Blogue de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes de Lisboa e arredores

Domingo, 28 de Janeiro de 2018
DINOSSAUROS INVADEM CORDOARIA NACIONAL

Exposição está patente até ao próximo dia 18 de Março

Pensavas que os dinossauros estavam extintos há 65 milhões de anos? Nãããão! Acabam de voltar, mais vivos que nunca! Invadiram a Cordoaria Nacional

DSCF7708

Bípedes e quadrúpedes, herbívoros e carnívoros… centenas de espécies de dinossauros povoaram a Terra. Os mais famosos estão todos no Dinossauros Alive!, mexendo-se e rugindo de forma assustadora. E tu não só podes vê-los de perto como vais ficar a conhecer montes de histórias divertidas sobre eles!

Entre mais de 50 dinossauros, estão à tua espera o Triceratops, acompanhado das suas crias, o Oviraptor (sabias que este nome significa “ladrão de ovos”?), a Maiassaura (“lagarto boa mãe”) e o Alossauro, que viveu em Portugal.

Vais ficar fascinado com o longo pescoço do simpático Braquiossauro (sabias que ele chegava a ter 20 metros de altura?). Mas há um momento em que o teu coração vai começar a bater bem depressa, quando enfrentares o terrível Tiranossauro Rex (T-Rex, para os amigos), um dos maiores carnívoros que habitou a Terra e que é conhecido como o rei dos dinossauros.

Cara a cara com estes gigantes, vais sentir-te pequeno, muito pequeno! Mas atenção: não te deixes apanhar!

Fonte: http://www.dinossauros-alive.com/

Fotos: Carlos Gomes

DSCF7711

DSCF7718

DSCF7721

DSCF7724

DSCF7730

DSCF7731

DSCF7736

DSCF7743

DSCF7748

DSCF7749

DSCF7750

DSCF7754

DSCF7758

DSCF7760

DSCF7762



publicado por Carlos Gomes às 15:56
link do post | favorito

Quarta-feira, 13 de Abril de 2016
AMADORA MOSTRA NECRÓPOLE DE CARENQUE



publicado por Carlos Gomes às 22:11
link do post | favorito

Segunda-feira, 11 de Abril de 2016
AMADORA MOSTRA NECRÓPOLE DE CARENQUE



publicado por Carlos Gomes às 09:30
link do post | favorito

Quarta-feira, 23 de Julho de 2014
MAIOR NECRÓPOLE ROMANA E DA ANTIGUIDADE TARDIA DESCOBERTA NA AMADORA

Terminam esta semana as escavações arqueológicas no Moinho do Castelinho

A ocupação humana do território, que nos dias de hoje constitui a Amadora, recua há milhares de anos e muitos são os vestígios arqueológicos descobertos.

10557251_722452571147702_4358419264927534935_n

Alguns deles são de tal importância que mereceram a classificação de Monumento Nacional, como a Necrópole de Carenque, ou de Imóvel de Interesse Público, como a villa romana da Quinta da Bolacha.

O Museu Municipal de Arqueologia tem investido, nos últimos anos, no conhecimento desta ocupação mais remota, através da realização de escavações arqueológicas, num sítio conhecido como “Moinho do Castelinho”, com o apoio de estudantes de Arqueologia da Universidade Nova de Lisboa e de jovens entre os 13 e os 21 anos no âmbito do programa “Férias na Cidade”.

Ao longo de 4 campanhas de escavação, realizadas entre 2011 e 2014, que tiveram a colaboração da “Sociedade Portuguesa de Carvão Animal, proprietária do terreno, foi possível identificar não só, uma zona habitacional de período romano republicano, que remonta ao século II a.C., mas também uma necrópole romana e da antiguidade utilizada entre os séculos III e V d.C., que conta já com 10 sepulturas escavadas e mais 3 por intervir, supondo-se a existência de outras, o que faz desta, a maior Necrópole deste período na Amadora, em comparação com as outras duas já reconhecidas, como a do Casal de São Brás, com 9 sepulturas e a da Serra de Carnaxide, com 7.

Texto e fotos: Município da Amadora

10492063_722452544481038_33057074063687147_n



publicado por Carlos Gomes às 00:00
link do post | favorito

Sexta-feira, 4 de Julho de 2014
CASTRO DE LECEIA É UMA DAS MAIS IMPORTANTES ESTAÇÕES ARQUEOLÓGICAS DE PORTUGAL

Situado na localidade de Barcarena, no concelho de Oeiras, o Castro de Leceia é considerado uma das mais importantes estações arqueológicas portuguesas. Este povoado fortificado é conhecido pela comunidade científica desde 1878, altura em que o General Carlos Ribeiro apresentou à Academia Real das Ciências de Lisboa uma monografia dedicada àquele povoado pré-histórico. Porém, apenas com as escavações iniciadas em 1983 sob a orientação do Prof. Doutor João Luís Cardoso veio a ser conhecida a sua verdadeira dimensão e importância, tendo a partir de então ficado a salvo da degradação e inclusive do risco de desaparecimento, caso a Câmara Municipal de Oeiras tivesse aprovado um projeto de urbanização para o local que lhe fora apresentado.

PB130007

As escavações arqueológicas ali efetuadas, bem como os numerosos artefactos encontrados, evidenciam um conjunto de estruturas habitacionais e defensivas do Calcolítico Inicial, revelando uma economia agro-pastoril já bastante desenvolvida e ainda a recoleção de mariscos na ribeira de Barcarena, prolongando-se a sua existência até à Idade do Cobre.

O Castro de Leceia data de 3.000 anos Antes de Cristo e foi habitado durante cerca de um milhar de anos. Porém, a datação das peças recolhidas nas escavações ali efetuadas indica que a ocupação humana do local remonta a 5 mil anos antes da Era Cristã, sendo portanto muito anterior à edificação do povoado fortificado.

Foram também descobertos materiais originários da Fenícia que indiciam claramente que os seus habitantes mantinham relações comerciais com regiões do Mediterrâneo, facto a que certamente não é alheia a situação privilegiada do castro de Leceia nas proximidades do estuário do Rio Tejo.

Existe na Fábrica da Pólvora de Barcarena uma maqueta do povoado de Leceia, ali encontrando-se também as peças recolhidas nas escavações, as quais nos descrevem aspetos da vivência dos seus habitantes.

O Castro de Leceia pode ser visitado mediante marcação prévia na Câmara Municipal de Oeiras, através dos seguintes contatos:

Morada: Estrada das Fontainhas, 2745-613 Barcarena

Telefone: (+351) 214 408 432

E-mail: arqueologia@cm-oeiras.pt

Horário: De 2ª a 6ª feira das 14h00 às 17h00

Entrada: Gratuita

Encerra aos Sábados e Domingos

Alcântara 012

Alcântara 011

Alcântara 010

Alcântara 009

Alcântara 008

Alcântara 007

Alcântara 006

Alcântara 005

Alcântara 004

Alcântara 003



publicado por Carlos Gomes às 11:43
link do post | favorito

Quinta-feira, 3 de Julho de 2014
GRUTA DO RIO SECO É UM GEOMONUMENTO DE LISBOA

Em pleno bairro da Ajuda, uma enorme caverna surpreende quem por ali passa devido às grandes dimensões da sua entrada, atualmente enquadradas do ponto de vista paisagístico por um parque urbano que constitui zona de lazer para os moradores da localidade. Trata-se do geomonumento do Rio Seco, um dos vários afloramentos geológicos existentes na região de Lisboa que nos remetem para a pré-história.

Lx-Rio Seco 010

Com efeito, são visíveis naquele local o leito daquilo que foi outrora um rio, definido por um aglomerado de calhaus, ladeado por dois desfiladeiros de grandes dimensões construídos pela corrente das águas. São, pois, os vestígios deste rio há muito extinto que deram origem ao topónimo Rio Seco.

Existiram também neste local antigas pedreiras, encontrando-se ainda preservados os fornos de cal.

Para além do parque urbano e da estrada que ladeia o local, foram ao longo dos anos construídas nas imediações grandes edifícios de habitação. E, apesar do seu interesse cultural e turístico, o local é praticamente desconhecido da maioria dos lisboetas, carecendo de um centro de monitorização e implementação de programas culturais que incluam visitas ao geomonumento e outras ações pedagógicas.

Um geomonumento" trata-se de um monumento de natureza geológica, residindo o seu valor e importância na informação que nos transmite relativamente à história da Terra, mormente através da decifração dos minerais, fósseis e outras caraterísticas que transmitem ao geólogo e, por seu intermédio, à comunidade.

Lx-Rio Seco 006

Lx-Rio Seco 012

Lx-Rio Seco 008

Lx-Rio Seco 014

Lx-Rio Seco 007

Lx-Rio Seco 004

Lx-Rio Seco 002

Lx-Rio Seco 001



publicado por Carlos Gomes às 00:01
link do post | favorito


mais sobre mim
pesquisar
 
Maio 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11


20
24
25

26
27
28
29
30
31


posts recentes

DINOSSAUROS INVADEM CORDO...

AMADORA MOSTRA NECRÓPOLE ...

AMADORA MOSTRA NECRÓPOLE ...

MAIOR NECRÓPOLE ROMANA E ...

CASTRO DE LECEIA É UMA DA...

GRUTA DO RIO SECO É UM GE...

arquivos

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

tags

todas as tags

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds