A LOURES ALHEIRA DE GALO E ARROZ DE SARRABULHO À MODA DE PONTE DE LIMA

AlheiraLoures



publicado por Carlos Gomes às 10:35
link do post | favorito

Sábado, 27 de Janeiro de 2018
ARROZ DE SARRABULHO JUNTA MINHOTOS EM LOURES

SarrabulhoLoures



publicado por Carlos Gomes às 10:28
link do post | favorito

Sexta-feira, 26 de Janeiro de 2018
ALMOÇO DO ARROZ DE SARRABULHO À MODA DE PONTE DE LIMA A REALIZAR-SE EM LOURES JÁ TEM LOTAÇÃO ESGOTADA

Iniciativa do Grupo Folclórico Verde Minho em parceria com os Restaurantes do Sarrabulho em Ponte de Lima conta com o apoio da Câmara Municipal de Loures e da Confraria do Arroz de Sarrabulho à Moda de Ponte de Lima

A organização do Almoço de Sarrabulho com rojões à Moda de Ponte de Lima já cancelou as inscrições em virtude da lotação da sala se encontrar completamente esgotada com mais de duas centenas de pessoas inscritas.

AlheiraLoures

Conforme tem sido anunciado, o evento vai ter lugar em Loures, no próximo dia 4 de Fevereiro, no refeitório da Câmara Municipal de Loures. O arroz de sarrabulho com rojões à moda de Ponte de Lima e a alheira de galo vão fazer as delícias dos melhores apreciadores da cozinha tradicional minhota. O arroz de sarrabulho é uma das mais ricas especialidades da cozinha portuguesa em geral e minhota em particular. Um autêntico manjar próprio dos deuses!

Ao invés das papas de sarrabulho que são feitas à base de farinha de milho, aqui impera o arroz como a própria designação indica.

Desde a perna do porco às belouras, do chouriço verde às farinhotas e outros aromas e delícias de fazer crescer àgua na boca, o porco compromete-se na elaboração deste magnífico prato. As carnes são temperadas com louro, cravinho e noz-moscada, sal e pimenta e, no final, com os cominhos que lhe conferem um paladar muito peculiar e único. As carnes, depois de cozinhadas e desfiadas, juntam-se ao arroz e vão de imediato à mesa.

Por sua vez, a alheira de galo, especialidade produzida pela Minho Fumeiro, situada na Correlhã, no concelho de Ponte de Lima, e já galardoada com a medalha de ouro no concurso da Feira Nacional da Agricultura, em Santarém, é justamente considerada a “melhor das melhores” alheiras do país.

Com baixo teor de sal e calorias, contendo apenas 13 gramas de gordura e 14 gramas de proteína, a sua confecção possui alguns segredos que vão do pão amolecido no caldo da cozedura das carnes de galo até aos temperos.

E porque onde há Minho há alegria e tradição, lá estará o Grupo Folclórico Verde Minho para animar o evento com as mais alegres rapsódias do folclore do Alto Minho.

Por sua vez, entendendo que o folclore ou seja, a sabedoria popular não se restringe ao canto e à dança mas abrange todos os aspectos da vida social, incluindo nela a própria gastronomia, o Grupo Folclórico Verde Minho juntou esforços com o melhor da restauração limiana para em Loures – às portas da capital do país! – dar a conhecer a Alheira de Galo e o Arroz de Sarrabulho à Moda de Ponte de Lima.

- Venham, pois, provar o nosso património!

SarrabulhoLoures



publicado por Carlos Gomes às 21:43
link do post | favorito

Quarta-feira, 24 de Janeiro de 2018
ONDE VAI REALIZAR-SE EM LOURES O ALMOÇO DE ARROZ DE SARRABULHO COM ROJÕES À MODA DE PONTE DE LIMA?

Iniciativa do Grupo Folclórico Verde Minho em parceria com os Restaurantes do Sarrabulho em Ponte de Lima conta com o apoio da Câmara Municipal de Loures e da Confraria do Arroz de Sarrabulho à Moda de Ponte de Lima

Muitos são os minhotos radicados na região de Lisboa que no próximo dia 4 de Fevereiro vão afluir a Loures a fim de participar no almoço de arroz de sarrabulho com rojões à moda de Ponte de Lima. A iniciativa vai decorrer nas magníficas instalações do refeitório da Câmara Municipal de Loures, situadas bem no centro daquela cidade dos arredores da capital. Mas, afinal, onde fica exactamente o referido refeitório da Câmara Municipal de Loures?

CapturarMapaLoures

Em pleno coração da cidade, situa-se o edifício dos Paços do Concelho, tendo defronte um pequeno espaço ajardinado com um monumento dedicado aos combatentes da primeira grande guerra. Por detrás do edifício, situa-se o Posto da PSP, o Cine-Teatro e o refeitório da Câmara Municipal de Loures. Trata-se da rua Frederico Tarré, nº 3. A imagem que publicamos indica a localização exacta.

CapturarRefeitorio

De Ponte de Lima virão restaurantes e cozinheiros – Restaurante Casa de S. Sebastião, Fátima Amorim, Restaurante “Sonho do Capitão” e Solar do Taberneiro – e consigo trazem as carnes já temperadas, as tripas e as belouras, a chouriça de cebolada e, como não podia deixar de ser, o melhor verdasco da região. Os participantes vão ainda ter oportunidade de apreciar a alheira de galo, um dos mais recentes requintes da cozinha limiana.

A iniciativa está a registar elevada adesão, devendo a lotação ficar esgotada muito em breve.

Foram convidadas várias personalidades ligadas a Loures e a Ponte de Lima. E, a Casa do Concelho de Ponte de Lima vai fazer-se representar pelos Presidente da Direcção e da Assembleia Geral, convite plenamente justificado por se tratar do prato por excelência mais representativo da cozinha tradicional limiana. De resto, muitos pontelimenses já asseguraram a sua presença.

Também os Confrades que representarão a Confraria do Arinto de Bucelas vão apresentar-se nesta grandiosa jornada gastronómica envergando capa, chapéu e tambuladeira. A título de curiosidade, lembramos que também Teotónio Gonçalves, responsável pelo Grupo Folclórico Verde Minho que animará o evento, é de igual modo Confrade do Arinto de Bucelas.

E, porque onde há Minho existe alegria e tradição, lá estará o Grupo Folclórico Verde Minho para animar o evento com as mais alegres rapsódias do folclore do Alto Minho.

SarrabulhoLoures

O arroz de sarrabulho é uma das mais ricas especialidades da cozinha portuguesa em geral e minhota em particular. Um autêntico manjar próprio dos deuses!

Ao invés das papas de sarrabulho que são feitas à base de farinha de milho, aqui impera o arroz como a própria designação indica.

Desde a perna do porco às belouras, do chouriço verde às farinhotas e outros aromas e delícias de fazer crescer àgua na boca, o porco compromete-se na elaboração deste magnífico prato. As carnes são temperadas com louro, cravinho e noz-moscada, sal e pimenta e, no final, com os cominhos que lhe conferem um paladar muito peculiar e único. As carnes, depois de cozinhadas e desfiadas, juntam-se ao arroz e vão de imediato à mesa.

Por sua vez, a alheira de galo, especialidade produzida pela Minho Fumeiro, situada na Correlhã, no concelho de Ponte de Lima, e já galardoada com a medalha de ouro no concurso da Feira Nacional da Agricultura, em Santarém, é justamente considerada a “melhor das melhores” alheiras do país.

Com baixo teor de sal e calorias, contendo apenas 13 gramas de gordura e 14 gramas de proteína, a sua confecção possui alguns segredos que vão do pão amolecido no caldo da cozedura das carnes de galo até aos temperos.

E porque onde há Minho há alegria e tradição, lá estará o Grupo Folclórico Verde Minho para animar o evento com as mais alegres rapsódias do folclore do Alto Minho.

Por sua vez, entendendo que o folclore ou seja, a sabedoria popular não se restringe ao canto e à dança mas abrange todos os aspectos da vida social, incluindo nela a própria gastronomia, o Grupo Folclórico Verde Minho juntou esforços com o melhor da restauração limiana para em Loures – às portas da capital do país! – dar a conhecer a Alheira de Galo e o Arroz de Sarrabulho à Moda de Ponte de Lima.

- Venha provar o nosso património!

AlheiraLoures



publicado por Carlos Gomes às 22:14
link do post | favorito


mais sobre mim
pesquisar
 
Junho 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
13
15

16
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


posts recentes

ARROZ DE CABIDELA JUNTA M...

TOMARENSES REÚNEM-SE EM L...

CENTRO GALEGO EM LISBOA P...

ALMOÇO DE LAMPREIA JUNTA ...

SARRABULHO EM LOURES JÁ C...

LOURES FOI HOJE A CAPITAL...

MINHOTOS LEVAM AMANHÃ A L...

MINHOTOS EM LOURES REALIZ...

QUEM NUNCA PROVOU O DELIC...

VAI HAVER SARRABULHO EM L...

CASA DO CONCELHO DE TOMAR...

VAI HAVER SARRABULHO EM L...

COUVADA JUNTA MINHOTOS EM...

CASA DO MINHO EM LISBOA R...

CASA DO CONCELHO DE TOMAR...

COUVADA JUNTA MINHOTOS EM...

COUVADA JUNTA MINHOTOS NA...

COUVADA JUNTA MINHOTOS NA...

LOURES REALIZA FESTIVAL D...

MOLDOVOS PROMOVEM GASTRON...

MOURARIA CELEBRA COZINHA ...

CABIDELA DE GALO JUNTOU M...

ALMOÇO DE CABIDELA JUNTA ...

ARROZ DE CABIDELA JUNTA M...

LAMPREIA “DESOVA” NA CASA...

CASA DO MINHO REALIZA ALM...

CASA DO CONCELHO DE GÓIS ...

LAMPREIA DESOVA NA CASA D...

CASA DO CONCELHO DE GOUVE...

CASA DO MINHO EM LISBOA R...

CASA DO MINHO REALIZA ALM...

CASA DO MINHO EM LISBOA R...

ALMOÇO DA LAMPREIA JUNTA ...

ARROZ DE SARRABULHO À MOD...

CARDÁPIO DO ALMOÇO DO ARR...

ALMOÇO DO ARROZ DE SARRAB...

MINHOTOS QUEREM QUE O ALM...

CHEFE PAULO SANTOS FEZ PR...

LOURES FOI HOJE A CAPITAL...

MINHOTOS EM LOURES TEMPER...

JORNAL "FOLCLORE" DIVULGA...

LOURES RECEBE AMANHÃ GRAN...

CASA DO CONCELHO DE GÓIS ...

PONTE DE LIMA LEVA A LOUR...

VAI HAVER SARRABULHO EM L...

VAI HAVER SARRABULHO EM L...

GRUPO FOLCLÓRICO VERDE MI...

ARROZ DE SARRABULHO JUNTA...

ALMOÇO DO ARROZ DE SARRAB...

ONDE VAI REALIZAR-SE EM L...

arquivos

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

tags

todas as tags

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds